CHAVES PARA O AUTOCONHECIMENTO E A CURA-oitava parte


anteriorposterior

Enquanto continuarmos apenas vivendo, sem trabalharmos sobre nós mesmos, nunca conseguiremos nos livrar totalmente do sofrimento. A maioria das pessoas apenas vive, acreditando que o tempo vai aperfeiçoá-­la, mas isso não existe. O tempo não vai melhorar ninguém, a chave é olharmos pra dentro de nós mesmos no AGORA, para que possamos descobrir toda a deficiência que existe lá (e que nem suspeitamos que existe) para,se não eliminá-­la de todo, pelo menos, diminuí-la. Quando pensamos que estamos bem,ás vezes nos enganamos e estamos mal. Quando pensamos que estamos mal,olhando a vida com lentes escuras,podemos transformar isso em aprendizado para ficarmos bem , pois temos consciência que estamos cheios de bloqueios psicológicos, travas mentais, conflitos internos, medos, inseguranças, apegos, etc.

Ter a consciência disso é o começo da mudança. Quando, através da compreensão, conseguimos eliminar qualquer trava, bloqueio, qualquer defeito psicológico, adquirimos um pouco de conhecimento de nós mesmos. Vamos, aos poucos, nos libertando de tudo isso que guardamos em nossa mente e que é fruto dos problemas do passado. E  no lugar do defeito eliminado ,surge o Amor verdadeiro por nossos semelhantes. Chega um ponto que adquirimos a necessidade de fazer algo pelo próximo, de ajudar alguém, mesmo com poucos recursos. Ajudar o próximo não vira um capricho, mas uma necessidade, parte da nossa vida. E superamos, aos poucos, a insegurança, atráves do auto­conhecimento.Aí sim, a nossa vida ganha sentido e passa a valer a pena. Sem bloqueios psicológicos e parando de mentirmos pra nós mesmos, a capacidade de alguém nos ferir ou magoar se tornará cada vez menor. A maioria das pessoas tem medo de penetrar no seu inconsciente e se conhecer, e busca se apoiar em outras coisas, como uma preferência, uma pessoa, um lugar,para esquecer de suas confusões internas e achar que assim, pelo esquecimento, encontrará a felicidade.

Infelizmente, isso é inútil. O auto­conhecimento, um verdadeiro trabalho sobre nossa própria vida para atingirmos uma tranformação radical, o que permite que uma Consciência Cósmica maior ocupe cada vez mais espaços em nossos corações, é a única forma para encontrar a verdadeira felicidade. Quem não trabalha sobre si nem faz nada pelos demais apenas está existindo, tem uma vida de pouca utilidade e se converte numa vítima das circunstâncias, sempre buscando no esquecimento ou em outras pessoas uma felicidade efêmera. Está perdendo seu tempo, só isso. Quem trabalha sobre si e lembra como era antes de começar o trabalho psicológico, vai ver que não era mais que uma caricatura do que é agora. A mudança que ocorre é lenta e gradual, mas é incrível e enche qualquer um de satisfação.

Post relacionado;a-abertura-aos-sentidos-superiores-experiencias-no-caminho-da-ascencaotransicao-planetaria-as-oportunidades-e-padroes-de-energia-cuidados-fisicosemocionaisnutricao-e-mudancas

 

O foco atualmente, na maioria das vezes para os não despertos, é demasiado na mente, tudo é pela mente, a sobrevivência é pela mente, há uma busca desesperada por informações e conhecimentos para fortalecê-­la, pois a mente crê que precisa ser muito poderosa para disputar o poder com o mundo. A mente impera soberana sobre a vida das pessoas, determinando tudo, planejando, arquitetando e manipulando, mas sofrendo, pois nunca consegue ter o poder e o controle sobre a vida e sobre as pessoas, da forma que deseja. Dentro deste quadro potencializado, os desequilíbrios da mente se instalam e se intensificam e, consequentemente, há uma liberação de medo, angústia, pânico e tristeza, porque as necessidades da mente sempre são contrárias aos anseios da alma. Por mais que a mente se recuse a entrar em contato com os sentimentos e tente controlá-­los e bloqueá-­los, eles estão ali, potencializados e intensos por causa do excesso de repressão.

