O LADO ESCURO DA LUA-segunda parte


anterior

Único satélite natural da Terra, a Lua sempre exerceu uma grande fascinação no homem, desde os tempos antigos. O fascínio e a curiosidade por ela são tão grandes que o homem chegou a ir até a Lua para conhecê-la melhor (vale ressaltar que muitos acreditam que a viagem à Lua não passa de uma farsa). Muito dessa curiosidade em torno da Lua se deve ao fato de que ela tem grande influência no nosso dia a dia. Alguns exemplos disso, são a interferência da Lua nas marés, na agricultura e na pesca, entre outras situações.

As fases da Lua se referem à mudança aparente da porção visível do satélite natural, por causa da variação da posição dela em relação ao Sol e à Terra, ou seja, à medida que viaja ao redor do nosso planeta, a Lua passa por um ciclo de fases, durante o qual a sua forma parece variar gradualmente.

As quatro fases da lua são:

– Lua Nova

Acontece quando o Sol aparece do lado oposto e a face iluminada da Lua fica do lado oposto de quem a observa. Ela só pode ser vista durante os eclipses solares. O horário em que a Lua Nova nasce é por volta das 6h e o horário em que ela se põe é em torno das 18h.

– Lua Crescente

Ocorre por volta do sétimo dia e meio após a aparição da Lua Nova, tendo a face limitada (podemos ver apenas a metade dela). Ela nasce por volta do meio-dia e se põe à meia-noite.

– Lua Cheia

Considerada a fase mais bela da Lua, ela acontece quando o Sol ilumina toda a face visível do satélite natural. Nasce às 18h e se põe às 6h.

– Lua Minguante

É quando vemos somente a metade da face iluminada. Ela nasce à meia-noite e se põe ao meio-dia.

VOCÊ SABE COMO SE PROCESSA O ECLIPSE LUNAR?

Os eclipses são fenômenos que ocorrem devido à posição entre a Lua, a Terra e o Sol. Às vezes, esses astros se alinham, bloqueando parte da luz solar que ilumina a Terra ou a Lua.Os eclipses podem ser lunares ou solares.

ECLIPSE LUNAR

O eclipse lunar acontece na fase da Lua Cheia. Ocorre quando a Terra fica entre o Sol e a Lua, que passa pela região da sombra da Terra. A Terra, nessa ocasião, bloqueia os raios solares que iluminam a Lua. A sombra da Terra se projeta na Lua, cobrindo-a parcial (eclipse parcial) ou totalmente (eclipse total).

ECLIPSE SOLAR

Ocorre quando a Lua fica entre o Sol e a Terra, ou seja, na fase de Lua Nova e todos ficam alinhados em uma reta só. Nessa ocasião, a Lua bloqueia os raios solares que iluminam parte da Terra.O eclipse solar pode ser parcial para algumas regiões. Esse fenômeno ocorre pelo menos duas vezes ao ano; no entanto ocorre raramente num mesmo local da Terra.

O plano da órbita da Lua em torno da Terra não é o mesmo plano que o da órbita da Terra em torno do Sol. A figura representa as configurações Sol-Terra-Lua para as fases Nova e Cheia em quatro lunações diferentes, salientando os planos da eclíptica (retângulo maior) e da órbita da Lua (retângulos menores). Nas lunações (a) e (c), as fases Nova e Cheia acontecem quando a Lua está um pouco acima ou um pouco abaixo da eclíptica, e não acontecem eclipses. Nas lunações (b) e (d) as fases Nova e Cheia acontecem quando a Lua está nos pontos da sua órbita em que ela cruza a eclíptica, então acontece um eclipse solar na Lua Nova e um eclipse lunar na Lua Cheia.

O plano da órbita da Lua está inclinado 5,2 ° em relação ao plano da órbita da Terra. Portanto só ocorrem eclipses quando a Lua está na fase de Lua Cheia ou Nova, e quando o Sol está sobre a linha dos nodos, que é a linha de intersecção do plano da órbita da Terra em torno do Sol com o plano da órbita da Lua em torno da Terra.

Na realidade, a totalidade de um eclipse dura no máximo 7 1/2 minutos. Um eclipse solar total começa quando a Lua alcança a direção do disco do Sol, e aproximadamente uma hora depois o Sol fica completamente atrás da Lua. Nos últimos instantes antes da totalidade, as únicas partes visíveis do Sol são aquelas que brilham através de pequenos vales na borda irregular da Lua, um fenômeno conhecido como “anel de diamante”, já descrito por Edmund Halley no eclipse de 3 de maio de 1715. Durante a totalidade, o céu se torna escuro o suficiente para se observar os planetas e as estrelas mais brilhantes. Após a fase de “anel de diamante”, o disco do Sol fica completamente coberto pela Lua, e a coroa solar, a atmosfera externa do Sol, composta de gases rarefeitos que se estendem por milhões de km, aparece.

Fonte de pesquisa;Departamento de Astronomia do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas USP

Já alguma vez não tivemos a sensação de que não estamos sozinhos no universo? Costumamos olhar para a lua e questionarmos se existe alguém habitando por lá? Bem, ao que parece, muitos se fazem essa pergunta.

Especialista em Ovnis e Extraterrestres, o produtor Robert Kiviat produziu um vídeo muito interessante sobre isso: “Alienígenas na Lua – A Verdade Exposta”, um documentário Premiering de 2 horas ,tendo a sua estréia no canal SyFy em 20 de Julho de 2014, bem a tempo de coincidir com o 45 º aniversário da Apollo 11 e da sua aterrissagem na Lua.Recheado com algumas “evidências” interessantes, o documentário proporciona uma outra visão das missões Apollo e muitas evidências no mínimo estranhas sobre uma possível base na lua. Existem muitos mistérios sobre o primeiro pouso lunar do homem que permanecem não solucionados:

– O que os astronautas realmente encontraram lá?

– O que fez a NASA parar de voltar a Lua após a Apollo 17?

– Existe evidência de uma presença alienígena na Lua?

A cada dia surgem novas imagens de estranhas atividades na superfície lunar. Fotografias e vídeos dos arquivos oficiais na NASA e de pesquisadores do fenômeno OVNI, apresentam gigantescas estruturas de aparência artificial na Lua que parecem desafiar uma simples explicação científica.

O que são essas construções?

“Neste documentário vamos olhar para evidências convincentes – incluindo fotos da Nasa nunca antes divulgadas, revelando estruturas artificiais gigantescas – sugerindo que a Lua é usada como uma base, e, possívelmente, uma área de estágio, por uma misteriosa raça de seres alienígenas. Vamos ouvir os especialistas, bem como os astronautas que caminharam na Lua, e vão ser revelados novos fatos e provas, pela primeira vez em toda a história.Além disso, os telespectadores vão ver sobrevôos dramáticos 3-D das construções lunares derivados dos dados reais da Nasa, e vão ver em exclusivo, imagens de um suposto ET “feminino”, supostamente encontrado durante uma missão americana-soviética secreta para a Lua na década de 1970.”

DEPOIMENTOS SURPREENDENTES DO ASTRONAUTA BUZZ ALDRIN SOBRE ALIENÍGENAS NA LUA

ANTIGAS RUÍNAS ALIENÍGENAS NA LUA?

A ligação entre a Lua e Marte usa dados próprios da NASA para fazer um caso científico convincente para a existência de antigos artefatos alienígenas do vizinho mais próximo da Terra no Sistema Solar.

Richard C. Hoagland, autor do “Monumentos de Marte”, é um ex-consultor de ciência para a NASA e CBS News, e utiliza processamentos de imagem por computador e outras técnicas analíticas para levar o espectador para um mundo extraordinário de possíveis estruturas gigantescas onde a NASA diz não existir. Terão alguns funcionários dentro do governo dos EUA, por mais de 30 anos,  escondendo a verdade? A ligação Lua / Marte abre a mente para estas possibilidades surpreendentes.

Esta apresentação foi dada e filmada na Ohio State University em 1994 e até hoje continua sendo uma fonte vital de pesquisa sobre antigos artefatos extraterrestres descobertos na Lua.

ASSISTA AO DOCUMENTÁRIO. É IMPERDÍVEL- Apresentação de James Tyberonn

CHINA REVELA FOTOS DE BASES ALIENÍGENAS NA LUA

Dr. Michael Salla indicou a existência de um complexo militar industrial Extraterrestre na Lua, e que a Terra está sendo assimilada por uma agenda alienígena que também opera na Lua.A foto abaixo é semelhante a muitas outras já reveladas. Parece que os chineses que tiraram a foto, confirmaram que os alienígenas existem. Provávelmente os chineses já devem ter estado em contato com estes alienígenas. Isso explicaria o porquê de tantos radiotelescópios estarem à procura de sinais extraterrestres, e haverem mais em construção, mas tais sinais extraterrestres ainda não foram relatados ao público.

O RELATÓRIO ESTIPULA;

“Foram-me enviadas algumas fotos por uma fonte que afirma que a China estará  lançando imagens de alta resolução tiradas pela sonda orbital lunar Chang’e-2, que mostram claramente edifícios e estruturas na superfície da lua. Esta fonte também afirma que a NASA bombardeou deliberadamente áreas importantes da Lua, num esforço para destruir artefatos e instalações antigas.”

“Imagens ainda por serem reveladas, mostram claramente crateras de impacto nucleares e restos de construções, causados ​​pelas explosões num esforço da NASA para destruir a verdade. A China pretende a divulgação completa da realidade extraterrestre, se estas imagens e as futuras se verificarem genuínas; então a NASA deve ser investigada por fraude e traição.”OUTRO VÍDEO IMPERDÍVEL

Existe uma “base extraterrestre” na Lua? Mais e mais pessoas estão  revelando histórias que possam indicar que isso seja verdade. Os rumores dizem que existe uma base alienígena no lado mais distante da Lua, o lado que nunca vemos da Terra.Você já se perguntou porque as aterragens na Lua pararam e porque é que não temos tentado construir uma base lunar?  Não parece ser uma idéia melhor e mais fácil, do que uma estação espacial  flutuando no espaço sem acesso a quaisquer matérias-primas ou mantimentos?De acordo com o Astronauta Neil Armstrong, os extraterrestres têm uma base na Lua e disseram-nos, em termos inequívocos, para sair e ficar fora da Lua.

Parece improvável? Milton Cooper, um Oficial Naval americano ligado ao programa espacial norte-americano, diz que não só a base alienígena existe, como os EUA referem-se à base como “Luna”, que existe uma enorme operação de mineração  acontecendo por lá, e é aí que os alienígenas mantêm as suas enormes naves-mãe, enquanto as viagens para a Terra são feitas em pequenos “discos voadores”.

UMA NAVE ESPACIAL ALIENÍGENA NA LUA

Os astronautas quando pisaram o solo lunar, tiveram o privilégio de observar enormes construções e ruínas espalhadas pela sua  superfície .Esta é uma história que tem circulado na internet desde 2007. É bastante surpreendente e é realmente espantoso por não ter recebido mais atenção.

veja mais;excertos do filme no site da NASA,

O relato chegou até o público através de um homem que afirma ter feito parte de uma missão especial da NASA.William Rutledge está aposentado e vive agora na África. Veio a público recentemente para revelar alguns fatos espantosos sobre o seu envolvimento com a NASA nos anos 70. Rutledge afirma ter trabalhado pelo menos em duas missões à Lua, incluindo a missão falha da Apollo 19, e da Apollo 20, que diz ter sido lançada em Agosto de 1976 da Base da Força Aérea de Vandenberg.

1

O corpo recuperado de uma mulher EBE?

Rutledge afirma que eles (juntamente com o cosmonauta Soviético Lexei Leonov) aterraram um módulo Lunar (de fabricação Russa) perto da nave alienígena e entraram nela. Certos artefatos foram descobertos e recuperados, incluindo dois corpos pertencendo aos alegados “pilotos” — Um estava em excelentes condições e parecia ser uma mulher. Um segundo corpo estava demasiado deteriorado e a cabeça foi recuperada. A mulher foi apelidada de “Mona Lisa”.Eis o relato;

“Fomos ao interior da enorme nave espacial, e também de forma triangular. A parte mais destacada da exploração foi a seguinte: Era uma nave espacial, muito antiga, que cruzou o universo pelo menos há um bilhão de anos ( 1 bilhão e meio foi o tempo estimado). Haviam muitos sinais biológicos dentro dela, restos antigos de vegetação na seção do “motor”, rochas triangulares especiais que emitiam “lágrimas” de um líquido amarelo que tinham propriedades medicinais e, certamente, de criaturas extra solares. Encontramos restos de pequenos corpos (10 cm)  vivendo numa rede de tubos de vidro, em toda a nave, mas a principal descoberta foram dois corpos, um intacto.

A “Cidade” como foi chamada na Terra e registrada como estação 1, que mais parecia ser um verdadeiro lixo espacial,estava cheia de cortes, partes de ouro e só uma construção parecia intacta (chamamos-lhe a Catedral). Fizemos fotos de peças de metal, de tudo o que mostrava uma caligrafia, exposta ao sol. A “Cidade” parecia ser tão antiga quanto a nave, mas é uma parte muito pequena. No vídeo pirata, as lentes das teleobjetivas tornam os artefatos maiores.

Foram encontrados na face da mulher alienígena tubos estranhos. Foram removidos mais tarde e o seu corpo foi inspecionado e filmado a bordo do Módulo Lunar.

Não me lembro quem deu o nome à suposta mulher, se foi Leonov ou eu – era uma EBE (extraterrestrial biological entity = entidade biológica extraterrestre) intacta. Humanóide, fêmea, 1.65. Com órgãos genitais, cabelo, seis dedos ; Função: piloto. Aparelhos de pilotagem fixados aos dedos e aos olhos, sem roupas, tivemos de cortar dois cabos ligados ao nariz. Sem buracos nas narinas. Leonov retirou os aparelhos dos olhos (pode ver no vídeo). Com secreções de sangue ou de líquido, que surgiu e congelou na boca, nariz, olhos e em algumas partes do corpo. Algumas partes do corpo estavam numa condição excepcionalmente boa, (cabelo) e a pele estava protegida por uma fina camada transparente. Como dissemos para o controle da missão, o estado vital parecia nem morto nem vivo. Não tínhamos conhecimentos nem experiência médica, mas Leonov e eu aplicamos um teste, aplicamos o nossos equipamentos biológicos ao EBE, e a telemetria recebida pelo cirurgião (Médicos de Controle da Missão) foi positiva. 

Encontramos um outro corpo, destruído, e trouxemos a cabeça para bordo. A cor da pele era azul acinzentada . A pele tinha alguns pormenores estranhos, debaixo dos olhos e na testa, uma bandana em volta da cabeça, sem qualquer inscrição. O “cockpit” = cabine de comando- estava cheio de caligrafias em forma de tubos longos semi- hexagonais. Ela está na Terra e não está morta.

(ASSISTAM O VÍDEO ABAIXO )

NASA ESTÁ PROCESSANDO EX- ASTRONAUTA EDGAR MITCHELL

A administração da Agência Espacial Norte‐Americana (NASA) decidiu processar um de seus mais renomados ex‐ astronautas, Edgar Mitchell, que fez parte da tripulação da missão Apolo 14, pilotou o módulo lunar durante a mesma e foi o sexto homem a pisar na Lua, após descobrir que ele estaria tentando leiloar uma câmera de 16mm utilizada na viagem da Apolo 14 ao nosso satélite, em 1971. O leilão, que seria feito pela Bonhams, de Londres, foi cancelado até que o assunto se resolva na Justiça norte‐americana. A câmera, segundo as fontes, estaria avaliada entre 60 e 80 mil dólares. A NASA afirmou que o equipamento é propriedade da agência e que “não consta em nenhum arquivo que teria sido transferido” para Mitchell. “Todos os equipamentos usados durante as operações da NASA seguem como propriedade da NASA, a menos que sejam explícitamente entregues ou transferidas a outra pessoa”, disse a agência no processo. Informou ainda que teria pedido para Mitchell devolvê‐lo em inúmeras ocasiões, sem receber qualquer resposta. Contudo, o advogado de Mitchell, Donald Jacobson, argumenta que a agência espacial teria presenteado o ex‐ astronauta com a câmera em comemoração aos 40 anos da missão espacial que o levou para a Lua. O próprio Mitchell assegurou que durante todos os anos desde o vôo, a NASA sabia que ele a possuía. Jacobson destacou que no passado, os astronautas recebiam com frequência diferentes objetos relacionados com seu vôo como presentes, e trataria‐se precisamente deste caso.

Edgar Mitchell, o sexto homem a pisar na Lua, que tem proferido polêmicas palestras em várias partes do mundo, defendendo a realidade do Fenômeno UFO e sua origem não‐terrestre

Por sua vez, o astronauta acrescentou que o módulo lunar onde estava instalada a câmera não era reutilizável e o objeto em disputa simplesmente teria sido deixado no espaço. No entanto, a NASA afirma que estas palavras não correspondem à verdade e que Mitchell não tem nenhum documento que confirme que este objeto lhe foi entregue ou lhe pertence.

Edgar Mitchell e o UFOs

Mitchell é um dos astronautas cujas declarações a respeito da vida extraterrestre e civilizações alienígenas incomoda sobremaneira à NASA e ao “establishment “que mantém em segredo evidências determinantes para a sociedade se inteirar que as missões da NASA ao espaço eram ‐ e ainda são ‐ vigiadas e seguidas de perto por UFOs e que não estamos sózinhos em nossa comunidade galáctica.

CONCLUSÃO

Em 2008, Mitchell declarou em um programa de rádio, entre outras coisas, o seguinte, desatando a controvérsia: “Estou seguro que não estamos sózinhos no universo. Agora, somos capazes de identificar com certeza quais são os outros planetas habitados? Não, não somos, certamente não em nosso Sistema Solar. Mas na atualidade identificaram uma grande quantidade de mundos que muito provávelmente poderiam abrigar vida”, disse na ocasião. E arrematou: “Sou um dos poucos que tiveram o privilégio de estar por dentro do assunto e inteirado sobre o fato de que temos sido visitados neste planeta e que o Fenômeno UFO é real, apesar que isto tenha sido encoberto por nosso governo durante longo tempo.CONTINUA…….

*************************************************************************************************

A percepção do desconhecido é a mais fascinante das experiências. O homem que não tem os olhos abertos para o misterioso passará pela vida sem ver nada.
Albert Einstein

************************************************************************************************
Nós da “Luz é Invencível” colocamos aqui mais evidências para questionamentos sobre esse assunto;Fantasias, especulações destituídas de relevância?Acreditamos que não, pois sempre chega um tempo em que a verdade emerge, ­ uma vez que jamais se pode enganar a todos  durante muito tempo. E até mesmo quem fez parte desse esquema, ­ todavia e por força do ofício ,obedecendo ordens superiores, assim forçosamente obrigado a silenciar ,­ resolve vir a público e revelar toda a verdade.

