Saindo da mente e entrando no coração – Parte 1/2

post-04-12
Tenho escrito muitos artigos sobre o espaço do coração e os imensos benefícios da sua abertura, quando percebi uma riqueza de material canalizado interessante que já abordou este assunto, eu sabia que um relatório seria inevitável.

Como já disse antes, estou fascinado com a natureza coordenada destas mensagens, porque elas são canalizadas de forma independente e de diferentes fontes, nossos guias estão nos incentivando diretamente e nos ajudando através de vários escribas diferentes, uma das coisas que temos sido ensinados é que viver no espaço do coração é muito importante.

Em oposição à limitação da mente, a abertura do espaço do coração nos ajudará a transmutar amorosamente nossos problemas e preocupações, como recuperar a felicidade e a liberdade, nós não temos que procurar a felicidade ou qualquer outra coisa quando vivemos plenamente no coração, porque isto vai fluir sem parar para nós.

Temos que praticar o viver no coração antes de podermos sentir os seus maiores efeitos, porque uma experiência intensamente forte e um fluxo de amor incondicional universal poderia facilmente sobrecarregar-nos.

Em nossa primeira citação, o Arcanjo Miguel através de Ronna Herman nos fala sobre a importância de agir a partir do espaço do coração.

“Um componente vital do autodomínio é aprender a agir através do intelecto do sagrado coração, conforme você fortalece a conexão entre sua mente sagrada e seu coração sagrado vocês começarão a acessar a sabedoria da alma, seu EU superior e as facetas multidimensionais do seu EU”. (1)

É importante vivermos na mente superior se queremos nos conectar com o espaço do coração, porque a mente inferior nos aprisiona na negatividade em exaustão, quando nos unimos a mente superior no espaço do coração nós desbloqueamos os nossos dons criativos e percepção superiores, fluindo com obras inspiradas que informam e elevam os outros.

Muitas pessoas já estão vivendo no coração e acessando a orientação a nível de alma que flui através dele, essa orientação lhes permite ganhar novas perspectivas sobre as coisas que desempenham em suas vidas.

Arcanjo Miguel nos diz que nossos guias e EUs superiores comunicam-se conosco através do espaço do coração.

“Sua alma, seu EU superior, seus guias, guardiões e auxiliares angélicos se comunicam com você através do EU da sua alma e do sagrado coração, os sussurros do espírito adormecido se tornam uma poderosa voz de sabedoria amando e confortando você à medida que desperta com a força e a majestade de sua própria divindade”.(2)

Quanto mais crescemos, mais a influência do espírito cresce dentro de nós, porque agimos pela inspiração que sua orientação nos proporciona, o que começa como um sussurro se torna um poderoso rugido de encorajamento para continuarmos a desenvolver nossas habilidades, e à medida que continuamos a nos expandir nos habilitamos receber a orientação do espírito em doses mais puras.

É ótimo saber que andamos com guias constantes, cuja energia e orientação podemos receber quando abrimos nossos corações.

Maria Madalena, falando através de Ute Posegga Rudel, diz que a nossa viagem de volta para o espaço do coração é inevitável.

“Querido, se você não tiver feito isso ainda, agora é inevitável que você viaje de volta para o seu coração e permaneça lá com a essência e o centro do seu ser, é só a plenitude da emoção divina que tem o poder de abraçar o mundo e mudá-lo a partir do núcleo, inspirando o confuso para retornar à UNIDADE”.

“Este poder do coração não pode ser ‘criado’, deve ser permitido emergir das profundezas do seu ser divino onde sempre esteve, a sua participação nesta força divina é exigir a rendição de seu EU separado”.(3)

Nós não podemos mudar o mundo se estamos enraizados em uma atitude negativa ou sem atitude, é melhor envolver nossos problemas no amor e na plenitude da abertura do coração, temos de ser capazes de saudar os desafios que enfrentamos com prontidão e disposição para lidar com eles, quando o fizermos seremos capazes de encontrar soluções sensatas para eles.

Se estivéssemos enraizados coletivamente no espaço do coração, nenhum de nossos problemas atuais existiria, nossos problemas foram causados principalmente pela ganância e negligência, essas qualidades são contrárias à agenda cheia de luz do indivíduo centrado no coração e seria revertida por uma humanidade desperta e consciente.

Se todo mundo estivesse centrado no coração, a negligência seria substituída pela compaixão e a destruição daria lugar à restauração ativa.

Maria Madalena, nos diz que o espaço do coração não se limita às estruturas que existem na mente.

“Ele não conhece as ‘técnicas’, porque é MAIOR do que todas elas, ele nem mesmo conhece as ‘estruturas’ pois está ACIMA delas e antes do holograma humano, ele APENAS É, abrange todos os seres e todas as coisas, porque é a UNIDADE DE TUDO”. (4)

O espaço que o coração acrescenta é bonito, na criação subjetiva de um modelo objetivo fornecido a mente, o que está muito além dela, quando estamos prontos para seguir em frente com os hologramas mentais que criamos vamos descobrir a expandida existência indefinível que o espaço do coração nos fornece, que ambos transcendem e substituem a criação inferior ao nosso redor.

Estamos então dizendo que nós vamos ter que viver no coração para realmente entender o que é.

“Querido, isto não deve ser apenas um pensamento, deve ser experimentado, deve ser vivido, deve tornar-se realidade, sua própria realidade, sua âncora firme que servirá AGORA e nos tempos vindouros”.

“O que é meramente baseado no cérebro não consegue se manter contra a tempestade, mas o que é baseado no coração está em pé com firmeza e também se ancorando com sua mãe Terra, sendo UM com ela, o estado espiritualmente expandido da consciência de Gaia e sua UNIDADE com ela está protegendo e envolvendo aqueles que entendem a UNIDADE com o seu planeta como a fonte de sua vida”.(5)

As pessoas que estão começando a entender a sua unidade com todas as facetas da consciência em torno delas estão orientando suas vidas ao amor e ao serviço, as estruturas mentais limitadas que mantêm a nossa realidade no lugar não vão durar muito tempo.

Na medida em que as vibrações mais baixas estão sendo transmutadas é importante para nós constantemente buscarmos e permanecermos no espaço centrado do coração, as vibrações mais baixas não podem e não vão durar, qualquer pessoa que ainda não tenha certeza sobre o espaço do coração pode querer abandonar o barco e experimentar a sua felicidade antes da baixa dimensionalidade da Terra se dissolver sob seus pés.

Notas de rodapé:

1. “Arcanjo Miguel: Ritual de passagem para uma realidade de 5ª dimensão”, por Ronna Herman, 01/01/2014, em http://www.ronnastar.com/messages-aam/latest.html.
2. Cit. loc.
3. “Maria Madalena: A humanidade em UM coração”, por Ute Posegga-Rudel, 26/10/2013 em: http://radiantlyhappy.blogspot.co.uk/.
4. Cit. loc.
5. Cit. loc.

@Wes Annac

Origem: aquariusparadigm

Anúncios

2 comentários em “Saindo da mente e entrando no coração – Parte 1/2

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s