O FUTURO QUÂNTICO-Os princípios e a importância da Física Quântica-Ressucitando o gato de Schrodinger

ILUSTRAÇÃO DA TEORIA DAS CORDAS

A Física Quântica é uma Teoria Científica determinística, muito bem fundamentada e que produz previsões experimentais de excelente precisão. Como qualquer teoria científica, possui um campo de aplicação e uma precisão de suas previsões limitada.Não existe física probabilística, probabilidade é uma medida estatística. Física estatística é determinística. Tanto na Física Newtoniana quanto na Quântica, pode-se estabelecer matemáticamente a evolução temporal das características que determinam um ponto material dentro dos limites das próprias teorias. A diferença é que enquanto na teoria Newtoniana, por exemplo, o que se determina é diretamente o conjunto de características do ponto material (posição por exemplo), na quântica o que se determina é a probabilidade de um conjunto de características a ser encontrado quando medido. A probabilidade, por sua vez, vem do fato de se tratar de sistemas estatísticos, e não únicos.

A maioria dos cientistas, possuem a razão como bússola e isso tem que ser respeitado e entendido, pelos que usam o coração. Devemos saber que uma parte dos  Físicos  céticos NÃO se empenham em estudar aquilo que não acreditam, porque não procuram, nem buscam, o que para eles hipotéticamente não existe. Até porque eles não tem por onde começar. Já que lidam apenas com manifestações do plano físico, que é o único campo que podem medir e registrar os fenômenos.Os espiritualistas, precisam da ciência,porque sabem que ela é uma grande aliada para provar o que já acreditam sem ver, isso porque cada um ao seu modo,cientistas e espiritualistas, sentem o mundo de maneira diferente.

A FÍSICA QUÂNTICA;O QUE É E PARA QUE SERVE

As partículas quânticas – também chamadas de partículas sub-atômicas – têm comprovadamente comportamentos que parecem ser absolutamente impensáveis. Como elas podem se comportar tanto como partículas quanto como ondas, elas podem, por exemplo, estar em vários lugares ao mesmo tempo.Como é que algo assim tão contra-intuitivo pode ser a base para a construção do nosso mundo “clássico,” onde as coisas se comportam como estamos acostumados, é uma questão ainda a ser respondida pela ciência.A teoria atualmente aceita afirma que um objeto quântico pode estar em qualquer lugar dentre as possibilidades descritas por sua função de onda. Quando um cientista tenta medir essa onda/partícula, então ela imediatamente “colapsa”, deixando de estar em qualquer lugar para estar apenas e tão sómente naquele exato local onde a medição está sendo feita, comportando-se como se fosse um objeto clássico. Existe e manifesta-se tão sómente para interagir com o “observador” .

E, para demonstrar que o mundo quântico pode ser ainda mais estranho, os físicos Andrew Jordan  e Alexander Korotkov propuseram, em 2006, que seria possível “des-medir” – desfazer a medição – a onda/partícula, fazendo-a voltar ao seu exato estado quântico anterior, como se a medição não tivesse acontecido e, portanto, a partícula não tivesse sofrido qualquer alteração.

Agora, uma equipe da Universidade da Califórnia em Santa Barbara, nos Estados Unidos, conseguiu fazer esse experimento e comprovou a teoria. A experiência tem enorme importância para a física e tem grandes implicações sobre a utilização das teorias do mundo quântico para explicar questões de forma quase transcendental. A nova teoria sugere que a fronteira entre o mundo quântico e o mundo clássico não é uma linha clara e bem definida como se pensava até agora. Em vez disso, os dados parecem demonstrar que essa fronteira é na verdade uma zona cinzenta, com uma amplitude ainda não conhecida, mas cujo tempo para ser cruzada é maior do que zero.

REENCARNAÇÃO QUÂNTICA

O pesquisador Nadav Katz e seus colegas, em um artigo que acaba de ser publicado na Science, explicam como foram capazes até mesmo de “enfraquecer” a medição de uma partícula quântica, forçando apenas um colapso parcial – algo como um “estado de coma” de uma partícula quântica.A seguir, relatam os pesquisadores, “nós desfizemos o dano que tínhamos feito,” alterando certas propriedades da partícula e refazendo a medição. A partícula retornou ao seu estado quântico como se nada tivesse acontecido antes, ou seja, como se a primeira medição não tivesse sido feita.

Ressuscitando o gato de Schrodinger

Há mais de 80 anos, o físico alemão Erwin Schrödinger elaborou um experimento hipotético, baseado em princípios da física quântica, para ilustrar o estranho fenômeno da superposição, em que uma partícula estaria simultâneamente em 2 situações distintas, até que uma medição feita por um observador externo fizesse com que esse estado duplo entrasse em colapso, e a partícula fosse vista em uma única situação.

Em artigo recente, o físico Art Hobson apresentou uma solução para o problema do gato de Schrödinger – a chave estaria na “não localidade” e no “emaranhamento“.

No campo da física teórica, a nova descoberta coloca uma pitada adicional de “estranhice” no famoso “experimento” conhecido como” Gato de Schrodinger” – um gato fechado em uma caixa contendo um frasco de veneno que estará aberto se uma partícula quântica estiver em um estado, e fechado se a partícula estiver em outro.

O EXPERIMENTO

Em termos quânticos, o gato estará vivo e morto simultâneamente. Quando alguém abrir a caixa, porém – o equivalente a medir o estado quântico da partícula – a partícula colapsará e conheceremos o real estado do gato – vivo ou morto.Agora que foi demonstrado que é possível reverter o estado da partícula, isso equivale a dizer que, estando o gato morto, poderá ser possível refazer o estado original da partícula e trazer de volta o gato à vida.A teoria quântica parece sugerir que, se você conectar um sistema microscópico á um aparelho de medição em larga escala que faça distinção entre os dois estados distintos do sistema microscópico, o aparelho também ficará “emaranhado” em uma superposição de dois estados simultâneos”, explica. “Contudo, isso é algo que nunca foi observado e não é aceitável”.No experimento, o gato estaria preso em uma caixa junto com um átomo radioativo, que, enquanto não fosse analisado, estaria em um estado de superposição, simultâneamente liberando e não liberando radiação (se liberasse, ativaria um mecanismo que envenenaria o gato, matando-o); paradoxalmente, o gato estaria vivo e morto ao mesmo tempo, enquanto o material não fosse medido e o estado de superposição não entrasse em colapso.

O “gato vivo” é um sinal de que o átomo não liberou radiação; o “gato morto” é um sinal de que o material liberou radiação. De acordo com Hobson, o gato e o átomo radioativo estariam “emaranhados” – e como consequência sofreriam efeitos da “não localidade”, em que alterações em um dos objetos automáticamente provocaria alterações no outro, mesmo a distância. “É um único objeto se comportando como um único objeto, mas em dois lugares diferentes”.Seguindo esse raciocínio, o gato não estaria ao mesmo tempo vivo e morto: ele simplesmente estaria vivo OU morto de acordo com a situação do núcleo radioativo.

Sabemos que as propriedades quânticas, como o entrelaçamento (a ligação dos estados de dois objetos) e a superposição (a capacidade de algo para estar em dois estados ao mesmo tempo) descrevem o comportamento de objetos muito pequenos, porém nossa experiência nos diz que essas propriedades não se aplicam a objetos grandes. O experimento mental de Schrödinger enfatiza essa discrepância.Se um gato está em uma caixa com um átomo radioativo que pode decair e desencadear a libertação de um veneno de um frasco, isso significa que o estado do gato e o estado do átomo estão entrelaçados: se o átomo radioativo decai, o gato morre. Entretanto, de acordo com a física quântica, o átomo, um objeto quântico, pode estar em uma superposição de estados, tendo decaído ou não, ao mesmo tempo. E isso significa que o gato também está tanto vivo quanto morto – embora no mundo real isso pareça absurdo.Essa aparente falta de gatos – e outros objetos grandes – em tal estado de superposição no mundo real, levou os físicos a se perguntarem onde exatamente o mundo quântico acaba e por quê. “Existe uma fronteira entre micro e macro, ou será que a física quântica se aplica em todas as escalas?”, questiona Alexander Lvovsky, que trabalha na Universidade de Calgary, em Alberta, no Canadá, e no Centro Quântico Russo, em Moscou, onde a conferência foi organizada.

Outros físicos já haviam proposto que vazamentos de energia inter-universos podem revelar os mundos paralelos.

SERÁ QUE A ESTRANHA FÍSICA QUÂNTICA GOVERNA A VIDA?

Experimentos anteriores tiveram como objetivo responder a esta pergunta, explorando objetos cada vez maiores para que eles exibissem propriedades quânticas. Por exemplo, dois diamantes de 3 milímetros foram entrelaçados e um cilindro do tamanho de um grão de areia foi observado obedecendo o princípio da incerteza, que diz que não é possível determinar simultâneamente a posição exata de uma partícula quântica e seu momentum.

Lvovsky e seus colegas queriam imitar o cenário do Gato de Schrödinger mais fielmente. Eles usaram um espelho semitransparente para colocar um único fóton em uma mistura de dois estados quânticos – que representa a passagem do fóton através do espelho, e a outra correspondente à reflexão. Eles, então, entrelaçaram os dois estados.Em seguida, a equipe usou lasers para amplificar um dos estados, de modo que o único fóton se espalhou e se transformou em centenas de milhões de fótons. Este raio era grande o suficiente para ser visto por seres humanos, em tese, embora a frequência da luz não estivesse na faixa visível para nós.Eles, então, restauraram a luz ao seu estado de apenas um fóton de origem. As medições feitas pelos cientistas confirmaram que o entrelaçamento tinha permanecido durante todo o experimento – mesmo que um dos estados tenha feito parte de um sistema macroscópico no meio da experiência.

TEORIA DOS UNIVERSOS PARALELOS-LEGENDADA EM PORTUGUÊS

 

CRIANDO REALIDADES

Vários cientistas afirmam que, como a simples medição de uma partícula quântica afeta seu comportamento, de certa forma nós criamos a realidade à medida que interferimos com ela.Katz, agora, afirma que a demonstração de que somos capazes de reverter o colapso da partícula quântica “nos diz que nós realmente não podemos assumir que qualquer medição crie a realidade, porque é possível apagar os efeitos da medição e começar de novo.”

INTERPRETAÇÕES DO MUNDO QUÂNTICO

“Começar de novo” é uma questão que interessa a inúmeros teóricos – sem falar em todo um campo de literatura não-científica que floresce ao redor da “interpretação” das teorias do mundo quântico, tentando utilizá-las para descrever o mundo clássico.Os físicos, contudo, continuam trabalhando na busca do entendimento das diferenças entre o mundo quântico e o mundo clássico, e de como um dá origem ao outro, sem transcendentalismos, mas com muita especulação bem fundamentada.Andrew Jordan, por exemplo, um dos que propuseram a teoria que agora foi comprovada, acredita que a explicação poderá ser encontrada nas pesquisas de uma nova área chamada nanofísica, que estuda problemas físicos fundamentais que ocorrem em dimensões que estão em um meio-termo entre os dois mundos.

 

 TEORIA DOS MUITOS MUNDOS

Um experimento recente, que parece mostrar que a função de onda é real, está mexendo com a nossa concepção filosófica da realidade.Seguindo o caminho das partículas subatômicas até as entidades cosmológicas – lembrem-se da busca pela unificação da mecânica quântica com a relatividade -, uma das possibilidades dentre aquelas que têm sido levadas a sério pelos físicos, está a existência de universos paralelos, ou multiversos.Agora, um trio australiano está propondo não apenas que os universos paralelos realmente existem e que interagem uns com os outros, mas também que essa interação pode explicar os fenômenos aparentemente bizarros da mecânica quântica – de quebra, a função de onda, há pouca considerada realidade objetiva por seus colegas, é simplesmente descartada.“A idéia de universos paralelos na mecânica quântica tem sido aventada desde 1957,” explica o professor Howard Wiseman, da Universidade de Griffith, referindo à formulação original da ideia por Hugh Everett.“Na conhecida interpretação dos “Muitos Mundos”, cada universo ramifica em um monte de novos universos cada vez que uma medição quântica é feita. Todas as possibilidades são então tornadas realidade – em alguns universos o asteróide matador de dinossauro acerta a Terra. Em outros, a Austrália foi colonizada pelos portugueses.
“Mas os críticos questionam a realidade desses outros universos, uma vez que eles não influenciariam o nosso universo em nada. Esta nova abordagem, que chamamos de “Muitos Mundos em Interação”, é completamente diferente, como o próprio nome indica,” completa ele.
MUITOS MUNDOS EM INTERAÇÃO
1-O universo no qual vivemos é apenas um, de um número gigantesco de mundos. Alguns são quase idênticos ao nosso, mas a maioria é muito diferente;

2-Todos esses mundos são igualmente reais, existindo contínuamente ao longo do tempo, e todos possuem propriedades definidas com precisão;

3-Todos os fenômenos quânticos emergem a partir de uma força universal de repulsão entre os mundos “próximos” (ou seja, semelhantes), o que tende a torná-los mais desiguais.

A TEORIA DAS CORDAS

A teoria das cordas foi criada pelo físico nipo-americano Michio Kaku.Sua teoria afirma que os blocos de construção essenciais de todas as matérias, bem como de todas as forças físicas do universo – como a gravidade – existem em um nível subquântico.Esses blocos de construção lembrariam pequenas tiras de borracha – ou cordas – que formam os quarks (partículas quânticas) e, por vezes, os elétrons, átomos, células e assim por diante.O tipo de matéria que é criada pelas cordas e como tal matéria se comporta depende da vibração dessas cordas.É dessa forma que todo nosso universo é composto e, segundo a teoria das cordas, essa composição acontece por meio de 11 dimensões separadas.

Assim como a teoria dos Muitos Mundos, a teoria das cordas demonstra que existem universos paralelos.Segundo essa teoria, nosso próprio universo é como uma bolha que existe lado a lado de universos paralelos semelhantes.Ao contrário da teoria dos Muitos Mundos, a teoria das cordas supõe que esses universos podem entrar em contato entre si.Ela afirma que a gravidade pode fluir entre esses universos paralelos.

Quando esses universos interagem, acontece um Big Bang semelhante ao que criou nosso universo.Enquanto os físicos têm criado máquinas capazes de detectar a matéria quântica, as cordas subquânticas ainda precisam ser observadas, o que as torna – e a teoria da qual elas vêm – totalmente teóricas. Alguns não acreditam nela, ao passo que outros pensam que ela está correta.Então, os universos paralelos realmente existem?
Segundo a teoria dos Muitos Mundos, não podemos ter certeza, uma vez que não podemos vê-los ou senti-los de alguma forma.A teoria das cordas já foi testada pelo menos uma vez e com resultados negativos.O Dr. Kaku, contudo, ainda acredita que existam dimensões paralelas

QUATRO MANEIRAS DE OBSERVAR O MULTIVERSO

Ele afirma que a teoria dos “Muitos Mundos Interagentes” pode até mesmo criar a possibilidade extraordinária de testar a existência de outros mundos: “A beleza da nossa abordagem é que, se houver apenas um mundo, a nossa teoria se reduz à mecânica newtoniana, enquanto que, se houver um número gigantesco de mundos, nossa teoria irá reproduzir a mecânica quântica.”

O que o grupo chama de “mundo” é um universo inteiro, com propriedades bem definidas, determinadas pela configuração clássica das suas partículas e campos.Isso, claro, compromete o conceito tradicional de Universo como compreendendo “tudo”. Essa questão aparentemente semântica começa então a ganhar significado prático: para manter o Universo como o “Todo”, a equipe chama seus “universos individuais” de mundos.”Em nossa abordagem, cada mundo evolui de forma determinística, as probabilidades surgem devido à ignorância a respeito de qual mundo um determinado observador ocupa, e argumentamos que, no limite de um número infinito de mundos a função de onda pode ser recuperada (como um objeto secundário) a partir do movimento desses mundos.

“Nós introduzimos um modelo simples dessa abordagem de muitos mundos interagindo e mostramos que ele pode reproduzir alguns fenômenos quânticos genéricos – como o teorema de Ehrenfest, o tunelamento, pacotes de onda se espalhando e a energia do ponto zero – como consequência direta da repulsão mútua entre mundos,” complementa Wiseman.Usando simulações numéricas, o grupo demonstra que seu arcabouço teórico pode ser utilizado para calcular estados quânticos fundamentais, sendo capaz de reproduzir, pelo menos qualitativamente, o fenômeno de interferência da dupla fenda, o experimento clássico para demonstrar a dualidade partícula/onda.
“Entrementes, nossa teoria prediz algo novo que não é nem a teoria de Newton, nem a teoria quântica. Nós acreditamos também que, fornecendo um novo quadro mental dos efeitos quânticos, ela será útil para o planejamento de experimentos para testar e explorar os fenômenos quânticos,” finaliza Wiseman.
O sistema solar está velho, como uma antiga máquina de Fax ou um videocassete, 4,6 bilhões de anos para ser mais específico. E essa idade não é nada comparada com o Universo. Ele tem em torno de 13,8 bilhões de anos e 100 milhões. Isso significa que o Universo é três vezes mais velho que o sistema solar.
ASTROFÍSICA DOS UNIVERSOS;O QUE HAVIA ANTES DO SISTEMA SOLAR?
Os astrônomos pensam que a Via Láctea tem cerca de 13,2 bilhões anos de idade; quase tão antiga quanto o próprio universo. Ela formou-se quando pequenas galáxias anãs se fundiram para criar a grande espiral que conhecemos hoje. Acontece que a Via Láctea tem cerca de 8,6 bilhões anos de tempo sem explicação. Nossa galáxia gira a cada 220 milhões de anos e tem feito isto 60 vezes na sua totalidade de tempo. Ao que parece, redemoinhos misturaram o material como um “liquidificador” de espaço gigante. Nuvens de gás e poeira se reúnem em grande regiões de formação de estrela, estrelas massivas formam supernovas, e então, os aglomerados foram rasgados novamente, produzindo as estrelas na Via Láctea. Isto acontece nos braços espirais da galáxia, onde as áreas de maior densidade geram regiões de formação estelar.Então vamos voltar no tempo a mais de 4,6 bilhões de anos, antes que houvesse uma Terra, um Sol ou até mesmo um Sistema Solar. Toda a nossa região era gás e poeira, provávelmente dentro de um dos braços espirais. Órion, águia e a nebulosa da tarântula. Estas são regiões de formação de estrelas. São nuvens de hidrogênio remanescentes do Big Bang, com pó gasto por estrelas envelhecidas e semeado com elementos mais pesados, formados por supernovas.Depois de alguns milhões de anos, as regiões de maior densidade começaram formando estrelas, grandes e pequenas.
Nebulosa de Órion
Na melhor das hipóteses, nossa nebulosa solar parecia a nebulosa da águia, depois de milhões de anos, pareceu mais como o Aglomerado de estrelas Plêiades, com estrelas brilhantes, rodeadas por nebulosidade. Foi a força gravitacional da Via Láctea que rasgou os membros do nosso “berçário solar” em uma estrutura como o Aglomerado de Hyades. Finalmente, interações gravitacionais destruíram nosso aglomerado, e nossas estrelas irmãs ficaram perdidas para sempre nos braços agitados da Via Láctea.Nós nunca saberemos exatamente o que estava aqui antes  do sistema solar; essa prova há muito tempo foi desintegrada no espaço. Mas podemos ver outros lugares na Via Láctea que nos dão uma idéia aproximada do que poderia parecer nos vários estágios de sua evolução.
Nebulosa da Tarântula-Fotos do Telescópio Hubble
 
O UNIVERSO É UM HOLOGRAMA?

Uma equipe de físicos relatou a mais clara evidência já encontrada de que o nosso universo é um holograma.  A idéia destes pesquisadores japoneses se refere à teoria de que as três dimensões que percebemos são na verdade apenas “pintadas” sobre o horizonte cosmológico – a fronteira do universo conhecido.Se isso soa paradoxal, tente imaginar uma imagem holográfica que muda conforme você a movimenta. Embora a imagem seja bidimensional, observá-la de diferentes pontos cria a ilusão de que ela é 3D.A nova pesquisa pode ajudar a reconciliar um dos problemas mais duradouros da física moderna: a inconsistência aparente entre os diferentes modelos de universo, como explicado pela física quântica e pela teoria da gravidade de Einstein. Os dois trabalhos científicos são o resultado de anos de trabalho liderado por Yoshifumi Hyakutake, da Universidade de Ibaraki, no Japão, e lidam com cálculos hipotéticos das energias de buracos negros em diferentes universos.Este modelo do universo ajuda a explicar algumas inconsistências entre a relatividade geral (a teoria de Einstein) e a física quântica. Embora o trabalho de Einstein sustente grande parte da física moderna, em certos extremos (como no centro de um buraco negro) os princípios que ele esboçou desmoronam e as leis da física quântica assumem.

O método tradicional de conciliar esses dois modelos veio do trabalho do físico teórico Juan Maldacena, de 1997, cujas idéias baseavam-se na teoria das cordas. Esta é uma das “Teorias de Tudo” mais respeitadas (inclusive, Stephen Hawking é um fã) e postula que os objetos unidimensionais de vibração, conhecidos como “cordas”, são as partículas elementares do universo.Maldacena saudou a pesquisa feita por Hyakutake e sua equipe, levando em consideração também os artigos que eles vinham publicando ao longo dos anos de trabalho. Para ele, os resultados são “uma forma interessante de testar muitas idéias na gravidade quântica e na teoria das cordas”.Leonard Susskind, um físico teórico considerado como um dos pais da teoria das cordas, acrescentou que o trabalho da equipe japonesa “confirmou numéricamente, talvez pela primeira vez, algo que tínhamos quase certeza de ser verdade, mas ainda era uma conjectura”

Buracos de minhoca fazem parte das previsões da Teoria da Relatividade de Albert Einstein; eles são como atalhos que conectariam quaisquer buracos negros no universo.

O emaranhamento quântico é um efeito esquisito da mecânica quântica, em que as propriedades de duas partículas, como o spin, são conectadas; quando mudamos a propriedade de uma partícula, a outra também muda em resposta, instantaneamente, independentemente da distância em que elas se encontram.A nova hipótese levantada pelos físicos teóricos Juan Martín Maldacena do Instituto de Estudos Avançados de Princeton e Leonard Susskind da Universidade de Stanford (ambos nos EUA) é a de que os buracos de minhoca resultam do emaranhamento de buracos negros.

Para eles, o emaranhamento quântico acontece através de buracos de minhoca. Se esta conexão entre o emaranhamento quântico e os buracos de minhoca for verdadeira, ela pode ser a chave para unir a mecânica quântica com a relatividade geral.O trabalho do outro grupo, de Kristan Jensen da Universidade Stony Brook de Nova Iorque, e Andreas Karch da Universidade de Washington em Seatle (ambas nos EUA) investiga como partículas emaranhadas se comportam em uma teoria de supersimetria.Segundo eles, partículas emaranhadas em um universo de quatro dimensões como o nosso (três dimensões espaciais, a quarta é o tempo) se comportam exatamente como um buraco de minhoca em um universo com uma quinta dimensão extra.

CIENTISTAS AFIRMAM A EXISTÊNCIA DE PORTAIS PARA OUTROS UNIVERSOS

Os pesquisadores  afirmam que portais espaços-temporais para outros universos são bem mais simples de serem construídos do que o especulado até agora e que não necessitam de matéria com energia negativa (ou antigravidade) para serem formados.E ainda defendem que é bem provável que exista uma porção destes portais espalhados por aí, neste nosso lado do espaço, basta saber onde e como procurá-los.O conceito de portal espaço-temporal tem como ponto de partida a teoria de Einstein, que preconiza que a gravidade nada mais é do que uma curvatura do espaço-tempo causada pela conjugação da massa-energia em valores astronômicos, como a encontrada em grandes corpos celestes, tais como planetas e estrelas, por exemplo.Mesmo com a consistência das teorias de Einstein que bravamente vem resistindo á muitos ataques e têm sido confirmadas por inúmeras observações de eventos cósmicos do espaço profundo, muitos cientistas acreditam que este conjunto coerente de teorias criado por Einstein seria uma particularização de uma teoria mais geral ainda, tendo em vista a dificuldade de se estabelecer uma “mecânica quântica da gravidade” e também explicar alguns poucos, porém importantes fenômenos cósmicos que lhes escapam, tais como a singularidade dos buracos negros. A teoria das cordas afirma que todas as quatro forças fundamentais do universo (elétrica, gravitacional, interação forte e interação fraca) podem ser explicadas pela curvatura de um continuum espaço-tempo de onze dimensões (dez coordenadas espaciais e uma temporal).

No proposto por eles as seis dimensões espaciais adicionais que não percebemos por que são pequenas demais (menores que trilionésimos de milímetro) podem ser compactadas por campos de forças adicionais, entre eles o “dilaton”, proporcionando um termo adicional para se gerar uma “nova curvatura” que não necessite de anti-gravidade para ser criada.

ASSISTA O VÍDEO DA BBC SOBRE OS UNIVERSOS PARALELOS

**********************************************************************************************************************************************

CONCLUSÃO E NOTA DO BLOG

Você é único? Em sua percepção do mundo, a resposta é simples e objetiva: você é diferente de todas as outras pessoas neste planeta. Mas o nosso universo é único?O conceito de múltiplas realidades – ou universos paralelos – complica esta resposta e desafia o que sabemos sobre o mundo e nós mesmos. Um modelo de potenciais múltiplos universos, chamado de teoria dos Muitos Mundos, pode soar tão estranho e irreal que ele deve estar em filmes de ficção científica e não na vida real. No entanto, não há nada que descarte essa idéia.A teoria dos universos paralelos está sobre a mesa desde os anos 70. Discutiu-se muito sobre suas possibilidades para explicar fenômenos até agora sem solução, mas a teoria foi abraçada sobretudo na ficção científica. Mas os físicos Howard Wiseman, Michael Hall e Dirk-Andre Deckert, do Centro de Dinâmica Quântica Griffith e da Universidade de Califórnia, respectivamente, publicaram uma interessante adição ao tema na revista Physical Review X.A equipe propõe não só que os universos paralelos existem, senão que interagem entre si. Sua teoria é um passo adiante à “Interpretação dos Muitos Mundos” de Hugh Everett, que popularizou a idéia dos universos paralelos: agora se trata da “Teoria dos Muitos Mundos Interagindo”.Em vez de evoluir independentemente, os mundos próximos influem-se uns a outros por sutis forças de repulsão. No estudo demonstram que uma interação deste tipo poderia explicar muitas anomalias da mecânica quântica, como as violações à lei de causa e efeito, e por sua vez conciliar as inconsistências entre o mundo newtoniano e o espectral mundo quântico. Algumas das asseverações da teoria de Wiseman, Hall e Deckert são as seguintes:

1-O universo que experimentamos é só um de um número gigantesco de mundos. Alguns são quase idênticos ao nosso, enquanto outros são sumamente diferentes.

2-Todos estes mundos são reais e existem contÍnuamente através do tempo e possuem propriedades definidas.

3-Todo fenômeno quântico se manifesta graças a uma força universal de repulsão entre mundos próximos (similares), o que tende a diferenciá-los ainda mais.

A equipe pensa que sua teoria pode ajudar a nos propor novos cenários com as teorias que já conhecemos, colocando-as em novas VISÕES. É pouco provável que as viagens entre universos paralelos sejam uma “meta turística” em curto prazo, mas talvez em outro universo teremos a possibilidade de atravessar suas barreiras.Agora, prossegue a etapa de tentar provar sua teoria com experimentos -a matemática sugere elegantemente que os universos interagem- e, se conseguirem, nos aproximarão cada vez mais à ficção científica, de uma forma notávelmente parecida ao que vimos na série “Fronteiras” (“Fringe”), na qual acontecia um universo paralelo que fazia eco no outro e onde ativavam vórtices de intercomunicação.O número infinito de realidades alternativas sugere que ninguém pode alcançar realizações únicas. Cada pessoa – ou alguma versão de uma pessoa em um universo paralelo – faz ou vai fazer de tudo. Além disso, a Teoria implica que todo mundo é imortal. A velhice não será mais um assassino infalível, como algumas realidades alternativas poderiam ser tão científicas e tecnologicamente avançadas que elas desenvolveram um medicamento anti-envelhecimento. Se você morrer em um mundo, uma outra versão de você em outro mundo vai sobreviver(?!).A implicação mais preocupante de universos paralelos é que sua percepção do mundo nunca é absoluta. A nossa “realidade” em um momento exato em um universo paralelo será completamente diferente da de outro mundo; é apenas uma pequena invenção de uma verdade infinita e absoluta. Você pode acreditar que você está lendo este post neste momento, mas existem muitas cópias de vocês que não estão lendo. Na verdade, você é até mesmo o autor deste post em uma realidade bem distante.

Será que não estaria aí, a explicação para a frase “TUDO E TODOS,SOMOS TODOS UM”?

EQUIPE DA LUZ É INVENCÍVEL

*********************************************************************************************************************************

 

 ****************************************************************************************************

Bibliografia para consulta

1-O Ativista Quântico
 Amit Goswani
2-Física Quântica e Espiritualidade
 Laércio da Fonseca
3-Muito Além da Velocidade da Luz
 Marc Seifer PhD.
4-Phisics of the Impossible
 Michio Kaku
5-The Future os the Mind
 Michio Kaku
6-O Universo Holográfico
 Michel Talbot
7-Conceitos de Física Quântica
Osvaldo Pessoa Júnior
8-Teorias e Interpretações da Mecânica Quântica
 Nelson Pinto Neto
9-Física Quântica
 Robert Resnick
10-Astronomia e Astrofísica
Kepler de Souza Oliveira Filho
11-Biofísica,Geofísica e Astrofísica
Miguel Angel Herrera
12-Cosmologia Astrofísica
Júlio A. Gonzalo
 Artigos da Revista americana “Science” e da Revista britânica “Nature” sobre Exoplanetas-Sistema Solar-Buracos de Minhoca-Portais Interestelares-Astrofísica dos Universos e Metauniversos- a Física Quântica no corpo Humano

 Nota:Biblioteca Virtual

Divulgação: A Luz é Invencível

A “Luz é Invencível” tem por norma não publicar comentários com links que não estejam ligados ao artigo publicado.
Pedimos a compreensão de todos, para qualquer dúvida temos nossa caixa de sugestões onde todos podem livremente fazer suas colocações que serão arquivadas para consultas posteriores.
Agradecemos a compreensão de todos.
Equipe da “Luz é Invencível”.

Corpo de Luz Humano

luz1
Como humanos somos formados de quatro corpos: físico, emocional, mental e espiritual. Estes quatro corpos estão interligados e entrelaçados criando o ser humano. Nosso ser está ligado toda a existência com o corpo de luz.

Nosso corpo de luz é muito maior em tamanho do que o nosso corpo físico e não é limitado nem restringido pelo nosso mundo físico. Este corpo é capaz de se mover através do tempo e espaço, conectando-nos em outras dimensões, realidades e outras formas de vida que existem em toda a criação.

O nosso corpo de luz mantém a essência do nosso EU multidimensional e na mudança de consciência quando acessamos o nosso corpo de luz, somos capazes de nos mover através de diferentes dimensões e ver outras realidades. Através de nosso corpo de luz, temos a capacidade de acessar e nos comunicar com dimensões diferentes em beneficio do nosso crescimento, aprendizado e desenvolvimento.

A maior parte deste processo de comunicação acontece inconscientemente ou durante o nosso tempo de sonho. Mas parte do nosso processo evolutivo envolve a construção e integração do nosso corpo de luz com a nossa forma humana. Ao integrar o nosso corpo de luz humano será possível conscientemente acessar e nos comunicar com outras dimensões, reunindo conhecimento, sabedoria e orientação. Por estarmos conscientes da orientação e sabedoria disponível para nós, poderemos então aplicar este conhecimento dentro de nossas próprias vidas, curando nós mesmos, nosso mundo e permitindo-nos avançar no caminho da nossa evolução espiritual.