Clark C. McClelland, Engenheiro Aeroespacial e SCO (Spacecraft Operator), Frota de Ônibus Espacial, KSC, Flórida,  no comando da espaçonave Columbia da NASA,  resolveu contar tudo aquilo que sabe. E ele, de fato, sabe muito. Ele relata que teve­ sim, segundo ele, o grande privilégio de pessoalmente ver objetos voadores não identificados. McClelland revela, ainda, ter visto corpos de alienígenas, e que os EUA estão trabalhando em um tal Projeto denominado “The UFO Onion Drive System”. E mais: ­ “O Governo Norte Americano, se necessário, implementará tudo o que mantenha o público fora do conhecimento da verdade, sobre esses importantes eventos cósmicos”. Talvez haja alguma legítima razão militar para total segredo; particularmente, se o Pentágono não tem intenção de combater essas forças, talvez a razão seja tão funesta que eles supõem que a raça humana não possa lidar com a verdade.Contrariando o interesse público e a demanda de publicação de informação sobre OVNIS, os militares e o governo federal criam e empregam palavras de modismo como “Segurança Nacional” para protegerem-­se contra a revelação pública forçada. Você já se perguntou porquê? Quando alegam ou afirmam “OVNIs” : eles não existem? Quanto tempo mais haverá antes que a raça humana acorde de seu estado comatoso? Raças alienígenas têm estado aqui a longo tempo. É possível que nossa raça tenha sido criada por eles. A par do seu invejável e conceituado currículo, o nome de Clark McClelland está em três monumentos comemorativos: ­ Missões Mercury, Gemini e Apollo. Também nos memoriais dos Ônibus Espaciais, da Estação Espacial e nos monumentos das Missões Espaciais Longínquas no futuro. Você, então, poderia duvidar da palavra de um homem desses?
************************************************************************************************

Bibliografia para consulta

1-NASA Voyager missions
 David M.Harland
2-Apollo and american’s moon landing
 NASA engineers
3-NASA Conections
 Jim Tausworthe
4-The NASA atlas of the solar system
 Ronald Greenley
5-Shooting the moon-How NASA found water on the moon
 Progressive Management
6-Atmospheric Sciense-NASA
 Erick M.Conway
7-NASA concepts of Lunar Mining
Progressive Management
8-Pesquisas sobre a Lua
 Departamento de Astrofísica e Astronáutica da USP
9-Pesquisas sobre marés lunares e a ionosfera
 INPE-Instituto de Pesquisas Espaciais
10-Extraterrestrials,UFO,NASA, CIA, Aliens mind
Jean Maximillien de la Croix
11-Ancient aliens on the moon
Mike Bara
12-Existe vida na lua?
Antonio Carlos Ribeiro Raymundo

 Nota; Alguns livros estão disponíveis em nossa Biblioteca Virtual

Divulgação: A Luz é Invencível

Mira do Conselho Superior Pleiadiano

post-01-13-1
Saudações, eu sou Mira. Atualmente, estou servindo no Conselho da Terra auxiliando na ascensão do planeta.

De nossa estação vemos que tudo está bem. Enorme progresso está sendo feito na Terra. Temos uma visão global, mas você só consegue ver uma pequena parte. O plano divino segue como previsto. O caos é uma parte da mudança. Nós entendemos que isto pode ser desconfortável para você, mas é necessário. Por que não aceitá-lo e seguir em frente ? Se você tivesse uma ideia de realmente quanto o seu planeta está mudando você estaria em reverência. Podemos dizer-lhe isso porque estamos em êxtase. Vemos as aberturas e os pontos de correção. Nós somos uma parte que auxilia a Terra a permanecer em equilíbrio de modo que isto as vezes envolve alguma correção.

A Terra é um ser muito amoroso e bonito. Ela tem o seu destino para o qual está se movendo e assim também estão fazendo cada um de vocês. Nós como sua amorosa família do espaço apoiamos a Terra e você nos próximos passos do seu processo de ascensão. Como você pode seguir para a consciência superior se você se mantêm preso no passado ? Você deve decidir o que você quer e, em seguida, tomar as medidas nesse sentido.

Podemos dizer-lhe que os antigos controladores do seu planeta têm aprendido algumas duras lições. Quanto mais eles tentam controlar você e seu futuro, mais eles se tornam incapazes. Eles estão sendo controlados em cima, porque eles não estão autorizados a manter o seu reduto não importa o quanto tentem. Eles estão sendo descobertos por seus atos errados. Isto está sendo trazido à frente e muitas mudanças já ocorreram. Pouco a pouco a humanidade vai se tornar livre novamente. Nós lhes asseguramos esta verdade.

Há muitos bravos faróis em todas as áreas de serviço, como vocês que estão dedicados à ascensão bem sucedida da Terra. Estamos alinhados com você por isso. Nós monitoramos o que está ocorrendo e fazemos os ajustes necessários. Nós não podemos fazer isto por você, mas podemos proteger e assistir. Estamos constantemente direcionando energia para você e para a Terra.

Nós também podemos ver as belas formas de pensamento e de consciência superiores que estão subindo. Muitos seres humanos estão abrindo seus corações. Eles percebem que algo está acontecendo. Eles se sentem mais amorosos e estão começando a agir com amor. Nosso Criador mantêm somente este AMOR mais elevado por suas criações. Aqueles que desejam estar em outro lugar, também serão amorosamente conduzidos para lá a fim de poderem aprender as lições necessárias a sua evolução.

Muitos de sua família Pleiadiana fazem parte das frotas galácticas em torno da Terra. Eles os aplaudem cada vez que seus pensamentos se tornam mais elevados auxiliando sua bela Terra a ser retirada da escuridão. As cores, sons, pensamentos e energias penetram no éter ao redor da Terra por isto sabemos que as melhorias estão acontecendo. Estamos satisfeitos que muitos de vocês estão mantendo a Luz.

Por favor, entenda que você está sendo assistido por legiões de nós a partir do espaço, dos Reinos de Luz e de toda a criação, conforme você se move para a consciência superior. Você vai descobrir que o seu foco na criação de uma nova realidade é o que é necessário. Seus pensamentos são exponencialmente poderosos. Os pensamentos edificantes ajudam a elevar a vida no planeta.

Nós os amamos e estamos com vocês a cada passo do caminho.

Mira.

©Valerie Donner

Origem: thegroundcrew

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível

O TEMPO CIRCULAR DOS MAIAS-TZOLK’IN E HAAB

COMPREENDENDO O TEMPO PELO OLHAR DOS MAIAS

Os Maias possuíam um conceito de tempo diferente do nosso, para nossa sociedade o tempo é linear, ou seja, as coisas começaram a acontecer em um determinado marco e vão dando sequência a partir deste episódio caminhando em linha reta para o futuro. Os Maias viam o tempo como algo cíclico, semelhante à natureza e ás estações que se repetem á todo ano; O calendário maia obedecia a um ciclo de 52 anos e ao completar este trajeto retornava a seu ponto de partida recomeçando o ciclo.
Esta análise nos faz refletir o quanto esta civilização era sábia ao analisar  o tempo de uma forma tão complexa, pois os acontecimentos que presenciamos no decorrer de nossas vidas e os que as futuras gerações  presenciarão, estão todos interligados e obedecem a  ciclos biológicos e temporais evolutivos. Biológico, porque a estimativa de vida de um Maia era de cerca de 80 anos, sendo assim, um ciclo de 52 anos era algo presencial  por ele naquela sociedade, pois dentro deste ciclo estavam os acontecimentos de sua vida em conjunto dos que pertenciam à mesma geração. Logo, os feitos realizados neste ciclo dariam sequência aos feitos daqueles que estavam por nascer, gerando  um ciclo temporal evolutivo, pois caminha ciclicamente junto ao desenvolvimento do mundo, passando de geração em geração.
Deste modo entendemos que assim como a vida se repete e obedece uma continuidade biológica, nascer, crescer e morrer,  semelhantemente, o tempo também o faz. De acordo com os Maias, os ciclos são como “engrenagens” que movem o tempo,e essas engrenagens estão em constante rotação e regem o calendário; este registra o transcorrer  destas mudanças que ocorrem em nosso mundo.
Esta ideia possibilita entender qual o sentido de um tempo cíclico para os Maias, que não era por essência repetitivo, de forma que não caminhasse para evolução e apenas gira-se entorno de si mesmo rumo a lugar algum(como nós contamos o tempo, através do calendário gregoriano), mas pelo  contrário, o tempo caminha para uma evolução regida por um ciclo que é repetitivo devido a todo ser humano estar submetido a condições biológicas semelhantes, mas, nós somos  agentes transformadores do tempo e dentro de nosso ciclo de vida atuamos como uma pequena engrenagem que gira junto a uma maior, dando movimento ao tempo.

O LUGAR ONDE HOMENS SE TORNAM DEUSES

Teotihuacán é uma cidade situada a mais ou menos 20 milhas de distância da Cidade do México, fundada por volta do ano II A.C. Dentro da cultura deles, acreditava-se que foi lá que Quetzacoatl voltaria para a Terra dos homens.Sua Pirâmide da Lua era como a entrada para os mortos. Em 1998 uma equipe internacional de pesquisadores escavaram túneis e encontraram vários corpos enterrados vivos, vitimas de sacrifícios e animais sepultados vivos.Esta cidade era importante, pois, segundo eles, era lá que nasceria o quinto Sol, ou ciclo. Os outros haveriam sido destruídos por desastres naturais e catástrofes. Suas pirâmides eram construídas pela mesma base aproximada de 200 metros.

Os avançados conhecimentos que os maias possuíam sobre astronomia, como eclipses solares e movimentos dos planetas, e sobre matemática, lhes permitiram criar um calendário cíclico de notável precisão. Na realidade são dois calendários sobrepostos: o tzolk’in, de 260 dias, e o haab de 365 dias. O haab era dividido em dezoito meses de vinte dias, mais cinco dias livres. Para datar os acontecimentos utilizavam a “conta curta”, de 256 anos, ou então a “conta longa”, que principiava no início da era maia. Eles determinaram com exatidão incrível o ano lunar, a trajetória de Vênus e o ano solar (365 dias, 5 horas, 48 minutos e 45 segundos) e inventaram um sistema de numeração com base 20 e tinham noção do número zero, ao qual atribuíram um símbolo.

Os maias utilizavam uma escrita hieroglífica que ainda não foi totalmente decifrada. Os cientistas, estudiosos da civilização maia, comprovaram que os antigos fizeram muitas observações do Sol, durante sua passagem pelo zênite, na praça cerimonial de Copán. Esta descoberta reafirma que os maias foram grandes astrônomos e que viveram seu período de esplendor entre os anos 250 a 900 d.C.. Durante os solstícios e os equinócios, a posição do Sol gera alinhamentos especiais entre os vários monumentos, altares e outras estruturas da principal praça do sítio arqueológico maia de Copán.Hoje, o vale de Copán, como outros sítios arqueológicos, é declarado Patrimônio da Humanidade, resguardando o centro dos cerimoniais da civilização maia, que floresceu na América Central no primeiro milênio da Era Cristã.

COMO OS MAIAS ENXERGAVAM O TEMPO

Os Maias, filosoficamente, pensavam e viviam sob a perspectiva circular e não retilínea; a questão do tempo era fundamental para essa civilização. Pensar o tempo, era buscar a consciência da vida e da morte, principalmente buscar a constante superação humana em relação ao fatalismo da matéria imposta pela vida cotidiana. A sociedade Maia possuía vários calendários lineares e circulares, sempre constituídos para atender necessidades sociais, políticas e principalmente religiosas. É importante ressaltar que os Maias se constituíram como uma civilização ritual, sendo assim é fundamental afirmar que o universo religioso era determinante em seu cotidiano; a vida para os Maias era a busca constante pelo Sagrado, através da matemática, astronomia, filosofia e seus ritos que iam ao encontro de sua Cosmogonia. Outra questão a ser registrada, é o fato de que o conceito de “mundo” para os Maias significava “ciclo”, portanto, o final do “mundo” significava “final de ciclo” e dentro da perspectiva de circularidade do tempo, todo ciclo ou mundo significava objetivamente final e início de um novo tempo. Desta forma podemos afirmar que 2012 foi o final de um ciclo e início de novo tempo.

Pensando desse modo, podemos analisar algumas questões de suma importância no contexto de 2012. Sabemos que os Maias enquanto civilização, colapsaram por volta do ano 900 de nossa era. Assim temos que avaliar alguns dos possíveis causadores desse fato:

1- Crises ambientais e climáticas;2- Superpopulação; 3- Crise na agricultura; 4- Guerras entre cidades estado; 5- Doenças e pestes; 6-Crise e ruptura de fé nas instituições religiosas.

(nota pessoal;Observemos que os possíveis eventos causadores do colapso da civilização são extremamente contemporâneos, nos levam a uma profunda reflexão sobre o momento que a nossa humanidade está vivendo, talvez um dos alertas que os Maias nos deixaram foi exatamente a necessidade de perceber para onde estamos caminhando com nossa civilização, e principalmente como estamos tratando o nosso planeta e os seres humanos).

Outra polêmica quanto às profecias, entre os especialistas, é o fato de que elas tenham uma referência direta aos eventos que desencadearam o colapso da civilização no final do período clássico, portanto, 900 de nossa era, e não á profecias que remetem ao nosso tempo ou especificamente pós 2012. Todas as teorias que hoje são discutidas quanto à estrutura física e mecânica de nosso planeta e sistema solar(segundo a ciência moderna) passam ainda por profundas divergências científicas, não nos dando subsídios concretos e consistentes que determinem uma visão apocalíptica de nosso planeta.(nota pessoal: Hoje, através de documentos, pesquisas, monumentos e a fabulosa escrita Maia, não foi encontrada nenhuma citação clara quanto ao fato dos Maias terem afirmado que o mundo acabaria em 2012, muito menos nos calendários cíclicos desse povo.)

O TZOLK’IN E O HAAB

Os maias possuíam dois tipos de calendários em forma de roda (engrenagem): O Tzolk’in era um calendário ritualístico, que tinha a função de organizar o  cotidiano religioso dos maias e  o Haab calendário terrestre (solar), tinha por característica a observação dos fenômenos físicos do Planeta, como por exemplo, a utilização da agricultura, o estudo das estações do ano e suas interações, bem como os fenômenos meteorológicos, ambos totalizando 18.980 dias, formando um ciclo de 52 anos.
O calendário possuía ciclos diferentes sendo caracterizado da seguinte forma; o Tzolk’in com sua engrenagem menor possuía um ciclo de 13 meses de 20 dias, completando um ano sagrado de 260 dias e o Haab possuía um ciclo que era dividido em 18 meses de 20 dias, mais um período de 5 dias, dando um total de 365 dias formando o ano civil. Por conseguinte, no prazo de 52 anos, a engrenagem Haab perfaz somente 52 revoluções enquanto o Tzolk’in necessita 73 revoluções. No entanto, dentro de 52 anos, ambas as engrenagens (calendário) completam os ciclos de 18.980 dias onde é acrescido no final de cada ciclo 13 dias para compensar os anos bissextos, pois a órbita da Terra ao redor do Sol não é exata exigindo uma correção no calendário.
Mediante essas informações percebemos o grande conhecimento matemático, físico e astronômico da Civilização Maia, nos levando a uma profunda reflexão sobre o passado histórico do Continente Americano.

Para uma melhor compreensão dessa contagem de tempo, seguem os principais ciclos que normatizavam toda a sociedade Maia:

Calendário Tsolk’in e Haab; Calendários Circulares 

Tzolk’in (sagrado): 13 meses x 20 dias
= 260 dias
Haab-18 meses x 20 dias = 360 + 5 dias
= 365 dias.
 Convergência dos Dois Ciclos 52 anos x 365 dias
=18.980 dias – ciclo de 52 anos
Tzolk’in necessita 73 revoluções/Haab perfaz sómente 52 revoluções
as duas engrenagens  completam clicos de =18.980 dias – ciclo de 52 anos+ 13 dias para cada final de ciclo para compensar os anos bissextos

ALGUNS CALENDÁRIOS PARA REFERÊNCIA

-Calendário Juliano (até 1582)                          365,250000 dias
-Calendário gregoriano (desde 1582)              365,242500 dias
-Calendário Maia                                                  365,242129 dias
-Calendário Astronômico Absoluto                    365,242198 dias

Diante disso afirmo, que a maior parte dos pesquisadores aceita o fato de que o calendário de longa duração , iniciou seu último ciclo em agosto de 3113 a.C para terminar 5125 anos e 132 dias depois, no solstício de inverno de 21 de dezembro de 2012, que compõe a data mais polêmica do tempo Maia, pois partindo dessa data, teríamos o início de um novo ciclo, tendo como o último katum (unidade de tempo que compõem 7200 dias), o período de maiores transformações para o Planeta. Essa data ocorreu do ano de 1992 até dezembro de 2012. Claro que se observamos a nossa civilização de 1992 para o momento atual, vamos encontrar vários subsídios quanto às problemáticas sociais, ambientais, políticas e humanas, que vivenciamos e experimentamos em nosso mundo globalizado;(nota pessoal:  Pensemos no que foi o século XX, definitivamente os 100 anos mais extremos que a humanidade passou(época que conhecemos a história, pois sabemos que o Planeta já passou por inúmeras fases críticas,inclusive com presenças alienígenas de todo o Orbe, vivenciando guerras, revoluções, golpes,quedas de civilizações, crises sociais, econômicas, políticas e ambientais, sem contar as grandes mudanças de paradigmas que estavam cristalizados há séculos). .

O SINCRONÁRIO DA PAZ

Esta ferramenta foi desenhada pelos sábios Maias com o objetivo de sincronizar o ser humano em sua verdadeira frequência das 13 luas de 28 dias. Conhecida como frequência 13:20 ( 13 tons galácticos e vinte tribos solares), esta vibração permite que o ser humano perceba a Noosfera, a rede do pensamento que une todas as consciências em um nível planetário de manifestação.Os conhecimentos dos ciclos da criação permitem que analisemos as energias do dia de acordo com o movimento do Sol e da Lua, criando o Tzolk’in, o tear sagrado dos maias, compostos de 260 unidades conhecidas como kins planetários. Cada kin é uma combinação da energia de uma das vinte tribos solares sincronizado com um dos treze tons galácticos da criação. Este tear 13:20 é a rede da vida, a conexão que existe entre todos os seres que habitam nosso amado planeta.

Calcule seu kin e veja sua assinatura galáctica aqui

As ondas encantadas são unidades do tempo que permitem que possamos identificar e potencializar nossos propósitos de vida, descobrir nossos desafios, ativar nosso serviço e definir a melhor forma de agirmos. Conhecer maneiras de utilizar este conhecimento é uma importante chave do autoconhecimento, com traços especiais que facilitam a rememoração da programação existencial.( nota pessoal;Este calendário é uma ferramenta cósmica para que possamos transcender a matriz tridimensional do ego que nos aprisiona a este plano físico. Através da dissolução desta energia tridimensional, entramos no formato do cubo consciencial, que transcende a matriz quadridimensional do tempo, quebrando as limitações do universo físico. Esta vivência do cubo da vida faz com que experimentemos o passado, presente e futuro simultaneamente, uma forma não linear de tempo e espaço. Neste estágio de expansão, o não tempo, nos tornamos totalmente despertos para a realidade da quinta dimensão).

Esta ferramenta evolutiva, engenhosamente desenhada pela Hierarquia da estação intermediária de Archturus, provê o conhecimento das modificações geofísicas, astrofísicas e espirituais que afetam o planeta durante as modificações evolutivas quânticas. Este ensinamento foi trazido diretamente aos seres humanos através das pirâmides das Américas que são formadas de calendários cronológicos sincrônicos. Estes conhecimentos promovem uma expansão da consciência humana que pode interagir com inteligências desde a quinta até a nona dimensão consciencial, e posteriormente estendidas à outras dimensões conscienciais. É através deste calendário que surgiram diversas teorias sobre o dia 21 de dezembro de 2012, quando  houve um alinhamento cósmico entre nosso sistema solar e o centro da galáxia. Neste calendário de longa contagem, nos sincronizamos com a contagem do tempo das Plêiades, que funcionam como uma chave para acessarmos as dimensões mais expandidas da percepção consciencial.

