Na vinda do Senhor da natureza

post-12-28

Nós estamos aqui com vocês no limiar de um despertar coletivo da humanidade, ou para ser mais preciso, um despertar para sua verdadeira natureza que é o amor.

Coletivamente você é a segunda vinda do Logos Solar incorporado na carne, encarnação do Deus altíssimo, a sua própria consciência Crística interna.

Sabemos que muitos de vocês vão negar nossas palavras e procurar fugir de si mesmo, mas você não pode fugir da verdade do que você é, querido.

Sim, vocês são nossos amados, abrace a energia do amor que enviamos através de seus centros cardíacos, estamos lá com você, em pé diante do santo altar, dentro, onde o fogo sagrado foi reiluminado neste dia como fez nos tempos há muito perdidos nas brumas do esquecimento.

Vocês são os filhos de Avalon, vocês são os druidas antigos, reis, sacerdotes, e sacerdotisas que mantinham o equilíbrio dentro que podia ser refletido para fora, para o povo.

Lembre-se do Homem Verde, lembre-se do seu Sol interior, o Sol invicto, lembre-se de seu papel como cocriador com as forças da natureza.

Você caminha entre as árvores da grande floresta que antes havia nestas costas, nas margens da sua imaginação, veja a lua e as estrelas balançando em seu movimento através dos largos céus escuros, espiralando em uma lenta dança majestosa, ouça as notas da música cantada pelos coros angelicais em alta, cada um de vocês é uma nota correspondente, uma frequência singular, dentro dessa grande sinfonia do ser.

Você está retornando para o alinhamento com a vontade da Criação, é a sua vontade estar em alinhamento, é para isso que você veio aqui.

Você esqueceu quem você é, mas agora é hora de acordar o dorminhoco dentro e ganhar vida, novamente, totalmente, com todos os seus sentidos.

Atire o seu cabelo nos ventos solares e dance também ao luar, com as fadas e elfos, saudando a sua vinda querido, vocês são os seus parceiros na criação, pois eles não podem fazer seus trabalhos sozinhos.

Nossa bênção acompanha-os em sua jornada para a Unidade.

Namaste.
O Coletivo da luz

©Elizabeth Ayres Escher

Origem: bluedragonjournal.com

Anúncios

Um comentário em “Na vinda do Senhor da natureza

  1. NOSSO PLANETA COMO UM CORPO HUMANO

    Vamos imaginar o nosso corpo com sua diversidade celular, cada órgão tem sua característica e juntos funcionam harmonicamente. Caso algum órgão tenha problema é possível tratá-lo e até mesmo curá-lo acionando o mecanismo de defesa do nosso corpo. Falo isto para imaginarem que as células que compõe um órgão são diferentes dependendo da sua função, caso não existisse essa diversidade seriamos seres unicelular como as bactérias, os protozoários, as algas e os fungos, etc.
    E assim é cada indivíduo que compõe uma sociedade, independente de sua etnia.
    O grande problema são as políticas querendo dominar não sei o que pra não sei que. O importante é dominar. Isto mais parece doenças incuráveis, vão dominando sem medir consequências tendo como desfecho a morte, (sociedade dominada). Precisamos aprender que se existem diferenças étnicas, temos que aprender a conviver com elas e até mesmo admirá-las e o que estiver ruim, juntos (mecanismo de defesa) ajudar a colocar as coisa em ordem (justiça social, igualdade, fraternidade) sem tentar modificar o meio de uma cultura.
    By Cecy

    QUE 2014 SEJA O INICIO DA ACEITAÇÃO, DA UNIDADE, FRATERNIDADE, COMPREENSÃO E MUITO AMOR, QUE CADA UM SEJA A LUZ DA NOVA ERA.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s