Por milhares de anos nossas vidas foram controladas por sistemas de crenças mantidas dentro da nossa sociedade e fazendo parte da cultura. Estes sistemas de crenças tornaram-se o modelo pelo qual criamos nossas próprias vidas e nossa própria realidade. Nós compramos as crenças dos outros e recriamos nossa realidade replicando assim os danos e destruição na humanidade e na Terra. Todos recriando e replicando criou um padrão de energia que foi aterrado no campo de energia da Terra através de nós.

O projeto original para a Terra era de paz, amor e harmonia entre todos os seres vivos. Esse modelo ainda existe sob os padrões de energia e estruturas que nós, como seres humanos fizemos parte desde o inicio.

Em algum momento de nossa história, nós nos permitimos pensar que éramos superiores a todas as outras formas de vida do planeta. Nós permitimos que estes pensamentos se tornassem a base dos nossos padrões de crenças e assim começou nossa jornada de separação e do aterramento destes padrões no campo de energia da Terra.

A Terra é um ser vivo senciente, que respira e tem um campo de energia, como nós caminhamos em cima de seu corpo uma conexão energética é formada entre nós e a Terra. É através desta conexão energética que todos os nossos pensamentos, sentimentos e criações são transferidos, aterrados e manifestados no campo de energia da Terra. É esse campo de energia que nos ajuda a criar a nossa realidade física.

Na criação de nossa realidade física entramos em contato com estes padrões energéticos da nossa memória. Se nossas lembranças são de padrões antigos, desatualizados e negativos, teremos muita dificuldade tentando criar uma vida de amor, paz e harmonia. Estamos todos aqui nesta Terra porque precisamos curar e evoluir, para podermos fazer isso somos obrigados a mudar os nossos padrões de crença, estrutura e comportamento.

À medida que evoluímos, crescemos e nos desenvolvemos, começamos a acessar a nossa verdade interior, mantida nos aspectos mais profundos de nós mesmos. Quando descobrimos esta verdade, percebemos que o mundo material não define quem ou o que somos e começamos uma busca por um significado mais profundo para a nossa vida. Nesta viagem descobrimos que é somente através do espírito que podemos ganhar qualquer entendimento do que está ocorrendo em nosso mundo. Com esse entendimento, somos capazes de iniciar um processo de cura, liberando os velhos padrões de crenças e comportamentos, permitindo que o nosso espírito guie a nossa vida no dia a dia.

Com isto a nossa conexão com o nosso espírito se fortalece e então somos capazes de explorar a verdadeira essência de nós mesmos, que em seu núcleo é AMOR. É somente através da cura de nós mesmos que então somos capazes de explorar nossa essência de amor e é só através do amor que somos capazes de ligar a luz em nossos corpos físicos, ativando desse modo a construção e integração de nosso corpo de luz em nosso ser físico.

Nos conectando com a nossa verdadeira essência do amor permitimos que a energia seja canalizada através de nós, então somos capazes de começar a transformar os padrões de energia mantidos no interior da Terra, fazendo assim surgir o projeto original de amor, paz e harmonia.

Ao acessar a nossa verdadeira essência do amor iniciamos mudanças em nossa estrutura molecular para começarmos a construir o nosso corpo de luz. À medida que construímos o nosso corpo de luz nós permitimos que os aspectos curados de nós mesmos se mesclem e combinem com o amor de nossa verdadeira essência, fazendo assim com que o nosso corpo físico mantenha mais e mais do nosso corpo de luz.

Nossa tarefa é nos curar e mesclar todos os aspectos de nós mesmos com a nossa verdadeira essência, a medida que fazemos isto superamos os nossos desafios e reunimos força para os nossos aspectos não cicatrizados serem trazidos à luz, ajudando-nos na cura de quaisquer separações que continuamos a carregar. Isto por sua vez irá transformar os padrões de energia mantidos dentro da nossa Mãe Terra que nos permitirá construir e integrar o nosso corpo de luz, em última análise nos tornando luz e amor da nossa verdadeira essência na forma humana.

©Kate Spreckley

Origem: spiritpathways

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível

A “Luz é Invencível” tem por norma não publicar comentários com links.
Pedimos a compreensão de todos, para qualquer dúvida temos nossa caixa de sugestões onde todos podem livremente fazer suas colocações que serão arquivadas para consultas posteriores. Agradecemos a compreensão de todos.
Equipe da “Luz é Invencível”.

A NOVA SUPER TERRA-EXOPLANETAS

O QUE SÃO AS SUPER TERRAS?

São planetas que têm até 10 vezes a massa da Terra, e são grandes o suficiente para ter superfícies terrestres ou oceanos líquidos que poderiam suportar vida como a que conhecemos.Nicolas Cowan, um astrofísico da Universidade de North Western, e Dorian Abbot, um geofísico da Universidade de Chicago, criaram um novo modelo de Super-Terras, e descobriram que alguns planetas terão tanto oceanos como continentes expostos, levando a um clima estável como o da Terra.

“Seria a superfície das Super-Terras totalmente secas ou cobertas de água?”, indagou Cowan no edital. “Nós abordamos esta questão aplicando a Geofísica e a Astronomia”.Segundo a pesquisa, é possível deduzir que nas vizinhanças do Sistema Solar, a distâncias inferiores a 30 anos luz, pode haver uma centena de “Super-Terras” (planetas com massa de uma a dez vezes superior à da Terra).

Espera-se que as Super-Terras tenham oceanos profundos que transbordam e inundam toda a superfície, mas nós mostramos que isto tem lógica .Os planetas terrestres têm quantidades significativas de água no seu interior. As Super-Terras são susceptíveis de ter oceanos rasos que caminham juntos com suas bacias oceânicas superficiais.O modelo explorou as propriedades tectônicas dos planetas, descobrindo que a água está constantemente se movendo para traz e para frente entre a parte rochosa dos planetas e a parte de oceano. A divisão de água entre o mar e o manto é controlada pela pressão do fundo do mar, a qual é proporcionada pela gravidade.Quanto maior o planeta, maior é a gravidade e a pressão no fundo do mar.

“Podemos colocar 80 vezes mais água em uma Super-Terra, e ainda se parecer como a superfície da Terra”, disse Cowan. “Estes planetas massivos têm uma enorme pressão no fundo do mar, e esta força empurra a água para o manto”.As temperaturas da superfície do planeta são arbitradas pelo ciclo de carbono na profundeza, o qual produz um clima estável. Ao fazer testes de Super-Terras com 80 vezes mais chances de terem continentes expostos, temos melhorado muito as chances de possuírem um clima parecido com o da Terra.Esta foi a primeira vez que foi medida de forma direta a frequência de Super-Terras em torno de anãs-vermelhas, que representam 80% das estrelas de nossa galáxia.

AS ANÃS VERMELHAS E A SUPER TERRA

Cerca de 40% de todas as estrelas anãs-vermelhas têm uma Super-Terra orbitando em sua zona de habitabilidade, uma região que permite a existência de água líquida sobre a superfície do planeta. Segundo o astrônomo do Observatório de Ciências do Universo de Grenoble (França), como as anãs vermelhas são muito comuns – há 160 bilhões delas na Via Láctea -, pode-se concluir que “há dezenas de bilhões de planetas deste tipo só em nossa galáxia”.Durante as observações, realizadas durante um período de seis anos no hemisfério sul a partir de uma amostra composta por 102 estrelas anãs-vermelhas, os cientistas descobriram um total de nove Super-Terras.Os astrônomos estudaram a presença de diferentes planetas em torno de anãs-vermelhas e conseguiram determinar que a frequência de Super-Terras na zona de habitabilidade é de 41% em uma categoria que vai de 28% a 95%.Por outro lado, os planetas gigantes – similares em massa a Júpiter e Saturno no nosso Sistema Solar – não são tão comuns ao redor de anãs-vermelhas, com uma presença inferior a 12%.

Segundo Stéphane Udry, do Observatório de Genebra, “a zona de habitabilidade em torno de uma anã-vermelha, onde a temperatura é apta para a existência de água líquida na superfície, está mais perto da estrela do que no caso da Terra em relação ao Sol”;mas as anãs-vermelhas são conhecidas por estarem submissas á erupções estelares ou labaredas, o que inundaria o planeta de raios-X ou radiação ultravioleta: isso tornaria mais difícil a existência de vida”, acrescentou.Por sua vez, Xavier Delfosse, do Instituto de Planetologia e Astrofísica de Grenoble, indicou que agora que se conhece a existência de muitas Super-Terras próximas, espera-se que algum desses planetas passe em frente à sua estrela anfitriã durante sua órbita em torno desta.Isso abrirá a excitante possibilidade de estudar a atmosfera destes planetas e buscar sinais de vida.Um dos planetas descobertos pelo espectrógrafo Harps é Gliese 667 Cc, o mais parecido com nosso planeta, e que com quase certeza reúne as condições adequadas para a presença de água líquida em sua superfície.

UM NOVO OLHAR SOBRE A FORMAÇÃO DO NOSSO SISTEMA SOLAR

Muito antes de Mercúrio, Vênus, Terra e Marte terem se formado, parece que o sistema solar interior pode ter abrigado uma série de super-Terras – planetas maiores que a Terra, mas menores do que Netuno. Se assim for, esses planetas já se foram há muito tempo – se despedaçaram e caíram no sol há bilhões de anos, em grande parte devido a uma grande jornada de ida e volta que Júpiter fez no início da história do sistema solar.

Este cenário tem sido sugerido por Konstantin Batygin, cientista planetário do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech), e Gregory Laughlin, da Universidade da Califórnia em Santa Cruz, em um artigo publicado na edição online da revista “Proceedings”, da Academia Nacional de Ciências (PNAS). Os resultados de seus cálculos e simulações sugerem a possibilidade de uma nova imagem do início do sistema solar que ajudaria a responder a uma série de questões pendentes sobre a composição atual do sistema e da própria Terra. Por exemplo, o novo trabalho aborda por que nossos planetas terrestres têm massas relativamente baixas em comparação com os planetas que orbitam outras estrelas semelhantes ao sol.Nosso trabalho sugere que a migração para dentro e para fora de Júpiter poderia ter destruído uma primeira geração de planetas e preparado o terreno para a formação dos planetas terrestres com depleção de massa que o nosso sistema solar tem hoje”, diz Batygin, que é professor assistente de ciência planetária. “Tudo isso se encaixa muito bem com outros desenvolvimentos recentes na compreensão de como o sistema solar evoluiu”.

Um trio de planetas chamados super-Terras foram vistos orbitando uma estrela similar ao Sol, anunciaram astrofísicos  em uma conferência internacional da França. As várias descobertas apresentadas indicam que a existência de planetas no universo é muito comum.As Super-Terras são mais massivas do que a Terra, mas menos massivas que Urano ou Netuno. Encontrar planetas do mesmo tamanho da Terra é difícil com a tecnologia atual, mas a presença de super-Terras sugere que encontrar um planeta como o nosso é apenas questão de tempo.A equipe localizou o trio com o telescópio HARPS em La Silla, no Chile. Eles deduziram a existência dos planetas ao observar os efeitos gravitacionais destes mundos na estrela que orbitam. Este método é chamado de técnica de velocidade radial, ou balanço.

Adicionalmente os astrônomos  contaram cerca de 45 novos candidatos com massa abaixo de 30 vezes a massa da Terra e um período orbital menor do que 50 dias. Os pesquisadores disseram que essa enxurrada implica que uma, a cada três estrelas similares ao sol, abrigam este tipo de planetas.A estrela central do atual trio, a HD 40307, é levemente menos massiva do que o Sol, e está localizada a 42 anos-luz de distância, em direção das constelações Pictor e Doradus do sul. (Um ano-luz é a distância que a luz percorre em um ano, ou seja, cerca de 9,64 trilhões de quilômetros).

 A COLUNA VERTEBRAL DO UNIVERSO
Esta ilustração mostra como o Hubble busca por bárions ou matéria normal ao olhar para a luz emitida por quasares a muitos bilhões de anos-luz de distância
Astrônomos encontraram matéria no espaço profundo que nunca havia sido vista e disseram que se entrelaça em filamentos similares ao de teias que formam a coluna vertebral do universo.Os fios etéreos, formado de átomos de hidrogênio e oxigênio, podem formar a metade da matéria que os cientistas sabiam que existia, mas simplesmente não conseguiam ver, disseram os pesquisadores.Os cientistas sabem á muito tempo que há muito mais matéria no universo do que é possível observar nas galáxias e estrelas. Não há apenas matéria bariônica invisível (os prótons e nêutrons que formam os átomos), mas também há uma quantidade ainda maior de matéria “escura” invisível.Agora metade da matéria bariônica invisível apareceu, vista pelo telescópio espacial Hubble e o FUSE, ambos da NASA.”Nós pensamos que estamos vendo os fios de uma estrutura similar ao de uma teia, que forma a medula do universo”, disse Mike Shull da Universidade do Colorado (EUA), que colaborou na coordenação do estudo publicado na revista científica The Astrophysical Journal.A matéria está espalhada na forma de oxigênio e hidrogênio superaquecidos, no que antes pareciam vastos espaços vazios entre as galáxias.

A Agência Espacial Européia (ESA) decidiu iniciar um programa de pesquisa que tem como objetivo construir um pequeno satélite cuja missão será estudar planetas de outras estrelas para poder compreender sua formação, especialmente a dos que têm tamanhos muito superiores ao da Terra.

O satélite de prospecção e caracterização de exoplanetas, batizado de Quéops, deverá ser lançado em 2017.

Seu alvo serão estrelas próximas e brilhantes que têm planetas girando em sua órbita, nas quais se pretende buscar sinais que revelem a trajetória desses planetas para que quando o Quéops estiver diante deles tome medidas precisas, por exemplo, de seu raio.

Nos planetas de que se sabe a massa, se poderá calcular sua densidade, o que oferecerá indicações de sua composição. Com todos esses dados, os cientistas esperam avançar na análise de como se formaram os planetas várias vezes maiores que o nosso, chamados de “Super Terras”.

Astrônomos detectaram um planeta alienígena que pode ser capaz de suportar vida como a conhecemos.A  assim chamada “Super-Terra” catalogado como HD 40307g, está localizado dentro da zona habitável da estrela hospedeira, á uma pequena  distância onde a água líquida pode existir na superfície de um mundo. E o planeta está a apenas 42 anos-luz de distância da Terra, o que significa que os telescópios do futuro poderão ser capazes de obter uma imagem diretamente, disseram os pesquisadores.   “Quanto maior o tempo da órbita do novo planeta, significa que seu clima e atmosfera pode ter a capacidade de sustentar a vida”, diz o co-autor Hugh Jones, da Universidade de Hertfordshire, na Inglaterra,

fonte: J. Pinfield, para a rede RoPACS na Universidade de Hertfordshire.space.com

VIA LÁCTEA TEM BILHÕES DE PLANETAS SUPOSTAMENTE HABITÁVEIS

Uma equipe internacional de astrônomos descobriu que a Via Láctea abriga dezenas de bilhões de planetas rochosos que giram em torno de anãs vermelhas – estrelas cuja massa é menor que a do Sol.Acham mesmo que estamos sózinhos no universo? Um recém-concluído estudo, publicado na revista científica “Astrophysical Journal Letters”, aponta que talvez existam nada mais nada menos do que 60 bilhões de planetas habitáveis orbitando estrelas anãs vermelhas em toda a Via Láctea.Anteriormente, acreditava-se que da chamada zona habitável dessas estrelas possuía metade de planetas em condições de abrigar vida. Para efeitos de comparação, é como se, para cada ser humano que habita nossa Terra, houvesse 8,5 planetas potencialmente habitáveis soltos por aí.O motivo para Essa atualização do cálculo foi a reavaliação feita pela equipe de cientistas dos limites das zonas habitáveis ​em torno das anãs vermelhas. Essas estrelas são menores e mais fracas do que o sol e possuem temperaturas relativamente baixas na sua superfície.Com base em simulações do comportamento das nuvens sobre os planetas extrassolares, anteriormente ignoradas nos cálculos, a equipe de astrofísicos descobriu novos parâmetros para a definição dos limites de uma zona habitável em torno das já mencionadas estrelas anãs vermelhas.A equação para o cálculo da zona habitável de planetas alienígenas mantém-se a mesma há décadas. No entanto, essa fórmula não levava em consideração as nuvens, que exercem uma grande influência climática.

O pesquisador Dorian Abbot, da Universidade de Chicago (EUA), explica como o comportamento das nuvens acaba expandindo considerávelmente o tamanho dessas zonas. “As nuvens causam tanto aquecimento quanto resfriamento na Terra. Elas refletem a luz solar para esfriar o ambiente e absorvem a radiação infravermelha da superfície para esquentá-lo por meio do efeito estufa”. Abbot conclui: “Esse esquema é parte do que mantém o planeta quente o suficiente para abrigar vida”.Trocando em miúdos, em vez de haver, em média, um planeta do tamanho da Terra na zona habitável de cada estrela anã vermelha, na realidade existem aproximadamente dois. Fazendo as contas, isso significa que existem cerca de 60 bilhões de planetas habitáveis ​​que orbitam anãs vermelhas na Via Láctea.

Você pode estar se perguntando: “Como podem essas estrelas anãs vermelhas, relativamente pequenas e fracas, serem orbitadas por dois planetas habitáveis, sendo que o sol, maior e mais forte do que elas, só é orbitado pela Terra?”. A diferença é que o nosso planeta demora um ano inteiro para dar a volta no sol, como  bem lembramos das aulas de Geografia. No caso desses planetas, o tempo é bem mais curto.“Um planeta que orbita em torno de uma estrela anã deve completar a volta uma vez por mês ou uma vez a cada dois meses, aproximadamente, para receber a mesma quantidade de luz solar que nós recebemos do sol”, esclarece um dos autores do estudo, Nicolas Cowan, do Centro Interdisciplinar de Exploração e Pesquisa em Astrofísica da Universidade do Noroeste dos Estados Unidos.Planetas de órbitas tão curtas acabariam por se tornar presos ao seu sol devido à gravidade. Outro detalhe é que esses planetas manteriam sempre o mesmo lado voltado para o sol, como a lua faz em direção à Terra. Nesse locais, o sol ficaria sempre a pino, como se fosse eternamente meio-dia. O estudo, realizado pelo Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em inglês) , contou com dados obtidos pelo espectrógrafo Harps, o “caçador de planetas” instalado em um telescópio de 3,6 metros do observatório La Silla, no Chile. Estudo identificou que 40% de todas as estrelas anãs-vermelhas têm um planeta com composição parecida com a Terra.

Fonte;Gizmondo e Sci News

A uma distância de 4 bilhões de anos-luz existe um superaglomerado de galáxias, chamado de “Aglomerado de Pandora”, ou Abell 2744, com uma massa tremenda. No meio dele, ficam os restos de galáxias mortas.Examinando este grupo, o Hubble registrou a luz fraca de estrelas expulsas de antigas galáxias que foram feitas em pedaços por forças de maré gravitacional alguns bilhões de anos atrás.São estrelas que não fazem parte de nenhuma galáxia atualmente, mas os exames feitos sugerem que elas pertenceram a pelo menos seis galáxias que se aproximaram demais do centro do aglomerado, e foram despedaçadas pelas intensas forças no local, durante um período de 6 bilhões de anos. Algumas das galáxias que foram destruídas eram tão grandes quanto a nossa Via Láctea.Os astrônomos já suspeitavam da existência destas estrelas e esperavam encontrar a luz delas, mas como se tratam apenas de estrelas em um grupo de galáxias brilhantes, elas são ofuscadas pelo brilho das galáxias, e muito difíceis de identificar.Entretanto, a luz destas estrelas tem uma característica única: brilha muito no infravermelho próximo, e o Hubble é bastante sensível a luz infravermelho mesmo extraordinariamente fraca. Desta forma, os astrônomos conseguiram identificar esta luz e obter algumas propriedades das estrelas a partir destas medições.A medição da luz das estrelas fantasmas mostrou que elas são ricas em elementos mais pesados como oxigênio, carbono e nitrogênio, o que indica que são estrelas de segunda ou terceira geração. Uma estrela de segunda ou terceira geração se forma a partir de uma nebulosa molecular que contém elementos mais pesados, com mais prótons que o hidrogênio, e são o resultado de uma supernova.
TRES PLANETAS HABITÁVEIS SÃO DESCOBERTOS ORBITANDO UMA ESTRELA-MÃE

Um estudo de colaboração internacional descobriu três planetas potencialmente habitáveis – um recorde – orbitando a mesma estrela.Estudos anteriores haviam sugerido que uma estrela próxima à Terra, Gliese 667C, tinha três planetas em sua órbita, dos quais apenas um podia suportar a vida. Localizada a cerca de 22 anos-luz de distância, Gliese 667C faz parte de um sistema de três estrelas – a vizinhança é uma das mais populosas do planeta.

Guillem Anglada-Escudé da Universidade de Göttingen, na Alemanha e seus colegas reanalisaram os dados originais e adicionaram novas observações. Eles encontraram, na realidade, evidências de até sete planetas nesse sistema, incluindo três rochosos na zona habitável da estrela, onde as temperaturas são adequadas para a vida como a conhecemos.Cinco dos planetas foram sólidamente detectados por qualquer padrão”, explica Anglada-Escudé. “Isso inclui todos os três candidatos da zona habitável”.Esta é a primeira vez que três planetas de baixa massa são vistos na zona habitável de um mesmo sistema de estrelas, e é improvável que os astrônomos encontrarão mais– a região em torno de Gliese 667C já está lotada, o que torna impossível para outro planeta orbitar de forma estável.“O número de planetas potencialmente habitáveis em nossa galáxia é muito maior se pudermos esperar encontrar vários deles em torno de cada estrela – em vez de olhar para 10 estrelas, podemos olhar para apenas uma e encontrar vários deles”, argumenta Rory Barnes, da Universidade de Washington (EUA).

Alienígenas visitando alienígenas visitando alienígenas

A equipe usou três espectrógrafos diferentes que podem detectar estrelas e planetas para observar o sistema. Gliese 667C é a estrela mais fraca do sistema triplo. Da superfície dos planetas em órbita em torno de Gliese 667C, as duas estrelas mais brilhantes seriam tão brilhantes quanto a lua cheia à noite e ainda brilhariam visivelmente durante o dia.

Os cinco sinais mais fortes registrados pela equipe foram de planetas com 1,94 a 5,94 vezes a massa da Terra e menores que Netuno, o que os fez sugerir que são rochosos.

Três estão dentro do que chamamos de zona habitável da estrela (uma órbita do tamanho de Mercúrio em torno do sol), uma distância adequada para garantir elementos como temperatura e água líquida para suportar a vida. Gliese 667C é mais fria e menos brilhante do que o nosso sol, o que torna possível para planetas com órbitas próximas permanecerem nesta zona.

Estes três mundos estão perto o suficiente um do outro para que qualquer vida inteligente lá com capacidade de construir foguetes possa facilmente visitar seus vizinhos. “Foguetes maiores os levariam muito rÁpidamente de um planeta para o outro – um a dois meses, no máximo”, diz Anglada-Escudé.

O próximo passo é encontrar uma forma de observar esses mundos à procura de sinais de vida – supondo que o novo trio de planetas habitáveis é mesmo real. Em 2010, dois pesquisadores foram aclamados e criticados(?) quando alegaram ter encontrado o primeiro planeta rochoso potencialmente habitável em torno da estrela Gliese 581 – uma descoberta que outros não foram capazes de confirmar.

Mas Anglada-Escudé não está preocupado: “Nós fizemos questão de ter muito cuidado e certeza neste momento”.

Fonte;NewScientist, Huffington

Como é o pôr-do-sol da Terra, e como seria nos três planetas da zona habitável da estrela

MAIS DESCOBERTAS DE RESTOS DE PLANETAS EXTINTOS

Uma equipe de pesquisadores liderada por Jay Farihi, da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, descobriu duas estrelas mortas, localizadas a 150 anos-luz da Terra, contaminadas com detritos que podem formar novos mundos. O material pode ser sido capturado de planetas extintos. “Nós identificamos evidências químicas para os blocos de construção dos planetas rochosos”, disse Farihi.A descoberta foi feita através do Telescópio Espacial Hubble, da NASA/ESA. Os cientistas estudaram duas estrelas anãs brancas mortas no aglomerado de Hyades, um agrupamento de estrelas com 625 milhões de anos de idade, na constelação de Touro. Eles buscaram sinais de formação de planetas neste tipo de estrelas, e Farihi afirma: “Quando essas estrelas nasceram, elas construíram os planetas, e há uma boa chance de que atualmente elas retenham alguns fragmentos. O material que estamos vendo é uma prova disso”.

Normalmente, as anãs brancas são como pedaços de papel em branco, contendo apenas elementos leves, como hidrogênio e hélio”, explica o pesquisador. Ele ainda ressalta que as atmosferas das anãs brancas são normalmente bastante “limpas”, com elementos mais pesados aglomerados no núcleo.O que eles descobriram com as observações do Hubble é que o silício – elemento de bastante destaque no material rochoso que formou a Terra – foi encontrado na atmosfera de duas anãs brancas. “O silício pode ter vindo de asteroides que foram fragmentados pela gravidade das anãs brancas, quando passou muito perto das estrelas mortas”, acrescenta Fahiri.Os pesquisadores também identificaram altos níveis de carbono, que ajuda a determinar as propriedades e origem de fragmentos planetários, e geralmente está esgotado ou ausente em material parecido com a Terra.O material pode ser proveniente dos restos de planetas rochosos que se formaram quando essas estrelas nasceram. Após as estrelas reduzirem-se em anãs brancas, elas podem ter capturado de volta parte desses detritos, os mantendo em órbita ou fazendo-os colidir com sua atmosfera, uma vez que sua força gravitacional se tornou maior.

ENCONTRADO SISTEMA SOLAR COM SETE PLANETAS SIMILAR AO NOSSO

Ao analisar informações coletadas pela sonda espacial Kepler, da NASA, cientistas descobriram um sistema solar composto por uma estrela principal orbitada por sete planetas, o segundo maior (depois do nosso) já encontrado até agora.Do conjunto (localizado a cerca de 2,5 mil anos-luz daqui), dois planetas têm o tamanho aproximado da Terra, três são “super-Terras” (que têm massa considerávelmente maior que a do nosso planeta, mas menor que a do sol) e os demais são muito maiores.Os planetas menores orbitam próximo à estrela principal (nomeada KIC 11442793), enquanto os demais orbitam a uma distância parecida com a que separa a Terra e o sol – um aspecto que torna esse sistema solar bastante, digamos, apertado.

Fonte;Science News;Planet Hunters

NASA descobre sistema solar parecido com o nosso, só que MUITO MAIS ANTIGO

Astrônomos detectaram planetas rochosos parecidos com a Terra ao redor de uma estrela que tem pelo menos 11,2 bilhões anos de idade, mais de duas vezes a idade do nosso próprio sistema solar.A equipe internacional da Universidade de Birmingham (Reino Unido) observou KOI-3158, uma estrela laranja-amarelada que fica a cerca de 117 anos-luz de distância de nós, na constelação de Lyra.Analisando dados do telescópio espacial Kepler, da NASA, eles notaram que esta antiga estrela pobre em metais abriga cinco planetas de massa como a da Terra, cuja origem remonta aos primórdios da Via Láctea.“Esta é a confirmação de que planetas do tamanho da Terra tem-se formado durante a maior parte da história da galáxia”, disse Tiago Campante, astrônomo da Universidade de Birmingham e principal autor do estudo.As implicações de encontrar o tipo terrestre em sistemas com tal idade podem ser surpreendentes. Se a vida evoluiu tão cedo na história da nossa galáxia, já teria tido pelo menos 10 bilhões de anos para ficar potencialmente muito inteligente. Em comparação, o nosso sol tem apenas 4,56 bilhões anos de idade, e a vida microbiana na Terra surgiu 3 a 4 bilhões de anos atrás, estima-se.Na verdade, o tamanho dos planetas e sua potencial composição são estranhamente parecidos com nosso próprio sistema solar. Três planetas intermediários do sistema recém-descoberto são do tamanho de Marte e o planeta mais externo é um pouco menor do que Vênus, enquanto o planeta mais interno é do tamanho de Mercúrio.

Os cinco planetas rochosos orbitam sua estrela-mãe em menos de 10 dias; menos de um quinto da distância de Mercúrio do sol. Por conta disso, eles parecem quentes demais para ser hospitaleiros para a vida como a conhecemos.Mesmo assim, os resultados da equipe provávelmente irão ajudar a mudar como vemos a formação de planetas terrestres dentro da Via Láctea.“A descoberta de um sistema como KOI-3158 aumenta o censo potencial dos mundos tipo Terra, talvez até de forma dramática”, disse Campante. “Isto certamente sugere que não existem obstáculos físicos fundamentais para a formação de análogos da Terra mais cedo na história da galáxia”.

Se encontrar tais planetas antigos tornar-se uma tendência, em breve poderemos inferir que a vida inteligente extraterrestre deve se assemelhar a um Matusalém cósmico.“Nós ainda não sabemos quão provável é que civilizações tecnológicas e inteligentes se formem em planetas habitáveis. Mas, por si só, esta descoberta aumenta as chances de que não estamos sozinhos”, completa Travis Metcalfe, astrônomo do Instituto de Ciência Espacial em Boulder (EUA), um dos coautores do estudo

Brilho misterioso é fotografado no planeta Ceres

Uma imagem tirada pela sonda Dawn, da agência espacial norte-americana NASA, encontrou dois pontos brilhantes no planeta anão Ceres.Ceres encontra-se em um cinturão de asteroides entre Marte e Júpiter. A área brilhosa foi vista anteriormente em 2004, em uma imagem obtida pelo Telescópio Espacial Hubble. Porém, novas fotografias mostram que há, na verdade, dois pontos luminosos, e os cientistas não sabem o que os está causando.Os pontos podem ter origem vulcânica, mas vamos ter de esperar por uma imagem de melhor resolução antes de podermos fazer essas interpretações geológicas”, disse Chris Russell, principal pesquisador da missão Dawn baseado na Universidade da Califórnia, em Los Angeles (EUA).

A imagem mais recente foi feita em 19 de fevereiro de uma distância de cerca de 46 mil quilômetros. Dawn deve entrar em órbita em torno de Ceres em breve, o que promete imagens ainda mais nítidas das manchas misteriosas.O ponto mais brilhante continua a ser demasiado pequeno para nossa câmera, mas, apesar de seu tamanho, é mais brilhante do que qualquer outra coisa em Ceres. Isso é verdadeiramente inesperado e ainda um mistério para nós”, disse Andreas Nathues, do Instituto Max Planck para a Investigação do Sistema Solar em Göttingen, Alemanha.

Ceres tem 950 quilômetros de diâmetro.De acordo com informações da NASA, o pequeno objeto tem mais em comum com a Terra e Marte do que seus vizinhos rochosos. Há sinais de que Ceres contém grandes quantidades de água congelada abaixo de sua superfície.Usando o Observatório Espacial Herschel, cientistas encontraram evidências de vapor de água no planeta anão. O vapor pode ser produzido por criovulcões ou por sublimação do gelo perto da superfície. Isto prova que Ceres tem uma superfície e uma atmosfera geladas. Os astrônomos estimam que, se Ceres for composto de 25% água, pode ter mais água do que toda a água doce da Terra.

Fonte;NPR

ENCONTRAREMOS VIDA FORA DA TERRA EM BREVE?

