Encontrando Paz no Mistério, Deixando ir a Necessidade de Saber

post-12-06-1
Pode a mente humana sempre verdadeiramente conhecer Deus ? Vamos deixar esta questão de lado por um momento e nos concentrar em outra intimamente relacionada, podemos sempre verdadeiramente conhecer outra pessoa ? Vamos dizer que você conheceu Frank ontem, Frank tinha cabelo comprido, uma esposa e ele mencionou que tinha medo de altura. Você pega em todas estas informações e cria uma imagem mental do Frank, agora você “conhece” ele. O problema é que hoje cedo Frank cortou o cabelo, se divorciou e superou seu medo de altura durante uma viagem de paraquedismo. Ele teve uma manhã bastante movimentada, mas tudo isso aconteceu sem você saber e sua imagem mental do Frank continua a mesma. O que você acha que “sabe” sobre o Frank, sinceramente não tem nada a ver com ele. Esta é uma das questões com o conhecimento, ele é inerentemente limitado e com base no passado. Você não pode saber tudo o que está acontecendo em cada momento e você não pode saber tudo o que está acontecendo no mundo interior de outra pessoa. A maioria das pessoas tem problemas suficientes em manter sob controle tudo o que acontece em seu próprio mundo interior.

As pessoas mudam, eles são seres vivos, dinâmicos, é muito difícil saber sempre com toda a certeza e as pessoas ainda acreditam que podem conhecer Deus com certeza ? Uma busca verdadeiramente nobre ! Para quem optar por isso, desejo-lhe sorte, mas no interesse de poupar-lhe de alguns problemas eu vou dizer agora que é em última análise, fútil. Deus é o eterno mistério, o Incognoscível, o “EU SOU”, não o “eu conhecia”. Há sistemas de crenças que passaram milhares de anos tentando conhecer Deus e eles não estão mais perto agora do que quando começaram. Alguns estão até mais distantes, os sistemas de crenças crescem ficando mais e mais complicados, em vez de encontrar alguma clareza eles apenas criam mais confusão.

post-12-06-2O Universo é uma maravilha, há mais coisas acontecendo do que você pode imaginar e isso é perfeitamente normal, apenas aceite. A mentalidade científica, especialmente no Ocidente é a de que temos que descobrir tudo para resolver cada mistério. A ideia de que Deus é um mistério que não pode ser resolvido é inaceitável para eles e é por isso que o ateísmo é tão popular entre os cientistas. Eles querem acreditar que cada mistério pode ser resolvido através da ciência, que eles vão acertar onde a religião falhou, fornecendo todas as respostas que estamos procurando. No entanto, apesar de todos os avanços científicos, o funcionamento do núcleo do Universo ainda permanece um mistério. Para cada pergunta que é respondida, mais dez perguntas aparecem. A ciência continua apontando para um Universo que é mais complexo do que podemos imaginar. Contudo isso não deve decepcionar os cientistas, na verdade, eles devem estar felizes com isto, pois significa que nunca vão ficar sem trabalho para fazer.

Então, se não podemos realmente conhecer Deus, o que vamos fazer agora, a busca por Deus é em vão ? Absolutamente não ! O problema com a busca por Deus é que você assume que Deus está perdido e que você precisa encontra-lo. Deus não está perdido, você é que está. Quando você se encontrar novamente, terá Deus como um premio de bônus, porque para começar, você nunca realmente esteve separado dele. À procura por Deus é como um peixe no oceano em busca da água, começa com suposições equivocadas e conhecimentos falhos. Esvazie seu copo, então você vai ter outra chance de se encher com sua própria presença divina. Como você sabe que todo o seu conhecimento é mesmo verdadeiro ? Certamente não é, uma quantidade enorme do que você sabe ser “verdade” simplesmente foi aceita de forma inconsciente. Questione cada pedacinho desta “verdade”.

Eu não estou dizendo que o conhecimento é uma coisa ruim, não há nada de errado com o conhecimento. Só não recomendo ser tão fortemente ligado a ele, ou acreditar que você pode alcançar aquilo que é ilimitado através de uma mente inerentemente limitada. Se você está se concentrando no conhecimento mental, que torna as coisas ainda mais difíceis do que simplesmente estar no AGORA. Você pode tentar conhecer tudo o que há para saber sobre árvores e ainda assim não ver o trabalho de arte incrível e único que cada árvore verdadeiramente é. A vida não é algo que você precisa descobrir, é por isso que está sendo dito repetidamente para sair de sua mente e ir para o seu coração. Verdadeiramente viver a sua vida então você vai começar a redescobrir a magia e a maravilha que sempre esteve lá.

©will

Origem: Som do Coração

6 comentários em “Encontrando Paz no Mistério, Deixando ir a Necessidade de Saber

  1. Pingback: OS ESTIGMATIZADOS-fenômeno psíquico,fraude ou missão espiritual?-segunda parte | A Luz é Invencível

  2. Excelente depoimento sobre Deus. Vale ressaltar que existem diversas formas e diversas egrégoras espalhadas pelo Mundo dos Humanos, esperando a oportunidade de ajudar os homens a descobrirem as ferramentas certas para se auto conhecerem. Não é tarefa fácil, e pode levar mais vidas para isso. Vai depender do Grau de Consciência alcançado através dos obstáculos superados!

    Curtir

    • Olá Edson

      Penso que quanto mais questionarmos nossas crenças, mais livres ficamos de qualquer sistema de manipulação.