Quando a mente perde o controle, ela não está de” sentinela vigiando a porta do calabouço” em que o “corpo emocional” está aprisionado e isso faz com que um pouco desses sentimentos “escapem” e se manifestem, para o desespero da mente. Descontrolada, a mente luta contra os sentimentos, tentando travá-­los, e ela não mede esforços para isso, mesmo que isso lhe cause dores, tensões ou problemas que afetam o corpo físico (exemplo disso é a fibromialgia), qualquer coisa é válida para bloquear os sentimentos e emoções que estão envolvidos nas dificuldades que está enfrentando. Quanto mais a mente tenta se controlar para retomar o pseudoequilíbrio/controle, mais desequilíbrio ela gera.

Com o corpo físico já controlado pela 3a dimensão, vamos ver o que nos espera para o controle do CORPO MENTAL. Esse corpo rege a nossa faculdade racional (o intelecto). Contém a estrutura das nossas idéias, dos pensamentos e processos mentais. Armazena conhecimento da inteligência e do raciocínio lógico. Nosso corpo mental começa a sofrer distorções desde cedo, através da educação familiar e da nossa cultura. Livros e oratória nos enchem de meias ­verdades fazendo-­nos crer que ficaremos doentes, envelheceremos, que somos os únicos no universo, que não podemos isso ou aquilo, etc. Basta olhar a TV para perceber o turbilhão de informações para nos condicionarmos ao que a 3a dimensão quer que acreditemos. Nesse corpo é que começam a  manifestar os 12 arquétipos de base, aqueles que nascem conosco e trazem as limitações do jeito que precisamos ser.

Passamos então ao CORPO EMOCIONAL, no qual se refletem as emoções e os desejos de cada pessoa. Por ele se estabelecem os arquétipos construídos ao longo da vida, onde se expressam sentimentos de medo, insegurança, tristeza, ódio, mágoas, culpa, baixa auto­estima, vaidade, arrogância, autoritarismo, etc. Mas o ponto mais forte é que a 3a dimensão não nos permite encontrar um ponto de equilíbrio no emocional, seja através de uma pessoa,de uma atividade que gostamos,de algo que fazemos bem e queremos continuar melhorando. Tudo isso são apenas uma das expressões de nossa essência interior. Por meios habilidosos, os administradores da 3a dimensão, o famoso governo paralelo(Elite/Cabala), nos faz acreditar na busca de nossos pares ou complementos emocionais variados, de uma forma distorcida. Não os olhamos com o coração. Olhamos com o crivo de nossas distorcidas realidades. Acabamos nos aproximando de pessoas/coisas /situações, que irão reafirmar os nossos arquétipos mentais e emocionais. Isso quando não nos isolamos em nossas próprias couraças de defesa para que não soframos mais.

Post relacionado;a-chave-para-neutralizar-e-dissolver-a-matrix

AS LENTES QUE USAMOS PARA NOS VERMOS

É mais fácil usar a lente que vê o ser humano como um pecador, cheio de falhas e defeitos, dependente de amparo, pois estamos profundamente identificados com a EXPERIÊNCIA e não com a ESSÊNCIA. Para aquele que atua no mundo, qualquer erro provoca repercussões negativas no espetáculo em que participa; assim, quando erramos, orientados por modelos pré­-estabelecidos, é normal nos acharmos incapazes e fracos.Ao longo da história da humanidade, sucessivas doutrinas religiosas reforçaram esse infeliz modelo, por isso é difícil aceitar qualquer coisa que esteja querendo exaltar a nossa natureza divina e nos convidando a um novo despertar, é comum, pelo contrário, acreditarmos que exista um “Deus” cuidando da gente, pois somos fracos e incapazes de nos conduzir sem o seu apoio.