Desde a Grécia antiga, uma pergunta atormenta filósofos, teólogos e cientistas: “Estamos sós no universo?”. Agora, eles têm razões e tecnologia para crer que essa questão será respondida em um futuro próximo(?!).Descobrimos o primeiro exoplaneta (planeta a orbitar outra estrela, que não o sol) em outubro de 1995, sendo sua estrela-mãe a 51 Pegasi B, informalmente conhecida como Belerofonte. Desde o avistamento de Belerofonte até as descobertas seguintes, os únicos dados sobre esses mundos distantes eram seus efeitos gravitacionais, órbita e massa. Logo, não havia nada que pudesse indicar aos astrônomos sinais de vida.Considerando a idéia de que “ETs” façam contato conosco, outra forma de descobrir vida extraterrestre fora do sistema solar seria através de bioassinaturas nas atmosferas de mundos distantes. Por exemplo, através da detecção de moléculas altamente reativas, como o oxigênio, que desaparecem rápidamente, a menos que o metabolismo de algum organismo reabasteça o estoque desse elemento.No entanto, para obter esse tipo de dado, necessitamos de uma imagem precisa da atmosfera desses exoplanetas – o que levou a Nasa a investir alguns bilhões de dólares para orçar o telescópio orbital Terrestrial Planet Finder (Descobridor de Planetas Terrestres), previsto para 2020.

O grande número de descobertas de exoplanetas inspirou uma nova geração de cientistas, e com eles um campo da ciência relativamente novo ganhou foco: a Exoplanetologia.Em 2001, pesquisadores identificaram sódio na atmosfera de um exoplaneta chamado HD209458 b. Desde então, já foram encontrados metano, dióxido de carbono, monóxido de carbono e água em outros planetas. O próximo passo será estender essas técnicas para investigar moléculas que forneçam evidências de vida extraterrestre.Os alvos dos próximos estudos serão mundos menores, presumidamente rochosos, chamados de “super-terras”, geralmente com massa entre duas e dez vezes a da Terra.Com as descobertas do telescópio Kepler, ficou claro que temos mais de 100 planetas e milhares de candidatos para analisar, como o Kepler 22b, o Kepler 62-E e o 62-F, e os Gliese 667C c, f e e, além de outras super-terras em órbitas dentro da zona habitável de suas estrelas (onde a temperatura é compatível com a da Terra). Com esse grande número de mundos receptivos à vida, e conforme as técnicas para pesquisas atmosféricas avançam, os astrônomos estão convencidos de que encontraremos bioassinaturas em algum exoplaneta em breve.

Fonte;Scientific American Brasil, agosto de 2014, edição n. 135, Space.com

FOTOS DO TELESCÓPIO KEPLER-ALGUNS EXOPLANETAS JÁ DESCOBERTOS

Exoplanetas habitáveis

Essa imagem ilustra alguns dos exoplanetas descobertos pela NASA  com possibilidades de serem habitáveis; Da esquerda para a direita, temos Kepler-22b, Kepler-69c, Kepler-62e, Kepler-62F e a Terra. A concepção artística apareceu no site Industry Tap.

O exoplaneta 81 Ceti b, classificado como um “Super Júpiter”, está a 317 anos-luz de distância de nós na constelação de Cetus (constelação da Baleia).

Essa imagem mostra o entorno da jovem estrela Beta Pictoris, a 63 anos-luz da Terra. Foi divulgada pela NASA.

O exoplaneta HD 102272 c fica a 1.200 anos-luz de distância da Terra na constelação de Leão. Foi descoberto em junho de 2008.

UM NOVO EXOPLANETA

O planeta chama-se Kepler-186f, o que significa que ele orbita a estrela Kepler-186, e é o quinto mais próximo da sua estrela. Por enquanto, não se sabe qual a sua massa ou composição, mas sabemos que ele tem 1,1 vezes o tamanho da Terra, e tem uma órbita de 130 dias.Apesar de estar na zona habitável, Kepler-186f recebe de sua estrela apenas um terço da energia que a Terra recebe do sol, o que coloca o planeta quase na borda da zona habitável. A luz do meio-dia neste planeta deve ser comparável à luz na Terra uma hora antes do pôr-do-sol.Mesmo recebendo 1/3 da energia e tão pouca luz, não dá para dizer qual a temperatura na superfície do planeta, já que esta depende da composição da atmosfera, que é ainda desconhecida.A estrela Kepler-185 é uma estrela anã e está a 500 anos-luz do sol, na constelação de Cygnus. Cerca de 70% das estrelas da Via Láctea são deste tipo. Com idade estimada em mais de 4 bilhões de anos, as perspectivas do planeta poder sustentar vida são boas.Foram encontrados até agora cinco planetas orbitando Kepler-186, os quatro primeiros com órbitas durando 4, 7, 13 e 22 dias – eles estão muito próximos da estrela para que a água permaneça líquida na sua superfície. Também são muito quentes e tem tamanho não maior que 1,5 vezes o tamanho da Terra.

Fonte;Nasa JPL, NASA Ames, Space.com

Astronautas que falam sobre vida fora da Terra e a presença alienígena entre nós

Em entrevista concedida a um programa de rádio realizado por Nick Margerrison nos Estados Unidos, o ex-astronauta Edgar Mitchell, agora com 77 anos, que foi um dos três astronautas integrantes da missãoApollo 14 em 1971, inclusive detendo o recorde do astronauta com maior tempo de permanência em caminhadas na superfície lunar durante as missões Apollo, fez algumas revelações surpreendentes. Assegurou que durante essa e outras missões tripuladas, a Agência Espacial Norte-Americana (NASA) teve contato com entidades extraterrestres reais.Ainda segundo Mitchell, “nossa tecnologia não chega nem à sola dos sapatos da que eles têm”, e ainda afirmou que “não são hostis, porque se fossem, já teríamos desaparecido da face da Terra” e “Os fatos foram ocultados por nossos governantes durante 60 anos, mas pouco a pouco vão filtrando informações”.
Esse ex-astronauta, que foi a sexta pessoa a pisar sobre a superfície lunar, defende de maneira irredutível a existência de civilizações extraterrestres e está seguro de que durante sua época em que trabalhava na NASA, numerosos Ufos foram avistados em órbita acompanhando as missões espaciais e que também foram e são observados em todos os continentes da Terra. Ele crê, inclusive, que o Caso Roswell é totalmente verdadeiro, e que continuam pesquisando casos similares.
No entanto, a NASA desmentiu rápidamente estes comentários. Num comunicado oficial um porta-voz da agência espacial disse que “A NASA não esta envolvida em nenhuma ocultação de vida extraterrestre neste planeta nem no universo. O doutor Mitchell é um grande americano, mas não compartilhamos suas opiniões neste sentido”. Ao saber da declaração, Mitchell comentou: “Ufa, ainda bem que ainda me consideram um grande americano. Compartilhem ou não, o certo é que os extraterrestres estão aí fora, só não enxerga quem não quer ver”.
Estas declarações colocam ainda mais mistério sobre a questão da existência de vida fora da Terra, ou pelo contrário, lançam mais luzes sobre esse assunto? Tirem as suas próprias conclusões.

Veja esta entrevista com ex-astronauta Edgard Mitchell e outros, no canal do The History a partir do Portal da Ufologia Brasileira: http://www.ufo.com.br/noticias/astronautas-que-falam-sobre-vida-fora-da-terra-e-a-presenca-alienigena-entre-nos

Gordon Cooper (1927-2004)
Em 1995, confirmado pela pauta de reuniões da Organização das Nações Unidas (ONU), o ex-astronauta Gordon Cooper, que foi um dos primeiros astronautas a orbitarem a Lua, compareceu diante de um grupo de assessores dessa entidade presidida pelo então secretário geral Kurt Waldheim para fazer uma declaração ou advertência: “Acredito que veículos extraterrestres e suas tripulações estão nos visitando vindos de outros planetas e que são tecnicamente mais avançados do que nós. Considero que necessitamos de um programa de alto nível para recolher e analisar a informação referente a qualquer tipo de contato e para determinar a melhor forma de relacionamento amistoso com esses visitantes”, e também: “Em 1951, durante dois dias tive a oportunidade de observar muitos objetos de diferentes tamanhos que voavam em formação a uma altura muito superior da que podíamos alcançar”. Este ex-astronauta e um dos pioneiros da exploração espacial dos Estados Unidos, que tinha alcançado um recorde um voo no espaço por 34 horas, admitiu perante vários dos homens dentre os chefes das nações mais poderosas do mundo que tinha se encontrado com objetos extraterrestres.

Assista uma entrevista com o ex-astronauta e coronel Gordon Cooper sobre o incidente em 1951 e muitos outros avistamentos: http://www.ufo.com.br/noticias/astronautas-que-falam-sobre-vida-fora-da-terra-e-a-presenca-alienigena-entre-nos

Eugene Cernan
Numa edição do jornal Los Angeles Times durante o ano de 1973, o agora ex-astronauta e comandante da última missão na Lua (Apollo 17), Eugene Cernan, declarou: “Tenho sido perguntado sobre Ufos e tenho dito em público que eu acho que são de alguma outra civilização”.

Edwin Aldrin

Veja este vídeo com uma entrevista sobre a vida fora da Terra com ninguém menos do que o segundo homem a pisar na superfície da Lua, o astronauta piloto do módulo lunar da Apolo 11 –Edwin “Buzz” Aldrin: http://www.ufo.com.br/noticias/astronautas-que-falam-sobre-vida-fora-da-terra-e-a-presenca-alienigena-entre-nos

Neil Armstrong
Encontrei num recorte antigo um trecho de uma declaração do primeiro homem a pisar na Lua, o ex-astronauta Neil Armstrong sobre a vida fora da Terra: “A NASA estava trabalhando duro naquela época, e não podia arriscar causar um pânico na Terra”.

Victor Afanasyev
Cosmonautas russos também fizeram declarações sobre a existência de vida fora da Terra. Em abril de 1979, Victor Afanasyev relatou sobre uma observação após o lançamento da sua cosmonave na base de Baikonur: “O objeto tinha 40 m de comprimento, era largo de um lado e estreito do outro”. Declarou também sobre o mesmo avistamento: “Algumas partes tinham projeções como pequenas asas, mas ele permaneceu muito próximos de nós. Nós o fotografamos e descobrimos que estava à aproximadamente 25 m de distância”.

Veja imagens dos astronautas e assista todos os vídeos no Portal da Ufologia Brasileira, link:http://www.ufo.com.br/noticias/astronautas-que-falam-sobre-vida-fora-da-terra-e-a-presenca-alienigena-entre-nos

UMA FOTO PARA ANALISARMOS E TIRARMOS A PROVA DOS NOVE

Em 1972, Apollo 20 astronautas descobriram um misterioso dispositivo de origem alienígena que estava na superfície da Lua perto do Mar da Tranquilidade, o local de pouso das missões Apollo na Lua anteriores. Em 1978, Steve Jobs, da Apple foi contatado por cientistas da NASA para determinar o que era, e o resto é história.

“Recebi o e-mail que continha a imagem anexada e seguindo uma longa mensagem. No topo foi marcado Tudo abaixo desta linha é Acima de Top Secret. Desde que eu vivo perigosamente e sou algo como um bandido, vou deixar você lê-lo, e fazer com ele o que você pode. Basta lembrar uma coisa, não diga a ninguém, ou você vai ser apagado da existência.”

Nós não estamos sozinhos no universo – Foto oficial da NASA 05 de maio de 1972 – N2K-TS10
NASA – 05 de maio de 1972 – precisa saber – Top Secret Nível 10 (NASA Oficial foto)

Posts relacionados;O Lado Escuro da Lua
Marte-O Enigma do Planeta Vermelho
David Wilcock e a Divulgação
A Terra Ôca-Parte 1 e 2
Ets-ajudando na mudança dimensional
Divulgação e Nesara-completo
Crop Circles-A Mensagem do Povo das Estrelas

*********************************************************************************************************************************************

EDITORIAL DA EQUIPE DA LUZ É INVENCÍVEL

Hoje muitos cientistas acreditam que o contato com extraterrestres é mera questão de tempo;já os ufólogos estão contando os dias para a “Divulgação”, como o Dr Wilcock fala em todas as suas palestras e tantos outros cientistas da Nova Era,leia-se Bárbara Marciniak e Hand Clow, David Icke e Drunvalo Melchisedek.Numa escala de 1 (pouco provável) a 10 (muito provável), eu diria que nossa chance de fazer contato com ETs em pouco tempo(não sabemos prever esse tempo ainda) é 8;Isso quem diz  e acredita, é o físico Michio Kaku, da City College de Nova York. Esse otimismo(certeza já) tem justificativa. Pelo menos 25% das estrelas têm planetas. E, dessas estrelas, pelo menos a metade tem planetas semelhantes à Terra. Isso significa que, na nossa galáxia, podem existir até 10 bilhões de planetas parecidos com o nosso(!!). Uma quantidade imensa. Ou seja: pela lei das probabilidades, é claro que há civilizações alienígenas. O satélite Kepler, da Nasa, já catalogou 2 740 planetas parecidos com a Terra, onde água líquida e vida talvez possam existir. Um dos mais “próximos” é o Kepler 42d, a 126 anos-luz do Sol (um ano-luz equivale a 9,5 trilhões de quilômetros).Pelo ponto de vista de Kaku(usemos ele como referência), acredita que, para civilizações muito avançadas, essa distância não seria um problema – pois elas poderiam manipular o espaço-tempo e utilizar portais no Cosmos, como nos filmes de ficção científica.Contra fatos, não há argumentos;pensemos então sob este prisma;Recentemente, cientistas descobriram que as primeiras formas de vida terrestres apareceram há 3,2 bilhões de anos – um bilhão de anos mais cedo do que achávamos. E qual é o impacto dessa diferença? Naquela época, a Terra não era um lugar tão bacana quanto é hoje – a atmosfera era cheia de elementos tóxicos, por exemplo. Se a vida se desenvolveu em condições tão adversas, ela poderia aparecer em cantos menos hospitaleiros do universo(!);Vamos então para a biologia? Bem, existe um animal marinho, membro da família Liparidae, que vive nas Fossa das Marianas a 8 quilômetros abaixo do nível do mar. Qualquer outro peixe teria suas células esmagadas pela pressão, mas esse peixe aguenta. A 9,6 quilômetros de profundidade, foi encontrado um tipo de camarão albino. Um vírus de 30 mil anos foi extraído de uma geleira na Antártida. Tem aquela bactéria, que contém arsênio, e já abre a possibilidade que exista vida de outra forma que não a baseada em carbono. Então, sim, é possível que a vida exista em condições extremas em outros planetas(!!);Musgos enviados ao espaço no casco da Estação Espacial Internacional voltaram intactos para a Terra depois de 18 meses. A Agência Espacial Européia também resolveu lançar uma caixa cheia de líquen na órbita da Terra. E o que aconteceu?voltaram depois de 14 dias expostos à radiação intensa, sem nenhum arranhão. Aliás, a vida é tão resistente no espaço que isso é um problema para a NASA. Micróbios no interior da ISS se multiplicam tão rápido que a manutenção da estação precisa ser constante para que colônias não danifiquem as proteções da instalação(!!).Isso são dados científicos e não especulações;não entraremos no âmbito dos avistamentos, da arqueologia, da egiptologia, das placas sumérias,do caso Roswell,projeto SERPO e tantos outros, para não fugir do escopo do tema abordado aqui,pois sabemos onde estão as respostas para essas perguntas, COM PROVAS CABAIS.E o que dizer dos Crop Circles e da mensagem de Arecibo? A série do History Channel-Alienígenas do Passado- examina 75 milhões de anos de evidências incríveis de que extraterrestres chegaram à Terra, desde a era dos dinossauros ao Antigo Egito, e até os céus azuis do deserto dos Estados Unidos nos dias atuais. Desenhos antigos de estranhas criaturas, encontrados em cavernas, substâncias químicas desconhecidas pelo homem e avistamentos contínuos no mundo inteiro são apenas alguns dos elementos inquietantes que serão investigados. Veja alguns episódios da série abaixo:

Temos que honrar a verdade e reconhecer o fluxo interminável de mentiras e de propagandas existentes no Sistema.
A manipulação efetuada pela mídia seja pela televisão, rádio, jornal, revistas, etc. é fantástica nos dias de hoje. Simplesmente desinformam, transformam mentiras em verdades, usam inúmeras mensagens subliminares e hipnotizam o telespectador que fica horas na frente da TV , apenas como um peso morto a nível multidimensional. É um modo de distrair o público, enquanto que os governos obscuros continuam agindo às escondidas, mas aparecem na mídia como anjos celestiais extremamente preocupados com a população, mas com intenções reais bem contrárias ao real desenvolvimento da humanidade, “lindas são suas palavras, e horrendas suas ações”. O governo secreto controla totalmente a mídia e existe a ESTÓRIA – mentirosa – da humanidade e a HISTÓRIA – real – que não foi contada, mas que fácilmente podemos verificar contatando os chamados registros akáshicos do planeta Terra. A mídia é o brinquedinho mais eficiente utilizado pelo governo oculto. Muitas informações são ocultadas(acesse os links). As fotos dos outros planetas são forjadas e alteradas, pois existe vida abundante fora da Terra; a Terra também é ôca possuindo duas aberturas polares, onde existem civilizações vivendo ; existem várias fotos e filmagens de ufos ou naves alienígenas e só poucas destas fotos chegam a ser divulgadas e por aí vai a desinformação. Para as pessoas que pensam que os extra-terrestres benevolentes não fazem nada para ajudar,  isso é uma grande injustiça e falta de informação. Existem inúmeros trabalhos que eles fazem a nível multidimensional (ver canalizações de várias fontes fidedignas),de tal forma que o planeta chamado Terra, já não existiria em sua terceira dimensão neste momento se não fosse a ajuda deles ; Os canalizadores e cientistas da Nova Era dizem que, tridimensionalmente ,estes extra-terrestres confiscam e continuam confiscando ogivas nucleares localizadas em vários pontos do mundo e já impediram por várias vezes que um conflito em proporções globais acontecesse. No entanto, isto, que é de conhecimento do governo secreto, jamais é colocado como informação ao público como é de costume.Vamos nos informar cada vez mais,procurar nos desvencilhar dessa mídia, usar nosso discernimento,filtrar as informações que nos chegam de TODAS AS FONTES  e  confiar no nosso Eu Superior para nos guiar através desta Transição Planetária,que, com certeza, é nossa oportunidade de ouro para inaugurarmos no planeta uma Nova Era, baseada nos valores humanitários,ecológicos,espirituais e para sempre, baseada na VERDADE.

EQUIPE DA LUZ É INVENCÍVEL

**************************************************************************************************************************************

***********************************************************************************************************************************

Bibliografia para consulta

Exoplanetas
Scientific American Editions
Exoplanets-Detection,Dynamics and Formation
Sylvio Ferraz -Mello
Earth and Space
Bill Nyie
Earthrise
Edgard Mitchell
Beyond Earth-The future humans in space
Edgard Mitchell
Witness of Roswell
Edgard Mitchell
O Grande Segredo
David Icke
Os Mensageiros do Amanhecer
 Barbara Marciniack
The Hidden Science
David Wilcock
A Agenda Pleiadiana
Barbara Hand Clow

Nota:Biblioteca Virtual

Divulgação: A Luz é Invencível

A “Luz é Invencível” tem por norma não publicar links que não estejam ligados ao texto postado.Pedimos a compreensão de todos, e para qualquer dúvida, temos nossa caixa de sugestões onde todos podem livremente fazer suas colocações que serão arquivadas para consultas posteriores.
Nós agradecemos a compreensão de voces.
Equipe da “Luz é Invencível”

*

Mensagem Urgente Para a Equipe da Terra ~Sirius

post-08-27-1

Saudações a todos !

Antes de começar esta canalização eu gostaria de acrescentar uma nota pessoal: É importante que vocês saibam que são incríveis, belos e requintados seres de luz e amor. Saibam que todos vocês são amados além do que imaginam e todos vocês são almas incrivelmente corajosas por terem vindo a este planeta compartilhar sua luz com todos os habitantes de GAIA.

Saibam que vocês estão manifestando milagres neste plano de existência e que se não fosse por vocês, nada disso jamais seria possível. Saibam que agora estamos em um momento incrível de manifestação e transcendência para outra realidade.

E acima de tudo, lembrem-se que vocês são seres celestiais de amor incrivelmente poderosos, que podem e criam a sua própria realidade, que podem mudar a sua realidade momento a momento quando escolhem fazê-lo.

Saibam e entendam isto, enraízem na sua psique e permitam que este conhecimento permeie todo o seu ser, seguindo o caminho para o seu subconsciente, alinhando seus padrões de pensamentos para a nova frequência de abundância, criatividade, saúde, benevolência e criação.

Eu amo vocês

Agora, tendo dito isto, aqui está a canalização que recebi de Sirius.

A força centrífuga da gravidade da Terra está puxando seu eixo através da oscilação das polaridades, a força magnética dos Sóis e a força gravitacional da Terra estão se alinhando para a posição esperada. No seu interior dizemos que o puxar e tampar das polaridades causará a transfiguração de ideais matemáticos surgindo dentro da psique de seus cientistas, a fim de reconstruir a compreensão do funcionamento do Universo e do próprio planeta em que você reside. A atração gravitacional que você está enfrentando está mudando rapidamente para você agora. Fazendo com que seus corpos vibrem em frequências mais altas, o que se traduz por uma sensação fugaz de “borboletas” no estômago, palpitações cardíacas, uma impressão geral de flutuar apenas alguns centímetros acima do solo e uma sensação de desconexão dos seus corpos.

Na verdade a identidade que é tão importante para o seu coração, a identidade que você adquiriu, está caindo rapidamente, se descascando para revelar a verdadeira natureza do seu ser. O mesmo está ocorrendo com a sua Terra, o planeta em que você reside está se convertendo em uma nova realidade cognitiva. Está mudando, se transformando, transpondo as baixas frequências e dando um salto gigantesco para um novo espaço e tempo continuum em que pode continuar a evoluir.

Os sentimentos fugazes de perda, desconexão e vazio, são um fenômeno natural experimentado por muitos de vocês em seu planeta. Porque na verdade, você está perdendo sua identidade e está sendo forçado a reconhecer o que de fato você é.

Compreender sua nova identidade e a distorção da realidade que você está familiarizado, está causando transtornos enormes no seu planeta, mais uma vez as revoltas maciças, as realidades interiores e exteriores estão em conflito diariamente para você agora. Porque a sua realidade interior não está mais associada com o mundo ilusório exterior.

Como Gaia está elevando sua vibração, quanto mais e mais alto ela sobe, sua própria transformação está impulsionando a transformação de todos os seres vivos em Gaia e vice-versa.

O que estamos dizendo a vocês é que a força centrífuga do interior da Terra e a força centrífuga do interior de seus próprios corpos estão atualmente em conflito para muitos de vocês e, portanto, um grande ato de equilíbrio é necessário a fim de estabilizar as energias que estão afetando você no seu interior e no exterior.

É de extrema importância encontrar o equilíbrio no seu interior, liberando a programação do passado e adquirindo um novo sistema vibratório para continuar prosperando neste planeta. Aqueles de vocês que vieram para este planeta para ancorar a luz, para ancorar a transformação, estão bastante ocupados de fato, porque o despertar em massa continua a afetá-los e são vocês que devem guiar as almas perdidas ajudando-as a adquirirem uma nova compreensão e adesão voluntária à nova realidade da sua Terra e tudo nela residindo que está rapidamente se movendo em direção ao despertar.

Portanto, pedimos-lhe para ficar em alerta para as rápidas mudanças que estão vindo em sua direção. Para ficar aterrado em seus ideais, para ficar aterrado no conhecimento que está dentro do seu próprio coração. Para colocar de forma coerente o caminho para aqueles que estão perdidos ajudando-os a voltar para casa, a casa do seu verdadeiro EU. Nós pedimos para você permanecer estável e continuar mantendo as altas vibrações que na verdade você é capaz de fazer.

Isso é tudo o que temos para você agora. Nós te amamos. Nós estamos sempre com você. Até logo.

Sirius

Como sempre, fiquem aterrados. Fiquem na luz ! Eu amo todos vocês muito muito e sou extremamente grata por estar compartilhando este caminho aqui com vocês ! <3

©Anna Merkaba

Origem: sacredascensionmerkaba

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível

A “Luz é Invencível” tem por norma não publicar comentários com links.
Pedimos a compreensão de todos, para qualquer dúvida temos nossa caixa de sugestões onde todos podem livremente fazer suas colocações que serão arquivadas para consultas posteriores. Agradecemos a compreensão de todos.
Equipe da “Luz é Invencível”.

CHAVES PARA O AUTOCONHECIMENTO E A CURA- A KUNDALINI-A energia de nossa alma e de nossa consciência-Décima parte


anterior

Kundalini é o poder do desejo puro dentro de nós. A energia de nossa alma e de nossa consciência. A emanação do infinito, da energia cósmica que vibra dentro de cada ser humano. Como energia criativa,o Kundalini pode ser imaginada a uma serpente enroscada e adormecida na base da coluna e, que ao ser despertada, expande de forma extraordinária nossa consciência.A palavra sânscrita tem sido traduzida de várias maneiras, em geral por aqueles que não têm uma concepção real, seja ela qual for, da função que é a sua marca. Supõe-se que a raiz da palavra seja o verbo kund, que significa “queimar”. Este é o significado essencial, pois a kundalini é Fogo em seu sentido de abrasamento. Contudo, temos uma explicação adicional para a palavra no substantivo kunda, que significa orifício ou cavidade. Isso nos dá uma idéia do recipiente onde o Fogo arde. Mas há muito mais do que isso. Há também o substantivo kundala, que significa bobina espiral, anel. Temos aqui um noção do modo pelo qual o Fogo atua e se desenvolve. A palavra kundalini se originou de todos esses derivados, que atribuem uma feminilidade criativa ao Fogo, o Fogo Serpentino, como algumas vezes é chamado, o poder criativo feminino que está adormecido dentro de uma cavidade, dentro de um útero, despertando para o movimento rítmico da impetuosa subida e para a emissão de torrentes de fogo. Ela é uma palavra que significa o aspecto feminino da força criativa da evolução, força esta que jaz adormecida, em sua potencialidade específica e muito particular, como que em posição fetal em um útero, na base da espinha dorsal humana.

Na maneira ocidental de pensar, a kundalini é freqüentemente associada com a prática contemplativa ou religiosa que pode induzir ou alterar o nível de consciência, espontâneamente ou através da ioga, de drogas psicoestimuladoras ou, ainda, por experiências próximas à morte. A kundalini, segundo muitos, é uma metáfora para os movimentos ascendentes espiralados da energia espiritual e consciência, desde a base da coluna vertebral até o cérebro. A subida da kundalini ativaria os diversos chakras, enquanto sobe desde o mais inferior até o mais superior. Na literatura clássica da Hatha Ioga, a kundalini é descrita como uma serpente enrolada na base da espinha vertebral, que seria um grande reservatório de energia espiritual criativa (Shakti). As religiões do extremo Oriente falam de uma força mística chamada kundalini. Outros nomes teriam sido dados a essa força: elã vital, bio­eletricidade, prana, espírito, orgone.A Kundalini é o suporte de nossas vidas; é Ela que faz tudo funcionar no corpo. Sem Kundalini, nós morreríamos. O que chamamos de “ativar/despertar a Kundalini” são, na verdade, provocar uma irradiação de energia maior do que a “normal”. Como é uma energia densa, pouco sutil, e irriga principalmente os centros sexuais, ela é normalmente usada para o sexo (a força-­motriz da espécie animal), mas nada impede que nós, pela VONTADE, direcionemos o grosso da Kundalini para outras funções, como religiosidade, carisma, oratória, esportes, etc. Por isso que algumas pessoas literalmente “transbordam” energia em algumas atividades, e se destacam por conta desse redirecionamento de “prioridades”.

O “perigo” da ativação da Kundalini é que essa dose extra de energia potencializa tanto seus pensamentos bons quanto seus pensamentos maus. E tudo o que pensamos, “Criamos”, de certa forma, e atraímos pra nós . Aconselha-­se, então, purificar (ou pelo menos “domar”) primeiro sua mente, e buscar ativar a Kundalini só depois. Há muitas maneiras de despertar a Kundalini. Ela pode ascender por meio de uma intensa devoção a Deus, pela repetição de um mantra ou pela prática de exercícios de Yoga. Em alguns casos, o aspirante pode até experimentar um despertar espontâneo (segundo  o guru indiano Muktananda, devido ao mérito acumulado com as sadhanas= ­ práticas espirituais ­ em vidas passadas).

LEIA MAIS;YOGA-PROF.HERMÓGENES
INSTITUTO HERMÓGENES
Yoga: Professor Hermógenes explica os benefícios desta terapia milenar

A ENERGIA KUNDALINI E O CONTROLE DO ORGASMO-vídeo- aula do professor Laércio da Fonseca- Uma explicação sobre Chacras-Nadis-Meridianos-Ida-Pingala-Kundalini-Amor-Tantra Yoga-Energia Sexual-Abertura de Consciência

 ENERGIA SHAKTI

Shakti é a manifestação da energia feminina, energia criativa do universo. É a personificação feminina de Deus, a Mãe Divina, representando os principios ativos e dinâmicos do poder feminino. É a força energética de cada ser, de cada coisa da natureza. Acredita-­se que Shakti seja a força e a energia nas quais o universo é criado, preservado, destruído e recriado. Para o Tantra, o universo inteiro é uma manifestação de Shakti, da Mãe Divina, da energia feminina.

Kundalini é a potencialidade que todos nós temos e somos capazes de ser.

O despertar da energia Kundalini nos conscientiza de nossas capacidades criativas e torna possível a nós, seres humanos, com identidades finitas, a oportunidade de nos relacionarmos com nossas identidades infinitas. Isto ocorre quando o nosso sistema glandular é ativado junto ao nosso sistema nervoso e estes são combinados para criar um movimento ou fluxo no fluído espinhal, numa sensitividade nas terminações nervosas. Nestas condições, o cérebro recebe os sinais e os integra obtendo como resultado, uma forte percepção que se expande numa tremenda claridade. Pode-se perceber os efeitos e os impactos de uma ação antes dela acontecer e assim, adquirimos o poder da escolha de agir ou não. A consciência nos dá esta escolha e a escolha nos dá liberdade.Quando há um fluxo constante da Kundalini, é como se estivéssemos nos despertando de um longo cochilo. Deixamos de viver numa realidade imaginária e nos tornamos compromissados com nossos propósitos e metas, aproveitando muito mais os prazeres da vida.O nosso sistema foi construído para sustentar o despertar da energia Kundalini, resta-nos saber se estamos usando-a em toda extensão desta potencialidade.O fluxo da Kundalini é liberado a partir do Chakra do umbigo e sobe até o chakra da coroa, acima do topo da cabeça; daí, a energia começa a descer passando pelos chakras até a base de nossa coluna. Depois de alcançar o chakra raíz, ela volta para o centro do umbigo.A ascensão da energia é o caminho para a liberação. É chegar a percepção de que a realidade de Deus está dentro de cada um de nós. A ascensão da Kundalini é o desenroscar da consciência Divina, o testemunho da realidade do poder ilimitado que é a essência de nossas almas.

Post relacionados;abertura-dos-sete-chacras-sagrados

a-relacao-do-som-com-o-corpo-humano-e-os-chacras


A ATIVAÇÃO DA ENERGIA DIVINA INTERIOR

Na base da coluna espinhal de todo ser humano está localizada uma fonte adormecida e poderosa de energia. Esta fonte é conhecida como Muladhara Chakra de onde partem três canais sutís conhecidos como Naadis que sobem pela coluna até atingir o cérebro. O Naadi do meio é conhecido como Sushumna onde em cada um de seus lados estão o Ida e o Pingala. Nos cinco outros centros de energia altamente concentrada, chamados Chakras, localizados ao longo da coluna, estes três Naadis se juntam e quando saem se dividem novamente em três canais à medida que sobem mais além.Incluindo o Muladhara, existem vários outros chakras onde uma energia muito poderosa se encontra adormecida e quando ativada em nós, desenvolve poderes extraordinários como Telepatia, Hipnotismo, Clarividência. Na realidade você pode conseguir um sucesso total em toda e qualquer área de sua vida.O processo de ativação desta energia pode ser muito complicado e difícil a menos que você consiga a ajuda de um Mestre que possui a sua própria Kundalini completamente ativada e que conheça todos os processos de ativação da Kundalini.A liberação, a fusão do indivíduo com o universo,pode ser considerada a experiência derradeira,por onde a energia cósmica se revela através de nosso corpo. De acordo com os princípios tântricos,tudo que existe no cosmos deve também existir no corpo humano. O propósito deste conhecimento é procurar pela verdade dentro de nós, para que possamos nos realizar completamente, desvendando a realidade básica do universo.