MANIFESTO DO SINCRONÁRIO DA PAZ PARA A MUDANÇA DO CALENDÁRIO

A quebra da ordem natural, ocasionada pela adoção de um calendário que não respeita os ciclos naturais, lunares/solares – o calendário gregoriano de 12 meses – imposto pelo Papa Gregório XIII em 16 de outubro de 1582, trouxe, como consequência, a separação do homem da informação natural, criando enfermidade mental e a perda de sua ressonância natural, precipitando-o para a dependência total e cega do materialismo. Essas consequências estamos vivendo atualmente e são causadas pela filosofia do calendário de 12 meses que diz que “tempo é dinheiro”. O calendário gregoriano de 12 meses distribui o décimo terceiro mês (a lunação) nos onze dos doze meses, escondendo entre eles uma lua.

É urgente que a humanidade volte a conectar-se com o entorno natural, para restabelecer-se a si mesma e restabelecer a ordem natural alterada. Culturas primitivas como a cultura Maia, nos legaram sistemas de calendários que seguem o ritmo cíclico natural e orientam o homem para que ele possa recuperar a sua ressonância. A vivência da comunhão com a ordem cíclica natural, nos leva a recuperar as faculdades perdidas, a viver em paz e harmonia interior, em saúde e crescimento, de acordo com o plano da inteligência universal.

Contrariando sistematicamente a sua própria natureza, o homem se submerge em um estado de incerteza e de violência interior que se projeta em seu ambiente externo. O medo, a insegurança, o temor, as preocupações de sobrevivência e o egoísmo se apoderam da sua psique. Aparece a guerra como a única alternativa de paz. Produz armas cada vez mais sofisticadas e poderosas. Faz-se necessário decretar um basta a tudo isto, para dar um espaço ao diálogo de paz.

O problema da ordem econômica que afeta a todos nós, tem a sua origem indiscutível na imposição do sistema Gregoriano: ninguém tem tempo nem dinheiro suficiente para viver. O calendário gregoriano de 12 meses, esconde em seu interior, um ciclo completo de 28 dias.Por outro lado, a legitimidade e urgência da mudança do calendário gregoriano, firma-se no descobrimento da LEI DO TEMPO. O tempo e o espaço são duas coisas diferentes. A matemática do espaço não pode ser usada para medir o tempo; só a matemática do tempo pode cumprir esta função.

Todos os sistemas atuais para calcular o tempo, estão baseados na proporção 12:60 (um ano de 12 meses e uma hora de 60 minutos). Esta proporção foi tomada dos 360° do círculo e não da rotação da Terra ao redor do Sol, já que um ano terrestre é composto por 13 meses (ou luas) de 28 dias, que são os que se sucedem durante o ano solar.

Regidos por um calendário mecânico, vivemos então numa frequência artificial. Isto nos tem levado a um desequilíbrio cada vez maior em relação à natureza e a um processo de destruição paulatina da biosfera. O objetivo principal do Movimento Mundial de Paz e de Mudança Para o Calendário de 13 Luas é redirecionar a humanidade para a frequência de tempo natural que é a frequência 13:20, a qual é representada por 13 luas de 28 dias e 20 frequências solares.

“O Sincronário de 13 luas, baseado no calendário Maia, é composto por 13 meses (ou luas) de 28 dias, o que dá um total de 364 dias por ano, mais um “dia fora do tempo”. Conserva a semana de 7 dias, com um total de 52 semanas por ano. Este calendário, é um calendário biológico, sincronizado com o Sol e em ressonância com a biosfera. E o mais importante é que está em ressonância com a frequência que unifica a ordem galáctica, a frequência da 4ª dimensão, que por sua vez, é a dimensão do tempo.”

O descobrimento da Lei do Tempo afeta cada pessoa no planeta, de três formas:
1- Expõem o erro na percepção humana que tem sido institucionalizado em uma estrutura de civilização global.
2- Apresenta um novo standard científico do tempo, o calendário de 13 luas, para substituir o atual calendário gregoriano de 12 meses.
3- Estabelece as bases para uma nova ciência e uma nova etapa da civilização humana, a Ciência do Tempo e o advento de uma genuína Cultura de Paz sobre a Terra.

MUDE A SUA MENTE, MUDE O SEU CALENDÁRIO!

O seu apoio neste processo de reforma é de grande importância. Você é um agente de mudanças e pode ajudar muito. Informe-se mais sobre o tema dos Calendários e a importância do Tempo (como afeta a sua vida, a sociedade, etc). Realize qualquer ação criativa e pacífica para o restabelecimento do calendário natural. A mudança do calendário é o instrumento da liberação universal!Com muito amor, devemos aprender a utilizar estes conhecimentos ancestrais e assim estarmos sincronizados com a harmonia e plenitude da Mãe /Gaia, expressa nas criações e revoluções de nosso universo físico. Salve a harmonia da mente e da natureza. A cultura galáctica vem em paz.

MANIFESTO PELA NOOSFERA-CONCLUSÃO

Post relacionado:História Cósmica e a Noosfera , A Consciência Global e a Noosfera , Vida Sensciente

“A Terra e Eu Somos uma Só Mente”. O Planeta fala….

“Durante mais de 5 mil de minhas órbitas ao redor do Sol, os humanos têm estado alterando a minha paisagem. Alguns deles maravilhosos, como as terras de cultivo de arroz na Distante Ásia Oriental ou do plantio de milho nos Andes da América do Sul. Canais, irrigação, diques para desviar água, pirâmides e templos, grandes muralhas sinuosas, e logo as cidades com seus sistemas de conexão de estradas, e ao longo da costa, grandes portos marítimos e barcos com velas ondulando em busca de novas terras a conquistar, novas mercadorias para comercializar e, sempre aqui e ali, grandes exércitos em guerra devastando a Terra. Estes eram os mais inteligentes, os ansiosos por riquezas e poder. Os inteligentes me traçaram com mapas e fizeram globos terrestres para imitar-me; elegeram viver no seu próprio tempo e deixaram de viver de acordo com os grandes ciclos que regem a ordem universal. Pelo dinheiro, dividiram seu tempo e dividiram a Terra. Já não se consideravam parte da Terra, senão que Eu, a Terra, me converti em sua escrava. Criaram todo tipo de máquinas e para suas máquinas necessitaram tudo o que puderam tirar da Terra: Destruíram meus bosques, desgarraram minhas montanhas, e escavaram a Terra e o Mar, profundamente, atrás do combustível que faz funcionar as máquinas. E vi que entre os inteligentes havia videntes e sonhadores, profetas e mensageiros, poetas e artistas que viram outro mundo, que lhes advertiram, que trataram de dominar sua ambição e sua luxúria para benefício de suas almas. E vi aqueles que optaram por não construir e edificar, aqueles que decidiram não alterar minha paisagem, aqueles que se contentaram com pequenas moradias de couro e pele, barro e adobe, os que pintaram na areia e desenharam nas rochas e nas paredes das cavernas, aqueles que seguiram os animais selvagens em suas trilhas e caminhos silvestres, aqueles que oravam com a lua, as estrelas e o sol, aqueles que cantaram o sonho da noite cósmica. Entre eles também estavam os videntes, a gente da medicina, os sábios, e são eles que falaram por mim:

“Eu sou um com a Terra. A Terra e eu somos uma só mente. Vocês não estão separados de mim, ainda que possam pensar que estão. Vocês são um comigo. Sua mente e a minha, a mente de Terra, são uma e a mesma mente. E esta mente única se chama Noosfera – a mente da Terra que envolve a totalidade de meu corpo como um manto invisível, penetrando em cada ser vivo, dotando a cada um, de um raio do espectro da consciência de vida que se estende desde o centro da galáxia, ao nosso sol, a mim e a todos os que habitam em minha superfície. Não são senão um só organismo planetário. Toda a vida é uma, assim como eu sou um todo indivisível.”

“Para àqueles com olhos para ver e ouvidos para ouvir e corações que conhecem desde dentro, chegou o momento para que possam escutar meu manifesto pela Noosfera. Escute de novo e recite comigo: Eu sou um com a Terra. A Terra e eu somos uma só mente. Olhem nossos mares cobertos de lixo e com petróleo ardendo. Olhem nossos vizinhos sem lar e que fogem em busca de refúgio. Olhem as nossas crianças empilhadas nas sarjetas mendigando e buscando alimento. Olhem os comerciantes e donos das máquinas e dos bancos, escondendo-se atrás das portas blindadas e dos guardas de segurança. Olhem os anciões sentados na margem do que alguma vez foi um bosque, chorando pela perda de uma antiga realidade. Eu sou a Terra. Eu sou a mente de todos vocês. Agora falo através de todos vocês. Escutem: Em um momento de meu tempo, tudo mudará. Eu me levantarei da terra do sonho e converterei a vestimenta da consciência envolta em torno da perfeição de minha forma giratória. O tempo do dinheiro e da máquina vai terminar e um novo tempo começará e vocês conhecerão de novo o que haviam esquecido. E, a partir desse momento se estabelecerão os novos códigos do ser e da realidade, os códigos da Noosfera. Não haverá mais nações nem mais dinheiro, nem mais verdades escondidas, nem mais pobreza, nem mais drogas, nem mais armas, nem mais bombas, senão um novo mundo de telepatia universal. Todos entenderão, como Um e, ao mesmo tempo, que só existe um tempo para a Terra, uma simultaneidade de dia e noite, uma sincronicidade contínua. Sua mente começará a transformar tudo o que se há posto a perder em uma obra de arte viva, a Terra inteira convertida em uma obra mestra, rodeada por um arco-íris de polo a polo – uma única forma de pensamento tornado visível. Cidadãos da Terra, vamos sentir uma presença galáctica, a Noosfera, nossa central telepática. Um desenho do destino escrito em um plano divino, seguindo uma medida comum de tempo universal que nos unifica em uma só mente. Aceitaremos os visitantes de outros mundos; receberemos qualquer conhecimento que nos chegue dos Anciãos das Estrelas que têm estado esperando que nós amadureçamos na Noosfera, convertendo-se em uma nova hierarquia da civilização cósmica. Nada nos impedirá de seguir o caminho infinito – durante três milênios realizaremos a forma de vida da Terra como uma obra de arte. Só assim vamos ampliar a Noosfera no panorama da mente cósmica, irradiando desde os centros de nosso cérebro, o novo órgão, que considera o inteiro universal como um círculo girando incessantemente, mas que jamais abandona a Terra, nosso lar cósmico.”

************************************************************************************************

Este é nosso manifesto para a Noosfera: E sou um com a Terra. A Terra e eu somos uma só mente. José Arguelles

**********************************************************************************************************

Nós da “Luz é Invencível” mais uma vez com o intuito de informar, vem com mais esta matéria, trazer outra visão sobre o tempo e como ele influencia a mente humana e toda esta Matrix na qual estamos inseridos.A reforma do calendário é o ato final da história, e o primeiro passo, para a Regeneração da Terra no berço da cultura galáctica. Mudar o calendário agora é mudar o curso da história e revolucionar, completamente, o futuro da civilização na Terra.  Nós também devemos entender que o ajuste desta reforma do calendário é de natureza vital e representa uma oportunidade evolutiva para a humanidade, a qual não pode ser desperdiçada. O assunto sobre calendários e a reforma do calendário não é popular por uma simples razão;é que o calendário em uso, funciona como um dogma e, assim, pouco se questiona. A maioria das pessoas não tem a menor ideia de onde veio o calendário atual. Pessoas que vivem em sociedades, principalmente não ocidentais, trabalham com o que é chamado de calendário lunar, tanto quanto com o atual calendário Gregoriano. Os calendários lunares também dogmatizam o sentido do tempo.Deve ser compreendido, sem equívocos, que um padrão irregular de medida tem um efeito profundo na mente, especialmente um padrão irregular de medida de tempo. Isto é devido ao tempo ser um fenômeno mentalmente percebido, diferente do espaço que é percebido pelos sentidos. Um padrão de medida que é irregular e desigual é inerentemente problemático. Nosso sentido de tempo é uma percepção fundamental. Se o padrão de medida de tempo que usamos é irregular, então, temos que considerar profundamente e compreender o que isto provoca em nossa mente, pelo uso prolongado durante séculos.

**************************************************************************************************

Bibliografia para consulta

1-PDF-A Lei do Tempo e a Reformulação da Mente Humana
A Luz é Invencível-Disponível na Biblioteca Virtual
2-A civilização Maia
Paul Gendrop
3-Calendário Maia
Diane de Assis
4-2012-Profecias Reveladas
Drunvalo Melchisedek
5-A Profecia Maia
David Douglas
6-La Profecia del fin del calendario Maya
David Gallon
7-2012-Las Profecias del fin del mundo
Laura Castellanos
8-Gaia- Alerta Final
James Lovelock
9-Sincronário da Paz 2015
10-Sonda de Arcturus
José Arguelles
11- Fator Maia-O guia definitivo
José Arguelles
12-Manifesto por la Noosfera
José Arguelles
13-The Time and the Tecnosphere
José Arguelles
14-The Maia Calendar
 José Arguelles

 Nota; Alguns livros estão disponíveis em nossa Biblioteca Virtual

Divulgação: A Luz é Invencível

OS ESTIGMATIZADOS-fenômeno psíquico,fraude ou missão espiritual?-segunda parte


anterior

A Igreja Católica entende que “a Paixão de Cristo” está sempre viva entre os cristãos, sendo mesmo causa de conversões e que, através dos séculos, Cristo quis reproduzir, em “pessoas privilegiadas”, as marcas de sua paixão”. Para a Igreja, em alguns casos, estas marcas são internas, invisíveis, mas determinam, da mesma forma, grandes sofrimentos. As “pessoas privilegiadas”, a que a Igreja se refere, seriam os Santos que, em vida, buscaram verdadeira identificação com Cristo e seu sofrimento físico e moral, no momento de sua paixão e morte.Mais recentemente, talvez mais interessante devido à proximidade no tempo, é o fenômeno do Padre Pio, capuchinho, natural da pequena cidade de Pietrelcina, na Itália. Levou os estigmas nas mãos, pés e tórax, de 1919 a 1968, por quase cinquenta anos, portanto.

Post relacionado:O Pensamento Lógico e a fé

UMA PEQUENA BIBLIOGRAFIA

Muitas almas iluminadas já vieram à Terra em missão, e cada uma delas deixou um rastro de luz e sabedoria que é seguido por milhares ou milhões de adeptos. Uma dessas almas é Francesco Forgione, mais conhecido como Padre Pio de Pietrelcina, uma pessoa humilde que inspirou milhões de fiéis da Igreja Católica e até mesmo adeptos de outras religiões. Apesar de sua grande simplicidade e dedicação exclusiva à vida religiosa, Padre Pio ganhou notoriedade mundial pelas suas realizações, e ficou famoso por sua história repleta de mistérios. Quem foi essa incrível figura que inspirou e continua inspirando gerações de religiosos e esoteristas?

A vida de Padre Pio é cheia de circunstâncias fabulosas do início ao fim. Padre Pio nasceu no dia 25 de maio de 1887 na cidade de Pietrelcina, num pequeno povoado da Província de Benevento, na Itália. A família de Francesco era bastante humilde e tinha poucos recursos financeiros a lhe oferecer. Porém, os orientais já observaram que é do terreno mais lamacento e oculto que a flor de lótus traz o branco mais puro da natureza, ou mesmo o lírio, com seu encanto e sua beleza que às vezes nasce do estrume. O pequeno Francesco já exibia, desde tenra idade, um comportamento exemplar. Era uma criança muito tranquila, pacífica, observadora e incapaz de fazer mal a quem quer que fosse. Segundo os pais e pessoas próximas, Francesco nunca cometera nenhuma falta e não era uma criança de caprichos ou vaidades.Desde criança, Francesco já dava sinais de que seu caminho era o sacerdócio. Expressava profundo desejo de consagrar sua vida plenamente a Deus e aos desígnios divinos. Ainda jovem, quando era assíduo frequentador da Igreja, pedia ao Sacristão que, em sua hora de almoço, o deixasse ficar orando e meditando sozinho na Igreja fechada, apenas ele e Deus.

Aos 16 anos, Francesco entrou como clérigo da Ordem dos Capuchinhos, no dia 06 de janeiro de 1908. Pouco depois de seu ingresso, ele foi acometido por graves enfermidades e seu estado de saúde ficou precário durante muito tempo. Dizem que sua febre chegara a níveis altíssimos, até maiores do que um termômetro comum era capaz de medir. Por este motivo, ele foi conduzido a vários conventos diferentes, até permanecer em definitivo no Convento de San Giovanni Rotondo. Nessa época, ele já era conhecido como o Padre Pio de Pietrelcina. No convento de Rotondo, Padre Pio ficaria morando e exercendo o sacerdócio durante os próximos 50 anos.

Conta-se que apesar de Padre Pio ter sido castigado por várias doenças, elas colocavam-no num estado que era seguido por êxtases divinos.(nota pessoal; Vemos aqui uma aproximação desse fenômeno com o que os antropólogos chamam de “enfermidade xamânica” no Xamanismo. Diz Stalislav Grof que “os futuros xamãs podem perder o contato com o ambiente e ter intensas experiências interiores, que envolvem jornadas ao mundo inferior e ataques de demônios que os expõem a incríveis torturas e provações, que costumam culminar em experiências de morte e desmembramento seguidas pelo renascimento e subida para regiões celestiais”.

Porém, algo ainda mais surpreendente ocorreu nessa época. Conta-se que entre uma doença e outra, Padre Pio chegou a ficar muito debilitado e teria ficado longos períodos sem ingerir qualquer alimento físico. Houve um momento em que o Padre ficou 21 dias sem ingerir nada, apenas a Hóstia Consagrada. A despeito de alimentar-se bem pouco, Padre Pio mantinha misteriosamente o peso de 90 kilos.(nota pessoal; Esse fenômeno de manter-se por um longo tempo sem a necessidade de alimento físico chama-se Inédia. Vários santos já exibiram esse prodígio, uma delas foi Tereza Neumann.-post anterior da série- Paramahansa Yogananda conta no livro “Autobiografia de um Iogue”, que conheceu uma mulher ioguini, já com mais de 60 anos de idade, que estava a nada mais nada menos do que 50 anos sem ingerir nenhum tipo de alimento sólido. Há outras referências na literatura espiritual sobre essa capacidade, uma delas é no clássicoYoga Sutras  de Patanjali, obra que serviu de base para a estruturação de Yoga enquanto disciplina sistematizada. Patanjali conta que através de certo exercício yogue, é possível restringir a fome e a sede.)