      Muita paz, luz e amor
      Dario Mânica

      Curtir

  3. Pingback: Encontrando Paz no Mistério, deixando ir a necessidade de Saber – 06.12.2014 | Senhora de Sírius

  4. Dario Bom dia,
    Desde que o homem começou a pensar, questões como “Quem é Deus”, “quem sou”, “de onde venho” e “para onde vou” tem sido uma constante, e cada ser humano em particular se depara, em maior ou menor grau, com a necessidade de obter alguma resposta plausível. Inúmeras tentativas foram feitas para explicar a natureza de Deus, do ser humano e de suas buscas, e a maioria das teorias resultantes dessas tentativas acabaram se transformando, por circunstâncias diversas, em sistemas mais ou menos fechados de comportamento e pensamento, primeiramente a partir de sua educação e das experiências do início da vida e, posteriormente, por uma aceitação dos valores assimilados.Como resultado desse processo generalizado, a humanidade se encontra enclausurada em um círculo vicioso de idéias e atitudes condicionadas e impostas pela cultura de cada país e época. Todo e qualquer indivíduo que questione esse estado de coisas e manifeste a potencialidade criadora inerente ao ser humano destaca-­se naturalmente, e é taxado de idealista ou de destruidor da ordem.Agora vamos ás questões:O que significa “Conhecer a Deus?” A meu ver, através do conhecimento de Si próprio, o Homem chega a Deus. Nascemos do poder, da sabedoria e do amor do “Plenum Cósmico”, que está em tudo o que existe. O homem percebendo a estrutura de seu corpo, com todos os pequenos detalhes existentes, entenderá a existência de Deus.
    Os atributos da alma também nos aproximam de Deus, que está acima do tempo e espaço, da quantidade e da qualidade, não sendo divisível ou visível, sem estar localizado em parte alguma. A Criação é Sua manifestação e Sua grandeza excede todos os nossos poderes de compreensão,nossa mente material finita não alcançará nunca,por isso a evolução do espírito e do Amor incondicional, que é a principal característica divina.Só através disso, poderemos ter um vislumbre do que a Fonte significa e depois, ela está também em expansão, já que o Universo também está,portanto,é um conceito só aproximável, mas não alcançável.Então, o que é o Conhecimento?Vamos lá.
    Conhecer o mundo que vivemos,significa entender que é o lugar onde devemos aprender a conhecer as obras da Fonte/Deus, e através delas,o Amor, a Caridade, a Esperança e a Fé, das quais dependemos para a nossa felicidade futura.
    É necessário, neste mundo, cuidar do corpo físico, respeitando-­o e admirando-­o, além de nutrir a alma com bons pensamentos. Compreender as falhas humanas para dominá-­las pode ser uma forma de evolução, pois a vida não é estática, está sempre em movimento. A vida poderia ser representada através de uma viagem, composta de meses, dias, anos e momentos, mas sem residência permanente.Conhecer o “Outro Mundo” ou “Aonde Deus habita”, Independe da religião, credo, doutrina ou seita, mas interiormente sabemos que existe um céu e um inferno espiritual. O homem, por intuição, pode reconhecer o que traz felicidade ou infelicidade para sua alma. Quando uma pessoa se deixa levar
    pela opinião alheia, pode ficar sem segurança interna sobre o que produz SUA felicidade.
    O esforço, o conhecimento, a reforma interior, trazem ao ser humano certeza de que algo superior existe, que é “Deus ou Plenum”.A alma do ser humano é indivisível, e através dela se conhece, ou melhor, se chega a” Deus”, e que levaremos eternamente em nosso conhecimento espiritual. Daí reside à necessidade dos homens buscarem caminhos no
    Mundo Superior; pois a origem do Ser Humano é angelical. Viemos, todos, a esta esfera para adquirir conhecimentos e experiências, gerando um equilíbrio moral que deverá ser mantido e reparado por meio das instruções de ética e dos preceitos morais.
    Quando a morte física chegar a todos os homens, só restará sua alma; que haverá evoluído ou não com a vida material ou espiritual, e neste caso, com o AMOR que foi aprendido e praticado por todos nós. Não querendo aprofundar nestes conhecimentos, se
    pode “intuir” que a verdadeira missão do homem neste mundo é preparar-­se para o outro. Quando existem dúvidas, que é perfeitamente normal, quanto à existência futura, sigamos a razão com os olhos do CORAÇÃO, e pensemos em tudo o que está em jogo. “O Todo Poderoso”, que sempre está trabalhando,infinitamente,não tem pressa que nós aprendamos, nem se importa se nós O COMPREENDEMOS. Ele quer que nos UNIFIQUEMOS com Ele e não importa quanto “tempo” isso vai levar….Ele só quer que nós aprendamos.Um conselho simples;Não tente “SE FAZER FELIZ”.Simplesmente DECIDA SER FELIZ e tudo que você fizer decorrerá disso. Nascerá disso. Lembre-se sempre que o que você está SENDO(NO AGORA) gera o que você está FAZENDO(NO AGORA).
    “O que nós SOMOS é o presente de Deus a nós. O que nós nos TORNAMOS é nosso presente a Deus.”( Eleanor Powell )
    Para quem gosta de metafísica,o post de hoje é um prato cheio e muito ficou á dizer,pois é um assunto apaixonante e extenso.
    Adorei

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s