A palavra sânscrita Kundalini significa ‘serpentina’.A Kundalini serpentina é a energia feminina que existe em forma latente. Não só em todo ser humano mas também em cada átomo do universo. O que acontece é que esta energia no indivíduo, pode ficar adormecida por toda a sua vida. O objetivo da prática tântrica da Kundalini-yoga é despertar esta energia cósmica e unificá-la com Shiva, a Consciência Pura difundida em todo o universo.

A Kundalini estática, não manifesta é simbolizada por uma serpente enroscada em três voltas e meia, com sua calda na boca, espiralando em torno do eixo na base da coluna. Quando a Kundalini Shakti está pronta para se desdobrar, ela ascende para se unir a Shiva (Consciência Pura) na coroa da cabeça.A Respiração providencia os meios para uma simbiose entre as diferentes formas de vida e também entre existência e consciência.O Yoga tem a principal preocupação de direcionar esta força bio-motora rumo à expansão da consciência no organismo humano. É através da ciência da Respiração que os centros sutis do corpo são vitalizados.O Yoga desenvolveu técnicas sistemáticas de respiração regulando sua velocidade, profundidade e ritmo. Esses exercícios se chamam Pranayamas, ou domínio do Prana. Em circunstâncias normais, nossa respiração é muito irregular, sendo superficial e sem harmonia a inspiração e a expiração.Os princípios cósmicos movem-se com a corrente vital, que sai em direção descendente, para depois retornar. Este direcionamento ainda não a torna uma energia evoluída pois, a corrente ascendente se faz para que se tenha a ordem inversa da corrente descendente. Este preencher e esvaziar constante é o ritmo do próprio universo, enviando ondas que irão atingir a raiz dos impulsos da Kundalini.

LEIA MAIS;kriya yoga-a yoga da respiraçãoTUDO SOBRE A KRIYA YOGAPARAMAHANSA YOGANANDA E A KRIYA YOGA-LIÇÕES

Quando a Kundalini é atingida, ela desperta, desdobra-se e se dinamiza; começa a se elevar como uma serpente furiosa, chocando-se em cada chakra à medida em que sobe ( até que a Shakti surge com Shiva na laya-yoga) .A dinamização, transformação e sublimação dos estados físico, mental e espiritual são possíveis somente através do despertar da Kundalini. Shakti e sua reorientação, num movimento ascendente,faz com que ela se una a Shiva, resultando na inundação de todo o ser, com uma benção indescritível.O praticante eleva-se dos elementos mais grosseiros para os mais sutis e realiza , numa experiência transcendental, sua união com Shiva-Shakti, para se tornar um “homem-cósmico”.É necessário um treinamento longo e de várias disciplinas preparatórias para o despertar da kundalini, mas é bom também saber que NÃO HÁ REGRAS FIXAS para isto. Existem vários meios para se conseguir este objetivo: Mantras, Diksha (transferência da energia Divina do Guru para o discípulo), Kriya-yoga, Pranayamas, RasVigyan e até ervas e poções Ayurvédicas.

UMA CHAVE É O MANTRA SADHANA

Algumas escolas fazem o uso do Mantra Sadhana-download aqui por ser considerado o mais seguro e pode ser experimentado por qualquer um. Quando a Kundalini é ativada ocorre um tremendo jorro de energia que pode causar grandes danos, se não for própriamente canalizada pelo corpo. Mas o processo do Mantra Sadhana é um método lento e estável totalmente livre de riscos. Além do mais isto é feito sob a orientação de um Guru que possui o controle sobre a Kundalini. No processo do Mantra, os seis Chakras são ativados, um de cada vez e existem sete estágios deste Sadhana (prática).Qualquer que seja o método empregado é sempre necessário a presença de um Guru.Durante o processo do despertar da energia Kundalini, as forças divinas no corpo se tornam ativas e atacam as fraquezas do Sadhaka (praticante) como a avareza, ciúmes, obsessão, raiva, falsidade e outros sentimentos negativos. Algumas vezes, a batalha da energia positiva da Kundalini contra sentimentos negativos pode ser tão intensa que a pessoa pode perder seu equilíbrio mental, ou ainda fazer que seus traços maléficos se destaquem e o rumo da vida se perca.Mas se existe um Guru para ajudá-lo em cada passo do processo, as energias negativas jamais sairão vitoriosas. É por isso que o guru freqüentemente sugere o Mantra Guru Sadhana por ser tão forte e poder aniquilar todos os traços negativos do Sadhaka.É importante notar que existem Mantras diferentes para a ativação dos seis chakras. Lembre-se também que o que está se operando aqui não é um milagre, e sim um processo lento e gradual do despertar de uma energia extremamente forte e adormecida, sendo talvez necessário alguns meses para se perceber a ativação do chakra em questão.

Reiki  – Sessão de 1 hora com Mantras Kundalini (cada 3 min)

https://www.youtube.com/watch?v=ZKlxgffHHu4

Os seis Sadhanas (práticas) podem ser completados dentro de um prazo de seis meses. Todavia, não é necessário esperar que o primeiro chakra esteja ativado para se tentar o Sadhana do próximo Chakra. Na verdade, você pode executar toda a série, todos os Sadhanas um depois do outro sem esperar por resultados. Normalmente os Chakras se tornam ativos sómente dias depois do Sadhana, e aí, pode acontecer que até dois ou três Chakras se ativem de uma vez só.Ninguém sabe exatamente qual é o gatilho que inicia o desdobrar deste potencial espiritual. Para alguns, esta emergência espiritual é um processo suave e integrado que se desenvolve como uma conseqüência natural dos muitos anos de dedicação no serviço, orações e meditações sob a orientação de um Guru. Pode-se também experimentar um despertar brusco, rápido, devido à outras práticas que a pessoa possa ter feito sem ter consciência de que estas lhe serviram para o despertar da energia transformadora.Portanto é através destas práticas de Yoga, bio-energética ou respiração que você vai conseguir o despertar da kundalini como um prenúncio da transformação do potencial espiritual. Esta energia, assim que ativada, será sentida como uma vibração no corpo juntamente com uma forte sensação de impulso, descarga ou de um fluxo constante na coluna, ou ainda, um movimento serpentino espiral lento.Um outro catalisador muito comum pode ser uma aflição intensa emocional ou física. As pessoas quando se deparam com os limites de suas resistências e se vêem cara a cara com a morte normalmente se movem para estágios de uma consciência não-ordinária ou transcendental; ou ainda, transições da vida como gravidez, separação e outros marcos de transição; situações emocionalmente tensas que podem levá-las a um despertar espiritual. A despeito das especificidades individuais nas experiências de cada um, o despertar da Kundalini proclama um período de grandes mudanças na vida de uma pessoa.

Música para Ativar, Limpar e Alinhar os CHAKRAS 

https://www.youtube.com/watch?v=EzlE2h5E5oo

Ida e Pingala Nadis – Equilibrio na prática

A consciência das nadis Ida e Pingala pode ajudá-lo a desenvolver o equilíbrio na prática e clarear o caminho para seu crescimento espiritual.-Por Jaymes Bailey

Um estudante do grande poeta Indiano Kabir uma vez perguntou a ele: “Kabir, onde Deus está?”  Sua resposta foi simples: “ Ele é a respiração dentro da respiração”. Para entender a profunda implicação da resposta de Kabir, nós precisamos olhar através dos componentes físicos da respiração – o oxigênio, dióxido de carbono, e outras moléculas que percorrem cada inalação e exalação. Por trás desta respiração- e junto com ela, está o prana, a energia vital do universo que é literalmente a causa da vida.Para aqueles que praticam Yoga, o desafio é aproveitar esta energia para que ela sirva de combustível para a nossa mente, corpo e desenvolvimento espiritual. Para fazer isso, nós precisamos olhar dentro dos mistérios da mente e do corpo sutil. Felizmente, os antigos praticantes do Tantra viajaram nesta paisagem interior, mapeando as diferentes formas de como esta energia circula dentro de nós. Entre suas descobertas as mais importantes foram as Nadis, o vasto canal de energia que torna cada indivíduo um ser integrado, consciente e completo.

A palavra Sânscrita Nadi deriva da raiz Nad, que significa “flow” “movimento” ou vibração. A palavra por si só sugere a natureza fundamental de uma Nadi: Fluir como a água, encontrando o caminho de menor resistência, e nutrindo tudo neste caminho. As nadis são nosso sistema energético de irrigação; em resumo, eles nos mantém vivos.

De acordo com vários textos Tântricos, o corpo humano contem 72.000 nadis, que são canais de prana para cada célula. Alguns são largos e tem um fluxo rápido, outros são meros gotejamentos. Quando este sistema flui livremente, nos sentimos vivos e saudáveis; quando ele se torna fraco ou congestionado , enfraquecemos a saúde física e mental. As práticas de Hatha Yoga são tão efetivas porque elas aumentam a força do fluxo do prana no nosso corpo, revigorando e removendo possíveis obstruções que bloqueiam a fluidez desta energia.Por causa das Nadis, assim como os chakras (psicoenergético centro de energia) prana, e outros aspectos do corpo sutil, não aparecerem sob os microscópios, a ciência médica os renegou, a algo somente metafórico. Mas yoguis tradicionais acreditam que o corpo sutil é real, e compreende-lo e trabalhar com ele equilibram a ênfase na anatomia apenas física que é predominante na cultura do Yoga nos tempos atuais.

Dia e Noite

Três nadis são particularmente importantes e de interesse aos Yoguis. O Sushumna (o mais gracioso) Nadi é grande rio do corpo, correndo da base da coluna até o topo da cabeça, passando através de cada um dos sete chakras neste percurso. Este é o canal por onde a Kundalini Shakti (o poder latente da serpente) ascende. Deste sitio original que é o muladhara (raiz) chakra para a sua real morada no Sahashara (mil vezes maior) chakra no topo da cabeça. Em termos de corpo sutil, o sushumna nadi é o caminho para a iluminação.O Ida e o Pingala nadis se encontram espiralando em torno do sushuman nadi, como as duplas hélices do DNA, cruzando cada um dos chakras. Se você visualizar o caduceu, o símbolo da medicina moderna, você vai ter uma boa ideia da relação entre ida, pingala e sushumna nadis. Eventualmente, os três se encontram no Ajna (comando) chakra, no meio das sobrancelhas.O Ida Nadi começa e termina do lado esquerdo do sushumna. Ida é conhecido como a Nadi lunar, fria e nutrida pela natureza, e é também a controladora dos processos mentais e dos aspectos mais femininos da nossa personalidade. A cor branca é usada para representar a qualidade da vibração sutil de Ida. Pingala, a Nadi solar, começa e termina no lado direito do Sushumna. Ela é aquecida e estimulada por natureza, controla todos dos processos somáticos e supervisiona mais os aspectos masculinos da nossa personalidade. A qualidade vibracional da energia sutil de Pingala é representada pela cor vermelha.A interação entre Ida e Pingala corresponde a dança interna entre a razão e a intuição, consciência e o poder vital, e os hemisférios direito e esquerdo do corpo. No dia a dia, uma das nadis é sempre dominante. Mas esta dominância se altera ao longo do dia, uma Nadi tem a tendência de ser mais ascendente e por um maior período do que a outra. Isto tem uma influencia na nossa personalidade, comportamento, e questões de saúde que podem ser associadas a cada um dos canais, criando o termo “tipos Ida” e “tipos Pingala”.

Diferentes tipos de indivíduos

Os indivíduos do tipo Ida, tem qualidades lunares e nutritivas, mas talvez eles não consigam manter sua energia para sustentar uma prática mais vigorosa de Yoga. Eles estão cheios de potencial; a menos que eles desenvolvam seu lado Pingala, talvez eles nunca manifestem este potencial, tanto em assuntos mundanos ou no desenvolvimento espiritual. Indivíduos do tipo Pingala tem qualidade solares:  tem personalidade, muita criatividade, e abundante vitalidade. Mas a não ser que eles desenvolvam seu lado Ida, eles podem perder a quietude, introspeção e receptividade necessárias para atingir as graças do despertar espiritual.

Criando equilíbrio-HATHA YOGA

Trazer ida e pingala ao equilíbrio é o foco maior da hatha yoga – muito importante, de fato, que o termo hatha simboliza este equilíbrio. Embora a palavra hatha literalmente signifique “energético” em sânscrito, ela é composta de ha e tha, duas exotéricas bija (sementes) mantras, que possuem um significado misterioso e poder.  Ha representa a qualidade solar, a força vital, de pingala. Tharepresenta a mente e as qualidades lunares de Ida. Equilibrando sol e lua, ou ida e pingala, facilita o despertar e a subida da Kundalini, e conduz o despertar da consciência mais elevada. De fato, alguns professores de yoga sustentam que enquanto existir o predomínio de ida ou pingala (isto é, um desequilíbrio), sushumna ficará fechada e o poder da kundalini estará dormente.O método mais poderoso para o equilíbrio de Ida e Pingala é o Nadi Shodana, respiração nasal alternada. (Literalmente em sânscrito significa “ limpeza das nadis”). Esta prática é efetiva porque Ida Nadi  é diretamente conectada com a narina esquerda, e pingala Nadi com a direita. Alguns ciclos desta técnica básica de pranayama no final da prática de ásanas é um excelente caminho para ajudar a restabelecer o equilíbrio entre as duas nadis e compensar por qualquer desequilíbrio que você sem saber pode ter causado durante a sua prática.

Vídeo ensina respiração que traz Tranquilidade, Equilíbrio Mental e mais Saúde

Post relacionado;equilibrio-a-principal-ferramenta-da-ascencao-para-uma-consciencia-unificadaa-abertura-aos-sentidos-superiores-experiencias-no-caminho-da-ascencao

Entrando em Equilíbrio

Além de usar Nadi Shodhana , você pode experimentar com o uso os próprios ásanas como um método de equilibrar ida e pingala . No início da prática , sente-se e observe sua respiração para ver qual narina – e qual nadi – é dominante. (Se você não pode dizer, tente algumas rodadas de respiração alternada , que deve ser imediatamente claro qual é o lado mais livre e qual você sente mais bloqueado ) . Se a narina esquerda domina , ida está no comando, e você pode considerar  o foco da sua atenção em revigorante asanas , tais como retroflexões , posturas em pé , inversões, e torções – que envolvam o nadi pingala . Se a narina direita domina  o resfriamento  e a calma das posturas sentadas e flexões para a frente, podem ser mais benéficas.Você também pode trazer a consciência de ida e pingala em qualquer prática de asanas, fazendo uma pausa entre as poturass para perceber que nadi domina sua respiração. Observe os estados da sua mente , bem como, você vai descobrir que eles estão intimamente correlacionados com qual nadi é ascendente. Você está agitado e ativo ( pingala dominante) ou calmo e receptivo ( ida -dominante) .  Através deste processo de check-in, você pode começar a identificar qual postura ativa uma nadi ou a outra, e quais são particularmente eficazes para você, na criação do equilíbrio físico e emocional.

Você também estará desenvolvendo sua consciência , aprofundando a sua prática, e abrindo caminho para o seu crescimento espiritual.

Quem quiser conferir o texto em inglês, na íntegra:

http://www.yogajournal.com/wisdom/927

BENEFÍCIOS DA ATIVAÇÃO DA KUNDALINI

Dentro de nossa coluna vertebral existem sete lótus localizados no Brahma Nadi. Eles são conhecidos como Chakras e possuem números diferentes de pétalas e cores também distintas. Aqui veremos sómente as resultantes de suas ativação.

Chakra Muladhara

A ativação deste Chakra resulta em se libertar das tensões e conquistar a verdadeira felicidade, beleza, saúde perfeita e força física, além de magnetismo pessoal.

Chakra Swadhishtthana

Sua ativação resulta em se livrar das indisposições estomacais, aumento da energia sexual e cura das debilidades sensuais, aumenta a coragem e o destemor, além de seu magnetismo.

Chakra Manipura

Sua ativação resulta em perfeita digestão e livrar-se de indisposições como pedras nos rins, diabetes, problemas no fígado, etc. Sucesso em Sadhanas surpreendentes como voar, andar sobre a água, contato telepático com plantas e animais, perfeição no Pranayama e a maior de todas as conquistas que é sucesso na Meditação.

Chakra Anahata

A ativação deste Chakra resulta em paz mental, graça divina ilimitada, total liberdade de todas as tensões, poder para ver o futuro, poder de hipnose, de entrar no Samadhi (transe divino), se livrar de problemas relacionados ao coração e aumentar suas emoções mais singelas como o amor, afeição e gentileza.

Chakra Vishuddha

Sua ativação resulta em se livrar de todos os desconfortos relacionados com a garganta, tireóide, etc.Aumento de seu conhecimento, ganho em seu poder de eloqüência, Samadhi mais profundo, perfeição na arte da Hipnose, ganho do poder para morrer quando desejar, sucesso material total como; conforto e riquezas

Chakra Aagya

Também conhecido como o Terceiro Olho, sua ativação nos traz poderes prodigiosos como clarividência, telepatia, poder para abençoar, satisfação instantânea do que desejar, e ganho de conhecimento relacionado a todas as áreas e ciências, poder para controlar os pensamentos de outros e interferir até mesmo na natureza.

Chakra Sahastrara

Aqui é a Morada do Senhor Shiva; e quando a Kundalini Shakti se une com o Supremo Ser, o praticante é monopolizado por uma meditação profunda onde ele perceberá uma paz e benção infinitas. Por ser um centro sutil, com sua ativação será produzido uma secreção como um elixir que permeará todo o corpo tornando a pessoa livre de todos os desconfortos. Nos tornamos livres de todas as fronteiras e apegos corporais. Todos os elementos naturais estão sob seu controle.

A ENERGIA SEXUAL E A KUNDALINI

A transmutação sexual da Ens Seminis em energia criadora é um legítimo axioma da sabedoria hermética. A bipolarização desse tipo de energia cósmica no organismo humano foi, desde antigos tempos, analisada nos Colégios Iniciáticos do Egito, do México, da Grécia e da Índia.

A ascensão da energia seminal até o cérebro faz-se possível graças a certo par de cordões nervosos que, em forma de 8, desenvolvem-se à esquerda e à direita da espinha dorsal.Chegamos, pois, ao Caduceu de Mercúrio, com as asas do espírito sempre abertas. O mencionado par de cordões nervosos jamais poderá ser encontrado com um bisturi, porque é de natureza etérica, tetradimensional.METAFÓRICAMENTE,essas são as duas testemunhas do Apocalipse, as duas oliveiras, os dois candelabros que estão diante do Deus da Terra e se alguém os quiser danificar, “sai fogo da boca dos mesmos e devora os seus inimigos”.Na sagrada terra dos Vedas, esse par de nervos é conhecido com os nomes de Ida e Pingala. O primeiro relaciona-se com a fossa nasal esquerda e o segundo, com a direita. O primeiro desses dois famosos nadis é de natureza lunar e o segundo, de tipo solar.

Na Gnose diz-se que Ida, sendo de natureza fria e lunar, tenha suas raízes no testículo direito; e que, sendo Pingala do tipo estritamente solar, parta, realmente, do testículo esquerdo. Não nos surpreendamos porque tudo na natureza baseia-se na Lei das Polaridades.O testículo direito encontra seu antipolo exato na fossa nasal esquerda e o testículo esquerdo encontra o seu antipolo perfeito na fossa nasal direita.A fisiologia esotérica ensina que no sexo feminino, as duas testemunhas partem dos ovários. Nas mulheres, a ordem desse par de oliveiras do templo inverte-se harmoniosamente.Velhas tradições que surgem da profunda noite dos séculos, dizem que quando os átomos solares e lunares do sistema seminal fazem contato no Triveni, próximo ao cóccix, então, por indução elétrica, desperta-se uma terceira força mágica, a Kundalini, o fogo místico do arhat gnóstico.

Está escrito nos velhos textos da sabedoria antiga, que o orifício inferior do canal medular nas pessoas comuns e correntes encontra-se herméticamente fechado. Os vapores seminais abrem-no para que a cobra sagrada penetre por ele.Ao longo do canal medular processa-se um conjunto maravilhoso de variados canais: recordemos Sushumaná, o Vajra, o Chitra, o Centralis e o Brahmanadi. Por este último ascende a Kundalini.

A ascensão da Kundalini ao longo de seu canal espinhal realiza-se muito lentamente, de acordo com os méritos do coração. Os fogos do Cárdias controlam a ascensão milagrosa da serpente sagrada.Devi Kundalini não é algo mecânico como muitos supõem. A serpente sagrada desperta com o verdadeiro amor entre homem e mulher e jamais sobe pela espinha dorsal dos  perversos e que usam o sexo para puro prazer físico e diversão, sem o amor verdadeiro.

É bom sabermos que quando Hadith, a Serpente Alada de Luz, desperta para iniciar sua marcha ao longo do canal medular espinhal, emite um som misterioso muito similar ao de qualquer víbora, quando assustada com um pau, o que nos faz recordar a mágica letra S.

A Kundalini movimenta-se, revoluciona-se e ascende dentro da aura maravilhosa do Maha Chohan. O fogo sagrado, ao chegar à altura do coração, abrem-se as asas ígneas do Caduceu de Mercúrio e podemos penetrar em qualquer departamento do Reino instantâneamente.A subida do fogo sagrado ao longo do canal espinhal, vértebra após vértebra, grau após grau, é muito lenta.

Post relacionado;ativacao-da-kundalini-ou-o-que-esta-acontecendo-com-o-meu-corpoinformacoes-importantes-sobre-as-atuais-mudancas-macicas-de-energia-e-do-corpo-humanoKundalini da Terrao-mito-de-adao-e-eva-e-o-tabu-do-sexo

Kundalini é a Deusa da Palavra adorada pelos sábios. Sómente Ela pode conferir-nos a iluminação. Quando a Kundalini desperta e inicia sua ascensão sublime, para dentro e para cima, o Alquimista consegue seis experiências transcendentais, a saber:

1-Ananda, certa felicidade espiritual
2-Kampan, hipersensibilidade elétrica e psíquica
3-Utthan, aumento na porcentagem de consciência objetiva
4-Ghurni, intensos anseios místicos
5-Murcha, estados de lassidão ou relaxamentos espontâneos durante os exercícios esotéricos
6-Nidra, algum modo específico de sono que, combinado com a meditação, converte-se em Samadhi (êxtase).

O fogo serpentino é a “Díada” mística, o desdobramento da unidade da Mônada, o feminino aspecto eternal de Brahma, “Deus Mãe”; A serpente ígnea nos confere infinitos poderes, entre eles o Mukti da beatitude final e o Jnana da libertação.

Para uma visão gnóstica da Kundalini veja AQUI

ALGUNS SINTOMAS DO DESPERTAR DA KUNDALINI

Esta tremenda mudança do nível de consciência resultante do despertar da Kundalini pode ser uma experiência dramática com anos de surtos físicos e psicológicos. Este processo pode variar de pessoa para pessoa. Em alguns ocorrem mais sintomas físicos intensos enquanto que em outros, ocorrem sintomas emocionais ou psicológicos. É como se uma nova energia surgisse em seu sistema energético, com todos os seus problemas físicos e psicológicos não resolvidos, e os colocasse em evidência para serem resolvidos e liberados.

Greenwell (1990) apontou sete categorias de sintomas que foram observados durante o despertar da Kundalini:

Movimentos Prânicos ou kriyas

Prana é a palavra Hindu para energia vital. Assim que uma energia intensa se move pelo corpo limpando os bloqueios psicológicos, a pessoa pode experimentar trancos involuntários incluindo sacudidelas, tremor, vibrações, espasmos e contrações. Assim que estas couraças e bloqueios profundos forem varridos por um fluxo de energia suave, a pessoa pode entrar em contato com memórias e emoções associadas a traumas passados.

Fenômenos Yoga

Algumas pessoas sem conhecimento da milenar prática do Yoga, estão reformando posturas e mudras que eles nunca aprenderam em sua forma clássica e que jamais poderiam fazê-los em um estado normal de consciência. Da mesma forma, elas pode reproduzir palavras sânscritas ou sons, ou tomar consciência de músicas, mantras e tons. Um padrão incomum de respiração (muito rápido ou muito lento) pode surgir, ou ainda uma respiração superficial ou, ficar sem respirar durante um período longo de tempo.

Sintomas Fisiológicos

O despertar da kundalini normalmente ocasiona atividades fisiológicas incomuns causadas por um movimento intenso de energia que libera toxinas no corpo. Estes sintomas incluem aparentes problemas no coração, dores de cabeça e na coluna, distúrbios gastro-intestinal e problemas nervosos. Já foram reportadas sensações internas de extremo calor, super sensibilidade dea terminações nervosas, hiper-atividade ou letargia, grandes variações no apetite sexual e até orgasmos espontâneos. Estes sintomas são irregulares, indo e vindo sem a menor previsão e geralmente não respondem ao tratamento médico.

Surtos Psicológicos

O despertar espiritual normalmente oferece algum desfio à supremacia da consciência do ego. O desafio para mover-se para além das respostas inconscientes governadas por impulsos e instintos e remove a consciência do ego do centro de nossa psique. Tais desafios produzem um período de confusão mental e desequilíbrio. A pessoa se encontra em meio a estados emocionais inexplicáveis à medida que se move rumo à questões não resolvidas. Um rodamoinho de emoções que vão desde ansiedade, culpa e depressão, à repentes de compaixão, amor e pura alegria acompanhados com rompantes de choramingos.

Experiências Extra Sensoriais

A medida que a percepção se expande, a pessoa experimenta fenômenos visuais atípicos como: luzes, símbolos, entidades, ou revisão de experiências de vidas passadas. Quanto a audição, pode-se ouvir vozes ou músicas, sons internos ou mantras. Até o olfato pode ser estimulado com percepção de incenso de sândalo, rosas, etc. Pode-se perder a noção do limite corporal ou ter a sensação de ser maior do que se é, ou de se estar fora do corpo resultando em confusão e desorientação.

Fenômenos Psíquicos

Com a abertura das habilidades psíquicas, a pessoa poderá desenvolver; premonição, telepatia, leitura de auras e habilidades de cura.

Estados de Consciência Mística

A pessoa poderá se transferir para um estado de consciência alterado onde ela poderá perceber diretamente a unidade subjacente ao mundo dual e experimentar serenidade e paz com um profundo conhecimento de sabedoria.Em alguns casos, o estado provocado pelo surto psicológico é tão severo que pode se assemelhar a um surto psicótico. Por isso é necessário um ambiente que apóie e compreenda a pessoa em vez de rotulá-la de louca. Portanto é fundamental que se esteja em contato com pessoas que lhe dêem apoio e pode ajudar a minimizar os distúrbios.Por último  ressaltamos que o despertar da Kundalini não é o mesmo que Iluminação, que dificilmente resultaria de um único encontro com o luminoso. Seria mais como se esse despertar energético iniciasse uma expansão da consciência que será o início das muitas outras experiências de estados transcendentais de consciência. A intensidade e a duração desses flashes varia de acordo com a nossa presteza para assimilá-los e integrá-los. Desta maneira, o despertar da Kundalini não é a meta final e sim o início de uma transformação de consciência que expandirá a nossa capacidade de conhecer o infinito. Emergência espiritual normalmente inclui expansão de habilidades de percepção, aumento de energia, expressão criativa e uma dedicação e comprometimento para servir um bem maior.

O QUE É O TANTRA

Para começar, vamos dizer o que o Tantra não é. Tantra não é um guru prometendo orgasmos múltiplos e iluminação e cobrando mundos e fundos por isso. Tantra não é  alguém com nome de deusa oferecendo seus serviços na internet. Tantra não é um grupo de alienados carentes se excitando  em nome da hiperconsciência. Tantra não é sacanagem, nem infidelidade institucionalizada. Tantra não tem nada a ver com “praticar o sexo livre”. Tantra não é tara.

Os cursos de Tantra associados à sensualidade, técnicas sexuais e promessas de iluminação através da excitação sexual têm como objetivo sustentar a forma de vida de certos autodenominados ‘mestres’, que buscam satisfazer seus próprios desvios sexuais e desejos de manipular pessoas, ganhando um dinheirinho de quebra.Então, o que significa essa palavrinha de seis letras? Tantra é o nome de um vasto leque de ensinamentos práticos que têm como objetivo expandir a consciência e libertar a energia primal do ser humano, chamada kundalini. O princípio comum a todos os caminhos práticos de Tantra é que as experiências do mundo material podem usar-se como alavanca para conquistar a iluminação, já que este é a manifestação de uma outra realidade, sutil e superior, que está conectada com a nossa própria natureza.

Nesse contexto, a visão do Tantra associada ao êxtase sexual é patéticamente superficial e parcial, se comparada com a verdadeira tradição. O Tantra não é hedonista nem orgiástico. O objetivo do Tantra é o despertar da força potencial no homem.A única obra hindu  que trata explícitamente sobre sexualidade, e como aumentar a performance sexual, é o Kama Sutra, que não é um shastra tântrico e que, por sinal, fala muito mais sobre ética do que  poderíamos pensar sem ter a obra em mãos.

Embora existam diversas vertentes dessa tradição, todas têm o mesmo objetivo e usam as mesmas ferramentas para atingi-lo: mantras (sons de poder), yantras e mandalas (diagramas sagrados sobre os quais se exerce a concentração), chakras (centros da força vital), práticas de iniciação e purificação e um sistema ético que une e protege o casal de praticantes. Essa lista de práticas é incompleta, pois os métodos dessa tradição incluem um espectro muito amplo de crenças e técnicas.Tantra significa literalmente tecido, urdidura; pode ser traduzido como ‘espargir o conhecimento’ ou ‘a maneira certa de se fazer qualquer coisa’,tratado, autoridade, estender, multiplicar, continuar.

O Tantra assimilou e organizou os rituais da Magna Mater, transformando-os num método de emancipação que busca na psiquê humana a manifestação da própria força da Shakti. Esse movimento teve uma forte influência sobre a religião, a ética, a arte e a literatura indianas, havendo ressurgido com inusitada força entre 400 e 600 d.C., quando chegou a transformar-se numa moda que acabou por influenciar nos modos de pensar e agir da sociedade indiana medieval. Aqui ela se afirma, populariza e estende ainda mais, dando origem a um grande número de correntes e manifestações filosóficas, religiosas, mágicas e artísticas, algumas antagônicas “Não se trata de uma religião nova, senão de uma nova caracterização de fatos que pertencem ao hinduísmo comum, mas que, às vezes, só se apresentam precisamente em suas formas tântricas. Percebe-se o selo do tantrismo na mitologia e na cosmogonia, mas, principalmente, no ritual. O gérmen se remonta com freqüência aos Vedas, especialmente ao Atharva Veda, que pode considerar-se um hinário pré-tântrico.” Jean Renou, El Hinduismo, p. 89.

O TANTRA E O HINDUÍSMO

Um dos artigos de fé do povo védico era, portanto, que a união sexual conduzia à bem-aventurança do além e devia cumprir-se com verdadeiro espírito religioso para assegurar o bem-estar espiritual, censurando-se severamente a lascívia.”( S. B. Lal Mukherjí, ensaio em Shakti y Shakta, de Sir John Woodroffe, p. 83.)

