Discernimento na era espiritualmente abundante – Parte 2/3

post-03-27

Parte 1 aqui

Hilarion através de Marlene Swetlishoff nos diz que a nossa crescente consciência espiritual está nos levando para erradicar toda a negatividade de nossas vidas.

“No processo de reavaliação de suas vidas o que é mais importante para a sua saúde, bem-estar, felicidade e o desapego de tudo o que não lhe serve tem estado mais alto em seus corações”.

“Algumas decisões são difíceis de tomar, já que significam um reajuste e reformulação de suas antigas prioridades e metas, façam a si mesmos algumas perguntas difíceis que ajude você a ver com mais clareza essas áreas e modos de ser que o impedem de avançar com entusiasmo e alegria”. (1)

Com o poder de discernimento nós somos capazes de fazer as mudanças que são necessárias para o nosso maior crescimento e desenvolvimento, há uma abundância de coisas aqui na terra que poderiam facilmente impedir uma percepção mais pura, e é por isso que a nossa vigilância é importante.

Nós realmente só precisamos nos perguntar o que está e o que não está funcionando para nós, e vamos descobrir que as respostas são bastante claras a partir de um espaço centrado no coração.

Hilarion continua dizendo-nos que, quando estamos “para baixo”, devemos buscar as coisas que nos enchem com o maior nível de alegria.

“Basta lembrar que a linha de fundo em cada escolha que você faz é: isso faz você se sentir bem sobre si mesmo, isso traz mais expansão e capacitação para você, você se sente inspirado e elevado, e você sente uma maior sensação de liberdade quando você contempla o valor de um relacionamento, objetivo ou um desejo em sua vida cotidiana”. (2)

Tudo o que realmente importa é que nós apreciemos as coisas que fazemos, podemos fazer muitas coisas por obrigação, mas que alegria pode ser encontrada no caminho batido ? Nós vamos fazer para nós mesmos e para o mundo ao nosso redor uma imensa justiça quando buscarmos esforços que nos enchem de felicidade alegria.

Nós estamos então, dizendo que nossos julgamentos e expectativas rígidas vão desaparecer quando encontrarmos a nossa verdadeira paixão e a perseguirmos com fé.

“Como você continuando a fazer isso com tudo o que vem à tona sendo analisado, levará para longe todas as expectativas que você pode ter transportando para dentro de si mesmo sobre se você está fazendo a coisa certa ou fazendo parte de um projeto que realmente não ressoa com o seu verdadeiro ser e seu objetivo de continuar a expandir-se em todas as áreas de sua vida”.(3)

O objetivo final é a expansão, e para muitos de nós, serviço, não importa o que escolhemos fazer, a nossa vontade e intenção é que são importantes, se tudo o que a comunidade consciente acredita de alguma forma for invalidado, eu ainda respeito a nível de motivação, serviço motivado é causa de melhoria do planeta.

Como eu já disse antes, a intenção de servir é mais importante do que o próprio serviço, se o nosso coração está no lugar certo, vamos colher os frutos de nossos esforços.

Como nos é dito abaixo, às vezes a rigidez que sentimos dentro não é a nossa.

“Você está achando que às vezes tem carregado às expectativas e as energias dos outros dentro de seu ser, criando infelicidade dentro de você e que está vendo que é mais importante ser fiel a si mesmo em todos os aspectos de sua vida”.

“É muito importante dar amor a si mesmo nesses casos para nutrir e dar-vos o direito de mudar de direção honrando o outro, em todas as coisas o barómetro é o amor que você sente por si mesmo”.(4)

Enquanto o amor e a intenção de fazer algo de positivo estiverem lá, nossos esforços estão devidamente anotados nos reinos mais elevados, às vezes abrigamos sentimentos e emoções que temos acumulado dos outros, e podemos reconhecer estas situações como necessárias para o nosso crescimento global.

Nós ainda temos muito que aprender, e às vezes o reconhecimento de que nossa emoção mais baixa na verdade não pertence a nós, nos dará uma nova perspectiva sobre ela e a situação que a causou.

Arcanjo Miguel através de Ronna Herman nos diz que entre a informação canalizada real lá fora não há informações distorcidas que devemos levar em conta.