Ampliando mais ,podemos dizer que o país onde nascemos e o lugar onde vivemos, também são lentes.Quem não consegue enxergar,analisar e procurar entender outras culturas,enxerga tudo com uma lente limitada para outras crenças, sejam sociais, espirituais e sócio-políticas e com isso, perde uma tremenda oportunidade de enriquecer seu cabedal de informações, reavaliando suas próprias lentes e crenças pessoais.A nossa formação sócio-econômica também cria uma lente,com seus correspondentes pontos cegos, que limita a plena Conciência do Plenum Cósmico/Deus.Por isso é uma boa idéia romper essa lente e esse padrão, comungando com pessoas que tenham experiências diferentes á esse respeito.O homem caminha desinformado de si. Sofre envolvido em um emaranhado de conceitos negativos e vive flutuando num mar extenuante de problemas. É natural agarrar-­se à qualquer tábua que encontrar boiando à sua frente ou esperar que algum “Deus” o estenda a mão, pois esse tem sido o comportamento mais comum. A grande verdade é que não conseguimos capitular e ainda expressamos toda uma programação nefasta de valores e crenças anacrônicas constituídas a partir deste triste binômio: CULPA E CASTIGO. O homem tem sido o seu maior inimigo, mesmo sem perceber, trava batalhas atrozes contra si.Por isso a importância na idéia do perdão, principalmente no auto­perdão, pois primeiro temos que  arrumar a casa interior e, em primeiro lugar, seria necessário parar de sujá-­la. Aqueles que acordam conseguem enxergar uma nova realidade. Aqueles que dormem, esperam o trabalho de maturação da própria consciência.Metafóricamente falando, como uma fruta verde que demonstra incapacidade de soltar-­se do caule que a prende, esse ser adormecido vive preso às injunções de uma prisão mental, construída a partir de moldes e arquétipos que o direcionam, acreditando em uma realidade inconsistente, feita de “vapores emocionais”.

O PSICOSSOMATISMO

Reprimir sentimentos é uma das causas mais significativas para a causa dos males no corpo, ou seja, as doenças surgem e se agravam por causa da dificuldade das pessoas expressarem seus sentimentos, sendo muito mais suscetíveis a manifestarem no corpo o que não estão conseguindo resolver na psiquê. O fator que leva ao surgimento de sintomas somáticos ou ao agravamento de doenças é a queda na imunidade, pois as emoções atingem primeiramente o sistema imunológico. É comum quando se está enfrentando um conflito, a pessoa ficar com gripe ou surgir um herpes, que surgem quando a imunidade abaixa. Ou seja, qualquer distúrbio orgânico tem ligação com estados emocionais, conscientes ou inconscientes, recentes ou não. Quantas vezes pensamos ter resolvido um problema que nos aflige, quando na verdade, apenas o deixamos de lado, deixando guardados em nosso coração, mágoas, ressentimentos, raiva, frustrações, que ao longo dos anos vão se somando? Não é o fato de não falarmos ou pensarmos sobre algo que nos machucou que isso quer dizer que não machuca mais, pode simplesmente ter sido reprimido em nosso inconsciente, e mesmo não pensando sobre ele conscientemente, nosso inconsciente continua a atuar. O corpo é como uma tela onde as emoções são projetadas. E as emoções negativas são projetadas em forma de doenças.Essas somatizações acontecem a curto ou longo prazo, onde cada mente e corpo reage de acordo com seu próprio tempo, e todos os sentimentos negativos que vamos reprimindo podem dar origem as doenças se guardados por muito tempo. Por isso, devemos resolver as questões que nos afligem, aborrecem, evitando assim que nosso inconsciente se comunique através da linguagem do corpo, pois é fato que o fator psíquico predomina, constituindo a origem de quase todas, senão todas, as doenças adquiridas ao longo da vida.

Posts relacionados;o-coracao-e-a-mente-conhecendo-a-consciencia-divina-no-corpoa-gloria-e-o-fascinio-da-ascencao-espiritualizar-a-peca-do-quebra-cabeca-que-lhe-cabe-enquanto-avanca

MAS AFINAL, COMO CONHECER NOSSOS PONTOS CEGOS, NOSSAS TRAVAS MENTAIS E NOSSAS LENTES?