Voltando as misteriosas doenças de Padre Pio, alguns relatos nos fazem pensar que ele teria passado não apenas por dificuldades de saúde, mas também por ataques ainda mais ferozes de espíritos das sombras. Padre Pio ficava a noite sozinho no Convento de San Giovanni Rotondo. Os membros do convento eram frequentemente surpreendidos com barulhos fortíssimos de pancadas do que parecia ser uma luta homérica sendo travada. Sons altos de batidas, gritos e agressões eram ouvidos por todos e vinham diretamente do aposento onde ficava o Padre Pio. Quando eles se reuniam e subiam até o local, ao abrir a porta, encontravam o Padre Pio sózinho e com marcas de vermelhidão, inchaço e machucados diversos, como se tivesse sido agredido por alguém. Os seguidores de Padre Pio acreditavam que demônios originários do próprio inferno(?) visitavam-no constantemente à noite para agredi-lo e submetê-lo a torturas e agressões. Padre Pio, no entanto, nunca reclamara dessa situação, guardando apenas para si o seu sofrimento.(nota pessoal;na pele este fenômeno se chama dermografia; O dermografismo simples, vermelhidão ou palidez em determinados pontos do corpo é relativamente fácil de se conseguir pela simples sugestão ou auto-sugestão.O empalidecer ou o avermelhar da pessoa é resultante de emoções psíquicas sobre os vasos sanguíneos. Palidez ou vermelhidão, ausência ou maior circulação de sangue são provocadas pelo psiquismo.Aqui, estamos analisando o fenômeno em bases científicas, jamais acusando o Padre Pio de forjar ou fraudar nenhuma dessas situações, que fique claro)

Além das misteriosas aparições de espíritos trevosos, outro grande mistério acometera sua vida. O fenômeno começou a aparecer inicialmente quando Padre Pio começou a sentir fortes dores nas mãos. Então, na manhã do dia 20 de setembro de 1918, ele teria uma experiência que mudaria para sempre o curso de sua vida.

O próprio Padre Pio narra o que aconteceu nesse dia: “Foi na manhã do 20 do mês passado (setembro) no coro, depois da celebração da Santa Missa, quando fui surpreendido pelo descanso do espírito, pareceu um doce sonho. Todos os sentidos interiores e exteriores, além das mesmas faculdades da alma, se encontraram numa quietude indescritível. Em tudo isso houve um silêncio em torno de mim e dentro de mim; senti em seguida uma grande paz e um abandono na completa privação de tudo e uma disposição na mesma rotina.Tudo aconteceu num instante. E enquanto isso se passava, eu vi na minha frente um misterioso personagem parecido com aquele que tinha visto na tarde de 5 de agosto. Este era diferente do primeiro, porque tinha as mãos, os pés e o peito emanando sangue. A visão me aterrorizava, o que senti naquele instante em mim não sabia dizê-lo. Senti-me desfalecer e morreria, se Deus não tivesse intervindo sustentar o meu coração, o qual sentia saltar-me do peito. A visão do personagem desapareceu e dei-me conta de que minhas mãos, pés e peito foram feridos e jorravam sangue. Imaginais o suplício que experimentei então e que estou experimentando continuamente todos os dias. A ferida do coração, continuamente, sangra. Começa na quinta feira pela tarde até sábado. Meu Pai, eu morro de dor pelo suplício e confusão que experimento no mais íntimo da alma. Temo morrer em sangue, se Deus não ouvir os gemidos do meu pobre coração, e ter piedade de retirar de mim está situação…”

Foi após essa sublime e dolorosa experiência que Padre Pio recebeu o que é conhecido como as chagas de Cristo, ou estigmas, tal como é conhecido no Cristianismo.

(nota pessoal; Muito difícil e leviano arriscar um palpite do que teria realmente acontecido em um episódio como este, dada as circunstâncias de vida de Padre Pio,com sua profunda devoção religiosa e convicções católicas, e, ainda por cima, manifestando capacidades parapsicológicas, como veremos a seguir.Após a leitura do post, cada um de nós pode ampliar a própria visão do fato e chegar ás próprias conclusões)

UMA VISÃO DO CRISTIANISMO ESOTÉRICO SOBRE OS ESTIGMAS

Post relacionado;Jesus Cristo morreu na cruz outra crença secular limitante primeira e segunda parte

Os iniciados, místicos e esoteristas estudam o significado simbólico e místico da crucificação. No momento em que Jesus atravessou a chamada Paixão de Cristo, ele viveu uma experiência de tomar para si mesmo o sofrimento ou o karma da humanidade, ao menos uma parte do karma humano ele teria escolhido trazer para si e senti-lo. Esse processo faria com que, ao invés do karma da humanidade se abatesse contra milhões e milhões de pessoas, somente Jesus, no ato da crucificação, sentiria as dores, doenças e sofrimentos do mundo. É isso que é chamado de a “remissão dos pecados” pela Igreja Católica e o que no esoterismo é conhecido como “transmutação do karma da humanidade”. Dizem que a maioria dos avatares ou grandes almas, os redentores, que vieram a Terra, cada um deles transmutou uma parcela do karma planetário, acolhendo para si o sofrimento das massas e de certa forma “salvando” as pessoas de seus erros de vidas passadas. Isso permite a humanidade sofredora aprender pela sabedoria e não pelas experiências ou, em ultima instância, pelo sofrimento.(nota pessoal;essa é uma visão que retira muitas das nossas próprias responsabilidades com relação aos nossos atos e escolhas;Já é um grande avanço/vantagem para nós, termos essas Grandes Consciências encarnadas temporariamente no Planeta para nos instruir e trazer outras visões mais evoluídas do ser humano e de nossa relação com o Plenum Cósmico/Deus;porém, este é um universo de livre -arbítrio, portanto, NÓS E SOMENTE NÓS,  temos o poder de decidir ou não, seguir ou não, optar ou não, pelos ensinamentos e nisto consiste a EVOLUÇÃO;portanto, realizarmos por nós mesmos esta “transmutação cármica” com a ajuda desses ensinamentos livremente aceitos, jamais impostos, por estas Consciências.È aí que provamos o quanto estamos evoluindo e não achar que alguma destas grandes almas poderia fazer isso por nós e abarcar todas as consequências de atos que não foram criados por elas.Existe uma Lei neste Universo e por mais caridosa/bondosa/evoluída que seja uma alma dessas, ela não pode transgredir a norma de um Universo.Não se dá o peixe e sim, a vara para pescar…é assim que se ensina.)

Post relacionado;-encontrando-paz-no-misterio-deixando-ir-a-necessidade-de-saber

Neste texto de Padre Pio, podemos ver a crença total e completa no Cristianismo pregado pela Igreja Católica, ostensivamente ensinado nas catequeses paroquiais e através das bulas e concílios. Isso significava suas profundas e arraigadas crenças, o que pode sim, ter desencadeado um processo parapsicológico de profunda identificação com a Paixão de Cristo

O FENÔMENO DO PADRE PIO ATRAI CIENTISTAS DO MUNDO INTEIRO

O fenômeno das chagas atraiu a atenção de cientistas, estudiosos, religiosos e jornalistas do mundo inteiro, que atravessavam países e continentes para vê-lo de perto. Padre Pio foi o primeiro Padre da Igreja Católica a apresentar os estigmas. Os estigmas apareceram nas palmas das mãos, nos pés e em outras partes do corpo. Apesar da dor lancinante que sofria quase todos os dias, Padre Pio aceitava o sofrimento com amor, resignação, sem tristezas, reclamações ou pesares. Não há notícias de que ele tenha se queixado, uma vez sequer, das dores que as chagas lhe proporcionavam. Além disso, manteve total responsabilidade com relação a vida sacerdotal. Como ele mesmo dizia “Do altar para o confessionário e do confessionário para o altar”. Muitas vezes, ficava até 14 horas atendendo fiéis que vinham do mundo inteiro para vê-lo e ter ao menos uma pequena fração de tempo com essa alma de luz. Padre Pio era também chamado de “O Homem da oração” e “O homem da esperança”.

A História dos acontecimentos fantásticos da vida de Padre Pio não para por aí. Há muitos relatos de que o herdeiro espiritual de São Francisco de Assis era possuidor de outra capacidade psíquica; outro “dom miraculoso”, como os católicos costumavam chamar. Esse fenômeno é bem conhecido do esoterismo, do misticismo oriental, da Parapsicologia e até mesmo do Catolicismo. Antes de Padre Pio, a personalidade espiritual mais conhecida que realizara essa extraordinária faculdade era Santo Antônio de Pádua. Trata-se do fenômeno da Bilocação. Bilocação ou Bicorporeidade é a capacidade que alguns espíritos mais elevados possuem de estarem em dois ou três lugares ao mesmo tempo, em corpo materializado por eles, de forma a se tornarem visíveis e tangíveis a outros. Dizem que os indivíduos que possuem esse dom são vistos em dois ou três lugares por pessoas diferentes, pois são capazes de se deslocar em consciência e criar um corpo físico em qualquer local que desejarem. Padre Pio por diversas vezes usou esse dom e várias testemunhas confirmaram a autenticidade do fenômeno. Ele encontrava-se simultaneamente em dois ou três lugares. Grandes almas realizam esse prodígio com o intento de estar em locais diferentes onde sua presença é solicitada e se faz necessária, geralmente por motivo de orientação e cura.

Post relacionado;Kardec e a linhagem iniciática para a nova era

O FENÔMENO DA BILOCAÇÃO

O termo “bilocação” é utilizado para denominar o fenômeno supra-normal em que um mesmo indivíduo aparece simultaneamente em dois lugares distintos. Na realidade, o que ocorre nesse fenômeno é a separação temporária, nos seres encarnados, entre o espírito e o seu corpo físico.O ser humano possui um corpo etéreo que pode, em certas circunstâncias, afastar­-se do corpo físico e retornar após realizar alguma tarefa ou apenas ter feito um pequeno passeio; o fenômeno de bilocação é um dos mais propícios a evidenciar a independência da alma em relação ao corpo físico.(nota pessoal; Provado que o Espírito não está definitivamente preso ao organismo, fácil é compreender que esse espírito possa, no final da vida, desligar­-se para sempre do seu envoltório carnal, para continuar a viver fora dele, nessa fase  da existência, a que chamamos morte, mas que, na verdade, é simplesmente a continuação da vida e da evolução infinitas).

Do ponto de vista psicológico, convém notar que os fenômenos de “bilocação” apresentam esta característica altamente sugestiva de sua perfeita uniformidade substancial de exteriorização, a despeito das modalidades diversas e numerosas que assumem segundo as circunstâncias, uniformidade substancial que persiste, invariável, em todos os tempos, em todos os lugares, em todas as raças (inclusive os povos selvagens), de modo a tornar­-se como o centro de convergência da demonstração de sua existência positivamente objetiva. Ainda se pode observar que eles são tão numerosos que não bastaria um grande volume para conter todos os fenômenos .

OS ESTIGMAS DE PADRE PIO

Em algumas fotografias do Padre Pio jovem, podem ser vistas essas marcas estigmáticas nas mãos. Depois de um certo tempo, entretanto, várias fotografias mostram-no com uma espécie de luva cinzenta, que deixava à vista, apenas, os dedos. Os médicos achavam estranho, também, que tais ulcerações fossem em lugar de pele dura, como as mãos e os pés.(DETALHE AO LADO)

 ALGUMAS FRASES DE PADRE PIO

“O Divino Mestre promete o prêmio, não ao que começou bem, mas a aquele que persevera até o fim. Veja o exemplo de Judas, que começou bem, continuou bem, mas não perseverou até o fim e se perdeu”(nota pessoal;Começando bem ou mal, todos temos a mesma oportunidade;são as escolhas que fazem as diferenças e essas escolhas não são feitas em uma única vida;a consequências delas pode perdurar por muitas existências, mas sómente quem fez as escolhas é que deve responder por elas. O Plenum Cósmico/Deus, não tem nada a ver com isso;O resto é Bíblia e Religião, portanto questionável-)

“Tenha certeza que se uma alma agrada a Deus, mais Ele a colocará em prova. Portanto, coragem! e sempre persevere”.( nota pessoal; mais ranço religioso;Existe uma Lei no Universo,perfeita , de livre arbítrio, e esse é o grande trunfo da humanidade e o grande Amor do Plenum Cósmico/Deus, que nunca obriga sua criação a nada, nem  escolhe ninguém para “preferido” sob nenhuma condição;são as atitudes e as escolhas espirituais que nos diferenciam uns dos outros. A lei de Causa e Efeito é que rege tudo e é responsável pelo efeito Bumerangue( o que vai, volta na mesma intensidade).As provas espirituais mudam conforme muda o nível de consciência.Tudo é dinâmico na Criação.)

“A ciência, filho meu, por maior que seja é sempre pouca coisa, é menos que um nada, quando comparada com o formidável mistério da Divindade”.( nota pessoal;A  Ciência é uma ferramenta que provém da genialidade do cérebro e do espírito humano, criado por este mesmo “Deus” de onde tudo provém,portanto , ela é uma parte DELE, que legou ao homem um mecanismo para entender melhor o Universo e ELE próprio;a Ciência tende a evoluir com o homem, na medida em que este a usa para beneficiar o próprio homem e a vida no planeta;isso que a Transição Planetária prega, esta integração entre ciência e espiritualidade; a divindade se revelará ao homem, na medida em que ele acende á níveis mais altos, mas talvez nunca se revele por completo, POIS TAMBÉM SE EXPANDE E EVOLUI, POIS NADA É ESTÁTICO, TUDO É DINÂMICO SE NÓS O SOMOS, ELE TAMBÉM O É)

“Esta vida é breve, o prêmio do que vivencia o exercício da Cruz é eterno”. “Ai daqueles que não conhecem bem o que significa passar da terra à eternidade!”(nota pessoal;A vida é infinita. Fisicamente é passageira,porém,cada uma traz consigo as consequências de outras vidas e por essa razão, a própria vida física pode ser muitas vezes repetida, se assim for necessário para evoluir.As provas na matéria podem ser necessárias para este Universo, mas para outro, não;outras dimensões requerem outros corpos e outro tipo de vida e é a evolução da consciência que deverá dar o tom;Aqui vemos o ranço católico da única vida, descartando a reencarnação, lei justa e bondosa para a evolução do ser, pois gera OPORTUNIDADE.O exercício da cruz é sempre o medo recorrente de sermos os responsáveis pela crucificação do Jesus Humano(Post relacionado;Jesus Cristo morreu na cruz outra crença secular limitante primeira e segunda parte) e o estigma de pecadores, que a Igreja sempre fez questão de nos imputar, e não filhos do Plenum Cósmico/Deus buscando evolução, mas nunca condenados por nossos defeitos e imperfeições, já que DEUS É AMOR INCONDICIONAL. Apenas somos absolutamente responsáveis pelas nossas ações, cuja Lei de Causa e Efeito é soberana).

CONCLUSÃO

Quanto mais estudamos o assunto,podemos constatar que o poder mental de auto-sugestionar-se é o grande responsável por estas estigmatizações com relação á crucificação, com características puramente religiosas.Nós possuímos a infinita inteligência do nosso SUBCONSCIENTE que não conhece obstáculos, nem dificuldades e nem adiamentos. Por isso, o fenômeno da FÉ absolutamente forte e convicta em uma determinada crença, pode gerar este tipo de manifestação em pessoas extremamente sensíveis. Não duvidemos nem um pouco do nosso poder de manifestar aquilo que desejamos ardentemente e em que acreditamos inabalavelmente, mas devemos tomar muito cuidado com as nossas escolhas;O Subconsciente aceita tudo que é feito /gravado através da REPETIÇÃO;  Com isso, impressionamos o subconsciente (ou mente profunda) por meio da auto­-sugestão. Qualquer auto- sugestão, uma vez que atinja o subconsciente, provoca inevitáveis resultados. Mesmo os negativos; por isso rejeitemos todos os pensamentos negativos e qualquer dúvida a seu respeito;  O homem é o retrato de suas convicções: ELE É AQUILO QUE CRÊ. ­ SEU BARCO SE DIRIGIRÁ PARA ONDE SE DIRIGIR O SEU OLHAR…CONTINUA….

******************************************************************************************************

Nós da “Luz é Invencível” não queremos aqui de forma alguma denegrir a imagem de ninguém, nem acusar de fraude ;simplesmente observando  os fatos e usando de racionalidade, porém com respeito ás pessoas envolvidas nestes casos.O que temos que considerar além da crença religiosa, é a ciência envolvida para ajudar no esclarecimento,que é séria, embasada e atual, pois estes conhecimentos sobre o poder do subconsciente e da mente, fazem parte desta época da mudança do nosso DNA, coisa desconhecida para muitas pessoas daquela época, quando apareceram os estigmatizados mais proeminentes.Portanto, o que temos que observar são as crenças que nos movem, até onde devemos acreditar e delegar á elas nosso poder pessoal de escolha/análise e discernimento.A última parte refere-se ao estigmatizado mais recente, que alega contatos com Extraterrestres e com a Virgem Maria;Giorgio Bongiovanni.

*********************************************************************************************************

Deus está dentro de vós e ao vosso redor, e não em castelos de pedra ou em mansões de madeira. Levante uma pedra e encontrará Deus. Quebre um pedaço de madeira e Ele estará ali. Quem souber o significado dessas palavras jamais conhecerá a morte…

“A fé remove montanhas.”

Jesus Cristo

*************************************************************************************************

Bibliografia para consulta

1-O poder da autosugestão
Bruno Marcos Radunz
2-Hipnose-Considerações atuais
Moraes Passos
3-Stigmata
Lorenzzo Mattotti
4-Living with a Spiritual Stigmata
Michael Lofton
5-A Challenge to false stigmata
Charles Sankey
6-Quem é Padre Pio?
Lilà Sant’Anna
7-Padre Pio sob Investigação
Francesco Castelli
8-Tratado de Psiquiatria Clínica
Glen O. Gabbard
9-Psicossomática-Psiquiatria e suas conexões
Antônio Lúcio Teixeira
10-Tratado de Medicina Legal
Lee Goldman
11- Os Santos que abalaram o mundo-
Renné Fülop-Miller
12- 12-Hipnotismo e Espiritismo-
César Lombroso
13-Padre Pio
Sérgio Luzatto
14-Padre Pio- O Santo dos estigmas
José Maria Zavala

 Nota; Alguns livros estão disponíveis em nossa Biblioteca Virtual

Divulgação: A Luz é Invencível

O Renascimento da Mãe Terra… E a Lição de Dominio para a Humanidade…

post-05-25-1
Estamos entrando em um momento de mudanças profundas na Terra à medida que a massa do núcleo interior da Terra está mudando. Quando falo de massa, eu falo sobre um tipo de substância que é como um rio de fluidez no momento, como o interior da Terra é habitada e conhecida como Agartha isto se refere a crosta exterior do interior da Terra, é então o que nós conhecemos como a crosta do núcleo interno da superfície da Terra.

Eu vejo este rio como um tipo de quartzo ou de rocha fundida e isto está em processo de mudança entre outras coisas, como os antigos centros de energia que foram projetados no início quando a Terra foi criada e que agora estão despertando cada vez mais. Por favor, note que esta é a primeira vez que isto está acontecendo em milhões de anos, antes do surgimento de Atlântida, Lemúria e Mu, existiu a civilização de Lira no que é hoje o Norte da África, o Mediterrâneo e os Montes Urais da Sibéria. Assim, após a primeira, as outras civilizações eram construídas mais ou menos sobre os restos do que costumava ser a civilização anterior.

Artigo Relacionado: Lira – Inicio da Consciência Humana

Eu estava mais interessada na minha própria investigação me aprofundando cada vez mais na geologia da África do Sul, onde os cientistas chegaram à conclusão de que a África é um SUPER CONTINENTE de milhões de anos atrás, muito mais velho até dos que já estiveram reunidos (MU).

É sobre este super continente que me refiro quando falo sobre centros de energia e eu não me refiro a chamada Teia de Luz que teve a sua origem muito mais tarde, depois que esta primeira civilização foi completamente destruída por causa de catástrofes imensas que aconteceram, envolvendo asteroides, cometas, etc, que atingiram o planeta causando um dano imenso por causa da explosão de Marduk, o planeta entre Marte e Júpiter que aconteceu neste período.