A visão cosmogônica do Tantra, com suas perguntas essenciais, evidencia uma atitude especulativa sobre a antropogênese que a vincula ao Samkhya*. A cosmogonia se caracteriza pela união dos opostos: isto é, se trata de uma coincidentia oppositorum, conjunção dos opostos que se complementam. Essa idéia não é original do Tantra: existiu em outras cosmovisões ao longo da história da Humanidade; mas o tantrismo recupera para si esse princípio, muito mais antigo que ele próprio.Esses dois princípios em coincidentia oppositorum são Shiva e Shakti. Os rishis, sábios ascetas do alvorecer do pensamento hindu, chamaram Brahman ou Shiva o princípio primordial. Tudo existe em função dele, tudo é reflexo e evidência da sua realidade. Não há noção de criação do mundo nem há Deus: no plano macrocósmico, Shiva é, parafraseando Aristóteles, o motor imóvel do mundo. É o Princípio Imutável e Eterno, nem ativo nem criador. Ele não faz nada: apenas È. Sua manifestação é Shakti, palavra que significa energia e, por extensão, esposa. Shakti é a Prakriti, a Natureza do Samkhya, a energia criadora que provoca a manifestação do Universo.Shiva é inabalável: a ele pertencem o Ser e a Consciência; à Shakti correspondem o movimento, a mutabilidade e a geração. Esses dois princípios se representam na iconografia do tantrismo unidos no viparíta maithuna: Shiva aparece deitado ou sentado, imóvel, enquanto Shakti está sempre sobre ele, ativa no ato da manifestação.

*Leia mais; Samkhya-O fundamento teórico do Yoga antigo


O TANTRA E O ATO SEXUAL

A incompreensão do Tantra e o simbolismo que o transmite colaborou para considerá-lo repulsivo e vergonhoso . A preocupação daquele que condena o Tantra é fruto da sua própria obsessão com a questão sexual, que o leva a querer cortar a liberdade dos demais. Nesse sentido, o tantrismo é totalmente natural, e a sua abordagem do sexo não é patológica, mas absolutamente sadia, de uma espontaneidade difícil de aceitar para os padrões da “decência” cristã.
Maithuna, o ritual sexual, não tem nada a ver com pornografia ou licenciosidade, muito pelo contrário, é um instrumento que revela a dimensão divinal da natureza humana. Entretanto, nos últimos tempos, têm surgido mestres inescrupulosos que vendem sexo como se fosse superconsciência, o que acaba por divulgar e tornar conhecidas no Ocidente únicamente as formas mais vulgares e degradadas do Tantra. “O maithuna é a técnica tântrica que mais fascina os ocidentais, que com demasiada freqüência confundem-na com uma indulgência para com os apetites sexuais, em vez de vê-la como meio para dominá-los.” (Daniel Goleman, A Mente Meditativa, p. 98.)Enquanto alguns buscam a elevação através da repressão ou da eliminação do desejo sexual e suas raízes (samskaras), para o Tantrismo a sua utilização com absoluta seriedade e espiritualidade, é condição básica.

Pelo próprio fato de não se tratar de um ato profano, mas de um rito íntimo e sagrado entre o casal, no qual o mesmo, absolutamente unido no sentido mais completo, não são mais seres humanos, senão que estão “desprendidos”, como duas forças(masculina e feminina) então, a união sexual não participa mais do nível apenas físico. Os textos tântricos repetem com freqüência o adágio: ‘pelos mesmos atos que fazem com que muitos homens se queimem no inferno durante milhões de anos, o yogin obtém a salvação eterna’. (…) O jogo erótico se realiza num plano transfisiológico, porque nunca tem fim. Durante o maithuna, o yogin e sua náyiká incorporam uma ‘condição divina’, no sentido de que não sómente experimentam a beatitude, senão que podem contemplar diretamente a realidade última.” Mircéa Éliade, El Yoga. Inmortalidad y Libertad, pp. 194, 197

(nota pessoal; A questão sexual da vida moderna atravessa grandes transformações;mudanças de paradigmas e hábitos são de foro íntimo de cada um, uma questão a ser tratada sob muitos aspectos, que ampliariam o post e extrapolariam o escopo do texto;Porém, o Sexo Kundalini é um ritual íntimo entre duas forças, muito mais do que simples união sexual comum; A força da Kundalini não é sequer sentida em uma união sexual ,cujo objetivo é sómente uma satisfação física ou alívio dos instintos,onde não há um envolvimento de amor profundo e consciência espiritual do ato,pois as sensações instintivas estão nos dois primeiros chakras, enquanto as outras, mais elevadas, estão nos chakras superiores, onde a força da verdadeira energia sexual Kundalini atua; Sexo Kundalini exige preparo,conhecimento espiritual,amor profundo e entrega total.Para quem adota este tipo de sexo em sua vida, o conceito sobre o assunto muda completamente,mesmo porque, as forças envolvidas nesta união são tão poderosas, que as palavras não alcançam.Para o casal que experimenta este tipo de união sexual,nenhuma outra situação neste contexto é atraente;por causa disso, a fidelidade não é imposta, ela é natural;O amor, na acepção completa da palavra entre duas almas é provado,testado e sentido de uma forma única, que une e vivifica.Quando o amor ,por alguma razão não faz mais parte da união, não há razão para a prática do ato, e para o adepto deste tipo de união sexual, só outra situação igual é válida para a prática do sexo;por isso costuma-se dizer que quem pratica sexo Kundalini é muito mais seletivo e de uma certa forma “casto” que uma pessoa que tem seus conceitos sobre sexo, baseados em  simples uniões conjugais com o tradicional ranço social.  Muitos também usam este tipo de argumento(sexo Kundalini) para propósitos excusos,licenciosidade e sexo “livre”, no sentido promíscuo.Sexo Kundalini, volto a afirmar, é amor,união,fusão, comunhão de almas e corpos, ascenção e evolução.)

 O DESPERTAR DA KUNDALINI E A RELAÇÃO COM OS CHACRAS-UM BREVE RESUMO

As mensagens recebidas por canalizadores como Barbara Marciniack vinda de seus mentores Pleiadianos, dizem claramente que as energias prana, telúrica e Kundalini  foram esquecidas durante milênios pelos homens, principalmente os homens ocidentais. A falta de abertura espiritual, impediu que os homens descobrissem a Kundalini.A Kundalini quando está desativada fica adormecida na base da coluna vertebral no Múládhára Chakra, que significa “chakra raiz” e localiza-se onde é o períneo no homem e na mulher na base do útero. A Kundalini sobe em direção aos chakras superiores e vai até o décimo segundo chakra que localiza-se em algum lugar no Universo, esse movimento é muito superior a velocidade da luz é o mesmo quando temos um orgasmo,muitos dizem visualizar “estrelinhas” , mas na verdade estamos sobre efeito da Kundalini, e que não deve ser confundida com a Kundalini sagrada.Nosso corpo não é conhecido pela ciência como um todo, a ciência não explica fatos relacionados ás manifestações espirituais e cósmicas do corpo humano, para a ciência só existe o corpo físico. A ciência não sabe ainda que o nosso corpo físico está ligado ao corpo astral e espiritual. A ciência terrena está atrasadíssima em termos de evolução universal, a falta de compreensão da espiritualidade é prova desse atraso.Os centros de energia estão localizados em nosso corpo físico e astral, nosso corpo está ligado com o Universo por eles, é através de nossos 12 chakras que nós nos ligamos ao Plenum Cósmico/ Deus/ Criador. Sete chakras estão ligados individualmente a partes do corpo humano que são: Raiz ( órgãos genitais), Sacral ( abaixo do umbigo), Plexo solar( umbigo), Cardíaco ( coração), Laríngeo(graganta), Frontal (situa-se entre as sombrancelhas), Coroa ( no topo da cabeça), esses estão ligados ao corpo físico existem mais cinco que estão ligados ao sistema solar, galáxia e pontos além da galáxia e o último se conecta com o nosso Universo.

Sintetizando, Kundalini é a energia que ativamos quando temos o orgasmo sexual. É difícil muita gente entender isso, mas a kundalini é a energia  que se relaliza no orgasmo. Muitos mestres falam que a kundalini é muito mais que simples sexo, e é verdade,pois quando ativada o prazer é grande e nos dá um sentido de liberdade total e de compreensão da beleza física e espiritual do ser humano e do mundo. O sexo em sí, é uma ferramenta de prazer corporal, e a Kundalini é para o prazer espirítual e físico também. Não é fazendo sexo e atingindo o orgasmo que iremos liberá-la, ela vai continuar adormecida, seria,metafóricamente, como se ela estivesse com muito sono, ela acorda e volta a dormir. Sómente com exercícios de respiração e ativação dos chakras  é que se pode ativá-la.  Com os chakras acima do umbigo desativados a Kundalini não sobe e não pode atingir  os seus 12 chakras.Quando a Kundalini realmente é ativada, ela estará desperta o dia inteiro. Negatividade pode fazer com que seus chakras fiquem desalinhados e impedirem que a Kundalini se movimente por entre eles.

Post relacionados;os-cientistas-da-nova-era-segunda-parte-barbara-marciniak-e-os-mensageiros-do-amanhecer

os-cientistas-da-nova-era-quarta-parte-barbara-hand-clow-a-agenda-pleiadiana-e-a-alquimia-das-nove-dimensoes

A IMPORTÂNCIA DA KUNDALINI PARA AS RAÇAS ALIENÍGENAS

As raças alienígenas usam essa energia para conseguir evolução e energia psíquica. Quando a Kundalini, é ativada ela aumenta o poder psíquico de nosso cérebro e as glândulas funcionam com mais vigor em seu corpo físico, é o mesmo que se tornar um super-homem, no teor da palavra.Nosso corpo ainda não conseguiria elevar a tal ponto os poderes psíquicos, por causa que nós terráqueos estamos vivendo em uma era de bloqueios energéticos desde nossa criação, com isso as glândulas pineal e pituitária adormeceram ou simplesmente, endureceram.Quando ativamos a Kundalini ela ativa as glândulas e as torna funcionais. Isso leva tempo, porque o adormecimento é quase total. A Kundalini circula por nossos chacras,os ativando e girando mais rápido, isso pode causar problemas para certas pessoas com energias bem baixas: como dores de cabeça, dores em todo o corpo, um zumbido no cérebro, como um som de panela de pressão;isso é nosso cérebro acordando neurônios adormecidos. Essa frequência limita o cérebro para usar apenas o que é necessário, isto é 10%, o que atrofia as glândulas e neurônios. Com a Kundalini desperta, os chakras começam a funcionar e nossa visão do mundo muda para uma visão menos materialista e mais espiritualizada da nossa realidade diária.Seria o mesmo que acordar de um sonho para a realidade.Nossa vida é irreal, vivemos sobre o controle da mídia e do materialismo, por isso é difícil acordar dessa realidade.Quando seu corpo dorme, ele desativa a parte do cérebro responsável pelo pensamento racionalista e ativa a parte do cérebro responsável pela espiritualidade, do mesmo modo que um médium entra em transe para ativar a abertura espiritual. O que vamos  descobrir depois de ativada a Kundalini, é que a vida é muito mais linda do que a que nós vivemos no nosso dia a dia. A natureza fica mais bonita e  começamos a amar nosso corpo e nossos sonhos se tornam mais prazerosos. A Kundalini tem um efeito estranho, gostoso e muito compensador que é a possibilidade de viagens astrais, sonhos mais realistas, e além de conhecer outros lugares e pessoas diferentes. Seria o mesmo que uma internet de dimensões cosmológicas.Queremos dizer isso mesmo: somos atrofiados energéticamente, tudo por causa do materialismo.Até quando vamos viver martirizados para conseguir dinheiro para fazer tudo o que queremos?
O que tem Kundalini com alienígenas?
A Kundalini é uma energia psiquica e assim sendo podemos usá-la à nosso favor. Ela pode rejuvenescer e curar. Vamos também falar  o que a Kundalini pode fazer com uma pessoa com energias fracas. Na verdade, para atingir a Kundalini é necessário uma consciência espiritual, pois pode nos enlouquecer, quando despertada sem preparo.Algumas raças usam a Kundalini para absorver energias dos humanos. Mas como eles conseguiriam absorver energia dos seres humanos? Através de atos sexuais, de objetos mecânicos colocados nos corpos das vitimas ou através de incorporações espirituais. A kundalini é uma energia psíquica e não é material; ela usa energia psicoelétrica, que nós absorvemos da Terra e do Sol, é uma energia que pode ser sugada. Algumas raças alienígenas usam esse tipo de vampirismo para conseguir energia para sua própria evolução psíquica;Seria um jeito de burlar a natureza dos corpos físicos; eles retiram essa energia através do sêmem, podendo assim aumentarem as funções físicas e cerebrais e torná-los mais evoluídos. Muita gente pode perguntar , mas por que eles querem nossa energia se somos menos evoluídos? Na verdade, nós somos muito evoluídos físicamente e psíquicamente(DNA Híbrido), só porque não usamos, não podemos ser considerados não evoluídos. Nosso corpo físicamente é bem evoluído em relação aos extraterrestres, alguns já tem evoluções melhores por causa de engenharia genética e não por causa de evolução e isso nos torna evolutivamente iguais,  a diferença é que eles tem liberdades em engenharia genética e nós temos barreiras sociais e religiosas. Evolução não é só ter um corpo físico capaz, mas ter uma mente psiquica superior.Como ainda a ciência não conhece nada disso, os seres retiram  essas energias à vontade, sem que ninguém reclame. Por  isso, é importante os seres humanos saberem sobre essa força e o porquê existe esse segredo. O segredo, é para tornar-nos imbecís e não reclamar dessas  energias surrupiadas. Tenha certeza de que quando todos (A humanidade e a ciência acadêmica admitir)saberem sobre isso, todos eles vão aparecer e a verdade virá à tona.
Alguns alienígenas são maleficentes e retiram as energias e até as limitam  para dominação do ser humano; nem imaginamos o que é a Kundalini e a força que é capaz de realizar. Mas descobrimos uma coisa muito importante sobre a Kundalini; ela se ativa automáticamente, quando estamos muito felizes, rindo  e dançando; ela desperta de nosso sono e nos dá prazer de viver e de sentir.
 

LEIA MAIS;kundalini-nova-energia

************************************************************************************************************************************************************************************************************

CONCLUSÃO E NOTA DO BLOG
 
A Kundalini representa uma energia que inicia no chacra básico, ou seja, a entrada energética na base da coluna, e que desliza por toda a espinha até chegar ao topo, no alto da cabeça, no chacra coronário. O movimento pelo Kundalini, pode trazer diversas emoções que devem ser sentidas e processadas. O processo da ascensão implica em vivenciar suas próprias emoções e não mais a de seu próximo, pois cada ser é responsável apenas por suas emoções, liberando todo o peso que não for seu. De um tempo para cá, muitos de nós têm sentido dores por todo o corpo, sendo confundido com o quadro de fibromialgia, em muitos casos. Enquanto isso, as novas formas orgânicas vão se formando, o antigo vai se deteriorando, num processo automatizado por nosso DNA, que também passa pela transformação. Para alguns que são sensíveis, esta pode ser uma experiência bem desconfortável, até que uma parte suficiente da forma tenha sido transmutada, ficando mais cristalina. As dores do corpo são referentes às regiões no corpo etérico que estão bloqueadas ou presas. O ato de movimentar a Kundalini ajuda em muito a aliviar estas dores, que irão diminuindo. Quanto mais elevado estiver este Kundalini, menos dores sentiremos. Exercícios como yoga, meditação, cromoterapia, Reiki, ajudam muito este processo. Este desconforto é temporário, portanto, não nos desesperemos, ao contrário,devemos elevar o pensamento, que é esta a maior fonte de luz que podemos produzir. Outro sintoma é o cansaço, a fadiga, que nos leva a dormir mais horas por noite, por exemplo, ou a ter sono repentinamente.,mas também é comum a insônia noturna, neste processo.Devemos dar ao nosso corpo o que ele precisa. A escolha pela ascensão é individual e espiritual, que faz uma verdadeira ressurreição do que estava doente na forma, ancorando um novo paradigma de uma nova consciência humana.Alguns sintomas como os suores noturnos e ondas de calor durante o sono, que mesmo em noites frias nos fazem acordar suando ou ter calores repentinos durante o dia, se deve ao fato do Kundalini estar se movimentando;é importante limparmos o organismo com uma alimentação fresca e natural, evitarmos os alimentos processados, tomarmos muita água fresca alcalina; Nosso corpo está sofrendo uma grande desintoxicação. As toxinas são liberadas por glândulas sudoríparas, por poros da pele e filtradas pelos rins, fígado ou intestino. Portanto, certa sensibilidade nesse órgãos de limpeza é normal, pois a ascensão faz com que estes órgãos aumentem sua capacidade de funcionamento.A Kundalini é o suporte de nossas vidas; é Ela que faz tudo funcionar no corpo. Sem Kundalini, nós morreríamos. O que chamamos de “ativar/despertar a Kundalini” é na verdade provocar uma irradiação de energia maior do que a “normal”. Como é uma energia densa, pouco sutil, e irriga principalmente os centros sexuais, ela é normalmente usada para o sexo (a força-­motriz da espécie animal), mas nada impede que nós, pela VONTADE, direcionemos o grosso da Kundalini para outras funções, como religiosidade, carisma, oratória, esportes, etc. Por isso que algumas pessoas literalmente “transbordam” energia em algumas atividades, e se destacam por conta desse redirecionamento de “prioridades”.O “perigo” da ativação da Kundalini é que essa dose extra de energia potencializa tanto nossos pensamentos bons quanto nossos pensamentos maus. E tudo o que pensamos, “Criamos”, de certa forma, e atraímos pra nós.Quando o que se dá é mais pirotécnica fenomenológica, ecos de práticas passadas, conseqüência de uso de drogas ou chás, fenômeno bioenergético ­ mais do que consciencial ,­ o que ocorre é que temos “espirros” kundalínicos, como se algo incandescente fizesse uma bolha estourar e subir. A energia nesse caso vai até o granti (nó) de uma só vez, e nos proporciona uma sensação (distorcida) de fusão com o todo, ainda assim prazerosa ­ mas com retorno à mediocridade pouco tempo depois. Quanto mais forçada for essa subida, mais conseqüências negativas pode ter, tanto na parte bioenergética, quanto nos surtos patológicos, ou na dificuldade em lidar com o mundo, depois.Já um desenvolvimento normal, por práticas espirituais,sexo com amor e mudança consciencial, não têm conseqüência negativa alguma, e as coisas sobem de um modo que não mais precisarão descer. Pelo mesmo motivo que tentar estimular a kundalini, com sexo por diversão, sem amor ,por práticas alheias á uma comunhão espiritual/física com o parceiro/a,por obrigação conjugal e/ou rotina, a sexualidade torna-­se sem sentido e essa força divina e altamente energética não se manifestará e sim, nos frustrará,pois deixará de ser uma comunhão de almas e corpos ,para uma função biológica como outra qualquer.
 A Terra como organismo vivo que é, passa pelo mesmo processo de ascensão através da Kundalini do planeta. Acontecerão mudanças globais, principalmente nas áreas em que as vibrações se tornaram extremamente tóxicas. A raça humana será purificada: é apenas uma questão de tempo. Então, vamos nos esforçar para estarmos entre os primeiros a desfrutarem deste novo paradigma planetário.
 
EQUIPE DA LUZ É INVENCÍVEL
**************************************************************************************************************************************************************************************************************************************

 

A DANÇA CÓSMICA DA KUNDALINI

Fogo serpentino,Princípio ativo.

Força magnética,Princípio universal.

Vida que flui….Abrasante.

Desperta e sobe vertiginosamente….Abre todos os caminhos (Chakras)

Queima.. queima..Sobe em espiral.

Fogo do feminino Criativo….O fogo serpentino.

Adormecido, …Desperta!

Queima, queima..Sobe e serpenteia.

Do útero sai torrentes de fogo….Em impetuosos ritmos,

Criativos da evolução…..O despertar.

O sutil despertar de uma consciência ampla…..Fragrâncias exalam..

Contato com o Eu superior,…..E alcança a Liberdade,

Converte-se em pássaro……Descobre que tem asas…

Mas ainda não consegue voar……No afã de voar..Distingue o real do irreal,

O verdadeiro do falso,….O útil do inútil,….O belo do feio.

Conhece, experimenta para mais tarde…..adquirir conhecimento-experiência,….Equilíbrio.

O fogo da vida se libertará……Sobre sua cabeça haverá…..

A coroa de flores do Reino Eterno.

(Rosa Barros)

***************************************************************************************************************************************************************************************

Bibliografia para consulta

Kundalini Yoga
M.P.Pandit
Osho-desvendando mistérios-Chacras
Osho
Kundalini Tantra
Jan Esmann
Kundalini Awakening
John Selby
Kundalini-The mother power
Sri Schinmoy
The psychology of Kundalini Yoga
C.G.Jung
Auto perfeição com Hatha Yoga
Prof.Hermógenes
Kundalini-O fogo sagrado da serpente
 Rosane Mary Zacharias Arruda Silveira

Nota:Biblioteca Virtual

Divulgação: A Luz é Invencível

A “Luz é Invencível” tem por norma não publicar links que não estejam ligados ao texto postado.Pedimos a compreensão de todos, e para qualquer dúvida, temos nossa caixa de sugestões onde todos podem livremente fazer suas colocações que serão arquivadas para consultas posteriores.
Nós agradecemos a compreensão de voces.
Equipe da “Luz é Invencível”

LIVROS SOBRE A KUNDALINI

OS CIENTISTAS DA NOVA ERA- Décima parte-Bruce Lipton e a Epigenética-A Biologia da Crença


anterior

O ambiente é a energia universal. Ele varia de sol, planetas, ou a astrologia, aos nossos próprios pensamentos. Nosso corpo é energia, pensamentos são energia. Toda essa energia afeta nossa biologia, obviamente, alguns diretamente e outros indiretamente.”~Bruce Lipton

Dr. Bruce H. Lipton, biólogo celular, ensinou na Faculdade de Medicina da Universidade de Wisconsin. Depois de vários anos de ensino, ele se tornou um pioneiro do estudo científico da biologia celular na Escola de Medicina da Universidade de Stanford. Seus experimentos, juntamente com outros líderes no campo da biologia, ter cuidadosamente examinado os mecanismos pelos quais as células recebem e processam informação. Os resultados destes estudos têm mudado radicalmente a compreensão de como a vida se processa, através de duas novas correntes científicas, transdução e epigenética. Seu trabalho mostra que os genes e o DNA não controlam nossa biologia, conforme enunciado determinismo genético da Escola Darwinista ou herança, mas que os genes e o DNA são controlados por sinais externos, incluindo as mensagens energéticas que emanam de nossos pensamentos positivo e negativo. Este novo conceito unifica a biologia celular com a física quântica, para nos mostrar que o nosso corpo pode mudar se mudarmos o nosso pensamento. Estas novas ciências, transdução, epigenética, sugerem que os estímulos de energia que recebemos do ambiente, determinar a nossa qualidade de vida.

Conferencia de Bruce Lipton “La Biología De La Creencia”-dublado em espanhol

Epigenética é um fluxo de biologia que estuda a influência do ambiente e das condições externas sobre genes. Literalmente significa “controle genético”. Estudos epigenéticos recentes estão revolucionando a forma como os cientistas pensam que a vida é controlada. Os genes não são o nosso destino; Não são algo imóvel e determinado como se pensava anteriormente. Influências ambientais, incluindo nutrição, estresse e emoções podem modificar genes sem alterar a seqüência básica do DNA, e ainda mais surpreendente, e stas mudanças podem acontecer com a geração mais jovem.Dr. Bruce Lipton fez uma série de estudos inovadores na membrana celular, o que revelou que esta camada exterior de células é um homólogo orgânico de um chip de computador, o equivalente celular do cérebro humano. Seus estudos revelaram que o meio ambiente, que opera através da membrana celular, controla o comportamento e fisiologia da célula,e tem a função de desligar e ligar os genes.Ele aplicou um conceito básico da física quântica para o campo da biologia celular, “… o universo quântico é um conjunto de probabilidades suscetíveis a pensamentos do observador”. Enquanto biologia celular tradicional estava preocupado com as moléculas físicas que controlam a biologia, Lipton focava em padrões químicos e eletromagnéticos através do qual a energia sob a forma de nossos pensamentos e crenças podem afetar nossa biologia, incluindo o genoma humano .A novidade é que suas descobertas indicam que a mente controla as funções do corpo e isso significa que nossos corpos podem ser alterados à medida que mudamos nosso pensamento. Nossas crenças interagem com a infinidade de probabilidades do universo quântico, e afetam as células do nosso corpo, contribuindo para a expressão do potencial genético diferente.

Alguns conceitos extraídos do livro A Biologia da crença:

As células aprendem através da experiência,  em contato com o meio circundante e, em seguida, mantem uma memória que lhes permite adaptar-se melhor e antecipar mudanças nas condições. E, é inteligente! Esta memória permanece intacta, mesmo nas células de órgãos doados.Estudos do Genoma têm mostrado que os seres vivos compartilham seus genes não apenas entre indivíduos da mesma espécie por meio da reprodução, mas entre indivíduos que não são da mesma espécie. Esta tem sido uma adaptação evolutiva para aumentar a sobrevivência dos seres vivos no planeta desde genes são memórias físicas das experiências aprendidas por todos os organismos vivos.Tem sido demonstrado que a evolução de seres vivos depende mais da interação entre espécies do que a interação entre indivíduos da mesma espécie. Em outras palavras, se os seres humanos querem sobreviver também devem abordar a sua relação com outros seres vivos do planeta Terra e não apenas entre os seres humanos.Há outras doenças que são causadas por um gene, mas estas representam menos de dois por cento da população mundial . A maioria das pessoas vêm a este mundo com genes que deveriam permitir-lhes viver uma vida feliz e saudável. Atualmente, o mais comum, tais como diabetes, doença cardíaca e doenças cancerosas não são o resultado de um único gene, mas a interação entre os vários fatores de genes e especialmente ambientais,alimentares e emocionais.A idéia de que os genes controlam a biologia humana é uma suposição de que nunca foi provada, no entanto, foi contestada pela investigação epigenética passada.

Leia mais;Instituto de Biociências -USPIntrodução aos métodos de estudo da célula-PDF-USP

 

UMA ENTREVISTA COM BRUCE LIPTON

Em seu livro,  (“Biologia da Crença”) que você menciona dois novos campos da ciência genética: transdução e epigenética.Você poderia explicar a diferença entre os dois campos?
Bruce H. Lipton;- Epigenética é o controlo de genes; Transdução,  significa a transformação de um tipo de sinal para outro tipo de sinal; é quando um organismo  lê o sinal ambiente e isso se traduz em comportamento e genética. Transdução de sinal está acima da Epigenética;  Transdução baseia-se na leitura do ambiente,significa interpretar e então gerar uma resposta que é a resposta á um estímulo. A resposta pode ser refletida no comportamento ou genética. Então, quando falamos sobre a genética, eu sempre digo que a resposta ao ambiente que controla gene não está relacionado à genética regular dos livros acadêmicos, mas está relacionado com a Epigenética. E a razão pela qual ele é chamado Epigenética é: epi significa “acima”, como epiderme, ou “acima genes”. Agora, descobrimos que o sinal acima dos genes vem do meio ambiente, o que significa que o meio ambiente está nos genes de controle, em vez dos genes  controlarem. Atualmente a Epigenética  nos diz: primeiro, sinal do ambiente, em seguida, proteínas cromossômicas, que são como bainhas que cobrem DNA e os cromossomos, e quando você remover esta tampa pode ler  o DNA. Este caso responde ao sinal do ambiente, ou se lermos o DNA, tem que ter um sinal do ambiente em primeiro lugar;segundo, afetar a proteína; em terceiro lugar, quando a proteína, ou bainha, é afetada, o gene é exposto; quarta, uma cópia do gene chamado RNA  ocorre , e então o RNA gera uma nova proteína. Então, onde está o DNA? E por que isso é importante? Porque na biologia convencional diz-se que o DNA vem em primeiro lugar, porque é deixado de fora da equação para a proteína e o ambiente. Bem, isto é Epigenética, e substitui o conceito clássico da genética. Epigenética diz que se mudarmos os genes, o que temos que fazer é mudar o ambiente para mudar genes.

A Biologia da Crença” não é um livro de auto-ajuda, mas de auto-poder.

BHL-. Nos livros de auto-ajuda, o autor apresenta uma fórmula para chegar do ponto A ao ponto B, passo a passo, e se a pessoa seguir as instruções provávelmente vai chegar ao ponto B. No caso de “A Biologia da Crença”, eu estou relatando como nossa biologia e os leitores são livres para utilizar essas informações como quiserem. Sem degraus ou fórmulas; Meu papel não é dizer  o que eles têm que fazer com esta informação, o meu papel é fornecer os elementos para cada leitor  escolher o que /como quer mudar sua biologia e sente que tem o poder de fazê-lo. Eu não estou dizendo que é certo ou errado, isso é uma decisão individual; deriva da experiência pessoal. Minha intenção é que depois de ler o livro, que você percebe que não há dúvida e que todos nós temos o poder de escolher a nossa experiência de vida.Portanto, não é auto-capacitação e auto-ajuda.

Quando falamos sobre biologia, inevitávelmente vem à mente o tema “saúde”. Como podemos viver uma vida saudável sem ter que estar em constante luta contra as doenças, tanto físicas quanto psicológicas?.
BHL- Sobre a questão da saúde, há uma analogia que eu gosto de usar; é o deslocamento do câmbio automotivo. Suponha que eu venda á alguém um carro com mudança de marcha e a pessoa que compra o carro  não tem idéia de como usar a embreagem e câmbio de marcha,pois só  usou o câmbio automático. Òbviamente, quando você ligar o carro e colocar “primeira”,  não vai se mover automáticamente, mas vai depender do uso da embreagem. Como o motorista, neste caso, não tem idéia de como ele funciona, o motor vai parar, vai fazer barulho, engrenagens com engrenagens, etc. Após duas semanas maltratando o carro, a transmissão irá parar de funcionar e terá de levar o veículo ao mecânico.Na Mecânica ( o médico) vai olhar para o carro (a doença) e dizer: “Você tem que mudar a embreagem (medicina), porque ela está quebrada (diagnóstico)”. Em nenhum momento você pode pensar em pedir ao motorista para usar a embreagem e câmbio de marchas (medicina preventiva). Passará duas semanas e novamente, devido ao mau uso do carro, a embreagem novamente e novamente  vai quebrar devemos levá-lo á um mecânico, que diz que é para mudar a embreagem ;o mecânico descobre que é  falha na fábrica de automóveis (doença crônica). A partir de agora, o carro tem de ser reparado a cada duas semanas (medicação para a vida). O problema é este, se você ensinar uma pessoa como usar a embreagem, ele não vai quebrar, mas também não vai ser capaz de vender mais embreagens. A analogia é isso, 90% das doenças cardíacas são causadas por descuido do paciente (isto é, o condutor do veículo). E o que o médico nos diz: “Você tem um coração fraco, artérias  obstruídas, pressão alta … e estas são as drogas que você tem que tomar a fim de continuar a trabalhar,mas ninguém ensina o paciente como ser um bom motorista de seu próprio veículo, não é um bom negócio. Os médicos então deveriam, em vez de medicamentos de prescrição, ensinar o paciente a forma de conduzir o seu próprio veículo pois a diferença nos resultados é enorme. Na medicina convencional, se você der  drogas á um paciente e conseguir parar a doença, chamamos  de medicina bem-sucedida. 