A trava mental é ficar preso á um determinado aspecto,lente ou sistema de crenças e não se ter consciência disso.Trancados, vemos a vida através de um pequeno número de lentes.Na verdade,cada sistema de crenças é uma lente e uma trava mental em potencial.O ego negativo pode ser uma trava mental e qualquer sub-personalidade também, assim como hábitos,as crenças que recebemos da família, escola, professores, do glamour e da ilusão que cultivamos por anos e anos.Se uma pessoa é feminina demais( e não estamos nos referindo a gênero),por demais identificada com o corpo emocional e com a metade direita do cérebro,ela vai desenvolver automáticamente inúmeros pontos cegos do lado masculino.Vai ter pouco discernimento espiritual e provávelmente vai ser mais deficiente no lado racional da vida.Vai ter mais pontos cegos na capacidade de ser adulta e impessoal.Outro ponto negativo desta postura exageradamente emocional, é que ela vai ter mais pontos cegos com relação ao pensamento do ego negativo,pois, quando o corpo emocional tem o controle,o ego negativo se torna automáticamente o programador.

No outro lado da moeda,quem é masculino demais,muito identificado com a mente,vai ter pontos cegos com relação á energia do coração e dos sentimentos.Vai ter pontos cegos para os relacionamentos interpessoais, familiares e amorosos e para a própria tendência de criticar e julgar.Quem é “Celestial” demais,revela seus pontos cegos quando se trata de funcionar efetivamente no plano terreno/físico e quem é por demais “assentado” na Terra, vai ter pontos cegos para o bom desenvolvimento da vida espiritual.Tudo isso é a mesma coisa que aparece na teoria dos tipos de Carl Jung.Ele sugeriu que há 4 tipos de pessoas,com predomínio da intuição, dos pensamentos, dos sentimentos ou das sensações.Em geral, as pessoas são fortes em um ou em 2 tipos e fracas nos outros dois.Quem é intuitivo e pensante, tende a ter pontos cegos nos sentimentos e na função da sensação.A função da sensação é o foco dos 5 sentidos.Algumas pessoas a priorizam,outras, já acham que ela não é importante.O mesmo vale para todos os tipos.O ideal é integrar os 4 tipos de forma equilibrada.Quem é por demais “pensante e lógico” vai revelar pontos cegos quando se trata de compreender a natureza dos prórpios sentimentos e dos sentimentos dos outros.Quem é muito intuitivo costuma ter dificuldade quando se trata de ter os pés no chão e trabalhar com a Terra.Quem é superidentificado com a função das sensações dos 5 sentidos físicos,tem dificuldade para entrar em contato com a própria intuição e com a própria natureza espiritual.

MAIS DICAS PARA SE AUTO-CONHECER

1-Esteja atento à sua respiração– Estar atento à sua respiração significa estar plenamente consciente do seu padrão de respiração. Estar ciente de como você está respirando é importante. Infelizmente, muitas pessoas não sabem que realmente há uma maneira correta de respirar. Uma maneira de respirar, que é ideal para o seu corpo e cérebro. A respiração correta envolve inalar pelo nariz, expirando pela boca a cada respiração. O processo de nos tornar mais conscientes de nossa respiração através de exercícios como meditação e respiração consciente nos ajudam a significativamente aumentar o nosso nível global de foco, estabilidade emocional e nível de consciência.

2-Passe mais tempo com você mesmo – No estilo de vida acelerado do século 21, é muito comum as pessoas passarem o tempo com os outros, sem nunca ter tempo pessoal para dispender consigo mesmos e se concentrar em sua própria vida. Se você é um indivíduo que atualmente não está tendo tempo suficiente para si mesmo todos os dias, tente iniciar uma rotina pessoal. Exemplos de formas com que você pode gastar o tempo consigo mesmo, contribuindo positivamente para a sua própria vida, incluem ter tempo para a reflexão interna (meditação), deixar-se saber o quanto você ama a si mesmo, fazer uma caminhada para ouvir seus próprios pensamentos, dar gratidão por tudo o que tem em sua vida, ou se envolver em um hobby que o inspire.

