O Caos Vem Antes do Reordenamento Geométrico Sagrado

post-10-05-3
Andrea: Aqui estou eu, pronta para compartilhar pensamentos novamente com você, nas últimas duas semanas desde que nos falamos tenho me sentindo muito, muito pesada energeticamente, só que desta vez parece mais mental e emocional em vez de físico como era antes.

Eu definitivamente me senti espremida e desafiada por situações que pareciam estar sob pressão, tive a sensação de que a pressão estava crescendo e alguma coisa em algum lugar estava pronta para estourar.

Ao mesmo tempo, estou me sentindo hesitantes em atribuir isso para qualquer coisa em particular, em vez disso, intuo que isto está sendo jogado para fora em toda a parte em muitos lugares diferentes.

Aster: Gostaríamos de dizer que realmente é assim, é claro que podemos dizer que esta é a sua experiência pessoal, então é claro que é assim, mesmo que isso não seja assim para qualquer outra pessoa, neste caso, esta é a interação vibracional acontecendo neste momento e suas expressões em seu reino são diversas.

Há uma tendência da espécie humana querer atribuir mentalmente uma “razão” para o que está sendo experimentado, como colar um rótulo em uma garrafa como vocês diriam, o que está na garrafa na verdade pode ser algo completamente diferente, neste caso, o que está na garrafa metaforicamente falando é o reordenamento caótico de todas as manifestações sendo transportadas pela humanidade e pela consciência coletiva do reino humano em Gaia.

Isto pode ser visto tanto pelo desmoronamento de velhos paradigmas como pela enxurrada de atividades criando novos paradigmas para seguirem em frente, isso pode ser visto como caótico, mas na verdade, isso é melhor visto como uma sequência de reordenamento da manifestação energética.

Você tinha essa percepção mais cedo hoje também, mas permita-nos expandir ainda mais longe, entenda que o conceito linear de se mover de um ponto a outro é completamente inconsistente com a lei da realidade divina.

O mais próximo da realidade é o conceito de um círculo (ou espiral, mas vamos mantê-lo simples por agora), em um determinado ponto deste círculo que contém um ponto onde o extremo caos e a extrema ordem estão ocupando esse mesmo ponto, eles não são opostos polares tanto quanto eles são cumprimento divino, um lado existe sem se importar com o outro.

No entanto, devido ao equipamento sensorial que a maior parte da sua espécie tem acesso neste momento a fim de detectar qualquer um destes atributos precisa colocar a atenção em um ou outro, vai ser necessário uma expansão para que uma pessoa seja capaz de integrar ambos ao mesmo tempo, esta é uma integração que vai acontecer e que vai mudar tudo em seu caminho.

Cada experiência vai mudar sua própria natureza e todos os valores colocados serão diferentes por causa dessa expansão da consciência da qual falamos, o tempo está na fronteira desta poderosa mudança e todos os seres sentirão o poder desse realinhamento.

Andrea: Esta é uma grande surpresa, apesar de eu ter tido pensamentos semelhantes recentemente sobre vibrações e como elas são caóticas na expressão antes de explodir em um novo padrão de complexidade.

Isto pode ser visto como a areia sobre uma placa de metal, quando as notas musicais são tocadas e certos sons são atingidos as vibrações criam padrões geométricos com as partículas de areia, entre esses tons as partículas de areia ficam dançando por todo o lugar parecendo pipoca, elas certamente são percebidas como o milho estalando recentemente no meu mundo.

Aster: O fato de você perceber isso e intuir como uma característica de mudança de vibração é uma confirmação de expansão da consciência que falamos aqui, continue a observar como o movimento caótico aumenta até o próximo “tom” ser atingido, este será o ponto de um novo padrão complexo da geometria sagrada emergente e isso terá implicações significativas em todos os níveis para todos os seres.

A experiência deste fenômeno será tão diversa quanto o número de seres neste reino, nenhum terá exatamente as mesmas realizações ou experiências, mas o fato de que ela está acontecendo para todos criará muitos cenários e resultados semelhantes.

Andrea: Bem, é bom saber que o caos não é algo ruim, que todos nós devemos ter medo, seria mais fácil cair nessa porque nos sentimos tão desconfortáveis e instáveis.