Artigo Relacionado: Liberadas as Energias de Antigas Pirâmides

Como a Terra está agora sendo renovada em sua mudança para os estados de dimensões mais elevadas, estes centros de energia estão sendo reabertos, pois eles foram selados durante estas catástrofes imensas, eles surgiram em parte na Lemúria e Mu. No entanto, com o surgimento de Atlântida, alguns dos seus cientistas começaram a abusar dos recursos energéticos então esses centros foram preventivamente fechados novamente para evitar que algum destes cientistas literalmente explodisse o planeta Terra.

Como o conselho Intergaláctico tinha afirmado que nunca mais permitiria que outro planeta explodisse, por causa da destruição que causou no Sistema Solar e em toda a galáxia, com planetas como a Terra sendo jogados fora da órbita, esses centros foram então fechados, até o momento em que a humanidade atingisse a maturidade novamente, interrompendo seus caminhos autodestrutivos.

Eu estive nos últimos três meses sendo orientada a olhar para onde os vulcões estavam no planeta e não apenas os ativos, mas também os inativos. Quando a minha atenção foi atraída especificamente para o Chile na América do Sul e o norte da costa norte-americana que está escondido no Oceano Pacífico, depois também para a costa leste nas ilhas do oceano Atlântico, em seguida, o topo oriental em partes da América do Sul.

Minha atenção foi atraída para estas áreas específicas onde há uma imensa circulação de energias e como disse são liquefeitas, hesito em usar a palavra líquida, pois é uma massa agitada e brilhante vermelho cobre, ouro, platina, e às vezes um ardente vermelho laranja.

Na parte ocidental aconteceu naquele tempo da massa de terra entre a América do Sul e as Ilhas de Páscoa afundaram no Oceano. As Ilhas de Páscoa são remanescentes da primeira civilização e elas mantiveram as grades de energia juntas. Foi esta civilização que construiu as estruturas extremamente grandes na América do Sul, não foram os incas, elas foram construídas muito antes da civilização inca.

Uma das linhas da grade de energia mais importantes vai direto através destes centros ligando as Ilhas de Páscoa movendo-se de forma triangular para a costa oeste da América do Norte e depois direto para o Parque Nacional de Yellowstone, onde a energia se move novamente para baixo em direção ao Chile. Toda essa grade é uma massa em ebulição desta energia e tudo está imensamente instável no momento, isso gera uma grande quantidade de movimentos causando terremotos, erupção em vulcões, ou apenas mudanças semelhantes a um lacrimejamento com partes da Terra se afundando e o aparecimento de buracos enormes, isto é literalmente uma transformação da superfície da Terra.

A costa leste está vinculada a Atlântida e em certas partes da costa leste raios laser nucleares extremamente instáveis foram usadas pelos cientistas nos últimos dias na Atlântida para bombardear algumas cidades existentes na região que se recusavam a se curvar às suas exigências. Toda esta região de forma triangular enorme era usada para abrigar os templos de energia da deusa e as grades de energia da deusa. Conforme estas armas de laser nuclear eram disparadas para uma região causavam imensas falhas na Terra, por falta de palavra melhor, o que significa que debaixo do oceano há um tipo de movimento nas partes vitrificadas da Terra e também na própria massa da Terra, tudo isto está mudando.

Artigo Relacionado: Como a Queda de Atlântida Mudou a Nossa Realidade

Foi a utilização destes dispositivos nucleares que causou a destruição em massa nestas áreas, as grades de energia da deusa estão obstruídas, isto causa algo similar as artérias do corpo humano obstruídas que provocam ataques cardíacos. Então literalmente um tipo de movimento chocante ou contração forte vai acontecer nestas áreas, como um esforço maciço para poder desobstruir as linhas de energia permitindo que elas voltem a funcionar, começando em pequenos eventos e depois ficando imensamente profundos.

Do outro lado do planeta, o Japão, a China, as ilhas da Ásia, da Austrália e da Nova Zelândia, assim como as ilhas do Pacífico terão aumento da extensão do território a medida que a massa da Terra está aumentando. Este é um movimento em grande escala e está provocando uma elevação do fundo do oceano em muitos lugares, este movimento para cima significa que o oceano pode entrar em ebulição em determinados locais semelhante a gêiseres em erupção, vulcões podem começar a roncar mais e mais.

O mesmo se aplica às áreas onde ocorreram explosões vulcânicas no passado, especialmente em partes superiores da África, também a Europa e até mesmo alguns dos países nórdicos. No momento em que a parte do meio da Terra (em longitude) é mais protegida já que os tremores estarão de cada lado desta área, mas que também pode ficar instável, tudo é possível.

Para mim, isso é tudo parte do renascimento da Mãe Terra e nada temos a temer. Nós precisamos entender que as almas que perdem a vida nestes lugares sabiam que isto aconteceria antes mesmo de encarnarem e foram atraídas para esses lugares para ajudar em uma tarefa global ou até mesmo equilibrar o próprio carma de uma forma rápida. Elas sabiam que com a limpeza da Terra eles auxiliariam no processo ao deixarem o planeta, a medida que tudo isto vai ajudar no renascimento do planeta e da humanidade em geral.

Se você ler a história geológica do planeta Terra vai perceber que tudo isso não tem nada de novo e que já ocorreu muitas vezes antes neste planeta. Em essência, nós somos passageiros sobre a Nave Mãe Terra, e portanto, ela pode nos retirar a qualquer momento para permitir o seu próprio renascimento. Na maioria das vezes tendemos a esquecer disto e nos esquecemos de honrar a alma de GAIA, tendendo a imaginá-la como uma “alma inferior”, de “vida inferior”. Mas não é assim, ela é uma entidade imensamente amorosa de alto nível espiritual, que acolhe todos os seres vivos sobre seu corpo, uma vida que respira, que tem direito a viver, recebemos dela o nosso corpo e a permissão de viver no planeta, é com o consentimento dela que vivemos aqui e na realidade o que somos ?

Nós recebemos nosso corpo e permissão para habitarmos o planeta com a finalidade de sermos entidades de custódia ou guardiões do planeta Terra. Ainda assim muitas vezes destruímos deliberadamente o que foi entregue a nós e em nenhum outro momento falhamos tanto nesta lição do que na época da Atlântida.

A maioria das almas que estiveram envolvidas no final e nos tempos áureos na Atlântida está encarnada atualmente e agora é como nos tempos finais da Atlântida novamente.

Na Atlântida houve uma violação em massa da energia.

Artigo relacionado: O CERN e Sua Guerra Contra a Ascensão

Neste tempo de vida, a maior lição dos seres humanos será a de aprender a dominar o poder e usá-lo de forma que melhore a vida, construindo e não destruindo.

Se nós dominarmos esta lição, isto se manifestará nos próximos anos.

No entanto, a Mãe Terra está em sua fase de renascimento quer tenhamos aprendido nossas lições ou não.

Eu pessoalmente adoro este tempo, porque é um momento em que finalmente podemos rever o passado, equilibrando toda a escória e trauma da época da Atlântida, aprendendo o autodomínio e com a aprendizagem do autodomínio finalmente podemos entrar em uma oitava superior do Ser, que será ser o novo estado dimensional da 5ª dimensão ou superior, onde nós finalmente aprenderemos a assumir totalmente o papel de cocriadores responsáveis. No entanto, quem não estiver disposto a dominar as lições, não poderá entrar na Nova Terra.

É tudo sobre o domínio das energias, do interior e do exterior.

©Judith Kusel

Origem: judithkusel

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível

UMA CRENÇA LIMITANTE: ACREDITAR EM UM DEUS PARA SER BOM


anterior

A suposição de que a religiosidade possuiria uma relação causal com a expressão de comportamentos de cunho pró-social se chama “Hipótese Pró-social da Religião”, uma linha de pensamento extremamente difundida entre a população. Todavia, revisões e experimentos que buscaram testar essa possível relação entre moralidade e a crença em um deus parecem fazer coro com a ideia de que, após uma análise crítica, esta hipótese não se sustenta. A crença religiosa simplesmente não está relacionada com pensamentos e comportamentos morais e pró-sociais, da mesma forma que a descrença não pode ser relacionada a comportamentos amorais, o que é condizente com o que poderia se esperar de uma forma de pensamento agregado ao Laicismo, onde estão valores humanistas e secularistas, ou seja, valores devidamente separados de qualquer crença religiosa, mas pautados no conhecimento científico e filosófico em prol da humanidade e da sociedade.

(nota pessoal;A religião (ou a falta dela) apesar de interferir na formação dos valores e atitudes de um indivíduo, é apenas um pequeno pedaço do grande sistema de crenças que é modelado durante a vida de cada pessoa. A religião é uma forma de balizar os comportamentos daqueles que acreditam, mas para os que não são religiosos outros valores são utilizados, valores estes que, inclusive, tendem a ser mais justificáveis do que a crença em um mundo espiritual pós-morte, como a ética, o respeito ao próximo, as evidências científicas que guiam as opiniões acerca de temas polêmicos, a intenção de coexistência pacífica com os outros indivíduos etc.) Os valores de um ateu ou agnóstico por exemplo, tendem a caminhar com uma visão menos conservadora da realidade. Os preceitos que justificam e guiam os valores que os indivíduos que não seguem uma fé em particular atribuem às coisas – e assim também os comportamentos resultantes desta equação – tendem a seguir pela direção do melhor para a humanidade, e pouco tem relação com algo místico, como escrituras sagradas ou a possibilidade de alcançar um futuro paraíso, mas sim na tentativa de ser melhor NO PRESENTE, para fazê-lo funcionar. Bom, mesmo assim, é claro que este grupo também possui as suas exceções.

Sendo assim, não é possível e nem honesto associar a crença em uma religião ou a inexistência desta, a atos criminosos e amorais. Todavia, a discussão é cabível, justamente por aqueles que não crêem em uma religião ou existência divina, fazerem parte de um dos grupos que mais sofre com o preconceito velado na sociedade, seja pertencente á uma doutrina diferente da usual, agnóstico ou ateu.(nota pessoal; Um grande número de pessoas acredita que a” não crença” em deus é o “câncer da humanidade” e diretriz absoluta e fundamental para que seja engendrada em uma pessoa os traços definitivos de um psicopata, como exemplo,pessoas que apregoam que a violência na atualidade seriam resultados da “ausência de deus no coração” do indivíduo.)

Ou seja, não acreditar em um deus – seja ele qual for e não importa a religião – já é, antes de qualquer coisa, uma comprovação de que o indivíduo faz parte do lado “Mau” da humanidade, um maniqueísmo barato e raso, que não se sustenta. Não crer na existência de Deus não significa dizer que o sujeito não seguirá as leis e não possuirá valores humanistas, muito pelo contrário, já que a fé tende a ser uma justificativa utilizada para aniquilar todo e qualquer argumento – mesmo que pró-social e embasado – que vá de encontro ao dogmatismo e às” bases sacras”. Como vimos anteriormente, a “Hipótese Pró-social da Religião” já foi comprovada não passar de uma falácia irreal.

Além daqueles que pensam que um mundo com “valores morais” não é possível fora da existência de Deus, estão aqueles que defendem que mesmo que a crença em Deus não fosse necessária para a existência de leis morais, ela é necessária pelo menos para fazer com que tais leis sejam cumpridas, já que sem a ameaça de uma”punição divina”, as pessoas não agiriam de maneira moralmente correta (?!). Este argumento é insustentável por muitas razões.(nota pessoal; Primeiro, não existe evidência inquestionável de que os que crêem são moralmente superiores à aqueles que não crêem. Na verdade, não sómente os estudos psicológicos falharam em encontrar uma correlação significativa entre a frequência da “adoração religiosa” e a “conduta moral”, como existem mais criminosos condenados teístas do que ateístas. Segundo, a ameaça de uma punição divina não gera um “dever moral”; ELA O ARRANCA. Assim, se nossa única razão para obedecer a Deus é o medo de ser punido ao não fazê-lo, então, desde um” ponto de vista moral”, Deus não tem mais direito à nossa lealdade do que Hitler ou Stalin. Deus, neste caso, não seria um ser de puro amor e bondade; em vez disso, ele seria algo parecido a um ditador.)

Embora seja verdade que pessoas mentalmente doentes podem ser encontradas em qualquer lugar, se a crença em Deus funcionasse como um termômetro da moralidade de uma pessoa, nunca encontraríamos tantos casos de abuso sexual contra crianças como encontramos entre líderes religiosos.(nota pessoal; Esta é uma das evidências mais fortes do equívoco cometido ao estabelecer uma relação determinante entre a crença em Deus e a moralidade de uma pessoa. As pessoas que realizam tais atos deploráveis vivem suas vidas para Deus e sob as regras deste Deus.  São elas que acreditam que suas ações são observadas por este “ser” que dita o que é certo e o que é errado para tudo que existe no planeta, incluindo as ações morais. Apesar disso, são elas mesmas que agem imoralmente e que causam tanta dor à aqueles que deveriam ser protegidos pelos adultos: as crianças.)

Muitos dirão que não é possível tornar Deus responsável pela existência de todo mal ou pela prática dos atos deploráveis que ocorrem no mundo. E este não é o objetivo deste post. Independente de crenças religiosas,respeitando á todos que crêem em um Deus ou não, o que a evidência mostra é que há pouca ou nenhuma correlação entre ser uma pessoa de valores morais elevados e ser “crente em Deus”.(nota pessoal;Atos moralmente elevados ou imorais, definitivamente podem ser encontrados dentro e fora da religião, porque pessoas moralmente elevadas e pessoas imorais podem ser encontradas em todo lugar. Os grupos aos quais elas pertencem podem ajudar a modelar suas tendências naturais, mas não definem nem transformam suas essências.)

Muitos estudiosos e sociólogos do fenômeno da crença perceberam de maneira correta, que padrões morais universais são necessários para um funcionamento apropriado da sociedade. Mas muitos deles se equivocaram ao afirmar que sómente através da crença em Deus, a conquista e o estabelecimento de tais padrões são possíveis. Filósofos tão diversos como Platão, Immanuel Kant, John Stuart Mill, George Edward Moore e John Rawls demonstraram que é possível ter valores morais universais fora da crença em Deus.(nota pessoal; Para entender a vida ou para entender os valores morais não é necessário acreditar em Deus.Isso é uma escolha totalmente individual que não está atrelada á ser bom, honesto e correto, respeitando todos os indivíduos em uma sociedade)

Conclusão

Ao contrário do que os religiosos e moralistas de plantão querem que acreditemos, o que a nossa sociedade realmente precisa não é de mais “religiosidade”, mas de uma noção mais rica da natureza da Consciência Cósmica Universal e a ideia de Plenum Cósmico/Deus. Talvez, ao invés de nos reunirmos para estudar a Bíblia, deveríamos nos reunir para estudar Filosofia e o pensamento de nossos filósofos mais famosos. Tenho certeza de que isto nos tornaria não somente mais críticos, mas também pessoas de valores morais mais elevados.Nós, da “Luz é Invencível” quisemos com esse texto , abrir mais o leque de possibilidades para ampliar o sentido do Divino em cada um de nossos leitores e interessados na evolução, pois ,sem preconceitos religiosos, acreditamos ser possível um maior entendimento de nossa sociedade como um todo,desdogmatizando e assim libertando as pessoas de falsos moralismos e julgamentos, já que todos são livres para acreditar ou não,agindo de acordo com seu próprio discernimento interior.O Plenum Cósmico/Deus tem um sentido individual para cada um separadamente, e ELE se revelará cada vez mais, de acordo com a capacidade individual de compreendê-lo que cada um conseguir alcançar.

********************************************************************************************************

“Eu aceito o mesmo Deus que o nosso grande Spinoza chama a Alma do Universo, não creio num Deus que se preocupe com as nossas necessidades pessoais.”

Albert Einstein

**************************************************************************************************

Bibliografia para consulta

A Ètica da Crença
William James
Andaimes do Real-Psicanálise da Crença
Fábio Antonio Hermmam
O Conhecimento de Deus
Michel C. Tolley
Brincando de Deus-Uma conversa sobre a Ètica
Tony Watkins

Nota; Biblioteca

Divulgação: A Luz é Invencível

 

Atualização de DNA Acelerado pela Fusão de Galáxias

post-05-23-1

A foto acima mostra a Via Láctea como vista da Terra em uma noite clara.

A seguir uma explicação de como o DNA e a consciência humana estão completamente interligados, juntamente com a forma como isso está relacionado com a fusão da Galáxia Anã Sagitário e a Via Láctea.

Artigo Relacionado: Comprovação Científica – Nosso DNA Está em Mutação

NÓS NÃO FAZEMOS PARTE DA VIA LÁCTEA

Desde os nossos primeiros aprendizados, nos ensinaram que a Terra, o Sol e o Sistema Solar pertencem à Via Láctea. Novas provas científicas mostram claramente que isto não é verdade.

Um dos maiores mistérios astronômicos é: por que a Via Láctea está em ângulo quando vista da Terra ? Se o nosso Sistema Solar tivesse surgido da Via Láctea, nós estaríamos alinhados com o disco do redemoinho no mesmo ângulo, mas pelo mapa, nós estamos em outro ângulo em relação a ela. Esse mistério de longo tempo foi agora resolvido.

Um novo mapeamento digital em infravermelho do céu inteiro foi feito em 2003. As equipes das universidades da Virginia e Massachusetts utilizaram um supercomputador para mapear através de meio bilhão de estrelas criando um NOVO mapa estelar mostrando que o nosso Sistema Solar está na intersecção exata desta encruzilhada em que duas galáxias estão realmente se unindo.

Agora estamos nos unindo à comunidade galáctica da Via Láctea… Com todas as suas implicações.

A sensação de choque surgiu quando os cientistas anunciaram que o Sol, a Lua, a Terra e os outros planetas, não nasceram no conjunto familiar de estrelas conhecidas da Via Láctea, mas na verdade pertencem a uma estranha formação com o nome desconhecido de galáxia anã de Sagitário !

Como pode ser isto ?

Usando volumes de dados a partir do Two-Micron All Sky Survey (2MASS), um grande projeto para o mapeamento do céu em luz infravermelha liderado pela Universidade de Massachusetts, os astrônomos estão respondendo as perguntas que têm confundido os cientistas há décadas, provando que a própria Via Láctea está consumindo um de seus vizinhos em uma exibição dramática de canibalismo galáctico em curso. O estudo publicado no Astrophysical Journal, é o primeiro a mapear a extensão da galáxia Sagitário e mostra em visual bem claro os detalhes de como seus detritos envolvem e passam pela Via Láctea. Sagitário é 10.000 vezes menor em massa do que a Via Láctea, por isso está sendo estendida, dilacerada e incorporada pela Via Láctea que é maior.
post-05-23-2

Estamos em um ângulo diferente em relação aos braços do disco do redemoinho da Via Láctea porque NÃO saímos da Via Láctea, mas SIM da galáxia anã de Sagitário, que agora está colidindo e sendo “incorporada” pela imensa Via Láctea.

Sempre foi de conhecimento científico que a Via Láctea recolhe material de outras galáxias e oprime as pequenas. A galáxia anã de Sagitário a partir do qual nosso Sistema Solar se origina é muito, muito pequena e está sendo incorporada. Estamos prestes a nos unir a Via Láctea, a nível energético do disco do redemoinho.

Os anéis ao redor da Via Láctea, são os restos de outras galáxias menores. Você pode ver onde o nosso Sol está localizado e que está se movendo em uma direção totalmente diferente do que se pensava. Trace um circulo onde o nosso Sistema Solar reside e você pode ver o seu caminho. Agora se torna óbvio por que a Via Láctea é vista neste ângulo da Terra. Com a convergência chegando também se torna óbvio que o nosso Sistema Solar pertence a galáxia anã de Sagitário que agora está diminuindo e se unindo com a Via Láctea.