3-Ouça mais frequentemente do que fala Atualmente, parece que há sempre alguém que quer ser o centro das atenções e as conversas tornam-se fácilmente competições egoístas. Ainda que ser o centro das atenções pode fazer alguém se sentir bem e ser uma experiência gratificante, pode tornar-se conscientemente perigoso para a sua consciência, se for motivado por seu ego. Ao praticar o ato de ouvir com mais freqüência do que se fala, você pode treinar-se para ser mais consciente sobre os outros, enquanto ainda mantém a capacidade consciente de contribuir educadamente para uma conversa.

4-Reúna um pouco de coragem –Ser altamente consciente significa fazer o que você quer fazer, dizer o que você quer falar, e viver como você quer viver a cada momento. Em algum lugar ao longo do caminho para o desenvolvimento de uma mentalidade altamente consciente, você terá que ser corajoso. O desenvolvimento de um sentimento de coragem é um passo essencial, possívelmente uma fase que pode durar vários anos, em sua jornada para se tornar mais consciente.

5-Sempre aja com compaixão –Ter total compaixão para com os outros é um resultado direto de se tornar mais consciente. Infelizmente, são poucas as pessoas aqui na Terra que são honestamente capazes de alegar que sempre agem com total compaixão com os outros. Meditação compassiva também permite que você aprenda a mudar seu foco mental de qualquer estado para uma perspectiva de puro amor para com os outros. Como você já deve ter adivinhado, praticar a compaixão pode ser um dos exercícios mais poderosos para aumentar o seu nível de consciência.

6-Melhore o seu foco mental –Melhorar o nosso foco mental nos ajuda a obter uma melhor compreensão da realidade e nos proporciona uma maior clareza interior. À medida que melhora o nosso nível de foco e clareza, conceitos que antes pareciam muito difíceis de entender se tornam de conhecimento geral. Ficamos com um melhor senso de compreensão dentro de nós mesmos e do mundo que nos rodeia. À medida que seu nível de foco aumenta, também aumentará o seu nível de consciência.

7-Pense também racional e lógicamente – Ser capaz de pensar racional e lógicamente em determinadas situações que o exigem, permite a você interagir positivamente com a sua realidade muito mais fácilmente do que ser irracional e ilógico nas situações limites. Na verdade, ser irracional e ilógico vai realmente diminuir o seu nível atual de consciência. O pensamento racional é um subproduto de um cérebro de alto funcionamento, especialmente a alta atividade dentro do córtex pré-frontal esquerdo. Uma ótima maneira de aumentar a sua capacidade de racionalizar é fortalecer o nível de funcionamento do seu cérebro, aumentando o seu poder cerebral.

8- Purifique seu corpo –Uma ótima maneira de se tornar mais consciente é purificar seu corpo. Você pode ajudar a purificar o seu corpo, buscando uma dieta específica, cortando algumas substâncias de sua dieta, diminuindo o estresse e aprendendo a relaxar profundamente, ficar em uma sauna para suar as toxinas, etc. Ao seguir uma rotina de desintoxicação, esteja consciente do que você está fazendo com o seu corpo. Esteja consciente de que você deve escolher uma rotina de desintoxicação que foi pesquisada e é comprovadamente eficaz, a fim de evitar o risco de danos corporais durante o processo. Tendo isso dito, escolher purificar ou limpar seu corpo pode realmente funcionar miraculosamente para o seu atual nível de consciência.

9-Comece um diário pessoal –começar a escrever um diário pessoal  é um grande investimento de tempo que irá permiti-lo tornar-se mais consciente de seus pensamentos, sentimentos, ações, filosofias, crenças, etc. Escrever em um jornal diário ou em um blog pessoal pode ser extremamente útil no processo de compreensão de seu atual estado de consciência. O que é bom sobre como manter o controle sobre si mesmo é o fato de que você pode ver o seu progresso à medida que empreende uma viagem consciente. Não importa a sua estratégia para manter um diário, entenda que manter o controle sobre si mesmo e sobre eventos em sua vida serve como uma ótima maneira de desenvolver um sentido mais profundo de compreensão, conhecimento e consciência.