Aster: Alegra-te, porque este é o tempo para milagres e maravilhas ! Não deixe a emoção e a ansiedade do passado interromper a capacidade de estar no mágico AGORA.

Observe o que há nesse movimento energético e permita a sua intensidade acontecer, sem sentir a necessidade de controlá-lo, ninguém pode controlar isso, é o Universo em uma contração de parto.

O caótico e frenético está empurrando tudo o que anteriormente estava oculto da superfície, é uma parte do nascimento do novo, é o porta-bandeira na frente da coluna, anunciando a comitiva das criações para a nova era ficar à vista.

Andrea: Muito obrigada por esta visão geral ampliada do que está acontecendo, é muita coisa para pensar, isto vai me dar um pouco de paz sobre o que tem sido bastante estressante nas últimas duas semanas, dá sentido como algo a suportar, como ele é definido pelos meus dentes na beirada.

Aster: A dissonância precede o tom harmonioso sendo alcançado que já está quase pronto, em sua experiência de tempo é uma provação prolongada, no entanto, a partir de nosso ponto de vista atemporal já está realizado, tenha a certeza de que nada pode parar esta ação, esta ação tem que acontecer, já que esta é a forma como toda a força da vida, a Consciência do Universo e a Própria Fonte opera.

Este é um novo conceito do seu ponto de vista, mas é bem conhecido no nosso reino e tem sido observado ao longo de eras sem falhar, sempre é assim.

Com estes pensamentos vamos deixar você agora, venha novamente para compartilharmos mais de nossa visão.

Adeus e vá com amor.

Aster

©Andrea Scully

Origem: http://goldenageofgaia.com/

Anúncios

2 comentários em “O Caos Vem Antes do Reordenamento Geométrico Sagrado

  1. Oi Dario,
    O post remete á muitas mensagens anteriores,que tem sido insistentemente transmitidas por seres de consciência superior, afim de nos ajudar a encontrar o caminho e nos dar um conforto espiritual.Estamos passando atualmente por uma grande transformação que é a mudança do arquétipo mecanicista para o arquétipo autoreferencial.O arquétipo mecanicista ofereceu condições para o surgimento de teorias que buscam o visível e a certeza; o arquétipo autoreferencial oferece atualmente oportunidade para trabalhar o invisível, a probabilidade ,não localidade e entrelaçamento de sujeitos e objetos. O paradigma autoreferencial torna o universo mais lógico e expressivo para todos os seres humanos oferecendo-nos oportunidade para aproximarmo-nos do Plenum Cósmico. Esta mudança de paradigma rompe a visão rígida e determinista, dando nascimento a uma concepção mais abrangente da natureza, do homem e do universo, possibilitando uma ampliação da consciência. A mudança que está ocorrendo afeta profundamente a consciência que o ser humano possui de si próprio e do universo que o envolve.A mudança de paradigma é algo profundamente abalador. Ela envolve uma grande crise para os indivíduos e uma grande reviravolta para a sociedade, o próprio destino do planeta é colocado em questão.É hora de mudarmos o nosso foco, esquecendo o “externo” e dando a devida atenção ao “interno”, o nosso Ser, a verdadeira razão pela qual estamos aqui. Este é um processo de conhecimento pouquíssimo explorado: o conhecimento de si mesmo. Não é de se surpreender que a humanidade esteja cada vez mais desviada de seu rumo, pois todos têm um instinto revolucionário de querer mudar o rumo da humanidade, mas raros têm a coragem de mudar a si mesmo. O segredo talvez seja pararmos de projetar um mundo melhor à nossa volta e arregaçarmos as mangas para criar um mundo melhor dentro de nós mesmos,pois o resto virá por tabela. Esse é o grande canteiro de obras que está a nossa disposição, onde a terra é fértil e o plantio é livre. O único “porém” é que devemos ter o devido cuidado para cultivar tudo com amor, pois não temos a possibilidade de arrancar as sementes já plantadas e a colheita é obrigatória. Mas não há nenhum mal nisso. Na verdade, esse é o grande presente que a vida nos deu: a possibilidade de aprendermos com as nossas próprias falhas. E a existência não tem pressa nenhuma que você aprenda rápido, ela apenas quer que você aprenda.
    O tema é extenso e profundo demais para poucas palavras.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s