A maior causa que contribui para a mudança climática global e o derretimento das calotas polares da Terra, Marte e Plutão é causada pela nossa chegada na região do equador mais brilhante e mais energético do disco galáctico da Via Láctea (onde toda a ação acontece) nós cruzamos antes a mais profunda escuridão do espaço claramente menos energético.

Com um pouco de contemplação, torna-se claro para qualquer um perceber o que está acontecendo.
post-05-23-3

Foto infravermelha real da Via Láctea a partir da Terra: vista lateral quase centrada no meio é a região de plasma incandescente do disco do redemoinho.

Os muitos cientistas que estudam estes fenômenos estão nos dizendo que isso tem grandes implicações para todo o DNA no planeta Terra e toda a teia da vida. Mudanças evolutivas grandes e repentinas já estão começando a ocorrer.

Artigo relacionado: A Terra Está Entrando no Cinturão de Fótons

Estas mudanças bruscas e rápidas foram chamadas por biólogos evolucionistas de equilíbrio pontuado.

Equilíbrio Pontuado: Processo evolutivo que envolve longos períodos sem alteração (estase) pontuado por curtos períodos de rápida alteração.

Encruzilhada da Convergência
post-05-23-4

Neste momento estamos começando a passar pelo equilíbrio pontuado.

A natureza da nossa espécie Homo sapiens, está passando por uma grande mudança. Alguns chamam isso de evolução transformacional, outros chamam o fim do nosso velho mundo e o início de uma nova Era acontecendo simultaneamente.

Alguns só percebem o lado negativo do mesmo e estão reagindo com extremo medo pela perda do que é familiar. Eles preveem o fim do mundo, mas apesar de muitas coisas em nosso velho mundo se perderem rapidamente, a morte só está anunciando o fim de uma era que não nos serve mais e o inicio de uma nova Era. Uma nova era tão diferente da disfunção passada de milhares de anos que será quase incompreensível pelas nossas perspectivas atuais. A metáfora de uma “Era de Ouro e de Paz” tem sido usada muitas vezes e em muitas culturas para descrever o tempo do pós-tempo.

O nosso DNA físico afeta nossa consciência humana pessoal. O DNA e a consciência humana estão completamente interligados, entrelaçados, misturados. O que afeta um afeta o outro. O DNA é o material/aspecto físico da consciência humana. Aqueles que estão se tornando conscientes dos aspectos espirituais, devido à ativação de seu coração energético, são capazes de ver as implicações metafísicas também.
post-05-23-5

Este bombardeio de energias está aumentando rapidamente agora vindo também do disco do redemoinho da Via Láctea, o que significa a vinda de mudanças rápidas para a consciência humana e significa também mudanças genéticas para toda a vida na Terra, com todos os quanta de matéria e energia em todo o nosso Sistema Solar sendo transformados enquanto colidimos com as muitas frequências energéticas, íons, radiações e poeira cósmica que estão saindo para fora no equador da Via Láctea, que está rapidamente incorporando todo o nosso Sistema Solar, incluindo o Sol e o planeta Terra.

Artigo relacionado: Podem Os Raios Cósmicos Evoluir a Consciência e Transformar o DNA ?

Foi o trabalho de cientistas russos que acionou o alerta para os aspectos físicos dessa convergência.

Existe um instituto na Rússia que se concentra em estudar a heliosfera do nosso Sol. A heliosfera é o enorme campo magnético do nosso Sol, que envolve todo o Sistema Solar como um campo de força. Estamos nos movendo continuamente através do espaço em uma determinada direção. Quando você desenha isso em um gráfico bidimensional perceberá que estamos seguindo rapidamente para baixo a partir do nordeste para o sudoeste em um ângulo a direita da Via Láctea. Vamos atravessá-la e sair por baixo da Via Láctea porque nós entramos no seu quadrante oeste inferior.
post-05-23-6

Acima: Convergência de galáxias a partir de uma perspectiva da Terra para a Via Láctea.

Na realidade os maias não disseram que era o fim do mundo, mas a reciclagem do nosso mundo atual e a transformação em um mundo inteiramente novo onde a paz reinará. É a Era de Ouro a muito tempo profetizada por muitas, muitas culturas na Terra, embora descrita nestas culturas com diferentes metáforas.

Então, como é que os russos que estudam a heliosfera do Sol sabem sobre a vinda desta convergência ?
post-05-23-7

Nosso Sol e Sistema Solar aceleram através do espaço, protegidos por um campo de força eletromagnético chamado heliosfera. É de forma semelhante a uma gota de lágrima com uma frente contundente e uma cauda mais fina. À medida que a frente contundente encontra as energias, radiações e partículas cósmicas do espaço, ela ferve ou brilha devido aos plasmas energéticos produzidos ao longo da frente.

Os cientistas sabem disto há muito tempo e mediram o comprimento desta efervescência de plasma em unidades astronômicas. Uma unidade astronômica (UA) é a distância entre a Terra e o Sol, ela manteve-se relativamente constante até agora. O comprimento dessa efervescência ao longo da borda dianteira da heliosfera está agora 1.000% maior do que foi sempre considerado normal. E ela está aumentando rapidamente, quanto mais nos aproximamos da energia extrema da eclíptica da Via Láctea à medida que mergulhamos dentro dela para saímos do outro lado como um bando de crianças descendo uma emocionante montanha-russa do Sistema Solar, com os joelhos trêmulos, vendo o mundo de acordo com o desejo mais íntimo do nosso coração. Só que neste caso, algumas das crianças decidiram sair do passeio da montanha-russa diferente e seguir para um ambiente em que elas estavam mais familiarizadas.
post-05-23-8

Apesar de nenhum ser humano pode fazer qualquer coisa para impedir que isso aconteça, nem devemos, aqueles que estão cientes disto estarão definitivamente liderando conforme estas tumultuadas mudanças afetam a Terra, aumentando incessantemente até que não seja mais possível reter a energia e todas as partículas de quantum em nosso Sistema Solar de repente e instantaneamente vão disparar se afastando umas das outras, para depois se manterem estáveis com um aumento de distância entre elas.

Esta é a forma como acontece uma mudança dimensional (Ascensão). É uma mudança súbita de densidade de toda a matéria no nosso mundo do que é chamado de terceira para quarta densidade.

Considerando todos os novos conhecimentos sobre a natureza da matéria e do tempo, agora cada vez mais entendemos esta dinâmica.

O que acontece então ? Qual é o próximo passo na evolução ?

Caso queiramos observar isto, a resposta é encontrada em milhares de anos de profecia em todas as culturas, desde o início da consciência humana. Estas profecias concentram-se no surgimento de uma nova Era de paz, enquanto ao mesmo tempo, a velha era vai se desgastando e morrendo no tempo, se reciclando completamente.

No bom sentido, a escória é então vaporizada.

Isto foi previsto nas profecias de cada cultura na Terra, usando diferentes mitologias e metáforas nesta descrição, por milhares de anos.

Os cataclismos que agora estão aumentando em todo o planeta não acontecerão todos de uma vez, mas gradualmente e com aumento de intensidade.

As mudanças na Terra já começaram, muitas pessoas agora estão se libertando plenamente e outras pessoas estão começando a perceber, despertando do sono profundo.

A maioria das pessoas estão muito perplexas com o que descobrem. Talvez o que estou escrevendo aqui traga algum conforto, bem como uma ajuda prática.

Alguns de vocês que estão lendo este artigo agora estão cientes disso através de suas intuições. Suas intuições pressentem que essa mudança vem de um longo, longo tempo… Muito antes do seu nascimento. É este sentimento de expectativa no nosso interior. Uma antecipação que inclui tanto a angústia pela sobrevivência física, quanto o aumento exterior da intensidade energética, ao mesmo tempo que sentimos a expectativa interior de um paradigma inteiramente novo surgindo em nosso planeta percebemos tantas pessoas confusas que estão envolvidas na guerra, na criminalidade, no fanatismo religioso e ideológico, na violência e controle, tudo para servir seus interesses egoístas.

Sentimos intuitivamente o crescimento da pressão e interiormente sabemos que finalmente alguma coisa vai acontecer.

Estes sentimentos intuitivos sobre a vinda desta mudança são precisos, apesar de nossas interpretações deles variarem. Mas você não está sozinho.

Podemos chamar este novo estado de nossa existência de quarta densidade emergente. Quando o termo densidade é usado em vez de dimensão se refere a diferentes estados das partículas quânticas entre uma e outra dimensão do mundo. Refere-se à taxa de coesão e de oscilação de cada quanta que é uma expressão da densidade material.

Neste vasto Universo, tempo e espaço são completamente misturados e consistem de muitas razões diferentes. Todos vibram quanta (ou rotação) em diferentes frequências e as partículas quânticas existem no tempo linear a distâncias variáveis entre si.

Em nosso mundo atual de terceira densidade, as partículas quânticas da matéria tem certa distância conhecida entre elas. A maioria das pessoas não tem qualquer concepção de como são incrivelmente pequenos estes quanta básicos e menos ainda uma ideia de que existe muito espaço vazio entre cada um deles.

O que é o espaço vazio entre eles ?

É o campo de energia e a Inteligência Infinita. É o domínio do tempo.

Presentemente na terceira densidade, esta distância entre os quanta que compõem tudo, incluindo luz (fótons), é análogo a distância entre uma bola de golfe em uma extremidade de um campo de futebol e uma segunda bola de golfe na outra extremidade do campo.

Entre as duas bolas de golfe (quanta) está representado muito espaço, de fato.

Mas, não é espaço “vazio”, e sim um fluxo energético fervilhante de entropia e organização de ambas as bolas de golfe.

Na próxima e muito mais fina, quarta densidade, estes quanta estão mais afastados ainda. Deve ser entendido que o nível quântico é muito, muito menor e mais fino do que o nível atômico bruto onde estes vários quanta se reúnem. Tudo é energia. A matéria é energia girando em várias configurações.

Artigo Relacionado: Nada é Sólido, Tudo é Energia

“No que diz respeito a matéria, temos entendido tudo errado. O que chamamos de matéria é na verdade energia, cuja vibração foi tão reduzida que se torna perceptível aos sentidos. Não há nenhuma dúvida.” ~Albert Einstein

Origem: Na 5ª Dimensão

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível

COMO A QUEDA DE ATLÂNTIDA MUDOU A NOSSA REALIDADE-QUARTA PARTE

 
anterior

Existem muitos mitos referentes à Atlântida, pois o seu tempo foi um grande tempo em nosso planeta. Foi o zênite da compreensão da grandeza da humanidade. O mestre que outrora residiu no templo sagrado no meio do Grande Rio fez uma promessa à Atlântida. Essa promessa estabelecia que quando a consciência da humanidade se elevar novamente ao nível da Atlântida no auge de sua Idade Dourada, nós conhecerão novamente a paz e a beleza. Àquelas almas foi dito que á elas caberia a maior responsabilidade de restaurar à Terra, a beleza da Idade Dourada da Atlântida.Falando individualmente, se você têm um grande interesse pela Atlântida, então você esteve lá. Se um grande desejo de conhecer mais sobre a Atlântida o persegue, então você esteve lá. Você pode ter encarnado para ajudar o processo de restauração que agora ocorre.Uma formulação moderna da história da Atlântida e dos atlantes foi feita por Helena Petrovna Blavatsky, fundadora da Teosofia. Em seu principal livro, A Doutrina Secreta, ela descreve em detalhes a raça atlante, seu continente e sua cultura, ciência e religião. Existem alguns cientistas que remetem a localização da Atlântida, a um local sob a superfície da Antártica.A localização mais recente foi sugerida pela imagem obtida com o Google Earth por um engenheiro aeronáutico e publicada no tabloide The Sun, mostrando contornos que poderão indicar a construção de edifícios numa vasta extensão com dimensões comparáveis ao País de Gales e situado no Oceano Atlântico, numa área conhecida como o abismo plano da Ilha da Madeira.
A QUEDA DE POSEIDONIS- A CAPITAL DE ATLÂNTIDA

Sobre a queda de Poseidonis, registros das Inscrições e desenhos trazem esclarecimentos que afirmam ter os atlantes de Poseidonis conseguido o domínio de lâmpadas atômicas que iluminavam os palácios e os Templos de paredes transparentes. Outros desenhos, trazem homens segurando um pequeno aparelho nas mãos e através dele, levantavam e gravitavam objetos e pedras. Também informavam que os Atlantes utilizaram NEGATIVAMENTE seus conhecimentos sobre os MANTRAS NO CONTROLE DOS ELEMENTAIS e atraíram enormes desequilíbrios sobre eles. Conflitos de Poder nas forças morais ­ dominação de povos primitivos; conflito de excessos nas forças sexuais; uso de tecnologia em reprodução de seres para serem usados em escravidão; uso das forças mentais em ações involutivas; o início de uso descontrolado, abusivo, altamente involutivo em pesquisas de manutenção da vitalidade do corpo físico. O Alfabeto Fenício, ­ pai de todos os alfabetos europeus ­ tem suas raízes no alfabeto atlante que também chegou aos Maias. Todos os símbolos Maias e Egípcios provém da mesma fonte. Outros desenhos indecifráveis aparentemente, mas presentes em manuscritos hindus, esclarecidos por Rama, como os desenhos de uma grande cidade chamada GOB. Sob as areias de um deserto estavam riquíssimos tesouros e poderosas máquinas desconhecidas.(nota pessoal; Próximos a estas máquinas, estavam desenhos de seres por nós conhecidos como Gnomos ou Seres Elementais que seriam os guardiães desses arquivos. Podia se ver que todos os desenhos de Templos eram guardados e ainda são (os Templos submersos e os desconhecidos) por Elementais ­ Guardiães, ­ seres treinados para proteger Templos, Túmulos, e Tesouros. No planeta hoje, milhares e milhares de sobreviventes de culturas antigas se encontram reencarnados, para este novo ciclo de TRANSIÇÃO PLANETÁRIA em que vivemos.)

Post Relacionado;o-reino-elemental-o-essencial-invisivel-aos-olhos

TEMPO DE ATIVAR A CONSCIÊNCIA ATLANTE INTERIOR

A consciência atlante desempenhou um papel integral na formação e evolução da Terra. O foco da consciência atlante é a integração da energia e as configurações de energia. É um recurso para os homens aprenderem sobre a energia a fim de expandir a consciência. Principalmente com a nanotecnologia que os instrutores espirituais atlantes( na forma etérica) estão pondo à disposição para aqueles que têm a capacidade de compreender a energia, a humanidade está às portas de uma nova dimensão de realidade. A nanotecnologia é o arranjo ou a engenharia dos átomos para fazer qualquer coisa que seja desejada. A civilização atlante era sofisticada nessa tecnologia. Eles sabiam como criar a partir das vibrações de energia, que primeiro se tornaram ondas de energia e depois, as partículas elementares que constituem os átomos – que os atlantes então combinavam para fazer moléculas para qualquer forma que quisessem. Os instrutores espirituais atlantes são especialistas em energia, cujo papel no cosmos é desencadear e ativar certos campos de energia e integrá-­los nos já existentes. Sua aliança é com a hierarquia do cosmos. Sempre que são mandados a um planeta, ou massa de energia, eles são capazes de assumir a forma que seja compatível com as formas de energia já em existência.

Post Relacionado;as-linhas-ley-e-os-centros-de-poder-do-planeta-terra”

COMPREENDENDO AS ENERGIAS VIBRACIONAIS DOS ATLANTES

Quando as pessoas entendem como usar a energia e compreendem suas formas vibracionais, elas se tornam totalmente ilimitadas. Não há nada que tal pessoa não possa atingir ou criar. A Atlântida tornou-­se a Meca desse conhecimento. Os atlantes se tornaram superiores em seu conhecimento em relação aos seres que haviam estabelecido a Atlântida anteriormente. Os fundadores deixaram por legado conhecimento suficiente que, com os recursos humanos, foi capaz de evoluir muito rapidamente. Quando a humanidade não está dissipando suas energias em conflitos,  não fazemos ideia de quão superior é nossa criatividade ou quão longe podem ir nossas possibilidades. A maneira de se alimentarem,por exemplo,  tinha mais a ver com o equilíbrio energético do que com a fome ou a necessidade de sustentar a vida. Jamais eles pensariam em consumir qualquer coisa que não pertencesse à vida vegetal. Por que? Porque esse outro tipo de vibração não estava em harmonia com as vibrações de seus próprios corpos. Tal ato teria mudado sua vibração para um estado de confusão. Por isso eles eram muito cuidadosos quanto ao fato de que qualquer coisa que consumissem, tivesse uma vibração que se harmonizasse com a sua própria. Eles realmente se misturavam com a vibração antes de consumi­-la para verificar se era satisfatória. Se não, eles a reverenciavam e a punham de lado. Os atlantes possuíam um vasto conhecimento e compreensão sobre energia. Eles sabiam como criar a partir de energia pura; por isso podiam criar arte com luz e a forma artística mudava conforme os pensamentos da alma.

A RETIRADA DOS ATLANTES E OS CATACLISMAS QUE SE SEGUIRAM

A hierarquia cósmica agradeceu os atlantes íntegros por seu compromisso e dedicação, depois retirou-­os da Terra em sua forma de humanidade antes da queda. Pensava-se que a ativação das muitas novas vibrações se solidificara em forma física. Todavia, a remoção da energia atlante concentrada causou um choque na consciência de massa, que resultou em um distúrbio do campo energético. Formaram­-se fortes ventos, que trouxeram grandes ondas de marés; houve tremores de terra e erupções vulcânicas. Tudo isso foi causado pela necessidade de ajustar o campo de energia da Terra, para compensar a perda da energia atlante. Houve uma mudança de polaridade e muitos seres humanos, plantas e animais, foram destruídos. Mas alguns Homos Sapiens sobreviveram, e a humanidade passou a ser o criador. Enquanto os seres humanos ainda tinham lembranças da civilização atlante, eles  viviam nas profundezas das cavernas, para aguardar que a atmosfera se estabilizasse. Embora nascessem crianças, não havia uma maneira de preservar o conhecimento e as informações da civilização anterior.

Levou milhares de anos, até os sumérios e gregos, para que se começasse a registrar as lendas da idade atlante. Os humanos ainda não haviam encontrado as inscrições nas paredes das cavernas, das pessoas que viveram logo depois da mudança dos polos. Durante o tempo em que os homens estavam evoluindo a partir dos efeitos da mudança polar, os atlantes continuaram a trabalhar com os humanos através de sua intuição e conexão com os níveis mais elevados de consciência – exatamente como continuam fazendo atualmente.(nota pessoal; Como a consciência atlante aprendeu ao transformar a energia em diferentes formas, eles estão alinhados com a Terra e continuam ajudando a humanidade a realizar o projeto divino original. Esse projeto divino é sobre o princípio criativo – a criação por meio da inclusão de toda a energia, e de maneira que toda energia possa ser explorada.)