Em seu livro você se refere à consciência coletiva dizendo: “Como uma nação reflete as características dos seus cidadãos, a nossa humanidade deve refletir a natureza básica de nossas comunidades celulares” poderia desenvolver ainda mais esta idéia?
BHL- Tudo o que precisamos para sobreviver, nossas células também precisam, porque nós estamos alimentando células. As células precisam de oxigênio, comida, remoção de resíduos, a temperatura certa, um meio ambiente propício, e isso é exatamente o que o ser humano precisa, porque tem 50 trilhões de células e todos precisam a mesma coisa. Portanto, se olharmos para a forma como a célula vive sua vida e viver a nossa vida, da mesma forma, estaremos vivendo em harmonia com as nossas células muito mais do que vivemos agora. Se pensamos que somos seis bilhões de pessoas no mundo que vivem-se lutando pela sobrevivência e comparados com os 50 trilhões de células no nosso corpo, e temos de viver em harmonia até que nós morremos, nós percebemos que estamos fazendo algo errado. Se analisarmos isto, vemos que cada célula do nosso corpo tem um trabalho, pago, têm cobertura de saúde, o dinheiro extra (energia) de volta para a comunidade, e isso seria o comunismo, porque nem todas as células recebem o mesmo salário.As células da pele não recebem a mesma quantidade de “dinheiro”= neurônios (energia), os neurônios são mais bem pagos, porque eles têm um trabalho maior. Mas o ponto é que todas as células são  elementos básicos para uma vida feliz e ordenada. E a realidade nos diz que vivemos em um mundo onde há fome e, ao mesmo tempo que temos tanta comida, que estamos matando apenas por comer demais, esse é o principal motivo por que morreremos jovens. Estamos comendo radicais livres de nossa própria digestão é isso que nos mata. Quero acrescentar que devemos viver cerca de 140 anos;  é por isso que estamos falhando, é porque a nossa dieta é o que nos está matando. Nós devemos retornar para a dieta dos nossos antepassados, quando não havia nenhum supermercado e tudo era mais simples e menos. Eles comeram o que tinha à mão nas estações em quantidades menores e viveram mais tempo. O que sabemos agora dos diferentes estudos que foram feitos em ratos, moscas de fruta ou vermes, que é ao longo do tempo que encontramos espécimes vivendo mais tempo do que o resto da mesma espécie. Os cientistas estão animados, porque eles acreditam que vão encontrar o gene para a longevidade em nossa espécime. E o que você encontra é uma ironia: em qualquer situação onde você vê que o corpo já morreu, não foi devido á um gene que acrescentou algo novo, mas á um gene defeituoso. Era um gene que afetava,por exemplo, o metabolismo da insulina, o que significava que o corpo não podia digerir alimentos bem. Então, os cientistas viram isso, e administrando menos comida á amostra, para ver se esta podia digerir melhor em pequenas quantidades. O resultado foi que a amostra viveu duas vezes, enquanto o resto,não. Isso nos leva à conclusão de que a quantidade de alimento que nós comemos é o que está nos matando.Nós não precisamos de toda essa comida para sobreviver porque absorvemos a energia da atmosfera. Nós somos como máquinas Tesla, que são carregadas com a energia do ambiente.

Posts relacionados;como-ascender-mudando-seus-pensamentos-parte-8ativando-o-seuniverso-interioros-3-niveis-do-corpo-de-luz-cristalino-merkiva-merkava-merkana

Você menciona em seu livro que a epigenética está descobrindo novas complexidades em relação à natureza das doenças, incluindo câncer e esquizofrenia. Você poderia esclarecer esse conceito?

BHL-Básicamente , a velha crença diz que os genes defeituosos produzem doença.Sabemos agora que o gene epigenético modifica a leitura. A épigenética magnética pode modificar o gene e criar 30.000 variações diferentes do mesmo gene. O que significa que você pode vir até com um bom gene e criar uma combinação que é mutante ou pode vir com uma variação de um gene mutante e criar uma variação que é saudável. De modo que ,na versão antiga ,nós somos os genes, mas na nova versão “nós somos o resultado do que nós escrevemos em nossos genes.” Por isso, quero dizer que a maioria dos doentes de câncer tem epigenética diferente, essas pessoas com genes com marcadores para câncer trouxeram  seus genes de estilo de vida e comportamento fazendo com que sejam lidos como defeituosos, porque eles mudaram de leitura, influenciados pela epigenética, porém ,negativamente. Assim,  podemos causar câncer com o nosso modo de vida, como também podemos curar o câncer com nosso estilo de vida mudando nosso programa. A diferença é que, se os genes nos controlarem, como a velha teoria diz, então somos vítimas porque nós não escolhemos(??) e não podemos mudar. Quando soubemos que alguém em nossa família tem câncer, nós imediatamente pensamos que vamos ter câncer. A nova ciência nos diz que temos um grupo de genes programados, mas podemos reescrever o que queremos e se estamos no ambiente certo e temos o apoio certo, podemos ter genes mutantes, reescrevê-los e torná-los normais. Mas a situação que a maioria das pessoas estão experimentando é que vêm com genes normais e terminam alterando-os com seu estilo de vida através da criação de um gen negativo  Ao mesmo tempo, eles manifestam uma realidade negativa baseada na visão negativa que eles(as pessoas) têm.(nota pessoal;é inegável até agora, que existam genes predispostos á doenças e anomalias,mal formações e tendências;porém, é inegável também que mudamos a conformação com nosso estilo de vida,para melhor ou para pior;má alimentação, álcool em excesso, cigarro, estresse,drogas, remédios,poluição, tudo isso altera o DNA.O problema está em nossa sociedade com valores errados do que seja vida saudável e feliz.Estamos acoplados á sistemas de vida errados há muitas décadas e só pioramos nosso quadro genético;A concientização de tudo isso passa pelo aumento da consciência,do planejamento de uma vida para a saúde e não para a doença, de regras de conduta que nos façam felizes e não manipulados, como “gado”;Sem contarmos aqui, a parte espiritual, que é a única que fica “assistindo” tudo isso de camarote, esperando uma oportunidade para manifestar-se, já que ,pelas energias sutis que lhe são peculiares, não pode fazer parte deste circo que se tornou a vida moderna,”dita altamente tecnológica e científica”)

É o chamado efeito nocebo, contrário ao efeito placebo.
BHL- é exatamente o efeito nocebo que é uma crença negativa ou na causa da doença.Agora, como é que os médicos são tão bem sucedidos no diagnóstico ,quando o paciente vai morrer e tem câncer? A resposta é que eles  articulam uma data em que é calculado pela continuidade da maneira como ele foi tratada a doença do paciente e os resultados negativos obtidos até agora. O paciente gerou uma crença e  a crença é o que acaba matando, a menos que você tenha permissão para mudar seu pensamento sobre a sua doença e ser dada a chance de curar.
Sabemos que os pensamentos positivos têm um efeito profundo sobre o nosso comportamento e nossos genes, mas em seu livro, você também esclarece que isso só acontece quando os pensamentos positivos estão em harmonia com a programação subconsciente.
BHL O que eu quero dizer é isto, as pessoas muitas vezes querem mudar as coisas em sua vida com pensamentos positivos ou afirmações como: “Eu quero ser saudável” ou “Eu quero um bom relacionamento”, mas para a maioria pessoas ainda não funciona, porque eles pensam frustrados. “Se os pensamentos positivos vão trabalhar para os outros, por que não vão  trabalhar para mim?”. O problema é que os pensamentos positivos vêm da mente consciente e esta atua só 5% do dia. Agora, a mente subconsciente está trabalhando 95% do dia, então nós temos uma vida onde 5% do tempo nós temos pensamentos positivos e se temos o subconsciente programado com idéias contrárias ao que queremos manifestar conscientemente, o desequilíbrio entre o que queremos e o que vemos e gravamos no subconsciente é enorme. Para isto é preciso acrescentar que a mente consciente pode perceber 40 estímulos por segundo, enquanto a mente subconsciente percebe 40 milhões por segundo, por isso é um milhão de vezes mais potente e 95% do tempo servindo!. Diante de tal diferença é impossível acreditar que, se a mente consciente e o subconsciente não estão alinhados, os pensamentos conscientes positivos podem gerar uma mudança satisfatória na nossa realidade.

Há um filme chamado “Água”, produzido pelo produtor russo, Saida Medvedeva, onde diferentes cientistas de todo o mundo falam sobre as propriedades da água e, especialmente, mencionou o poder de cura da “água estruturada” ou a água que é tal, sem mudanças no ambiente ambiente poluído.Você já teve alguma experiência com ele?
BHL- Não diretamente, mas eu estou familiarizado com o trabalho do Dr. Masaru Emoto do Japão e sua teoria de que a água tem memória e pode ser influenciado ou modificado pelo ambiente e, portanto, podem influenciar as funções vitais do corpo humano. O que descobrimos através da física é que, quando a água está em uma abordagem de solução e duas moléculas de água, a informação enviada para o outro por meio de uma corrente elétrica  gera uma vibração que é passada de molécula a molécula.Isto é o que chamamos de um tratamento homeopático, onde a água carregada com uma certa vibração, para ser consumido pelo paciente, ajustando a água em seu próprio corpo. É um dos procedimentos de cura holística.
Entrevista Exclusiva Jorge Patron   para www.creandotuvida.com

Post relacionado;os-cientistas-da-nova-era-primeira-parte-gregg-braden-e-a-matriz-divinaa-complexidade-do-genoma-humano-primeira-parte/a-consciencia-da-agua-o-poder-da-agua-diamante

ALGUMAS PASSAGENS COMENTADAS SOBRE O LIVRO “BIOLOGIA DA CRENÇA”
O livro tem várias passagens interessantes, mas apresento abaixo as que ilustram melhor uma avaliação das teorias;

Página 32 do capítulo A Magia das Células:

“Você pode se considerar um indivíduo, mas como biólogo celular eu lhe digo que você é uma grande comunidade cooperativa de aproximadamente 50 trilhões de células e que a maioria delas vive como amebas, ou seja, organismos que desenvolvem uma estratégia cooperativista para a sobrevivência de todos.(Nota pessoal; Em termos mais simples:podemos dizer que os seres humanos são compostos biológicamente de células que vivem em um estado de cooperativismo. Assim como uma nação reflete as características de seus cidadãos, nossa condição humana reflete a natureza de nossa comunidade celular; já que somos seres que fazemos escolhas,temos “inteligência” e um cérebro com inúmeras possibilidades,somos sim, uma grande mistura genética com inúmeras possibilidades ainda desconhecidas,em plena evolução, sujeitos á ação do Espírito que influencia á medida que permitimos que ele o faça, através do aumento de nossa consciência)

Página 46 e 47 do capítulo Lições da Placa de Petri: a inteligência das células ;

“As células também são capazes de aprender com as experiências que vivenciam em seu ambiente e de criar uma espécie de memória que é passada aos seus descendentes. Por exemplo: quando o vírus do sarampo infecta uma criança, suas células ainda não amadurecidas são colocadas em ação para criar um anticorpo de proteína protetor e combatê-lo. Nesse processo, as células criam um novo gene que servirá de padrão para a fabricação de anticorpos contra o sarampo.”(nota pessoal;A descoberta da estrutura do DNA foi possível devido a uma série de desenvolvimentos teóricos e tecnológicos que permitiram um mergulho no mundo molecular, invisível ao olho desarmado. O DNA encontra-se, na maior parte do tempo, no interior do núcleo de uma determinada célula. Células não vivem sózinhas. Mas estão estruturadas em tecidos que por sua vez dão origem a órgãos, estes a sistemas (nervoso, cardiovascular, esquelético, digestivo); por sua vez estes estruturam organismos que podem se agrupar em populações e até em sociedades,com suas características,mas sem generalizarmos. As conseqüências sociais e científicas da descoberta das duas funções básicas do DNA, replicação e síntese, são indisputáveis. O avanço na detecção de doenças genéticas, o tratamento por meio de terapias gênicas, o desenvolvimento de vacinas de DNA,com bons e maus resultados, a interferência alimentar (animal e vegetal) por técnicas moleculares controversas que modificam a relação do homem com o alimento. Entretanto, a compreensão da base científica e filosófica desses achados está restrita a um público pequeno e na maioria das vezes acadêmico, mas felizmente estamos começando um amplo e desejável debate com outros setores da sociedade.)

“Uma célula é um ser humano em miniatura, e nós tendemos a pensar que a célula é inferior a nós, que o homem é inteligente e abaixo do ser humano não há nada; mas as células fazem-nos, por isso temos de ser muito inteligente. O futuro da humanidade é resolvido em um campo da ciência chamado Biomimética, que é uma ciência que estuda o comportamento das células e tentar fazer o que eles fazem.Página 82 do capítulo; É o ambiente”~Bruce Lipton

“Na última década, as pesquisas epigenéticas estabeleceram que os padrões de DNA passados por meio dos genes não são definitivos, isto é, os genes não comandam nosso destino. Influências ambientais como nutrição, estresse e emoções podem influenciar os genes ainda que não causem modificações em sua estrutura. Os epigeneticistas já descobriram que essas modificações podem ser passadas para as gerações futuras da mesma maneira que o padrão de DNA é passado pela dupla espiral” (Reik e Walter, 2001; Surani, 2001)

(nota pessoal; Hoje, a engenharia biológica pode fazer um tecido orgânico doente expressar a proteína cuja ausência o condena. A intervenção humana permite que algo que não trazemos dentro do núcleo de nossas células seja ali alocado. Genes de uma espécie expressam suas proteínas no corpo celular de outra espécie. O conceito de identidade biológica se vê questionado. A ciência também tem descoberto que, na natureza, o material genético de ‘todos’ os seres vivos não é tão idêntico a si mesmo, durante toda a vida do indivíduo que o transporta. Vírus, plasmídeos bacterianos e transposons são exemplos de partículas de DNA capazes de se integrar nos cromossomos de animais e plantas. Além do mais, um tempo após ficar ali residindo, essas partículas podem abandonar sua morada “levando pedaços do DNA-hospedeiro junto” (Shapiro, 1999). Entretanto, todas essas maravilhas não significam que agora sabemos tudo sobre a natureza dos seres vivos em seus vários níveis de organização. Muito pelo contrário.  Sómente nas últimas décadas ,as ciências biológicas têm interferido diretamente, em termos moleculares e físicos, no curso dessa história. Ao engenheirar genéticamente um organismo, e sobretudo o próprio homem, a interação entre o gene que entra e o genoma ‘selvagem’ como um todo não pode ser prevista!!. As interações entre genótipo e fenótipo, a epigênese, estão longe de ser completamente desvendadas ainda. A biologia do desenvolvimento está apenas na infância. Aprendemos que o fenótipo é o produto da interação entre o genótipo e o meio ambiente. Todavia, essa interação é extremamente complexa. Os genes se encontram em ambientes de genes, de DNA (em ambientes atômicos e subatômicos). Ao mesmo tempo o DNA está localizado no núcleo das células eucarióticas (e no citoplasma das procarióticas), mergulhado em um minúsculo oceano protéico. As células se encontram reunidas em tecidos. Os tecidos estruturam órgãos. E assim por diante. A coisa é muito mais complexa do que podemos imaginar,sem contarmos que temos o tal DNA lixo, que os cientistas estão começando a achar que estão lá as respostas para muitas de nossas perguntas, e ele perfazem 97%,ou seja, há um longo caminho a percorrer ainda.Será que estas modificações genéticas transmitidas para as gerações futuras são numéricamente significativas?)

Página 127 do capítulo A nova Física: como plantar firmamente os pés no ar:

“Os efeitos adversos de medicamentos desse tipo ainda são a principal causa de morte iatrogênica, ou seja, causada por tratamento médico. Segundo estimativas conservadoras publicadas no periódico Journal of the American Medicai Association, doenças iatrogênicas são as terceiras maiores causadoras de morte nos Estados Unidos. Mais de 120 mil pessoas morrem, por ano, devido aos efeitos adversos de medicamentos prescritos por médicos (Starfield, 2000). No entanto, um estudo realizado recentemente mostra resultados ainda mais impressionantes (Null et al., 2003). Indica que as doenças iatrogênicas são a causa principal de mortes no país. Mais de 300 mil pessoas morrem todos os anos devido a remédios receitados”.

Página 149 do capítulo Biologia e crença:

“Outro exemplo interessante é o do vírus HIV, que se acredita causar a Aids, pois até agora ninguém conseguiu explicar por que tantos indivíduos infectados com o vírus há décadas não apresentam sintoma algum. E o que dizer dos pacientes terminais de câncer que recuperaram a saúde livrando-se das conseqüências da doença? Como essas remissões espontâneas ainda não têm explicação, a ciência simplesmente ignora sua existência. Cura ou saúde espontâneas estão fora do quadro-padrão de diagnósticos.”

Página 168 do capítulo Biologia e crença:

Outro fato interessante sobre o efeito dos anti-depressivos é que eles vêm obtendo desempenho cada vez melhor em testes clínicos nos últimos anos, o que sugere que seus efeitos placebo se devem, em grande parte, a estratégias de marketing. Quanto mais os efeitos milagrosos dos antidepressivos são divulgados pela mídia e pela propaganda, mais eficazes eles se tornam. As crenças são contagiosas! Vivemos hoje em uma cultura em que as pessoas acreditam que os antidepressivos funcionam. Por isso eles funcionam.

Página 202 do capítulo Paternidade consciente: a função da engenharia genética dos pais:

Além de facilitar os programas habituais subconscientes, a mente consciente é espontâneamente criativa em suas reações aos estímulos ambientais. Por ter habilidade de auto-reflexão,  a mente consciente pode observar o comportamento no momento em que ele é colocado em prática. A medida que um comportamento pré-programado entra em ação, ela pode intervir, interrompê-lo e criar uma nova resposta para aquele estímulo. Isso nos dá o livre-arbítrio e mostra que não somos meras vítimas de nossa programação. No entanto, para modificar esses padrões estabelecidos temos de estar totalmente conscientes para que a programação não se sobreponha à nossa vontade, uma tarefa bastante difícil. Qualquer um sabe o que é lutar contra os hábitos. A programação subconsciente assume o controle toda vez que a mente consciente se distrai.

A existência do livre arbítrio parece ser o ponto chave de toda a discussão.

Página 226 do capítulo Ciência e espiritualidade:

 As células adotam determinado tipo de comportamento quando seu cérebro, a membrana, reage aos sinais do ambiente. Na verdade, cada proteína funcional em nosso corpo é uma “imagem” complementar de um sinal do ambiente. Se não houvesse um sinal para complementá-las, elas não teriam função. Isso significa, segundo concluí naquele grande momento de “ahá”, que cada proteína em nosso organismo é um complemento físico-eletromagnético de algo no ambiente. Como somos máquinas de proteína, por definição somos feitos à imagem do ambiente, seja ele o chamado universo ou, como muitos preferem chamá-lo, o próprio Deus.

Página 229 e 230 do capítulo Ciência e espiritualidade:

O que comprova minhas conclusões de que a transmissão de um paciente continua presente mesmo após sua morte são os casos de muitas pessoas que dizem sentir modificações psicológicas e comportamentais após receberem um transplante de órgãos. Um exemplo é o de Claire Sylvia, da Nova Inglaterra, que sempre teve personalidade bastante conservadora, porém, começou a gostar de cerveja, nuggets de frango e motocicletas após sofrer um transplante de coração. Procurou então a família do doador e descobriu que ele era um rapaz de 18 anos que gostava de motocicletas e adorava nuggets e cerveja.(nota pessoal;isto pode ser constatado in loco-verdadeiro)

Página 231 do capítulo Ciência e espiritualidade:

Os transplantes de células e de órgãos oferecem um modelo não apenas da imortalidade como também da reencarnação. Considere a possibilidade de que no futuro um embrião venha a apresentar as mesmas características e receptores de identidade que eu possuo hoje. Será, então, um embrião de “mim mesmo”. Minha identidade estará de volta, porém em um corpo diferente. Discriminações raciais e de sexos passam a ser algo ridículo e até mesmo imoral quando percebemos que nossos receptores podem ser reproduzidos no futuro tanto em um corpo branco como em um negro, asiático, masculino ou feminino. Como o ambiente representa “tudo o que existe” (Deus) e nossas antenas receptoras captam apenas parte do sinal universal, cada um de nós representa uma pequena parte dele… uma pequena parte de Deus.

LEIA MAIS; Ciências, USP Online Destaque

pesquisadores-discutem-ganhos-e-riscos-da-alteracao-do-dna-humanoestudo-de-estrutura-celular-ajuda-a-entender-papel-dos-genesraios-ultravioleta-a-tem-acao-direta-e-indireta-sobre-dna-aponta-estudo-do-icbpesquisa-do-icb-busca-compreender-processo-de-reparo-de-dnaestudo-identifica-regioes-do-genoma-ligadas-ao-cancer-de-ovario

Cure sua vida-entrevista com Bruce Lipton-legendada em português

COMO VOCÊ PODE USAR O PODER DA MENTE SUBCONSCIENTE?~por Bruce Lipton

A primeira coisa é reconhecer isso; eu estou passando minha vida com 95% do tempo com a mente subconsciente. Descobriu-se agora através da ciência de que o pensamento leva 95% de nossas vidas de vigília, o que significa que 95% do tempo estão trabalhando através dos programas subconscientes. A mente consciente é você, seus desejos e vontades que funciona apenas 5% do tempo.Se você pode reescrever os programas negativos em sua vida e mudá-los para comportamentos positivos, então 95% do dia não está sabotando os programas negativos, mas seus programas positivos executados inconsciente e subconsciente em sua vida e levá-lo para onde estes programas foram organizados.

Para desprogramar ou reprogramar a mente subconsciente é um processo longo. Na história, tem sido um processo longo, devido à percepção de que nós nunca realmente entendemos que o consciente e o subconsciente são entidades separadas, e sempre pensamos que eles são um só. Por exemplo;A crença era que se eu tornar-me consciente de algo ou trazer a consciência de volta para minha vida, esta nova consciência e uma nova compreensão automáticamente  mudaria programas na mente subconsciente. O problema é que isso não é verdade em tudo. Temos de repetir o novo comportamento o tempo todo como um exercício.

Com  a crença de que eu quero mudar meu programa subconsciente e dizer” isto é o que eu quero”, não é um pensamento consciente e isso então, não alterará o programa. Se eu descobrir que  na minha vida está tudo errado por causa dos comportamentos que recebi da minha família,sociedade,relacionamentos e digo/penso que estes comportamentos são errados e não acredito neles, é a mente consciente do pensamento que afirma,e este não se traduz em programação subconsciente.

Alguns acreditam que se um comportamento é repetido durante um longo período de tempo, pode até ser mudado, mas na maioria dos casos não vai mudar, a menos que você faça um exercício para fazer a mudança. Se você não entender como a mente subconsciente, que é uma maneira diferente para a mente consciente,funciona ,não vai adiantar. Mas se você entender como criar mudanças neste programa,diminuirá para um período relativamente curto de tempo.Se eu usar a hipnose eu posso reescrever programas diretamente na mente subconsciente através de uma sessão de hipnoterapia. Se eu quiser aprender algo ou alterar o cronograma e, em seguida, fazer um novo comportamento, tenho de repetir o novo comportamento a cada dia, e o significado é que cada vez que repetir o mesmo comportamento aprendido, ele se fixará  na mente subconsciente.Estes são processos similares á  apertar o botão em um dispositivo de gravação; e se estivermos realmente envolvidos nestes processos podemos criar novos programas em questão de minutos,isto é o mais emocionante na evolução da mudança. Com a criação de um estado de super-aprendizagem, esses processos capacitam os indivíduos a fazer download de um novo comportamento em questão de minutos que irão durar para sempre.

3 maneiras de mudar a mente subconsciente para dar a volta por cima;

  1. Re-programando usando hipnose.
  2. Re-programando usando uma repetição de um comportamento, de um novo hábito.
  3. Usando o novo método de psicologia energética para alterar rápidamente os programas existentes.

 O SUBCONSCIENTE; UMA LIGAÇÃO ENTRE A MENTE FINITA E CONSCIÊNCIA COLETIVA

Apenas  a mente subconsciente  é uma base de dados dos programas e a mente consciente está ligada à consciência coletiva do mundo. Mas a mente consciente está funcionando no corpo, essencialmente usando programas de computador para executar nossas vidas. A mente consciente pode criar, mas cria através do filtro da programação subconsciente.O subconsciente é um link, um recurso de comportamento, um programa para tornar a vida mais fácil, uma vez que você aprende a andar e se torna um hábito ,não precisamos reaprender.Básicamente, se você pensar em não ter um subconsciente, provávelmente nunca será capaz de fazer qualquer coisa, coisas simples como levantar-se de manhã e cuidar de si mesmo, porque voce teria que reaprender a cada dia. A mente subconsciente é uma conexão muito importante,porque conecta comportamentos que nós usamos o tempo todo para programas que podem ser ativados premindo o botão, mas há uma ligação em conjunto com a consciência coletiva.A mente subconsciente é utilizada pelo indivíduo, não há outras pessoas que tenham acesso para a sua mente subconsciente, exceto através de você. Ele se conecta diretamente com a mente consciente e a mente consciente é a única responsável pela seleção de programas e criação de comportamentos.

 O EFEITO PLACEBO FUNCIONA PARA DESORDENS PSICOLÓGICAS E PSIQUIÁTRICAS

Absolutamente sim, e eu vou dar o melhor exemplo de todos. Em todo o mundo de hoje há drogas SRI(inibidores da recaptação da serotonina) nesses drogas incluem Prozac e bilhões de pessoas ao redor do mundo tomam Prozac. Quando você vê a investigação da empresa farmacêutica sobre si mesmos, Prozac não é mais eficaz do que um placebo. O efeito placebo funciona bem.A resposta é o número de pessoas que tomam Placebo que são curadas no sentido de que eles podem assumir o controle de suas vidas e apoiar-se em conjunto e equilibrados contra os problemas.O Placebo não o fez, foi o “efeito placebo” que fez  e que realmente funciona para os distúrbios de bilhões de pessoas que utilizam este medicamento dando testemunho de sua eficácia psicológica e psiquiátrica.

Uma crença, então, é uma percepção ou um pensamento que faz com que o produto químico passar o sangue do cérebro. A crença positiva porque o crescimento saudável e off negativo do crescimento. Então, quando você mudar a crença de você mudar seus química do sangue, genética e comportamento controlador.

O PODER DA INTUIÇÃO E COMO OUVIR O SEU INTERIOR

As pessoas podem estar cientes do senso intuitivo ou ouvir a sua voz interior , mas isso é descartado como não sendo valioso. Nós rejeitamos porque estamos programados para seguir programas. Ela, a crença nisso, nos ensina a fazer /agir dessa forma; se a pessoa que está ouvindo o seu eu interior, sua mente consciente,a informação que vai para ela á partir da fonte, geralmente  a pessoa não dá muito valor em comparação com os programas.Pessoalmente, se eu conseguir uma idéia maravilhosa, isso pode ser sentida no coração ou na cabeça, se eu realmente quero fazer isso ou não ,tenho de desejar. As pessoas ignoram isso porque foram programados para prestar atenção aos nossos programas de errantes pensamentos. Estes estão presentes no desenvolvimento da criança;temos de dar mais poder aos programas que aprendemos, para as nossas crenças sobre esses programas.É por isso que tantas pessoas têm problemas com suas vidas, porque o nosso “eu” interior nos dá respostas às perguntas que temos todos os dias sobre o cotidiano,e isso pode realmente ajudar, mas a crença é que não devemos ouvir aquela voz .A maioria das pessoas ignora isso, e uma das razões é que as crianças são influenciadas pelos programas, professores, e ninguém nos diz que é para ouvir a voz interior  e que isso é muito valioso. Se isso fosse do conhecimento das crianças desde pequenas, seríamos muito mais eficazes em nossas vidas e prestaríamos mais atenção a nossa voz interior.É uma questão de programar essas crenças, o conceito não é importante, mas impede-nos de prestar atenção á essa voz. Se mudarmos isso e, em seguida, ouvimos essa voz, a nossa vida vai mudar positivamente.

COMO OS PENSAMENTOS PODEM CURAR FÍSICAMENTE E SE OS SERES HUMANOS SÃO COMPOSTOS POR 80% DE ÁGUA, A ÁGUA QUE BEBEMOS TAMBÉM É AFETADA PELOS NOSSOS PENSAMENTOS OU INTENÇÕES

Quando  colocamos células embrionárias em cultura e podemos mudar a composição do meio de cultura, na verdade,com isso, podemos mudar o destino da célula. Esta foi uma das minhas experiências, onde houveram células genéticamente idênticas em 3 placas de Petri ,onde mudou-se a composição química do meio de cultura em cada uma das placas;células ósseas formaram-se na primeira placa,  células musculares na outra placa, e na terceira placa ,células de gordura foram formadas.

Qual é o ponto X desta pesquisa? A resposta é que todas as células foram genéricamente idênticas, de modo que o destino das células não poderia ter sido controlada por genes, porque todo mundo tem os mesmos genes. Pelo contrário, o destino das células foi determinado pelo produto químico á partir do meio de cultura. No corpo humano, por exemplo,são as células da pele,que somam cerca de  50 trilhões de células, cujo meio de cultura é o sangue. Se eu mudar a composição do sangue, como eu mudei a composição do meio de cultura, então isso afeta o destino das células.É um ponto simples de compreender, se fizermos um meio de cultura em laboratório, utilizando um prato de plástico,e tentar fazer uma célula com base na composição do sangue,de onde as células vieram. Se eu alterar a composição do meu sangue, eu posso mudar o destino das minhas células.O cérebro é o que controla a química do sangue, mas a mente determina quais produtos químicos são liberados. Por exemplo, se você tem a sensação de estar em paz e amor, os seus pensamentos estão em paz ,a absorção de substâncias químicas liberadas quando o cérebro está em paz e amor, incluem hormônios como a dopamina, associado ao prazer.

Os produtos químicos também liberam hormônios de crescimento que suportam o crescimento de células.Quando uma pessoa está apaixonada, os produtos químicos do cérebro  entram no sangue, e é a forma das células de controle  gerarem saúde e felicidade.

Então, quando as pessoas estão em estado de amor, vivem de forma saudável,  a razão para isso é porque o cérebro é responsável pela criação do meio de cultura, o sangue com seus elementos afetam a genética e atividade das células . A coisa mais interessante é que, se eu mudar de idéia ,eu mudo minhas células. Então, se você está vivendo no amor, e, de repente, você está cheio de medo, raiva, imaginando que algo vai acontecer, então o amor é substituído pelo medo. O pensamento assustador libera substâncias químicas e o estresse libera substâncias químicas inflamatórias que afetam o sistema imunológico de um corpo saudável.Se eu tiver pensamentos negativos como medo e estresse, eu estou liberando meus produtos químicos do cérebro que desligam o crescimento celular. No entanto, se eu ficar com pensamentos de saúde, harmonia e amor, isso vai levar a crescimento celular. Os pensamentos podem curar físicamente, porque pensamentos podem alterar a química do meio de cultura e do próprio meio de cultura,então, o sangue é o que alimenta e organiza o comportamento das células.

BRUCE LIPTON E GREGG BRADEN

 

ALGUMAS COLOCAÇÕES DO PRÓPRIO DR BRUCE LIPTON-

1-Minha pesquisa vai mais longe comprovando que o DNA é controlado pela energia que emana dos pensamentos, o que significa que nossas projeções mentais influenciam diretamente em nossa saúde…Ou seja, uma simples idéia que você irradia, uma conversa que você desenvolve com uma amiga, em sua sala de estar, pode estar realizando processos mutacionais no ambiente de sua casa ou no seu corpo, no corpo da amiga ou de uma outra criatura que esteja em sintonia com você.

2-Você é uma entidade, um ser sobrenatural, com poder divino, mutacional, que pode alterar um quadro genético, desenvolver em si outra  possibilidade de caminhos e decisões diferentes.E essa possibilidade está em você, na sua amiga e também em todos os seres da criação.Plantas, animais, todos seres vivos, todos são entidades que foram criados por Deus para o desenvolvimento da vida no Planeta Azul, a Terra. E para cada um o Universo tem um plano, uma direção.

3-Sim, é difícil e a ciência se debate intensamente procurando a ponte que interliga mente e corpo. O esclarecimento disso pode ser o caminho das pedras, para a ciência. E para você a questão fundamental é conhecer que caminho deve percorrer, que instrumentos utilizar para acessar essa importante informação.