10-Faça os outros rirem –Ser engraçado e fazer os outros rirem é uma ótima maneira de aliviar o stress e criar uma perspectiva mais positiva na vida, para si e para os outros. Ainda que você não seja um comediante profissional, ser capaz de fazer os outros rir é extremamente gratificante e satisfatório. Fazer os outros rir e sorrir afasta toda a atenção para longe da dor e das emoções negativas, levando a um estado de puro prazer e felicidade. Piadas e a capacidade de fazer rir realmente podem mudar toda a sua perspectiva do que pode parecer uma situação desagradável ou séria, para uma perspectiva mais feliz, mais positiva.

CONCLUSÃO E NOTA DO BLOG

O autoconhecimento é um processo lento que pede, antes de tudo, confiança. A espera necessária para alcançar aquilo que buscamos ,­ uma profunda consciência acerca de quem, de fato, somos, ­ só será suportada se existir dentro de nós a confiança de que a semente inevitávelmente germinará. Se não estivermos preenchidos por essa certeza, nenhum resultado poderá ser obtido e desistiremos diante do primeiro obstáculo que surgir. E eles serão muitos, pois a mente nos coloca inúmeras armadilhas para nos convencer de que viver sob seu domínio é a única forma de existência possível. A confiança, porém, não pode vir acompanhada de ansiedade ou expectativa, porque estas constituem os principais entraves para um estado de relaxamento e paz. Aqueles que já se encontram nesse caminho, sabem que ao invés de ansiar pelo resultado final, devemos usufruir de cada instante que vivermos durante essa jornada, pois ela em si já se constitui em um grande avanço. Se focarmos nossa energia na ânsia por obter algum resultado, certamente deixaremos de enxergar os momentos preciosos que a vida vai colocando em nosso caminho. A serenidade e a alegria são os principais critérios para sabermos se estamos de fato no caminho de volta para nosso verdadeiro ser. Quanto mais preenchidos por estes sentimentos nos mantivermos, mais perto estaremos da fonte original de onde eles emanam: o divino, a dimensão onde o ego e a mente perderam todo o poder e sómente a consciência de uma profunda união com tudo o que existe permanece.Estabelecer metas realistas dentro daquilo que é possível obter e a partir do que se tem na jornada do autoconhecimento, é fundamental para evitar decepções futuras. É muito importante saber o que é possível fazer, em que nos damos bem e o que não temos condições (ou aptidão) para realizar ainda. Em alguns casos, o autoconhecimento obtido pelo processo analítico pode levar a pessoa a rever sua carreira/relacionamentos, descobrindo que deveria buscar outra profissão/parceiros. É comum que também, a pessoa depare-­se com sua verdadeira vocação ou descubra que os motivos que o levaram à escolha anterior refletiam os desejos de outras pessoas (por exemplo, dos pais, das influências externas) em vez dos próprios. Ao se apropriar de seus desejos através do autoconhecimento, a pessoa poderá escolher de forma mais consciente e permitir-­se a realização. Pode, então, alcançar os objetivos que estabeleceu para sua satisfação, libertando­-se das desculpas e justificativas que o impediam de progredir. A chave para remover pontos cegos, travas mentais , lentes limitadoras e aperfeiçoar nossas escolhas, é seguir a vida tendo como meta uma ASCENÇÃO INTEGRADA.O foco na integração, no equilíbrio e na síntese,vai nos permitir ver de um ponto de vista mais abrangente e,assim,remover tudo isso, que tanto nos atrapalha,nos limita, nos faz sofrer e dificulta a nossa convivência com pessoas e situações, que podem nos ser benéficas e aparecem quando menos esperamos.Acima de tudo, é importante transcender o ego negativo,baseado no medo e na separação,substituindo-o pela certeza de estarmos unidos permanentemente com a FONTE.Essa é uma abordagem que nos permite estarmos mais completos em nós mesmos,Nunca nos esqueçamos que, a cada momento de nossa vida, somos testados com relação ás opções que fazemos.Quem sou eu? De onde vim? Para onde vou? Talvez nunca seja possível conseguir responder satisfatóriamente às três perguntas, porém, as respostas parciais obtidas podem ser de grande valia para nosso progresso e realização pessoal. 