O PONTO DE VISTA DE EDGAR CAYCE

Edgar Cayce (1877­1945) tornou-­se o mais proeminente defensor de uma possível Atlântida. Amplamente conhecido como o Profeta Adormecido, Cayce tinha a capacidade de ver o futuro e de se comunicar com os mortos. Ele identificou centenas de pessoas, incluindo a ele mesmo, como atlantes reencarnados. Cayce disse que a Atlântida estava situada próxima da ilha Bimini, nas Bermudas. Ele acreditava que os atlantes possuíam tecnologias remarcáveis, inclusive “cristais de fogo” extremamente poderosos que eles usavam para energia.O desastre no qual esses cristais ficaram fora de controle, é que foi responsável pelo afundamento da Atlântida, segundo ele , o que parece com uma história de precaução sobre os perigos da energia nuclear. Tendo permanecido ativos abaixo das ondas oceânicas, os “cristais de fogo” danificados enviam campos de energia que interferem com os navios e aviões que passam – isto é como Cayce considerou as ocorrências do Triângulo das Bermudas. Cayce profetizou que parte da Atlântida viria para a superfície novamente em 1968 ou 1969. Isso não ocorreu e nenhuma evidência foi encontrada de que ela já tenha estado lá. Mas muitos argumentam que deve ter existido uma Atlântida, por causa de muitas similaridades culturais nos dois lados do oceano, que não poderiam ter se desenvolvido independentemente , tornando a Atlântida quase que literalmente um “elo perdido”.

OUTRAS TEORIAS

K.T. Frost também acreditava que a Atlântida poderia ter sido parte da ilha de Creta, que antes de 1500 A.C.,era a sede do império minóico. Escavações arqueológicas mostram que Creta no tempo minóico tinha provavelmente uma das culturas mais sofisticadas dessa época. Então, num piscar de olhos, a civilização minóica desapareceu. Estudos geológicos mostraram que numa ilha que agora conhecemos como Santorini, localizada dez milhas ao norte de Creta, ocorreu um desastre que teria sido capaz de destruir o estado minóico. Houve uma explosão vulcânica quatro vezes mais poderosa que as do Krakatoa. O tsunami que se chocou com Creta, deve ter penetrado ilha adentro por aproximadamente meia milha, destruindo todas as cidades e povoados da costa. A grande frota minóica de navios afundou em poucos segundos. Durante uma noite, o poderoso Império minóico foi esmagado. Muitos dos detalhes da história da Atlântida se encaixam com o que é atualmente conhecido sobre Creta. As mulheres tinham um status político relativamente alto, ambas as culturas eram pacíficas e ambas apreciavam o esporte da luta com touros ritualística (onde um homem desarmado lutava com um touro).  A exata localização da Atlântida não é conhecida, pois o continente se partiu em várias seções que se moveram em diferentes direções. Muitos pesquisadores acreditam que a Atlântida esteja perto das ilhas dos Açores (grupo de ilhas pertencentes a Portugal, localizadas a aproximadamente 1500 km a oeste da costa portuguesa). Algumas pessoas acreditam que as ilhas são os topos das montanhas do submerso continente da Atlântida. Outros pesquisadores acreditam que a Atlântida foi um exagero da narração da destruição histórica de Thera(Santorini) e do Império Minóico . Santorini, é uma ilha vulcânica localizada ao norte de Creta no Mar Egeu. Ao redor de 1500 A.C. ela foi devastada por uma explosão vulcânica que pode ter contribuído para a queda súbita da civilização minóica. Antigos escritos dos astecas e dos maias, como o Chilam Balam, Dresden Codex, Popuhl Vuh, Codex Cortesianus e Manuscrito Troano, também foram traduzidos como histórias da destruição da Atlântida e Lemúria. O livro Oera Linda, da Holanda é considerado um dos mais antigos livros já encontrados. Ele fala sobre a destruição da grande ilha atlântica por terremotos e ondas gigantes. O antigo historiador grego Diodorus escreveu que milhares de anos antes dos fenícios, havia uma imensa ilha atlântica (no local em que Platão descreveu que a Atlântida estava).

TEORIA EXTRATERRESTRE

Uma das mais polêmicas teorias sobre a Atlântida foi proposta recentemente pelo pesquisador Prof. Ezra Floid. Partindo do desenho da cidade circular descrito por Platão, Floid propõe que Atlântida se tratava de uma gigantesca nave espacial, um disco voador movido à hidrogênio, hidro-magnetismo, com uma usina central de Hidro-Forças, chamada de Templo de Poseidon: um imenso OVNI descrito por muitas culturas como “A Ilha Voadora” (citada em Viagens de Gulliver), relacionada com a Jerusalém Celestial descrita na Bíblia, à Purana Hindu que desce do Céu, o Disco Solar dos Astecas, Maias, Incas e Egípcios.

Sendo Atlântida uma missão colonizadora, ela teria estado em muitos pontos da Terra, pois se locomovia e se instalava em regiões; este teria sido o motivo pelo qual sua presença ora é imaginada no Mediterrâneo, ora na Indonésia, ora no Atlântico, nos Pólos e nos Andes: Atlântida seria a mesma nave descrita na epopeia dos Sumérios. Segundo esta teoria inovadora do professor Ezra Floid, Atlântida não teria submergido catastroficamente, mas intencionalmente, como parte do projeto colonizador que seu povo realizava no planeta. Após permanecer algum tempo no fundo do mar como cidade submarina, o disco voador atlante teria usado também a hidroenergia de emersão para lançar-se diretamente no espaço sideral, provocando com sua massa e seu arranque poderoso uma enorme onda circular de tsunami no oceano onde estaria oculta. Os sobreviventes deste tsunami, após a tragédia, teriam julgado que Atlântida havia afundado. No entanto, os atlantes apenas teriam voltado para seu sistema natal.

Post relacionado;Contatos Imediatos – Limitados a Campanha de Difamacao Contra os Extraterrestres

CONCLUSÃO

A Terra tem um compromisso especial de tentar criar através da expansão criativa contínua. Outros planetas investigaram a energia e o conceito do que é criado, quando se usa a perspectiva destrutiva. A Terra está envolvida em uma perspectiva holística,e está aprendendo a como ser criativa, o que significa expandir-­se e ainda permanecer conectada. Em vez de ter de assumir uma forma e interagir com os humanos no plano físico, os atlantes devem agora ser considerados um nível de consciência, que existe em todas as pessoas. Todos têm dentro de si a herança da raça atlante. Eles,os atlantes, são os antepassados da humanidade. Representam uma perspectiva do Plenum Cósmico/ Deus/ Fonte, e semearam esta Terra com a consciência para criar a forma a partir da energia. A humanidade está encarregada de saber como focalizar a criatividade e precisa decidir sobre o que está sendo criado e como deve ser utilizado.CONTINUA……

******************************************************************************************************************

Bibliografia para consulta

1-O Código de Atlântida
Charles Brokaw
2-Herdeiros de Atlântida-Vol 1 e 2
Eduardo Spohr
3-Crônicas de Atlântida
Antonio Luíz M.C.Costa
4-Atlântida
Roseliss Von Sass
5-Ecos da Atlântida
Loty Ger
6-O Enigma da Atlântida
Alexandre Braghine
7-Em busca da Atlântida
Andy Mcdermott
8-A Alquimia da Ascenção
James Tyberonn
9-Lightworker 2010
PDF-Biblioteca Virtual
10-O Mistério de Atlântida
Charles Berlitz
11-O antigo segredo da Flor da Vida
Drunvalo Melchisedek
12-Light-The medicine of the future
Jacob Liberman

 Nota; alguns livros estão disponíveis em nossa Biblioteca Virtual

Divulgação: A Luz é Invencível

As 10 Maiores Verdades Espirituais Que Não Aprendemos na Escola

post-05-21-1
Como seria o nosso mundo de hoje se estas 10 maiores verdades espirituais fossem ensinadas em nossas escolas, na mídia e em nossos livros de história ? Como podemos mudar o sistema para introduzi-las ? Estes são temas para nossa realidade futura ? Como o mundo vai ser depois de reconhecer com sucesso estas verdades espirituais ?

1. Nós somos seres espirituais em uma jornada humana. Antes de descermos e “vestirmos” este corpo físico, nós planejamos o ponto no tempo em que iríamos começar a despertar para quem e o que somos. O ventre de nossa mãe foi o túnel do esquecimento, e nós sabíamos que o desafio de lembrar seria difícil. O maior risco que nós tínhamos era o de não despertar. Nós nunca estivemos desconectados da nossa Fonte de luz, no entanto, a conexão foi esticada ficando extremamente longa e fina para podermos experimentar esta parte de densidade do Universo. Nosso desafio é fortalecer esta conexão e fazer crescer o nosso pilar de luz para lembrarmos e reconhecermos quem realmente somos.

2. Nossa alma não morre, nós apenas mudamos o nosso foco. Como uma centelha de luz a partir da Origem, nós estamos infinitamente conectados ao fluxo das experiências. Quando é hora de desconectar o cabo da vida do nosso corpo físico, a nossa centelha sobe e sai do corpo físico humano. Nós levamos a experiência de nossa vida conosco, mas nosso foco é alterado para um nível diferente de vibração. Nós ainda existimos como uma pessoa igual a quando estávamos na forma humana, bem como lembramos das muitas pessoas que fomos antes nas outras vidas. Em cada vida acumulamos experiência e sabedoria.

post-05-21-23. Tudo é energia que vibra em uma determinada frequência. Todos os seres vivos na Terra têm consciência, até mesmo as pedras e as árvores. Cada coisa e cada um estão ligados a uma “árvore da vida” ou uma fonte de energia infinita. Podemos nos conectar com a consciência das árvores e das rochas e mantendo conversações com elas pela sintonia com a sua frequência vibracional particular. Nosso corpo contem 74% de água e pode ser programado e moldado para uma determinada frequência vibracional através de pensamentos, som, cor e amor. Quando entendemos as vibrações, podemos entender como tratamentos holísticos e alternativos podem curar qualquer doença ou enfermidade no corpo, alterando a vibração da água.

Artigo Relacionado: Tudo é Energia

4. Nossos pensamentos criam a nossa realidade. Todos os pensamentos são energia que se manifestam da maneira como interpretamos a realidade. Sempre estar consciente dos pensamentos é um dos primeiros passos na responsabilidade da cocriação da nossa realidade. É um conceito simples, mas exige consciência e trabalho. Se cada pessoa na Terra mudasse seus pensamentos em direção à paz e à liberdade, não haveria mais guerras ou tirania. Concentrar-se em pensamentos negativos cria uma frequência vibracional inferior manifestando uma realidade negativa de conflitos e sofrimentos, concentrar-se em pensamentos positivos eleva a frequência vibracional criando uma realidade de igualdade fraternidade e realizações. Nossa realidade é uma manifestação do que nós criamos através dos nossos padrões de pensamentos.

5. Nós somos aqueles por quem temos estado à espera. Existem muitas raças e seres de outras dimensões no planeta neste momento. Anjos querubins, Anjos serafim, Arcanjos, Pleiadianos, Órions, Sirianos, Arcturianos, Andromedanos, só para citar alguns. Nós nos oferecemos para estar aqui neste momento, atendendo ao chamado da consciência do Planeta Terra quando ela gritou pedindo ajuda. Viemos aqui de outras galáxias, Universos e Cosmos. Muitos vieram aqui porque era uma oportunidade para alcançar a “Era de Ouro”, após a “queda”. Esses tempos ainda não foram completamente alcançados, tudo o que aconteceu foi uma preparação para este acontecimento.

Artigo Relacionado: Lira – Inicio da Consciência Humana

6. A maioria de nós encarnou antes aqui muitas vezes, a fim de se preparar para esta vida atual. Há almas que estão aqui para serem sinalizadores e líderes e há almas que só queriam estar aqui para testemunhar a ressurreição da vibração da raça humana em harmonia com o planeta, o que afetará o Sistema Solar, o Universo, o Cosmos e além. Para aqueles que lideram pelo exemplo, nossa educação nunca termina. Tivemos muitas “classes” para nos preparar a fim de nos tornarmos mestres nesta encarnação. O escopo do evento terá este efeito sobre toda a criação e a data é um dos maiores segredos de todos. Existem algumas informações de que o ciclo de encarnação terminou e que esta vida é a grande oportunidade de nos libertarmos da roda do carma, ou da necessidade de equilibrarmos as nossas ações.

Artigo Relacionado: Para Encarnar na Terra Você Teve Que Dominar o Poder da Manifestação

7. Nunca estivemos sozinhos. Nós não poderíamos existir aqui sem a ajuda dos nossos guias e anjos espirituais, ou seres vibracionais elevados de luz que fizeram acordos conosco para ajudar nos orientando no caminho para o objetivo da ascensão. Eles existem em outra dimensão ou nível de vibração mais elevada do que a nossa. Por isto a maioria de nós não consegue vê-los. Eles estão sempre conosco esperando pacientemente pelo nosso pedido de ajuda já que vivemos em um planeta de livre arbítrio. Eles respeitam as leis de não interferência por causa do nosso livre-arbítrio, mas se pedirmos ajuda e é para o nosso maior interesse, eles têm formas criativas de manifestar o que pedimos. A maioria vem através de uma orientação do nosso interior como um processo de telepatia, onde recebemos como uma ideia na mente. As mensagens podem também vir de outras pessoas, daquelas que podem nos tocar com o seu nível de vibração, a fim de ouvirmos o que elas têm a dizer.

8. O tempo é uma ilusão. Nós temos um passado e já fomos para o futuro. A nossa partícula de energia (alma) existe em um lugar de “não tempo”. O tempo é criado a fim de termos experiências e é parte do experimento controlado. A meditação ou “ir para dentro” é a chave para voltar ao lugar do “não tempo”, onde se encontram todas as respostas.

Artigo Relacionado: O Tempo é Uma Ilusão

9. A ascensão não envolve ir para outro lugar. É um estado de ser, um foco de conhecimento, de consciência em uma frequência vibracional superior. É para isto que fomos criados para “ir adiante e experimentar”, replicando as experiências para a Fonte em um ciclo infinito de cocriação e maestria. A principal recompensa de encarnar nas profundezas do “inferno” neste momento é a de subirmos como uma Fênix a partir das cinzas para a luz do AMOR e da felicidade. Este é o objetivo a ser atingido por nós.

10. O amor é tudo o que existe. Encontrar, nos reconectar e nos amar novamente é a coisa mais importante que podemos fazer como seres humanos. A Fonte é AMOR incondicional e nós somos centelhas de sua Origem, o que significa que também SOMOS AMOR. Portanto, a chave do que buscamos para retornarmos a Fonte é nos amarmos incondicionalmente.

A mudança começa com cada pessoa individualmente reconhecendo estas verdades. Não é nossa responsabilidade convencer os outros sobre a nossa verdade, em vez disto tudo o que temos a fazer é “ser” e “viver” esta verdade, que o resto se seguirá. Como podemos fazer isto ? Sendo o exemplo ao falar e viver a nossa verdade, vendo o mundo mudar diante de nossos olhos. Ao nos tornarmos responsáveis por nós mesmos, nossos pensamentos e nossas ações, daremos um grande salto em direção ao futuro que desejamos para nós e para a humanidade como seres espirituais em uma jornada humana. Temos a maior oportunidade da história na Terra para ser a melhor versão de um ser humano que podemos ser. Simplesmente sendo responsáveis sobre a forma como nós vamos criar o futuro glorioso da humanidade existente na nave espacial que chamamos de Terra.

Este artigo foi escrito Dentro das 10 horas das horas de energia do retorno astrológico Solar da autora, inspirado em uma leitura por lavandar.

©Michelle Walling

Origem: Na 5ª Dimensão

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível

O LADO ESCURO DA LUA-primeira parte


posterior

Quem vê a Lua hoje em dia nada mais enxerga do que sua beleza enfeitando o céu noturno, mas a história dela foi bem conturbada e pode surpreender muitos de seus admiradores.Existem diversas teorias para embasar o surgimento da Lua, mas a mais conhecida(?) e aceita(?) por todos é a teoria da colisão.O planeta que colidiu com a Terra, levando à formação da Lua, pode ter tido uma composição similar à do nosso planeta, segundo um artigo publicado pela revista “Nature”, o que poderia ajudar a entender a origem do satélite natural. A história seria mais ou menos a seguinte;

“Certo dia, ainda na formação do sistema solar, um planeta chamado Theia, que tinha quase o tamanho de Marte, se chocou com a Terra. O impacto foi tão forte que pedaços de rocha quente foram jogados para todos os cantos no espaço e com o passar de milhões de anos, ele se aglomeraram novamente. No fim, a Lua acabou sendo criada.Quando  vemos a pequena Lua no céu hoje em dia e gostamos da imagem, certamente iríamos curtir muito mais há alguns bilhões de anos atrás,pois ela ficava muito mais perto da Terra, algo em torno dos 30 mil quilômetros, sendo que hoje ela está a mais de 300 mil.”

Post relacionado;sumeria-os-anunnaki-e-a-origem-da-humanidade

Concepção artística de uma colisão planetária mostram um impacto similar ao que teria ocorrido na Terra, levando à criação da Lua (Foto: Divulgação/Nasa/JPL-Caltech)

SEGUNDO OS CIENTISTAS….

Acredita-se que a Lua teve origem a partir da colisão com um objeto gigante, quase do tamanho de Marte, com a Terra, ainda em desenvolvimento. A hipótese é que o material que formou a Lua veio do impacto em si, que levou a expulsão de uma gigantesca nuvem de rochas e outros destroços.No entanto, o fato  das amostras do solo lunar recolhidas pela missão Apolo demonstrarem muitas semelhanças em relação ao solo terrestre,isso intrigava os cientistas. Isso porque outros corpos do Sistema Solar têm composições muito diferentes entre si.Para tentar desvendar esse mistério, um grupo de astrônomos, dirigidos por Alessandra Mastrobuno-Battisti do Instituto de Tecnologia de Israel, simularam colisões entre planetas e compararam a composição de cada planeta que sobreviveu ao impacto com a do corpo que se chocou contra ele.O resultado dessas simulações foi que de 20% a 40% dos corpos que impactaram tinham uma composição similar aos planetas com os quais colidiram, enquanto os planetas que se formaram como resultado desses choques tendiam a ter composições diferentes.O estudo/pesquisa assinala que combinando os resultados das simulações, se pode deduzir que o corpo celeste que colidiu com a Terra devia ter uma composição similar à de nosso planeta.

Outro estudo afirma que a Lua e a Terra se formaram mais tarde do que se pensava;Sabe-se que colisão que gerou os astros ocorreu há 4,5 bilhões de anos e os cientistas agora dizem que o choque ocorreu 120 milhões de anos depois.A pesquisa, realizada pelo Instituto Niels Bohr, da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, foi publicada na revista científica “Earth and Planetary Science Letters”.Foi determinado a idade da Terra e da Lua usando isótopos de tungstênio, que podem revelar se o núcleo ferroso (dos planetas que se chocaram) e a sua superfície rochosa se misturaram durante a colisão”, explica Tais W. Dahl, autor do estudo.Contrariando pesquisas anteriores, Dahl mostra que a colisão não fez com que a camada de rochas e os núcleos se fundissem completamente durante o choque.

Um outro estudo publicado na “Science”, aponta que a água existente na Terra e na Lua pode ter a mesma origem. Os autores analisaram material vulcânico lunar trazido pelas missões Apollo 15 e Apollo 17, da NASA. Eles concluíram que os isótopos de hidrogênio que há nesse magma solidificado são semelhantes aos da água terrestre.Eles apontam ainda que as moléculas de água encontradas no magma lunar têm composição isotópica idêntica daquela encontrada em condritos carbonáceos, que são meteoritos muito antigos que podem ter trazido a água para nosso sistema solar há muitos anos.Com base nisso, os autores, que são da Universidade Brown, da Carnegie Institution e da  Case Western Reserve University, todas nos EUA, supõe que a Terra já tinha água quando ocorreu o grande impacto com um corpo celeste que teria dado origem à Lua.Outro estudo importante detectou água no interior de cristais sobre superfície da Lua;Cientistas analisaram amostras colhidas em missões espaciais da NASA.A superfície da Lua contém cristais com restos de água em seu interior, substância que pode ter chegado até o satélite natural através do vento solar, segundo estudo publicado  na revista científica “Nature Geoscience”.