4-Gregg Braden, afirma: “O doutor Bruce Lipton, autor do livro A Biologia da Crença nos oferece o tão procurado elo perdido entre a vida e a consciência”. E esse foi sempre o grande drama da ciência, encontrar a sintonia matéria e espírito.Lipton recorda as conclusões das pesquisas que desenvolveu: “Se direcionarmos melhor o que estamos pensando, poderemos mudar o estado do nosso corpo”.

*************************************************************************************************************************************************************************************************************

CONCLUSÃO E NOTA DO BLOG

No seu livro A Biologia da Crença, o cientista expõe suas conclusões e destaca o benefício que delas é possível extrair. É um livro revolucionário que aproxima a ciência da filosofia e da religião. É interessante e pode ser lido por qualquer pessoa.
No início, explica o que são as células, como se comportam e o que elas podem nos ensinar. No segundo capítulo, descreve as evidências científicas do poder da mente, detalhando a estrutura das doenças, inclusive o câncer e a esquizofrenia. No terceiro capítulo, explica onde se encontra o “cérebro” da célula, que é a membrana que as reveste. As descobertas da física quântica e a sua importância para o tratamento das doenças são o tema do quarto capítulo. No quinto, revela a força do pensamento positivo e negativo sobre o nosso bem-estar e em que medida o “subconsciente” pode sabotar ou dinamizar nossos objetivos. No sexto capítulo, trata do crescimento e da saúde das células e quanto nossos receios podem prejudicá-las. O último capítulo descreve o que o cientista denominou “paternidade consciente”, ou seja, o quanto está ao nosso alcance influenciar as crenças de nossos filhos.

No epílogo do seu livro, Lipton diz: “Posso afirmar categóricamente que a ciência me levou à espiritualidade, pois as descobertas da física e do mundo das células mostram cada vez mais a existência de um elo entre a ciência e espiritualidade, duas áreas completamente distintas desde a época de Descartes, há alguns séculos”.Nós temos  sempre falado aqui á respeito do poder da mente, do quanto nosso pensamento influencia nosso organismo e acreditamos que o ser humano está pronto para usar sua mente consciente para desenvolver os talentos do coração, ter coragem de “entrar” nesse universo desconhecido que é sua alma.

Estes são os caminhos que  podemos percorrer para o encontro de nós mesm0s. “Saia da janela de onde você apenas consegue observar as criaturas que passam pela estrada. Abra as portas de sua alma, venha para fora, sinta o Sol que se irradia, ouça o cântico dos pássaros, que voam alegremente pelas cercanias de sua moradia. Ande pelo desconhecido, descubra universos diferentes e saiba: sua mente e coração podem transformar seu corpo”.É isso que Bruce Lipton nos ensina em seu livro “A Biologia da Crença” e essa pode ser uma grande e rara oportunidade conhecermos pesquisas atualizadas da ciência, sem sermos cientistas e nem ter nível universitário. Essas informações, repetimos, podem mudar nossas vidas.

EQUIPE DA LUZ É INVENCÍVEL

************************************************************************************************************************************************************************************************************

ALGUNS LIVROS DE BRUCE LIPTON

WEBSITE;BRUCE LIPTON

Bibliografia para consulta

1-A Biologia da Crença
Bruce Lipton
2-Evolução Espontânea
Bruce Lipton
3-O Efeito lua-de-mel
Bruce Lipton
4-http://www.consciouslifestylemag.com/healing-meditation-mind-body/
Bruce Lipton

Divulgação: A Luz é Invencível

Nota:Biblioteca Virtual 

A “Luz é Invencível” tem por norma não publicar links que não estejam ligados ao texto postado.Pedimos a compreensão de todos, e para qualquer dúvida, temos nossa caixa de sugestões onde todos podem livremente fazer suas colocações que serão arquivadas para consultas posteriores.
Nós agradecemos a compreensão de voces.
Equipe da “Luz é Invencível”

A Liberdade de Todas as Liberdades – ASCENSÃO

post-08-24-6
Saudações Familia,

Estamos muito animados, nós mal conseguimos nos conter em deixá-los saber, por isto estamos trazendo outra mensagem em curto espaço de tempo da anterior.

Este é o momento mais feliz da história para todos vocês no planeta Terra.

Estamos assistindo aqui de cima o seu mundo, este belo planeta azul. Há uma luz branca dourada em torno de GAIA, tão brilhante como o Sol do meio-dia. Ela está parecendo como um grande sorriso por assim dizer, de felicidade. Ela sabe que chegou ao final de sua difícil jornada e está levando seus filhos amados com ela !

Esta ONDA que agora está varrendo o planeta Terra e a humanidade, está limpando a ambos. Esta onda de energia é AMOR e em breve estará atingindo seu pico, quando isto acontecer, você deverá estar completamente em seu corpo de luz. Esta luz extra vindo do grande Sol Central é o Criador, regando com o Seu amor tudo na Terra, no sistema solar e além. Você está voltando para a Fonte !!

Nós podemos ver que você está mudando de dentro para fora, como você diria ! Você não percebe que há apenas alguns meses no passado do seu tempo linear você não era a mesma pessoa ?? Lembra das palavras de Cristo: “Que sua luz brilhe entre os homens ?”

Isto é o que você está fazendo, você está brilhando e iluminando Gaia, de modo que ela está se tornando a estrela que estava prevista ser !

Vocês estão honrando completamente sua missão e a razão de terem vindo para a Terra. Vocês estão ajudando-a com a sua luz e amor, ela não poderia ter feito isso sem vocês. Você reuniram esta Luz vida após vida, para estar aqui neste momento, iluminando com sua luz brilhante e ajudando a Mãe Terra na sua Ascensão… Não é mesmo ??

Agora que vocês ganharam o reconhecimento pelo trabalho bem feito e venceram a batalha… Estão fortes e prontos para a sua ascensão, sua liberdade e sua glória !!

Nós dizemos: “Muito bem, seres de luz !” Com o nosso amor, nós os honramos e nos curvamos para vocês nossos irmãos e irmãs, por cumprirem tudo o que planejaram fazer.

Enviamos todo o nosso amor e dizemos que vamos estar juntos em breve… Para andar, festejar, dançar e cantar com você e com nossas chamas gêmeas, para juntos construirmos a nova Terra !!

Seu irmão Amoroso,

Ashtar

©Pallas Athena

Origem: earthascends

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível

A “Luz é Invencível” tem por norma não publicar comentários com links.
Pedimos a compreensão de todos, para qualquer dúvida temos nossa caixa de sugestões onde todos podem livremente fazer suas colocações que serão arquivadas para consultas posteriores. Agradecemos a compreensão de todos.
Equipe da “Luz é Invencível”.

Desbloqueando o Seu Sexto e Sétimo Sentido

post-08-20-1
A ciência não avançou o suficiente para detectar e medir os campos de energia do sexto e sétimo sentido. Devido a isso, tais fenômenos são considerados como paranormais e ilegítimos pela “ciência”. Mas como muitas pessoas estão se interessando pelo assunto isso começou a mudar. Existem cinco sentidos físicos normalmente conhecidos que o nosso corpo utiliza para recolher informações sobre o mundo externo. Recentemente o sexto sentido têm sido aceito pela consciência coletiva da humanidade. Estamos familiarizados com a teoria de que o nosso mundo metafísico contêm percepções extra sensoriais e que todos nós temos chacras. Possivelmente você nunca ouviu falar que os seres humanos têm um sétimo sentido.

Aristóteles o filósofo grego, foi o primeiro a classificar os sentidos primários, identificando cinco deles: visão, olfato, paladar, tato e audição. Os receptores dos órgãos dos sentidos estão ligados ao sistema nervoso do seu corpo. O sistema nervoso envia dados para o cérebro, proporcionando-lhe informação sobre o mundo físico (externo). Isso está obviamente bem claro, mas o que acontece no mundo (interno) essencial ?

post-08-24-2O budista considera que a mente também é um órgão de sentido. A mente está processando simultaneamente os dados coletivos dos cinco sentidos. Ao mesmo tempo em que é uma porta de entrada fazendo um salto exponencial ou fractal para um espectro mais amplo de percepção, que inclui o seu sistema sensorial interno. Este sistema extra sensorial é conhecido como o reino psíquico.

Quando os humanos eram uma espécie mais primitiva, o nosso sexto sentido era temido e reverenciado. Este ponto de vista dependia das condições socioculturais ao longo dos tempos. Se você tivesse nascido digamos em um tribo indígena, você seria considerado um gênio e em breve se tornaria xamã da comunidade. Em outras culturas ou eras, você seria declarado louco ou até condenado à morte. Mesmo nos tempos modernos a opinião é dividida, mas ainda assim, está se abrindo espaço para o sétimo sentido. Está acontecendo porque a humanidade finalmente vai continuar sua evolução para formas superiores de consciência.

A coleta de dados sobre o sexto e sétimo sentidos é muito difícil porque esses sentidos funcionam fora do espaço e do tempo. Intuição, déjà vu, dar uma olhadinha em vidas paralelas e presciência estão todas incorporadas no sexto sentido.

post-08-24-3Mas parece que existe uma tendência em explicar um evento multidimensional através de uma história linear lógica de causa e efeito. No momento em que nossa mente não consegue conectar duas coisas pela lógica, chamamos isso de coincidência ou mais recentemente de sincronicidade.

A complexidade contida dentro de seus sentidos e o fato de que existem diferentes definições sobre o assunto, ainda não permitiu um acordo científico sobre o número de sentidos. Sabe-se que os sentidos são divididos em exteroceptivos (os tradicionais cinco sentidos) e interoceptivos (os sentidos que percebem sensações nos órgãos internos neurologicamente ligados ao cérebro, por exemplo, enrubescer, respiração, sensação de plenitude etc). Ao mesmo tempo, existem subgrupos, tais como a sensibilização de equilíbrio do corpo, pressão, dor, temperatura. Estes são derivados a partir da síntese de múltiplos sentidos.

Agora vamos nos concentrar nos chacras, que são vórtices multidimensionais de energia. Eles agem como uma ponte entre o mundo físico denso e o mundo não físico da consciência pura. Existem sete chacras e também sete sentidos. Note-se que os seus sentidos primários são inseparáveis do seu sistema de chacras.

post-08-24-4O seu 6º sentido utiliza os sentimentos do seu corpo para informá-lo quando sua intuição está ligada ou desligada do alvo. Seu sétimo sentido por outro lado, é muitas vezes chamado de Biblioteca Universal “Registro Akáshico” ou o Salão de Registros. Nenhum intermediário ou canalização está envolvida, em vez disso você tem acesso direto a todas as informações contidas dentro de todo o Universo em relação ao seu mundo físico. Seu sétimo sentido é a sua porta de entrada para o Eu Universal via Unidade de Consciência. Ele está definitivamente ignorando o nosso mundo físico.

Como vamos saber se estamos acessando o nosso sétimo sentido ? Cada um de nós de forma intermitente usa o seu sétimo sentido, mas na maioria das vezes fazemos isto inconscientemente. Por exemplo, você está usando o seu sétimo sentido quando faz uma pergunta ao Universo e recebe a resposta como se fosse o seu pensamento. É puro conhecimento. Você está usando o seu sétimo sentido quando está pensando/buscando alguma coisa perdida e inconscientemente seus dois pés estão caminhando diretamente para o objeto escondido. O sétimo sentido é acessado quando nós conscientemente fazemos uso de todos os recursos disponíveis que o Universo nos entrega. Atravé do sétimo sentido nada fica escondido de nós em qualquer parte da Criação, passado, presente ou futuro.

post-08-24-5Então por que você não aciona o seu sétimo sentido e pergunta ? Isso pode acontecer sentando calmamente em contemplação ou permanecendo em um estado de admiração receptiva. Nós ainda temos a magia de uma criança dentro de nós que é a porta de entrada para um maior conhecimento. Por uma questão de fato, na realidade tudo na vida é uma porta de entrada para uma consciência mais elevada ou iluminação, nomeada de autoconhecimento.

Se você quer saber como o Universo funciona, tudo que você tem que fazer é pedir ! As informações começarão a fluir para você em um nível que você pode entender. Quando você está pronto para ir ainda mais fundo, o espectro vai começar a se ampliar. Tenha em mente que a informação é relativa ao plano físico como uma versão mais abrangente da realidade. E é de uma maneira completa. Mas o sistema nervoso humano ainda não tem capacidade de conter a totalidade da luz.

Agora com a informação e o conhecimento você é capaz de desbloquear o seu sétimo sentido. Inicialmente parece mais fácil ser dito do que feito, mas você pode começar a cultivar uma maior consciência até o seu sétimo sentido tornar-se inseparável do resto de seus sentidos.

©Renne Caff

Origem: thespiritscience

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível

A “Luz é Invencível” tem por norma não publicar comentários com links.
Pedimos a compreensão de todos, para qualquer dúvida temos nossa caixa de sugestões onde todos podem livremente fazer suas colocações que serão arquivadas para consultas posteriores. Agradecemos a compreensão de todos.
Equipe da “Luz é Invencível”.

A TERRA OCA-parte final-Agharta,o mundo subterrâneo


anterior

A palavra Agharta é de origem budista. Refere­-se ao Mundo Subterrâneo ou Império, em cuja existência todos os verdadeiros budistas acreditam fervorosamente. Eles também acreditam que este Mundo Subterrâneo tem milhões de habitantes e muitas cidades, todas sob o supremo domínio de Shamballah, a capital do mundo subterrâneo, onde reside o Chefe Supremo deste Império, conhecido no Oriente como Rei do Mundo. Acredita-­se que deu ordens ao Dalai Lama do Tibete, que era o seu representante terrestre e que suas mensagens eram transmitidas através de certos túneis que ligam o Mundo Subterrâneo ao Tibete. Túneis misteriosos e semelhantes existem no Brasil. O Brasil, no Ocidente, e o Tibete, no Oriente, parecem ser as duas partes da Terra onde os contatos entre o Mundo Subterrâneo e a superfície podem ser mais fácilmente estabelecidos, devido à existência destes túneis. Nicholas Roerich, o famoso artista, filósofo e explorador russo, que viajou extensivamente pelo Oriente distante, assevera que Lhasa, a capital do Tibete, era ligada por um túnel a Shamballah, a capital do império subterrâneo de Agharta. A entrada deste túnel era guardada por lamas que juraram conservar secreta a sua real localização, por ordem do Dalai Lama. Acredita-­se que um túnel semelhante ligava as câmaras secretas da base da Pirâmide de Gizé com o Mundo Subterrâneo, por intermédio do qual os faraós mantinham contato com os deuses ou super-homens do mundo sob a terra.
As várias estátuas gigantescas dos primeiros deuses e reis egípcios, bem como as de Buda, encontrados no Oriente, representam super-­homens subterrâneos que vieram à superfície auxiliar a espécie humana. São geralmente representados como assexuados. Eram emissários de Agharta, o paraíso subterrâneo, que é a meta desejada por todos os verdadeiros budistas. As tradições budistas estabelecem que Agharta foi colonizada, pela primeira vez, há milhares de anos, quando um santo homem conduziu uma tribo, que desapareceu sob a Terra. Supõe-­se que os ciganos vieram de Agharta, o que explica o seu desassossego na superfície da Terra e suas viagens constantes em busca de sua pátria perdida. Isto faz lembrar de Noé, que era realmente um atlante que salvou um “grupo merecedor”, antes do dilúvio que submergiu Atlântida. Acredita-se que trouxe este grupo para um alto planalto brasileiro, onde se estabeleceu em cidades subterrâneas, interligadas por túneis com a superfície, a fim de escapar do envenenamento pelas precipitações radioativas produzidas pela guerra nuclear dos atlantes, que trouxe a inundação que submergiu seu continente. Acredita-­se que a civilização subterrânea de Agharta representa uma continuação da civilização atlante, que, tendo se convencido da futilidade da guerra, permaneceu desde então num estado de paz permanente, fazendo progressos científicos estupendos, jamais interrompidos pela recorrência das guerras, como a nossa civilização da superfície o tem sido.
 Sua civilização tem muitos milhares de anos de idade (Atlântida afundou há cerca de 11.500 anos atrás),enquanto a nossa é muito jovem, com apenas uns poucos séculos de idade. Os cientistas do mundo subterrâneo são capazes de aproveitar forças naturais das quais nada sabemos, como demonstrado pelos seus discos voadores, que são operados por uma nova e desconhecida fonte de energia, mais sutil que a energia atômica. Ossendowski assevera que o Império de Agharta consiste de uma rede subterrânea de cidades, interligadas por túneis, através dos quais os veículos passem a velocidades tremendas, tanto sob a Terra como sob o oceano.Estes povos vivem sob o reinado benigno de um governo universal, chefiado pelo Rei do Mundo. São os descendentes dos habitantes dos continentes perdidos de Lemúria e Atlântida, bem como da raça perfeita e original dos Hyperboreos, a raça dos deuses(?-seriam Ets?). Durante várias épocas da história, os super­homens ou deuses de Agharta vieram à superfície ensinar a espécie humana e salvá-­la de guerras, catástrofes e destruição. A vinda dos discos voadores, logo depois da primeira explosão atômica em Hiroshima, representa uma outra de tais visitas, porém desta vez os próprios “deuses” não apareceram entre os homens, enviando-­lhes os seus emissários.
Post relacionado;memorias-de-lemuria
O épico Indu Ramayana descreve Rama como um dos tais emissários de Agharta, vindo num veículo aéreo que era, provávelmente, um disco voador.
Uma tradição chinesa fala de professores divinos vindos em veículos aéreos. Da mesma maneira veio Manco Copac, o fundador da dinastia inca. Um dos maiores professores de Agharta na América foi Quetzalcóatl, o grande profeta dos Maias e Astecas e dos índios de ambas as Américas, do norte e do sul. Foi indicado que ele era um estranho entre os índios, sendo de uma raça diferente (atlante) por ser louro, enquanto eles eram morenos; alto, quando os índios baixos; barbudo, ao contrário dos índios desprovidos de barbas. Foi reverenciado como o salvador dos índios do México, Yucatán e Guatemala, muito antes da chegada dos homens brancos. Os Astecas o chamaram “Deus da Abundância” e “Estrela Matutina”. Seu nome Quetzalcóatl quer dizer “Serpente Emplumada”, significando o professor da sabedoria (simbolizada pela serpente) que voa. Foi ­lhe dado este nome, por que veio num veículo aéreo, que parece ter sido um disco voador. Veio provávelmente do mundo subterrâneo por que, depois de permanecer algum tempo com os índios, desapareceu misteriosamente, do mesmo modo que tinha vindo, acreditando­-se ter retornado ao Mundo Subterrâneo de onde viera. Quetzalcóatl é descrito como tendo sido “um homem de boa aparência e semblante grave, de pele e barbas brancas, vestido num traje branco, comprido e flutuante”. Ele foi também chamado Huemac, por causa da sua grande bondade e continência. Ensinou aos índios o caminho da virtude e tentou salvá­los do vício, dando-­lhes leis e conselhos para refreá-­los da luxúria e levá-­los a serem castos. Ensinou o pacifismo e condenou a violência em todas as suas formas. Instituiu uma dieta vegetariana, com o milho como principal alimento, e ensinou o jejum e a higiene corporal. De acordo com o arqueólogo sul­-americano, Harold Wilkins, Quetzalcóatl foi também o professor espiritual dos antigos habitantes do Brasil. Depois de permanecer algum tempo com os índios e vendo quão pouco ligavam para os seus ensinamentos, com exceção de sua recomendação para plantar e comer milho, Quetzalcóatl partiu, dizendo-­lhes que regressaria um dia.
Que este “visitante do Céu” partiu do mesmo modo em que veio ­ num disco voador ­ é indicado pelos fatos seguintes;- Quando Cortéz invadiu o México, o imperador Montezuma acreditou que havia ocorrido o previsto “regresso de Quetzalcóatl”, por que então uma bola de fogo girou sobre a Cidade do México, fazendo o povo gemer e gritar, e pondo fogo no templo do deus da guerra. Acreditaram que aquela bola de fogo era o disco voador no qual Quetzalcóatl viajava. Osíris foi outro dos tais deuses subterrâneos. De acordo com Donnelly, no seu livro, Atlantics the Antediluvian World, os deuses dos antigos eram os governantes da Atlântida e membros de uma raça super­humana, que governava a espécie humana. Antes da destruição do seu continente, o que previram, viajaram por discos através da abertura polar para o Mundo Subterrâneo no interior oco da Terra, onde continuaram a viver para sempre, desde então. “O Império de Agharta”, escreveu Ossendwski no seu livro, Beasts, Men and Gods, “se estende através de túneis subterrâneos por todas as partes do Mundo”. No seu livro ele fala de uma vasta rede de túneis construída por uma raça pré­-histórica da mais remota antigüidade, a qual passava sob oceanos e continentes e através da qual veículos muito rápidos viajam. O império do qual Ossendowski fala e a respeito do qual aprendeu dos lamas no Oriente Distante, durante suas viagens na Mongólia, consiste óbviamente de cidades subterrâneas dentro da crosta da Terra, as quais devem ser diferenciadas daquelas existentes no centro oco. Assim, existem dois mundos subterrâneos, um mais superficial e outro no centro da Terra.
O.C.Huguenin acredita que existem muitas cidades subterrâneas á várias profundidades, entre a crosta da Terra e o seu interior oco. Relativamente aos habitantes destas cidades subterrâneas, ele escreve: “Esta outra humanidade alcançou um elevado grau de civilização, de organização econômica e social e de progresso cultural e científico em comparação com os quais a humanidade que vive na superfície da Terra é uma raça de bárbaros.” No seu livro, Huguenin mostra um diagrama do interior da Terra com suas várias cidades subterrâneas em diferentes níveis, interligadas por túneis. Descreve estas cidades como existindo em cavidades imensas na Terra. A cidade de Shamballah, a capital do império subterrâneo, é representada por ele como existindo no centro da Terra, no seu interior oco, em vez de dentro da crosta sólida. Ossendowski escreve: “Todas as cavernas subterrâneas da América são habitadas por um povo antigo que desapareceu do mundo. Estes povos e as regiões subterrâneas onde moram estão sob a autoridade suprema do Rei do Mundo. Tanto no oceano Pacífico quanto no Atlântico existiram vastos continentes que mais tarde submergiram e seus habitantes encontraram refúgio no Mundo Subterrâneo. As profundas cavernas são iluminadas por luz resplandecente que permite o cultivo de cereais e de outros vegetais e proporciona aos seus habitantes uma vida de longa duração, livre de doenças. Neste mundo existe uma grande população e muitas tribos.”
No seu livro, The Coming Race, Bulwer Lytton descreve uma civilização subterrânea, muito mais avançada do que a nossa própria, que existe numa grande cavidade na Terra, ligada à superfície por um túnel. Esta imensa cavidade era iluminada por uma luz estranha, que não necessitava de lâmpadas para ser produzida, mas parecia resultar de uma eletrificação da atmosfera. Esta luz tornava possível a vida vegetal e permitia que os povos subterrâneos cultivassem os seus alimentos. Os habitantes da Utopia descrita por Lytton eram vegetarianos. Tinham certos aparelhos, pelos quais voavam, em vez de andar. Eram livres de doenças e tinham uma organização social perfeita, de maneira que cada um recebia o que necessitava, sem exploração de uns pelos outros. É asseverado que a crosta da Terra é intercortada por uma rede de túneis, passando sob os oceanos, de continente para continente, e levando a cidades subterrâneas, em grandes cavidades na Terra. Estes túneis são especialmente abundantes na América do Sul, principalmente no Brasil, que foi o centro principal da colonização atlante(?); e podemos acreditar que foram construídos pelos atlantes. O mais famoso destes túneis é a “Estrada dos Incas” que se estende por várias centenas de quilômetros ao sul de Lima, no Peru, e passa sob Cuzco, Tiahuanaco e Três Picos, continuando para o Deserto Atacama. Um outro ramo se abre para Arica, no Chile, o qual foi visitado por Madame Blavatski. É asseverado também que os Incas usaram estes túneis para escapar dos conquistadores espanhóis e da Inquisição, quando exércitos inteiros entraram por eles, levando o seu ouro e outros tesouros nas costas de lhamas, o que fizeram logo que os conquistadores espanhóis chegaram. Seu desaparecimento misterioso na ocasião, deixando apenas a raça dos índios Quéchuas para trás é também explicada pela sua entrada nestes túneis. É dito que quando Atahualpa, o último dos reis Incas, foi brutalmente assassinado por Pizarro, o ouro que estava sendo levado para o seu resgate, numa caravana de 11.000 lhamas de carga, encontrou refúgio nestes túneis. É asseverado que estes túneis tinham uma forma de iluminação artificial e que foram construídos pela raça que tinha edificado Tiahuanaco, muito antes do primeiro Inca aparecer no Peru. Uma vez que os Incas que entraram nestes túneis para escapar dos espanhóis nunca mais foram vistos e desapareceram da superfície da Terra, é provável que continuem vivendo nas cidades subterrâneas iluminadas, às quais estes túneis conduziam.
OS TÚNEIS  NAS MONTANHAS DA SERRA DO RONCADOR NO BRASIL
Estes túneis misteriosos, um enigma para os arqueólogos, existem em grandes números sob o Brasil, onde se abrem na superfície em vários lugares. O mais famoso está nas Montanhas do Roncador, no nordeste de Mato Grosso, para onde o Coronel Fawcett estava se dirigindo quando visto pela última vez. É dito que a cidade atlante pela qual procurava não era a ruína de uma cidade morta na superfície, mas sim uma cidade subterrânea com atlantes ainda vivos como seus habitantes; e que ele e o seu filho Jack alcançaram esta cidade e estão ainda vivendo por lá. Esta é a crença de O. C. Huguenin, que já mencionamos antes. A abertura do túnel do Roncador é guardada pelos ferozes índios Xavantes, que matam qualquer um que entrar sem ser convidado e que possa molestar os moradores subterrâneos, que são por eles respeitados e reverenciados. Os índios Morcegos também guardam estas aberturas secretas dos túneis que levam às cidades subterrâneas na região da Montanha do Roncador, em Mato Grosso.
Citamos a seguir ,uma carta escrita ao autor por um americano, chamado Carl Huni, que viveu muitos anos em Mato Grosso e fez estudos especiais sobre este assunto. “A entrada das cavernas é guardada pelos índios Morcegos, que são de pele escura e de pequeno porte, mas de grande força física. Seu sentido do olfato é mais desenvolvido do que o dos melhores cães de caça. Mesmo se eles o aprovem e lhe deixem entrar nas cavernas, receio que estará perdido para o mundo presente, por que guardam o segredo muito cuidadosamente e não podem permitir que aqueles que entram possam sair. (Isto pode ter acontecido ao Coronel Fawcett e a seu filho Jack, que se acredita terem entrado num túnel que levava a uma cidade subterrânea na Montanha do Roncador e nunca regressaram.)
Os índios Morcegos vivem em cavernas e saem à noite para a floresta circunvizinha, mas não têm contato com os moradores de baixo, habitando uma cidade subterrânea na qual formam uma comunidade auto­suficiente, com uma população considerável. Acredita-­se que as cidades subterrâneas que habitam foram construídas pelos atlantes. Uma coisa certa é que a precipitação radioativa não pode alcançá-­los. Ninguém sabe se os que vivem nestas antigas cidades subterrâneas atlantes são os próprios atlantes ou outros que se estabeleceram lá, depois que os seus construtores originais se foram. O nome da cadeia de montanhas onde existem estas cidades subterrâneas atlantes é Roncador e fica no nordeste de Mato Grosso. Se  formos em busca destas cidades subterrâneas podemos jamais regressar, como o Coronel Fawcett.As lendas dos índios brasileiros falam muito sobre as cavernas sob a Terra e cidades subterrâneas. Elas estão, todavia, muito longe de Cuiabá. Estão próximas do rio Araguaia, que desemboca no Amazonas.  Os índios Morcegos guardam zelosamente a entrada dos túneis contra as pessoas que não estejam suficientemente desenvolvidas, a fim de evitar aborrecimentos. Em primeiro lugar não querem ninguém que esteja ainda enredado em comércio e que queira ganhar dinheiro.Existem também cavernas na Ásia e os tibetanos as mencionam. Entretanto, as maiores estão no Brasil e existem em três níveis diferentes.  Sabemos pelas descrições dos livros que não usam dinheiro e que a sua sociedade é organizada numa base estritamente democrática. As pessoas não ficam velhas e vivem em perpétua harmonia. Esta “Utopia Subterrânea”,  parece muito semelhante à descrita por Bulwer Lytton no seu livro, The Coming Race. Lytton era um rosacruciano e provávelmente baseou seu livro em informações dos ocultistas, relativas à existência de cidades subterrâneas .
Ruínas de algumas cidades atlantes foram achadas em Mato Grosso e no território amazônico, indicando que os atlantes colonizaram aquela região no passado. Alguns anos atrás um professor inglês, ouvindo rumores de uma cidade atlante perdida num elevado planalto daquela região, resolveu encontrá-­la. Ele a encontrou, mas as privações da viagem lhe custaram a vida. Antes de morrer enviou, por pombo-­correio, um bilhete descrevendo a magnífica cidade que tinha descoberto e cujas ruas eram ornamentadas de altas estátuas de ouro. Se os atlantes colonizaram também o Brasil no passado e construíram cidades em Mato Grosso, na sua superfície, por que construiriam cidades subterrâneas lá? Não poderia ser para escapar ao dilúvio que submergiu a Atlântida e áreas distantes, por que Mato Grosso é um planalto elevado onde as águas da inundação não podiam chegar(?).
O arqueólogo americano, Harold Wilkins oferece uma outra teoria: que as cidades subterrâneas foram construídas para escapar das precipitações radioativas resultantes de uma guerra nuclear dos atlantes. Isto parece ser uma explicação muito razoável, pois de outra maneira não haveria razão para empreenderem a grande tarefa de escavar a Terra e construir cidades subterrâneas, quando já tinham cidades magníficas na superfície da Terra. Se e quando formos ameaçados por uma guerra nuclear, nós também teremos de procurar refúgio dentro da Terra e lá morar em cidades subterrâneas iluminadas, produzindo nosso alimento sob esta luz. Naturalmente será muito mais fácil aderir às cidades subterrâneas existentes, construídas a milhares de anos atrás pelos atlantes, que nos suplantam de muito em habilidade e engenharia, do que construir as nossas próprias. Se pudesse estabelecer contato amistoso com os moradores subterrâneos, quando a guerra vier, ou mesmo antes, quando a precipitação radioativa aumentar além do ponto crítico e ameaçar a nossa sobrevivência, seria vantajoso, se admitidos, estabelecer residência nelas. Não há velhice em Agharta e nem morte. É uma sociedade em que todos são de aparência jovem, mesmo quando com muitos séculos ou milhares de anos de idade. Isto parece inacreditável aos moradores da superfície, expostos aos efeitos perniciosos das radiações solares e à auto­intoxicação dos alimentos venenosos de uma dieta errada. Os sintomas da velhice não são o resultado natural da passagem do tempo ou de um processo presumido de envelhecimento, mas sim de condições e hábitos adversos. A senilidade é uma doença; e desde que os atlantes estão livres das doenças não ficam velhos.
UMA DESCRIÇÃO, SEGUNDO OS EXPLORADORES  QUE CHEGARAM LÁ E CONSEGUIRAM VOLTAR
Os sexos vivem separados em Agharta e não existe o casamento. Cada um é livre e independente e um sexo não depende do outro para seu suporte econômico. A reprodução é por partenogênese; e as crianças nascidas de mães virgens são todas do sexo feminino. (Nesta sociedade matriarcal o sexo é considerado normal, perfeito e superior é o feminino.). As crianças são criadas coletivamente por professores especiais e não por famílias particulares. São sustentadas pela comunidade, bem como suas mães. A cultura científica superior do povo subterrâneo, da qual os seus discos voadores são um exemplo evidente, é o resultado de um desenvolvimento cerebral superior e mais enérgico. Isto é devido ao fato de que sua energia vital flui para os seus cérebros, em vez de ser dissipada através do sexo, como entre as assim chamadas raças “civilizadas” da superfície. Na realidade, a indulgência sexual está completamente banida de suas vidas; por causa da sua dieta de frutas, suas glândulas endócrinas estão num estado de equilíbrio perfeito e de funcionamento harmônico, como nas crianças, e não são estimuladas á atividades anormais pelas toxinas metabólicas produzidas por alimentos tais como sal, pimenta, café, tabaco e álcool.
Conservando sua corrente sangüínea pura e livre de toxinas, o povo subterrâneo é capaz de viver em completa continência, conservando todas as suas energias vitais e convertendo­-as em poder cerebral superior. Suas conquistas científicas superiores resultam do fato de que os seus cérebros são superiores aos nossos em desenvolvimento intelectual. Relativamente a Agharta, o Professor Henrique J. de Souza, Presidente da Sociedade Teosófica Brasileira( EUBIOSE) e autoridade de destaque no assunto do Mundo Subterrâneo(?), escreveu na sua revista um artigo,” Existe Shangri­lá?”, do qual passamos a citar: “Entre todas as raças da humanidade, desde o alvorecer dos tempos, existe a tradição de uma Terra Sagrada ou Paraíso Terrestre, onde os mais elevados ideais da humanidade são realidades vivas. Este conceito é encontrado nos escritos mais antigos e nas tradições dos povos da Europa, Ásia Menor, China, índia, Egito e Américas. Esta Terra Sagrada, dizem, pode ser conhecida sómente pelas pessoas merecedoras, puras e inocentes, razão pela qual constitui o tema central dos sonhos da infância. O caminho que conduz á esta Terra Abençoada, este Mundo Invisível, este Domínio Esotérico e Oculto, constitui a motivação central e a chave mestra de todos os ensinamentos misteriosos e sistemas de iniciação no passado, presente e futuro. Esta chave mágica é o “Abre­te Sésamo” que destranca as portas de um mundo novo e maravilhoso. Os antigos rosacrucianos a designavam pela palavra vitriol, que é a combinação das primeiras letras da frase “vista interior a terra” e retificando” invernes omnia lapidem”, para indicar que “no interior da Terra está oculto o verdadeiro mistério”.
O caminho que conduz á este Mundo Oculto é o da Iniciação. Na Grécia antiga, nos Mistérios de Delfos e Elêusis, esta Terra Celestial era chamada de Monte Olimpo e de Campos Elísios. Também nos tempos védicos primitivos era chamada por vários nomes, tais como Ratnasanu (pico da pedra preciosa), Hermadri (montanha de ouro) e Monte Meru (lar dos deuses do Olimpo e dos Indus). Simbólicamente, o pico desta montanha sagrada está no céu, sua metade na Terra e a sua base no Mundo Subterrâneo. O escandinavo Eddas também menciona esta cidade celestial, que ficava na terra subterrânea de Asar, dos povos da Mesopotâmia. Era a terra de Amenti do Livro Sagrado dos Mortos, dos antigos egípcios. Era a cidade das Sete Pétalas de Vishnu, e a Cidade dos Sete Reis de Edom, ou Éden da tradição judaica. Em outras palavras, era o Paraíso Terrestre .
Em toda a Ásia Menor, não sómente no passado, mas também hoje, acredita-­se na existência de uma Cidade de Mistério, cheia de maravilhas, que é conhecida como Shamballah (Shamb­Allah), onde fica o templo dos Deuses. É também o Erdami dos tibetanos e mongóis. Os persas a denominam Alberdi ou Aryana, terra dos seus ancestrais. Os hebreus a chamam de Canaã e os mexicanos de Tula ou Tolan, enquanto os astecas chamavam­na de Maya­Pan. Os conquistadores espanhóis que vieram para a América acreditavam na existência de tal cidade e organizaram muitas expedições para procurá-­la, chamando-­a de El Dorado, ou Cidade do Ouro. Provávelmente souberam a seu respeito pelos aborígines que a chamavam de Manoa ou Cidade Cujo Rei se Veste com Roupas de Ouro.
Para os celtas esta terra sagrada era conhecida como “Terra dos Mistérios”, ­ Duat ou Dananda. Uma tradição chinesa fala de uma Terra de Chivin ou Cidade das Doze Serpentes. É o Mundo Subterrâneo, que fica nas raízes do céu. É a terra dos Calças, Caleis ou Kalki, a famosa Colchida,pela qual os Argonautas procuravam quando foram em busca do Velocino de Ouro. Na Idade Média referiam-­se á ela como a Ilha de Avalon, onde os Cavaleiros da Távola Redonda, sob a liderança do Rei Artur e sob a orientação de Mago Merlin, iam em busca do Graal Sagrado, símbolo da obediência, da justiça e da imortalidade. Quando o Rei Artur foi ferido sériamente numa batalha, pediu ao seu companheiro Belvedere para partir num barco para os confins da Terra, com as seguintes palavras: “Adeus, meu amigo e companheiro Belvedere, siga para a terra onde nunca chove, onde não há doenças e onde ninguém morre”. Esta é a Terra da Imortalidade ou Agharta, o Mundo Subterrâneo. Esta terra é a Walhalla dos alemães, o Monte Salvat dos Cavaleiros do Graal Sagrado, a Utopia de Thomas More, a Cidade do Sol de Campanella, a Shangri­lá do Tibete e a Agharta do mundo budista.”
Indicamos préviamente que as cidades subterrâneas de Agharta foram construídas pelos atlantes, como refúgios contra a precipitação radioativa produzida pelas suas guerras e também nos referimos à teoria de Huguenin de que os discos voadores eram aparelhos aéreos que foram levados para o Mundo subterrâneo antes da catástrofe que submergiu Atlântida. O abandono de seu lar primitivo no alto da montanha sagrada de quatro lados, no centro de Atlântida (Monte Olimpo ou Meru, mais tarde simbolizado pelas pirâmides truncadas de quatro lados do Egito e México), e sua viagem aérea sobre a Ponte do Arco-­íris da Aurora Boreal, através da abertura polar, para o novo lar em Walhalla, os palácios dourados da cidade de Shamballah, capital de Agharta, o Mundo Subterrâneo. Esta migração dos deuses governantes de Atlântida para o Mundo Subterrâneo, antes da destruição de seu país, foi mencionada na mitologia teutônica como o “Gotterdammerung”, ou o Crepúsculo dos Deuses. Fizeram a viagem em discos voadores, que eram os aparelhos aéreos dos atlantes. Enquanto, nos dias dos atlantes, os discos voadores voavam na atmosfera externa da Terra, depois de entrarem no Mundo Subterrâneo, continuaram a voar na sua atmosfera interna, no seu interior oco. Depois da explosão atômica de Hiroshima, em 1945, eles se elevaram novamente para a superfície em grandes números, buscando evitar uma catástrofe nuclear.
A tragédia que atingiu Atlântida foi devido ao seu desenvolvimento científico ter se adiantado em relação ao seu desenvolvimento moral, resultando numa guerra nuclear, que aqueceu a atmosfera, derreteu as calotas de gelo do pólo e ocasionou um dilúvio terrível que submergiu o continente. Um grupo de sobreviventes, conduzido por Noé se refugiou nos planaltos do Brasil (então uma colônia atlante) onde construíram cidades subterrâneas, interligadas por túneis à superfície, para evitar a destruição pela precipitação radioativa e pelas inundações . De acordo com as narrativas de Platão, Atlântida foi submersa por uma série de inundações, que alcançou o auge há cerca de 11.500 anos. Cerca de quatro milhões de habitantes perderam a vida. Aqueles que eram mais evoluídos espiritualmente e foram prevenidos escaparam em tempo(ver posts da série sobre Atlântida) .Uma conexão com este assunto é interessante; se referir ao livro de Júlio Verne, Uma Viagem ao Centro da Terra, que apresenta uma concepção semelhante à do livro de Gardner de nome parecido. Verne descreve as aventuras de um grupo de exploradores que entraram pela cratera de um vulcão e depois de viajar alguns meses chegou finalmente ao centro oco da Terra, um mundo novo com o seu próprio sol a iluminá-­lo, oceanos, terras e mesmo cidades de origem atlante. Verne acreditou que, antes da destruição de Atlântida, alguns dos seus habitantes escaparam e estabeleceram cidades subterrâneas no centro oco da Terra. Uma vez que a maioria das previsões de Verne foi mais tarde confirmada, é possível que esta também o seja, ­ não pela entrada pela cratera de um vulcão, mas por uma expedição aérea, através das aberturas polares ao interior oco da Terra.(nota pessoal;Um dos primitivos colonos alemães de Santa Catarina, no Brasil, escreveu e publicou um livro em alemão antigo, tratando do Mundo Subterrâneo e baseando-­se para isto em informações dos índios. O livro descreveu a Terra como sendo oca, com um sol no seu centro. O interior da Terra foi dito ser habitado por uma raça de frugívoros, livres de doenças, e de vida muito longa. Este Mundo Subterrâneo, o livro afirmava, era ligado à superfície por túneis, que se abriam principalmente em Santa Catarina e regiões limítrofes do sul do Brasil(?).
O autor dedicou quase seis anos de investigações ao estudo dos túneis misteriosos que se entrelaçam sob Santa Catarina, construídos óbviamente por uma raça antiga, a fim de alcançar as cidades subterrâneas. As pesquisas ainda estão em andamento. Numa montanha, perto de Joinville, o canto coral dos homens e mulheres atlantes tem sido ouvido repetidamente ;­ também o “Canto do Galo”, que é a indicação da existência da abertura de um túnel que conduz a uma cidade subterrânea. O canto não é produzido por um animal, mas provávelmente por alguma máquina. O explorador russo, Ferdinand Ossendowski, autor de Beasts, Men and Gods, assevera que os túneis que circundam a Terra, passando sob os oceanos Pacífico e Atlântico, foram construídos por homens de uma civilização Hiperbórea, pré­glacial, que floresceu nas regiões polares quando o seu clima ainda era tropical, uma raça de super­homens, possuidores de poderes científicos de ordem superior, inclusive de máquinas para abertura de túneis, por meio das quais entrecruzaram a Terra com estes e das quais nada sabemos.