EQUIPE DA LUZ É INVENCÍVEL

*******************************************************************************************************

Equilíbrio
“Equilíbrio é a habilidade de olhar para a vida a partir de uma perspectiva clara – fazer a coisa certa no momento certo.
Uma pessoa equilibrada será capaz de apreciar a beleza e o significado de cada situação seja ela adversa ou favorável.
Equilíbrio é a habilidade de aprender com a situação e de prosseguir com sentimentos positivos. É estar sempre alerta, ser totalmente focado, e ter uma visão ampla.Equilíbrio vem do entendimento, humildade e tolerância. O mais elevado estado de equilíbrio é voar livre de tudo e, ainda assim, manter-se firmemente enraizado na realidade do mundo.”

Brahma Kumaris

**************************************************************************************************

Bibliografia para consulta

1-Psicologia da Alma
Dr Joshua David Stone
2-Como se livrar de pensamentos e sentimentos decorrentes do medo-Vol 1 e 2
Dr Joshua David Stone
3-Carl Jung-Curador ferido de Almas
Claire Dunne
4-Um curso em Milagres
Foundation for Inner Peace
5-Introdução á psicologia Junguiana
Nordby Hall
6-Questão do Coração
Carl Jung
7-Manual de Ascenção Cósmica
Dr Joshua David Stone
8- Os Arquétipos e o Inconsciente Coletivo
Carl Jung
9-Histórias que contam sobre nós
Corintha Maciel
10-O Corpo Fala
Monika Mastchnig
11-Saúde Emocional
Silvana Medeiros Costa
12-Anatomia Emocional
Stanley Keleman
13-A Integração do Corpo
Mauro Guiselini
14- A chave para o Conhecimento Emocional
Milton César Rodrigues Medeiros
15-Realidade Somática
Stanley Keleman
16-Autoconhecimento-A chave da Mudança
Carlos Roberto da Silva Junior
17-Qualidade de vida e autoconhecimento
Rossano Sobrinho
18-Reiki-Cura e Harmonia através das mãos
Tanmaya Honervoght

Nota:  Biblioteca Virtual

Divulgação: A Luz é Invencível

A “Luz é Invencível” tem por norma não publicar links que não estejam ligados ao texto postado.Pedimos a compreensão de todos, e para qualquer dúvida, temos nossa caixa de sugestões onde todos podem livremente fazer suas colocações que serão arquivadas para consultas posteriores.
Nós agradecemos a compreensão de voces.
Equipe da “Luz é Invencível”

7 comentários em “CHAVES PARA O AUTOCONHECIMENTO E A CURA-oitava parte

    • Olá Célia

      Obrigado pelo comentário, pela presença e seja bem vinda.

      Nós aqui da equipe da Luz é Invencível ficamos contentes por estarmos prestando este serviço á todos os leitores e interessados,pois é um trabalho pautado na seriedade, objetividade, pesquisa séria e amor.Agradecemos as palavras de incentivo e continue conosco.

      Muitas vibrações positivas da equipe da Luz é Invencível

      Curtir

    • Olá Priscila

      Obrigada pelo comentário,pelas palavras e seja bem vinda

      Nós aqui ficamos muito felizes em poder estar disponibilizando estas informações,e que todos possam despertar suas consciências para vivermos na plenitude da Nova Terra que vamos construir juntos.Continue conosco

      Muitas vibrações positivas da equipe da “Luz é Invencível”

      Curtir

  1. Pingback: Chaves para o Autoconhecimento e a Cura – 8ª Parte – 31.07.2015 | Senhora de Sírius

  2. Estou acompanhando a série e cada vez mais maravilhado.Mônica querida,se me permite a liberdade,gostaria de falar com voce e discutir alguns assuntos e temas de ordem pessoal,para uma orientação.Poderia me contatar pelo meu email?
    Grato pela atenção e parabéns .
    Paulo

    Curtir

    • Olá Sr Paulo

      Obrigada pelo comentário,pela presença e pelas palavras de incentivo ao nosso trabalho aqui.

      Fique á vontade para expor suas dúvidas na nossa caixa de sugestões e recados, que teremos prazer em ajudá-lo no que pudermos, afinal, é esse o trabalho da equipe.

      Muitas vibrações positivas da equipe da “Luz é Invencível”

      Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s