(nota pessoal;A lua continua surpreendendo pesquisadores pela quantidade de água que contém. Quanto mais os astrônomos procuram o líquido, mais eles encontram, em diferentes locais e profundidades.A água, em forma de gelo, transformou-se em crateras. Estudos indicam que o interior da lua é muito mais úmido do que estimavam os pesquisadores (ainda que hiperárido, se comparado com o da Terra). Uma das possibilidades é que cometas gelados tenham colidido com a lua, originando parte substancial dessa água. Mas a questão da origem e distribuição do líquido na lua ainda é um mistério que deixa os cientistas intrigados.(?) 

A geóloga Yang Liu e seus colegas da Universidade do Tennessee, dos Estados Unidos,  analisaram amostras da superfície lunar colhidas do satélite pelas missões Apollo, a maioria delas pelo astronauta Neil Armstrong, e acharam restos de água em alguns de seus componentes.”Quando as pessoas pensam em água, sempre imaginam em estado líquido, em rios, lagos ou oceanos. Mas algo que não costumamos reconhecer é que existe uma grande quantidade de água armazenada em minerais”, explicou Liu. Ainda segundo a geóloga, os minerais do manto terrestre contêm, pelo menos, a mesma quantidade de água que um oceano, e algo similar pode acontecer na Lua. Análises posteriores revelaram algo similar entre estes restos de água e os íons de hidrogênio presentes no vento solar, o que sugere que este vento foi o responsável por transportar íons de hidrogênio até a Lua. Uma vez ali, estas moléculas ficaram armazenadas em forma de água no interior das amostras analisadas.O vento solar contém uma grande quantidade destes íons, que não chegam a tocar a Terra porque a atmosfera e o campo magnético terrestre o impedem, mas no caso da Lua não há nada que proteja sua superfície, por isso que o vento solar impacta continuamente contra ela. “Nos últimos anos, fomos testemunhas de uma mudança de paradigma em nossa visão ‘sem água’ da Lua”, afirmou a pesquisadora.

Post relacionado;operacao-do-projeto-lua

A FORÇA DAS MARÉS E SUA RELAÇÃO COM A LUA

As marés são conhecidas de todos, principalmente por aqueles que moram próximo ao mar e dele vivem. Muitos deles sabem prever a maré em função da Lua e do Sol, sem sequer saber qual a verdadeira relação existente entre esses dois astros com a Terra.Como sabemos, a Terra mantém-se em órbita ao redor do Sol graças à atração gravitacional que existe entre esses dois astros. De igual modo a Lua está presa à Terra.

Como sabemos a Terra realiza uma volta em torno de si mesma a cada 24 horas. Mas a Lua também se move e isso faz com que o ciclo de marés se complete a cada 24 horas, 50 minutos e 28 segundos em média. Como são duas marés, a água sobe e desce a cada 12 horas, 25 minutos e 14 segundos.O fenômeno das marés também é observado na parte sólida do planeta, mas com menor intensidade. O solo terrestre pode elevar-se até 45 centímetros nas fases de Lua Cheia ou Nova. Mas nós não percebemos, pois tudo a nossa volta levanta junto e não temos assim uma referência.Existe ainda um fato curioso: devido ao choque das marés com os continentes freia-se lentamente a rotação da Terra. Mas a quantidade de momento angular perdida pela diminuição da velocidade de rotação não pode desaparecer (conservação do momento angular) e portanto deverá ser transferida. Essa transferência dá-se para o nosso satélite natural, e por isso a Lua não descreve uma órbita elíptica mas, sim em espiral devido o aumento do momento angular da mesma em relação ao nosso planeta. Com isso, o afastamento anual produzido por esse retardamento da rotação da Terra é cerca de 3 centímetros por ano. Desse modo, o dia terrestre aumenta de 1 milésimo de segundo a cada 50 anos e o resultado final fará com que a Terra mostre sempre a mesma face para a Lua. Nessa ocasião o dia terrestre deverá durar cerca de 36 horas.

FONTE;CENTRO DE DIVULGAÇÃO DE ASTRONOMIA DA USP

O QUE SÃO AS MARÉS LUNARES?

Os pesquisadores verificaram que na faixa que vai dos 30 km aos 110 km de altura – e envolve a estratosfera e a mesosfera, na última estão as temperaturas mais baixas da atmosfera (até 100 graus Celsius negativos) – a temperatura pode oscilar até 8 graus ao longo do dia por influência, em grande parte, da atração gravitacional lunar. A força exercida pela Lua sobre o planeta provoca vibrações nas camadas mais baixas da atmosfera que se propagam para as mais altas na forma de ondas semelhantes às que surgem quando se agita uma corda. Assim como fazem a superfície do oceano oscilar, essas ondas, conhecidas como marés lunares, fazem a atmosfera pulsar. Nos oceanos, a força gravitacional da Lua se manifesta como uma mudança de altura, já na atmosfera, ela altera a temperatura ou a velocidade dos ventos.O mapeamento do INPE fornece as evidências mais abrangentes de que as marés lunares na atmosfera, de cuja existência já se duvidou, de fato existem e são importantes para conhecer melhor o clima de uma região do espaço habitada por satélites de pesquisa e comunicação.Do ponto de vista prático, conhecer melhor as variações de temperatura nessa faixa da alta atmosfera deve permitir a elaboração de modelos mais precisos de como funciona o clima em uma região ainda mais alta – a ionosfera, situada entre 100 km e 1.500 km de altitude –, onde estão os satélites de pesquisa e comunicação e é alta a concentração de partículas eletricamente carregadas. “Para modelar com precisão a ionosfera, não se pode mais ignorar fenômenos como as marés lunares”.

FONTE;PESQUISADORES INEZ STACIARINI BATISTA E PAULO PRADO BATISTA, AMBOS DO INPE;(Instituto de Pesquisas Espaciais);Pesquisas apresentadas no Journal of Geophysical Research.

links; A global view of the atmospheric lunar semidiurnal tide. Journal of Geophysical Research: Atmospheres

VOCÊ SABE QUAIS OS MOVIMENTOS DA LUA?

A Lua possui muitos movimentos, mas os principais são a rotação, a revolução e a translação.O Movimento de Translação da Lua é o que faz em torno do Sol acompanhando a Terra e sua duração é o de um ano, portanto 365 dias. Tal movimento é também denominado de “Revolução Lunar”, os dois pontos máximos de aproximação e afastamento entre a Terra e a Lua recebem, respectivamente, os nomes de perigeu e apogeu.A Rotação da Lua é o movimento que ela faz em torno de seu próprio eixo, e é realizado em igual intervalo de tempo; por essa coincidência, a Lua tem sempre a mesma face voltada para a Terra; Revolução é o movimento elíptico que a Lua executa ao redor da Terra.Esses dois últimos movimentos tem a mesma duração, pois são realizados, em tempos iguais,num período aproximado de 27 dias e 8 horas. Devido á igualdade nas durações desses dois movimentos,é que a Lua nos mostra sempre mesma única face.
Como a órbita da Lua também é elíptica, a distância Lua-Terra varia ao longo do período da revolução. A distância média da Lua á Terra é de aproximadamente 384000 quilômetros.

AS DUAS CARAS DA LUA

O lado negro da lua pode não ser visível da Terra, mas isso não impede que pesquisas se realizem lá. As marias, regiões escuras de magma resfriado, são praticamente ausentes por lá, como foi revelado por sondas e observado por astronautas do Apollo 8.Os hemisférios totalmente diferentes da lua podem ser explicados, em parte, pelo fato do lado escuro ter uma crosta espessa, com cerca de 15 quilômetros. O lado iluminado é mais propenso a se rachar com a colisão de meteoritos, que também espalham magma no local.

SERIA A LUA O MOTIVO PARA A NOSSA EXISTÊNCIA?

Com o quarto maior diâmetro e mais de 1% da massa da Terra, nossa lua é o quinto maior satélite natural do sistema solar, e o maior em relação ao seu planeta.Com sua massa considerável, a gravidade lunar estabiliza a oscilação do eixo terrestre, moderando nossas mudanças sazonais. Além disso, a lua tem função importante nas marés do oceano e pode ter ajudado na formação da sopa primordial, a mistura que teria dado origem à vida na Terra há mais de três bilhões de anos.Os astrônomos se perguntam se planetas semelhantes à Terra precisariam de grandes luas como a nossa para que a vida pudesse se desenvolver.Uma resposta pode estar no nosso vizinho vermelho, Marte. O planeta tem duas pequenas luas, que podem ter sido asteróides anteriormente. Nunca foi encontrada vida em Marte(?), algo improvável, mas não fora de questão. Os estudos para descobrir se alguma forma de vida surgiu por lá podem ser fundamentais para entendermos a influência das luas nos planetas, e como seria o desenvolvimento da vida na Terra sem ela.

(nota pessoal; Depois que tomamos conhecimento de que nossa história tem de ser reescrita e que muito se perdeu ou nos foi ocultado propositalmente, fica difícil acreditar nestas coisas ditas pelos cientistas, que com certeza, estão/permanecem calados á respeito de vida em outros planetas.Recomendo o livro “THROUGH ALIEN EYES”,DISPONÍVEL NA NOSSA BIBLIOTECA VIRTUAL)

Post relacionado;divulgacao-e-a-historia

AS CONTROVÉRSIAS-EX-GERENTE DA NASA DECLARA:

“-EXISTE CIDADE ALIENÍGENA NA LUA”

De acordo  Ken Johnston, ex-gerente do Departamento de Aeronáutica Nacional e Dados da Administração Espacial e do Departamento de Controle de Fotografias da NASA, que também trabalhou para a o Laboratório de Recebimento Lunar daquela agência durante as missões Apollo, ele foi mandado embora por falar a verdade. Johnston afirma que a NASA sabe que os astronautas descobriram cidades alienígenas antigas, bem como os restos de maquinários avançados na Lua. Alegadamente, alguma daquela tecnologia poderia manipular a gravidade.Ele diz que a agência ordenou o acobertamento e o forçou a participar dele.Nos últimos 40 anos outros cientistas, engenheiros e técnicos também têm acusado a NASA de acobertamentos e de ocultarem dados.(nota pessoal;O crescente número de acusações vai desde o fato de estarem escondendo informações sobre objetos anômalos no espaço e mentindo sobre a descoberta de artefatos na superfície da Lua e Marte, até a ocultação de evidência de vida relatada pela sonda Viking durante o meio da década de 1970.)

Imensas estruturas de restos de construções abandonadas existentes na Lua e encontradas pela Apollo XX.

De acordo com Johnston, os astronautas do projeto Apollo XX trouxeram para a Terra evidências fotográficas de artefatos encontrados durante suas atividades extra-veiculares na Lua. Johnston afirma que a NASA o ordenou a destruir estas imagens enquanto ele estava trabalhando para o Laboratório de Propulsão a Jato (Jet Propulsion Laboratory ” JPL), mas ele se recusou.Quando ele abriu a boca para imprensa, a agência o despediu.Em uma liberação para a imprensa, Kay Ferrari, diretora do programa SSA do JPL, disse que solicitou a Johsnton que pedisse sua demissão, pois ele havia publicamente criticado seu empregador.Quando Johnston recusou a pedir sua resignação, ele foi sumariamente despedido, sem justa causa.Após sua abrupta partida, ele indicou que estava saturado e cansado a respeito do governo dos EUA  e de  estar sentado em cima de provas por mais de quatro décadas, de que realmente há cidades alienígenas na Lua.

Foto da cidade “A Catedral” encontrada na superfície oculta da lua pela Apolo 20

 “Ferro velho” lunar? (Fotografado por astronautas da missão Apollo XX).Aparentemente algumas evidências de grandes estruturas e até de uma base lunar no lado oculto da Lua surgiram recentemente, as quais parecem dar respaldo às alegações de Johnston.

O que é que a NASA não quer que você veja nesta foto?
Donna Hare, que trabalhou como especialista ilustração e slide fotográfico alega que a NASA forjou milhares de fotos das missões, ofuscando e obscurecendo nelas as anomalias consideradas não apropriadas para o público em geral.Sendo estas somente algumas das muitas indicações de que há muito mais na nossa história do que dizem haver, agora só nos resta esperar para o dia em que aqueles sentados em cima das provas, finalmente percebam o mal que estão fazendo para a humanidade e acabem as liberando.

CONSPIRAÇÕES DA NASA

Segundo Richard Hoagland, diretor da Missão Marte (TMM), os astronautas da nave Apollo viram várias estruturas gigantescas na superfície lunar. Durante a missão, para essas informações serem passadas ao controle central, foi utilizado um canal de comunicação secreto.

Quando os astronautas regressaram à Terra, a NASA os proibiu de dizerem qualquer coisa sobre o que aconteceu. Hoagland e outros teóricos da conspiração dizem que o excessivo período de quarentena a que foram submetidas as tripulações das naves Apolo 11, 12 e 14 teve como motivo o fato dos astronautas terem que fornecer relatórios muito detalhados sobre o que viram e dar tempo à NASA de vetar as fotografias (e, com isso, criar desinformação). As autoridades não teriam desejado que o público tomasse conhecimento das ruínas destas antigas bases extraterrestres.O ufólogo Timothy Good, em seu livro Beyond Top Secret, informa que os astronautas viram alienígenas na Lua. A evidência seria uma conversação secreta entre o controle da missão e os astronautas da nave Apolo 11, registrada pelos soviéticos.  O Dr. Vladimir Azhazha, físico e professor de matemática russo, disse que o encontro aconteceu pouco depois alunissagem do módulo lunar, mas que o público não pôde escutar o informe dos astronautas, pois a NASA o havia censurado.

Maurice Chatelain, um especialista em comunicações da NASA, declarou que “o encontro com os OVNIs era perfeitamente conhecido pela NASA” e que “todas as missões Apollo tinham sido seguidas por OVNIs”. Isto sugere que a NASA está disposta a admitir perante o mundo que seus astronautas tinham sido vigiados de perto por OVNIs e que encenaram as fotografias aqui na Terra para não assustar o público com o que realmente acontecia no espaço.(nota pessoal;Uma das questões mais intrigantes sobre a Lua é por que a NASA não enviou mais astronautas depois das missões Apollo e por que não tem a intenção de fazê-lo no futuro. Será que a Lua já teria entregado todos os seus segredos? Ou será que nós, humanos, fomos proibidos por outra inteligência de pisar lá de novo?)

A ciência está confusa com o fato de que algumas imensas crateras lunares são, na verdade, vulcões ativos. Durante as missões Apolo, foram observadas e medidas erupções vulcânicas e tremores lunares. Longe de estar morta, pode-se notar que a Lua tem algo que cresce e muda com as estações. Que mais poderia ser além de vegetação? As descobertas feitas pelos programas de exploração lunar dos EUA e URSS são tão surpreendentes, tão incríveis, que virtualmente provocaram muitas noites de insônia aos cientistas.Cento e trinta anos atrás, o astrônomo Gruithuisen observou, ao norte da cratera Schrocter, formações de linhas cruzadas e quadrados que apresentam semelhança surpreendente com fotografias aéreas de bairros e ruas de cidades tiradas a grandes altitudes.Embora o astrônomo Gruithuisen tenha sido rotulado de excêntrico na época, seus detratores não conseguiram oferecer nenhuma explicação melhor para a formação. Contudo, formações semelhantes foram descobertas depois, na década de 1930, pelo Observatório Mt. Wilson. Quando o telescópio de cem polegadas foi apontado na direção da cratera Gassendi, foi fotografado um notável “sistema de tubos”. Enquanto algumas dessas construções cresciam, outras foram removidas.

CONCLUSÃO
No nosso tempo de colégio, ensinaram-nos um conjunto de fatos relativamente completos sobre a Lua. Disseram-nos e, estranhamente, ainda nos dizem hoje, que a Lua não apresenta condições de sustentar vida, não tem ar, é coberta de crateras de vulcões extintos, sendo, falando sem rodeios, um globo de rocha morta. O problema é que esses “fatos” já não são aceitáveis, pois nossas explorações lunares feitas pelas missões Apollo trouxeram provas cabais que mostram o contrário.Décadas atrás, muito antes da moderna ciência espacial ser desenvolvida, os astrônomos ficavam confusos com o que seus telescópios revelavam na Lua. Centenas de cúpulas lunares foram então mapeadas. Luzes isoladas, explosões e outras estranhas sombras geométricas, inexplicáveis com base nas leis naturais conhecidas, foram observadas por astrônomos profissionais e também amadores.Há alguma coisa se deslocando ali em cima, fazendo ondular luzes, cortando montanhas, construindo cúpulas, muros, pirâmides, túneis e reservatórios de água com paredes reforçadas. Se não existe ar na Lua, existe um ótimo substituto, algo que sustenta nuvens, refrata luz e incendeia meteoros.
Mônica F. De Jardin

**********************************************************************************************************

Decolagem: o Saturn V levando a Apollo 11 em seu lançamento, a partir do Kennedy Space Center, em 16 de julho de 1969 (Foto: Handout)

O célebre voo da Apollo 11 à lua demorou cerca de quatro dias a partir do lançamento. Pousando em 20 de julho de 1969 sobre a superfície da Lua no que a NASA, a agência espacial americana, denominou Base da Tranquilidade, Neil Armstrong anunciou, em frase famosa, referindo-se ao módulo lunar:

– “A águia pousou.”

Descendo cuidadosamente da nave, poucas horas depois, Armstrong proferiu a frase programada previamente mais famosa ainda:

“É um pequeno passo para o homem, um salto gigante para a humanidade.”
O astronauta Buzz Aldrin logo se juntou a Armstrong em seu famoso passo lunar, com centenas de milhões de pessoas em todo o mundo assistindo com espanto e admiração.O terceiro astronauta da missão, Michael Collins, permaneceu em órbita da lua a bordo do chamado módulo de comando, ao qual, finda a missão, o pequeno Águia se acoplaria depois de decolar.ASSISTAM O VÍDEO E TIREM SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES…CONTINUA…..

************************************************************************************************************

Bibliografia para consulta

1-NASA Voyager missions
 David M.Harland
2-Apollo and american’s moon landing
 NASA engineers
3-NASA Conections
 Jim Tausworthe
4-The NASA atlas of the solar system
 Ronald Greenley
5-Shooting the moon-How NASA found water on the moon
 Progressive Management
6-Atmospheric Sciense-NASA
 Erick M.Conway
7-NASA concepts of Lunar Mining
Progressive Management
8-Pesquisas sobre a Lua
 Departamento de Astrofísica e Astronáutica da USP
9-Pesquisas sobre marés lunares e a ionosfera
 INPE-Instituto de Pesquisas Espaciais
10-Extraterrestrials,UFO,NASA, CIA, Aliens mind
Jean Maximillien de la Croix
11-Ancient aliens on the moon
Mike Bara
12-Existe vida na lua?
Antonio Carlos Ribeiro Raymundo
Acervo particular de livros e apostilas de cursos da NASA-Kennedy Space Center Complex-Cape Canaveral- Flórida-USA/Centro Espacial Lyndon B. Johnson-Houston -Texas-USA

 Nota; Alguns livros estão disponíveis em nossa Biblioteca Virtual

Divulgação: A Luz é Invencível