OS RELATOS DE OSSENDOWISK
Citaremos agora, do notável livro de Ossendowski, contando suas próprias experiências na Mongólia, onde a crença na existência do Mundo Subterrâneo de Agharta, governado pelo Rei do Mundo, que vive na cidade sagrada de Shamballah, é universal. Ossendowski escreve:
-“Na Mongólia, com suas montanhas terríveis e planaltos ilimitados, nasceu um mistério que foi preservado pelos lamas vermelhos e amarelos. Os governantes de Lhasa e Ourga conservaram esta ciência e eram donos destes mistérios. Foi durante minha viagem à Ásia Central que ouvi pela primeira vez o Mistério dos Mistérios, ao qual a princípio não prestei atenção, o que fiz sómente mais tarde, quando fui capaz de analisar e comparar certos testemunhos sujeitos a controvérsias freqüentes. Os velhos das margens do Amyil contaram-­me uma lenda antiga, de acordo com a qual uma tribo mongol, buscando escapar de Genhis Khan, se escondeu numa terra subterrânea. Mais tarde, perto do Lago Nogan, Soyota me mostrou uma porta que servia como entrada para o reino de Agharta. Foi através desta porta que um caçador entrou naquela região e depois de voltar falou de sua visita. Os lamas cortaram sua língua para evitar que falasse a respeito do Mistério dos Mistérios. Na sua velhice ele retornou à entrada da caverna e desapareceu no Mundo Subterrâneo. Obtive informações mais detalhadas de Houtouktou Jelyl Djamsrap, de Narabanch Kure. Ele me contou a história da chegada do todo­-poderoso Rei do Mundo à porta da saída do Mundo Subterrâneo, sua aparência, seus milagres e profecias. Comecei então a compreender esta lenda, esta hipótese, esta visão coletiva que, não importa como a interpretemos, esconde não sómente um mistério mas também uma força real que governa e influencia o curso da vida política da Ásia. Desde aquele momento comecei minhas investigações. O lama Gelong, favorito do Príncipe Choultoun Beyli, me fez uma descrição do Mundo Subterrâneo. Há mais de seis mil anos, disse ele, um homem santo desapareceu na Terra, acompanhado por uma tribo e nunca mais voltou à superfície. Este mundo interno foi também visitado por vários outros homens, como Buda, Undur­Chengen Paspa, Baber e outros. Ninguém sabe onde acharam a entrada. Alguns dizem que está no Afeganistão, outros que está na Ìndia. Todos os habitantes desta região estão protegidos contra o mal, e o crime não existe dentro de seus limites. A ciência se desenvolve tranqüilamente, jamais interrompida pelas guerras e livre do espírito de destruição. Conseqüentemente, o povo subterrâneo foi capaz de conquistar um grau muito elevado de sabedoria. Eles formam um vasto império com milhões de habitantes, governados pelo Rei do Mundo. Este domina todas as forças da natureza, pode ler o que está dentro da alma de todos e no grande livro do destino. Invisívelmente, governa sobre oitocentos milhões de seres humanos, todos desejosos de executarem suas ordens. Todas as passagens subterrâneas no mundo inteiro levam ao Mundo de Agharta. Os lamas dizem que todas as cavidades subterrâneas da América são habitadas por este povo. Os habitantes dos continentes pré-­históricos submersos (Lemúria e Atlântida) encontraram refúgio e continuaram a viver no Mundo Subterrâneo. O lama Turgut, que fez a viagem de Ourga á Pequim junto comigo, deu-­me detalhes adicionais. A capital de Agharta, Shamballah, é cercada por vilas onde vivem os sábios sagrados. Isto lembra Lhasa, onde o templo do Dalai Lama se ergue no topo de uma montanha circundado por templos e mosteiros. Seu palácio é cercado pelo dos Gurus, que controlam as forças visíveis e invisíveis da Terra, do seu interior até o céu, e são senhores da vida e da morte. Se a nossa louca humanidade continuar suas guerras, eles podem vir à superfície e transformá­-la num deserto. Podem secar os oceanos, transformar continentes em mares e causar o desaparecimento de montanhas. Viajam em veículos estranhos, desconhecidos sobre a terra, a velocidades inacreditáveis, através de túneis dentro da Terra. Os lamas acharam vestígios destes homens em todas as partes e em inscrições nas rochas; e viram rastros das rodas dos seus veículos.Quando pedi para me dizer quantas pessoas visitaram Agharta, o lama respondeu: ‘­Um grande número, mas a maioria daqueles que lá estiveram mantém o segredo enquanto vivem. Quando os Olets destruíram Lhasa, um dos seus regimentos, nas montanhas do sudoeste, alcançou os limites de Agharta e foi então instruído nas ciências misteriosas, razão pela qual os Olets e Talmuts tornaram-­se profetas. Certas tribos pretas do leste também entraram em Agharta e continuaram vivendo lá por séculos. Mais tarde foram expulsas do Mundo Subterrâneo e voltaram a viver na superfície da Terra, trazendo com eles o conhecimento do mistério de profetizar por meio das cartas e da leitura das mãos. (Eles foram os ancestrais dos ciganos.). Numa certa região do norte da Ásia existe uma tribo que está em vias de desaparecer e que freqüenta as cavernas de Agharta. Seus membros podem invocar os espíritos dos mortos que vivem no espaço. ­Em Agharta, os sábios escrevem em tabuletas de pedra todas as ciências do nosso planeta e de outros mundos. Os sábios budistas chineses sabem bem disto. Sua ciência é a mais avançada e pura. Em cada século os sábios da China se reúnem num lugar secreto, perto do mar, e escrevem, nas costas de uma centena de grandes tartarugas que saem do mar, as conclusões da ciência divina do seu século.Isto me fez lembrar uma história que me foi contada por um velho chinês, recepcionista no Templo do Céu, em Pequim. Disse-­me ele, que as tartarugas vivem três mil anos sem ar ou alimento e por esta razão todas as colunas do Templo do Céu azul sustentavam-­se nas costas de tartarugas vivas, de modo que os suportes de madeira não apodrecessem. Muitas vezes os governantes de Lhasa e Ourga mandaram embaixadores ao Rei do Mundo, mas não o puderam alcançar. Entretanto, um chefe tibetano, depois de uma batalha com os Olets, chegou a uma caverna cuja abertura tinha a seguinte inscrição: “Esta porta leva a Agharta”. Da caverna saiu um homem de bela aparência que o presenteou com uma tabuleta de ouro trazendo inscrições estranhas e lhe disse: ­ ‘O Rei do Mundo aparecerá a todos os homens quando chegar o tempo da guerra do mal contra o bem; entretanto este tempo ainda não chegou. Os piores membros da espécie humana ainda estão por nascer.”
*******************************************************************************************************************
CONCLUSÃO E NOTA DO BLOG
Entre todas as raças da humanidade, desde o alvorecer dos tempos, existe a tradição de uma Terra Sagrada ou Paraíso terrestre, onde os mais elevados ideais da humanidade são realidades vivas. Este conceito é encontrado nos escritos mais antigos e nas tradições dos povos da Europa, Ásia, China, Egito e Américas. Esta terra sagrada, dizem, pode ser conhecida sómente das pessoas merecedoras, puras e inocentes.O caminho que conduz a esta Terra Abençoada , este Mundo invisível, este Domínio Esotérico e Oculto, constitui a motivação central e a chave mestra de todos os sistemas de iniciação no passado, presente e futuro. Esta chave mágica é o “Abre-te Sésamo” que destranca as portas de um mundo novo e maravilhoso.O período pelo que estamos passando é quando Gaia, a Mãe Terra está se elevando em vibração até a Luz.  Ao mesmo tempo, a primeira transmissão da nossa família Agartha (da Terra Interior) vai ser feita. Temos vivido entre eles há milênios e sabemos o quanto eles desejam reunir os reinos da Terra Interna e da superfície. Eles pretendem mostrar-nos o seu mundo glorioso e preparar-nos para nossa jornada de volta à plena consciência. 
EQUIPE DA LUZ É INVENCÍVEL
**************************************************************************************************************************************************************
JABUTICABAS
Um senhor de idade avançada estava cuidando da planta com todo o carinho, quando um jovem aproximou-se dele e perguntou:

– Que planta é esta que o senhor está cuidando?

– É uma jabuticabeira – respondeu o senhor.

– E ela demora quanto tempo para dar frutos?

– Pelo menos uns quinze anos – informou o senhor.

– E o senhor espera viver tanto tempo assim? Indagou irônico o rapaz.

– Não, não creio que viva mais tanto tempo, pois já estou no fim da minha jornada – disse o ancião.

– Então, que vantagem você leva com isso, meu velho?

– Nenhuma, exceto a vantagem de saber que ninguém colheria jabuticabas, se todos pensassem como você…

********************************************************************************************************************************************************************

Bibliografia para consulta

1-The Kingdom of Aghartta
 Marcus Alexandre DSaint-Yves D’Antigre
2-Alone- The Classic Polar Adventure
 Admiral Richard Byrd
3-To The Pole
Admiral Richard Byrd
4-The Phanton of the Poles
 Willian Reed
5-A Terra Oca- A descoberta de um mundo oculto
 Raymond Bernard
6-A Terra Oca
 Arquivos da revista UFO
7-Submundo-O Livro da Terra Oca
André Eduardo Pereira
8-Voyager to our Hollow Earth
 Steve Currey Expeditions
9-A Terra Oca
 Documentário do canal History Channel
10-Messages from the Hollow Earth
Dianne Robbins
11-Viagem ao centro da terra
Julio Verne
 12- The Smoky God
 Willis George Emerson

Nota; Alguns livros estão disponíveis em nossa Biblioteca Virtual

Divulgação: A Luz é Invencível

A “Luz é Invencível” tem por norma não publicar comentários com links que não estejam ligados ao artigo publicado.
Pedimos a compreensão de todos, para qualquer dúvida temos nossa caixa de sugestões onde todos podem livremente fazer suas colocações que serão arquivadas para consultas posteriores.
Agradecemos a compreensão de todos.
Equipe da “Luz é Invencível”.

Ascensão Global em Massa, 28 de setembro de 2015, Quando a Onda-X Banhar a Terra !

post-08-22-1
A terra está se movendo para uma região da galáxia de energias elevadas, o que está causando um aumento de energias cósmicas afetando o Sol e alterando o DNA humano. Foi previsto que isto vai causar muitas mudanças na sociedade humana, incluindo grandes revelações de tecnologias avançadas, programas espaciais secretos e vida extraterrestre.

Artigo Relacionado: O Sistema Solar Está se Movendo Para Uma Nova Área de Vibração

Aqui estão algumas previsões surpreendentes sobre estas energias cósmicas que estaremos recebendo e as mudanças que vão causar:

Aceleração e intensificação da energia eletromagnética do Sol e outras energias cósmicas que vão acontecer especialmente no final de agosto até o final de setembro, causando por volta de 28 de setembro o que é descrito como uma “mudança de frequência” na consciência da humanidade.

Uma mudança evolucionária emergindo com divulgações agitando o mundo como resultado da energia cósmica recebida, descrita como a “ONDA X”.

Vamos experimentar uma “onda de evolução”. O que estamos prestes a descobrir em um nível maior, inédito na história em uma escala global é a verdadeira resposta de “Quem somos nós ?”, “De onde viemos ?” e “Qual é o nosso propósito ?” O planeta vai “decolar” energéticamente de uma forma incrível.

O exercício Jade Helm nos EUA, que começou em 15 de julho e vai até 15 de setembro, está muito ligado à mudança de frequência dos estados inferiores para um campo de frequência mais elevada, o objetivo é aprender e gerir os efeitos resultantes sobre a população antes que aumente para os estados superiores em setembro.

É muito provável que outros países a nível global também estejam conscientes das energias cósmicas que estão entrando e estão tomando medidas para gerenciar isto.

A “mudança de frequência” ocorrerá entre 23 a 28 de setembro, este prazo é muito significativo. Este é também o momento em que o Papa Francisco marcou uma reunião em 23 de setembro com Obama na Casa Branca, em 24 de setembro o CERN fará mais uma tentativa de desviar esta gigantesca onda de energia que está chegando para bloquear nossa ascensão.

Artigo relacionado: O CERN e a Sua Guerra Contra a Ascensão

Para comemorar tudo isso, o Papa Francisco participará de uma reunião inédita com os líderes políticos mundiais na assembléia geral da ONU em 25 de setembro. É muito provável que o próprio serviço de inteligência do Vaticano também esteja ciente destas energias cósmicas que estão chegando. É mais do que coincidência que no mesmo período em que as energias cósmicas estão chegando e estão previstas atingirem seu pico no planeta os líderes políticos e religiosos mais poderosos do mundo vão se reunir. O Vaticano está ciente desta energia cósmica e o poderoso efeito transformador que ela exercerá sobre a humanidade e está se posicionando para tirar proveito da onda cósmica, por assim dizer.

As energias cósmicas que estamos recebendo estão tendo efeitos profundos sobre o nosso DNA e vão desencadear grandes revelações. Embaixadores das estrelas da Federação Galáctica estacionados na Terra já foram nomeados delegados por um grupo de extraterrestres chamados a Aliança dos Seres Esfera. A Aliança dos Seres Esfera apareceu pela primeira vez em torno de 2012-2013, são enormes esferas do tamanho de netuno que formaram escudos de frequência em torno do sistema solar e do Sol. Uma das principais funções destas esferas é regular a quantidade de energia cósmica entrando no nosso sistema solar e na Terra, para que a humanidade possa absorvê-las melhor e se preparar para as grandes mudanças.

A Aliança dos Seres Esfera está principalmente focada nas mudanças energéticas que ocorrem em nosso conjunto de estrelas locais por causa da área da galáxia que estamos entrando. Eles têm utilizado milhares de esferas camufladas que estão espalhadas equidistantes no nosso sistema solar e no sistema solar vizinho (eletricamente conectados na “teia cósmica” e no sistema de portal natural) para amortecer a entrada das ondas do tsunami de energia altamente carregado que está mudando o estado vibratório do espaço/tempo, da energia e da matéria para se elevarem a um estado superior no “espectro da densidade”.

Entre as mudanças que serão desencadeadas pelas energias cósmicas que estão chegando está a liberação de informações sobre tecnologias avançadas, programas espaciais secretos e vida extraterrestre, o que Goode descreveu como um “evento de divulgação completo”, Goode anunciou que estes seres esfera estão prestes a deixar o nosso sistema solar, já que o seu objetivo foi cumprido.

As “esferas” parecem estar chegando ao final do seu propósito, pois elas estão amortecendo cada vez menos energia, permitindo assim que mais e mais energia entre no sistema solar e no interior do Sol, afetando diretamente o Sol, os planetas e os seres humanos que estão recebendo e absorvendo estas energias. Em algum momento as esferas terão desaparecido e nós vamos ser considerados uma civilização de 4ª/5ª dimensão. Naturalmente haverá muito poucos outros eventos ocorrendo antes deste último evento que vai nos deixar finalmente no controle de todo o nosso poder.

Em 28/09/2015 as 11:11, a ONDA X vai banhar a Terra com partículas de fóton-gama que viajam à velocidade da luz e uma mudança instantânea ocorrerá no DNA. Os seres cuja vibração interna estiver estabilizada a 17 Hertz ou superior em harmonia com a ressonância Schuman da Terra será impulsionado para a 5ª dimensão !

O número de seres previstos para subir em 28/09/2015 é um pouco mais de 2,3 bilhões, o número exato depende de como a consciência coletiva da humanidade vai se manifestar a medida que as mudanças vão acontecendo. As energias cósmicas estão aumentando e os seres “esfera” estão amortecendo cada vez menos. Tudo isso sugere que o final de setembro pode muito bem ser um momento onde um pico de energia cósmica vai provocar mudanças significativas na fisiologia humana, desencadeando assim uma ascensão em massa dos seres de luz que elevaram suas frequências a um nível suficientemente elevado de amor !

A data 28/09/2015 é conhecida como “O HORIZONTE DE EVENTOS” e é o dia mais importante na história da humanidade ! Não é o fim, mas o início de uma ascensão global em massa de seres vibrando na 4ª e 5ª dimensão superior. Seu verdadeiro trabalho começará nesta data, porque você vai precisar manter ainda mais luz no corpo para ajudar o resto da humanidade em sua ascensão !

Boa velocidade a todos vocês, seres de luz !

©Kate Ryna Daring

Origem: zonnews

Adendo A Luz É Invencível:
Quando uma informação se origina somente de uma fonte pode ser questionada e ignorada, mas se a mesma informação surge de várias fontes, o bom senso nos leva a considerar que isto a torna extremamente provável de ser verdadeira, esta mensagem vem sendo divulgada por inúmeras fontes, aqui na Luz é Invencível temos o post Mudança de Frequência em setembro de 2015 de uma fonte, mais tarde o post Entrada de Ondas de Energias Intergalácticas transmitido por outra fonte e um terceiro artigo de outra fonte Onda X do Despertar.

Saindo dos artigos já publicados no site podemos verificar algumas canalizações que transmitem a mesma informação onde Salusa diz em 14/08/2015:

“Como muitos sabem, o mês de Setembro será um ponto crucial, quando as vibrações deverão aumentar substancialmente. O modo que isto afetará cada um, depende do seu nível atual, embora o resultado líquido seja de tal maneira, que muitos irão experimentar uma elevação. Seu efeito global implicará numa mudança notável que trará uma visão mais pacífica, com uma expressão geral e desejo do término das ações bélicas.”(1)

Em 21/08/2015 Salusa reafirma:

“Depois de ler sobre as mudanças significativas divulgadas que se manifestarão no final de setembro, você está cautelosamente se aproximando da data. Sabemos que muitos de vocês estão esperando ansiosamente para ver o que vai acontecer, quando você vai estar se movendo através de um campo maior e de energia mais pura.

É bom ter cautela em qualquer caso, mesmo quando na melhor das intenções uma informação é dada a você com toda a boa fé, algumas circunstâncias às vezes podem mudar. Muitos podem experimentar essa mudança e muito mais deve acontecer até o final do ano, incluindo portais que vão se abrir para aumentar a consciência da Humanidade.

Nós não estamos surpresos a respeito de tudo o que vai acontecer, pois sabemos que as mudanças estão destinados a acontecer muito em breve. Mais certamente vai acontecer conforme a Nova Era começar a se estabelecer. No entanto, não espere muito em pouco tempo, como ainda existe bastante trabalho a ser feito, em particular para distribuir os fundos financeiros. Mesmo para os nossos padrões vai demorar algum tempo para chegar a todos vocês, mas ele vai ser julgado como uma conquista excepcional por toda a humanidade. Fizemos um bom planejamento para esta época e sabemos que todos estão bem preparados para o que vem pela frente”.(2)

Nesta mesma mensagem mais adiante Salusa informa que a humanidade alcançou a massa crítica necessária para a ascensão.

“A Galaxia tem esperado por sinais mostrando que a Terra está se elevando, e graças a sua dedicação está aceito de que tal progresso foi alcançado e que o seu sucesso contínuo está garantido”.(2)

Temos também uma mensagem semelhante sobre a mesma mudança ditada por Montague Keen em 16/08/2015:

“Preparem-se para as mudanças que terão início em setembro. O regime corrupto deve cair a fim de remover toda a corrupção. A preparação já foi feita para lidar com a queda da cabala. Uma nova forma de vida vai surgir.” (3)

Judith Kusel em 23/08/2015 cita as grandes mudanças se aproximando:

“Nos próximos meses haverá uma mudança na consciência, do tipo que os seres humanos nunca experimentaram antes, isto tem a ver com o retorno dos Sóis, mas também está acontecendo no interior da Terra”.(4)

Por ultimo, mas não menos importante uma mensagem de Ashtar em 18/08/2015.

“O Começo do Fim !

Eu sou Ashtar, Comandante Supremo das Frotas da Federação Galáctica, que serve o Mais Radiante (Cristo), em sua missão de amor.

Minha Amada Família, transmitimos a vocês uma boa notícia ! A onda está em cima de seu mundo em plena explosão.

Todos nós, assim como vocês, sabem que este é um dos maiores eventos na história do seu Universo. A humanidade está agora pronta para entrar na Era do Amor e da Paz. Todos vocês têm trabalhado muito duro para este momento, vida após vida. Todos vocês estão prontos para as energias que estão sendo enviadas a partir do Grande Sol Central. Seus corpos estão mudando para corpos de luz juntamente com todas as suas células !

O que estou dizendo é: você está virando do avesso, por assim dizer ! Você não se sente mais leve ? Mais iluminado ? Você se sente como se estivesse flutuando ? Bem, queridos, não vai demorar muito antes de você sentir exatamente isso !”(5)

NOTA:

Aconselhamos todos a receberem estas informações com cautela, mesmo que as fontes sejam muitas, sabemos que para acontecer depende de vários fatores. Devemos pensar na data como puxar uma corda como um “cabo de guerra” entre nós pela “luz” e a cabala/illuminati pela “escuridão”, estes eventos anunciados são como o grito de incentivo para todos nós (desejar e manifestar) puxar a corda simultaneamente, se não alcançarmos a massa crítica a data pode passar e teremos de esperar uma próxima oportunidade, mas o mais importante sem nos decepcionarmos para não entregar nossa energia para a escuridão e sim entendendo que a corda “EVENTO” está se movendo para o lado da LUZ cada vez mais.

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível

Notas de Rodapé

1) Salusa: Setembro Será um Ponto Crucial
2) Salusa: 21/08/2015
3) Montague Keen 16/08/2015
4) A Mudança da Consciência
5) O Começo do Fim

A “Luz é Invencível” tem por norma não publicar comentários com links.
Pedimos a compreensão de todos, para qualquer dúvida temos nossa caixa de sugestões onde todos podem livremente fazer suas colocações que serão arquivadas para consultas posteriores. Agradecemos a compreensão de todos.
Equipe da “Luz é Invencível”.