“… Com a grande variedade de novas informações, muito do que foi/está em harmonia com os conceitos e ensinamentos da hierarquia e seres de luz, foi/ainda é a informação que é trazida em forma de pensamentos que são filtrados através do sistema de crença e de realidade do mensageiro, informações que são conflitantes e confusas, algumas parcialmente verdadeiras, muitas sombreadas de verdade, e até mesmo algumas falácias distorcidas pegas dos mitos da consciência de massa”.(5)

É importante aperfeiçoarmos o nosso discernimento para que não aceitemos a informação distorcida, porque certamente existe e tem direcionado canais genuínos para uma luz ruim, não é muito difícil discernir entre o material canalizado positivo e o negativo, se nós abrirmos nossas mentes um pouco descobriremos o material incrível que canais genuínos estão oferecendo.

É essencial que nós deixemos o nosso caminho se for para colocar informação incorreta lá fora, felizmente temos muitas fontes genuínas de informações para escolher.

AAM então nos fala sobre a importância de filtrar tudo o que aprendemos através do espaço do coração.

“Há muito tempo nós demos a vocês uma ressalva:” Sempre processar quaisquer novos ensinamentos através do seu Sagrado Coração/Mente, antes de aceitá-lo como sua verdade, o discernimento é uma parte integrante do autodomínio”.(6)

Não devemos apenas aceitar tudo o que é dado sem questionar de uma forma mais profunda, os nossos guias nos encorajam a questionar as suas mensagens e qualquer outra coisa, o que é potencialmente benéfico para o nosso crescimento, assim como devemos ser exigentes com as coisas que nossos governos nos dizem, devemos tornar um requisito não aceitar o material espiritual que absorvemos pelo seu valor de face.

Não importa que as melhores e mais puras verdades possam ser encontradas dentro, nossas perspectivas únicas permitem cada um de nós capacitarmos conceitos diferentes, e enquanto nós usarmos o discernimento vamos nos abrir para uma nova área de experiência e percepção.

@Wes Annac

Origem: aquariusparadigm

Notas de rodapé:

1.Hilarion, 6 de outubro de 2013 http://www.therainbowscribe.com/hilarionsweeklymessage/
2.Cit. loc.
3.Cit. loc.
4.Cit. loc.
5.”Arcanjo Miguel: O amor é um estado natural de ser”, @Ronna Herman, 29/09/2013 em http://www.ronnastar.com/messages-aam/latest.html
6.Cit. loc.

Anúncios

Um comentário em “Discernimento na era espiritualmente abundante – Parte 2/3

  1. Oi Dario,
    Qualquer caminhada, seja ela qual for, exige discernimento, dedicação e coerência. Essas ferramentas são válidas e nos auxiliam muito no nosso caminho, entretanto, não substituem nossas ações, nossa coerência e nosso discernimento; também precisamos fazer a nossa parte para que essas ferramentas sejam eficientes.
    O discernimento espiritual deve ser um “estado de espírito”, deve fazer parte do nosso íntimo, deve estar incorporado ao nosso dia-a-dia e em nossas atitudes, com tudo o que nos cerca. A atitude espiritualista não é para ser praticada só nos seus momentos de ligação com o Sagrado e sim em todas as nossas ações do dia-a-dia.
    Outra coisa muito importante a se ressaltar é que ser resignado e ter atitude espiritualista não é ser bobo e acreditar píamente em tudo sem questionar; é necessário ter coerência também neste quesito e saber usar a lógica,ser justo com o que ocorre à nossa volta, entendendo que existem horas de aceitar e baixar a cabeça, mas também existem horas de se impor, expressar nossas opiniões com firmeza, sempre com a flexibilidade necessária, tolerância e sem extremismos.
    Tenho um amigo que sempre diz: “Céu e Inferno: cada um carrega o seu dentro do peito”, numa alusão clara que nós produzimos nosso Céu ou nosso Inferno de acordo com nossas atitudes e pensamentos. O sagrado e o profano são atitudes e pensamentos que carregamos e realizamos no dia-a-dia e não algo externo e alheio.Olha lá, mais discernimento.
    Seja qual for o caminho escolhido a seguir, tenhamos sempre discernimento para: olhar o que serve e o que não serve; o que é bom e o que não é; e não deixar as coisas serem apenas superficiais. Entender o mecanismo, o porquê, o significado de toda a simbologia, e aí sim, viver a espiritualidade como ela deve ser vivida.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s