Como Nossos Pensamentos Controlam o Nosso ADN

post-08-17-1
A idéia comum de que o ADN determina quem somos, não só nossos olhos ou a cor do cabelo, por exemplo, mas também nossos vícios, distúrbios, ou susceptibilidade ao câncer é um equívoco, disse o biólogo de células tronco Bruce Lipton, Ph. D.

“Você se torna vítima de sua hereditariedade,” Lipton disse no documentário Biologia da Percepção. “O problema com esse sistema de crença é que ela se estende a outro nível. Você se torna irresponsável. [Você diz:] ‘Se não posso fazer nada sobre isso, então por que tentar ? ‘“

Este conceito “afirma que você é menos poderoso do que seus genes”, o que não é verdadeiro, explica Lipton.

Ele disse que a crença/percepção de uma pessoa e não a programação genética, é o que estimula toda a ação no corpo: “São na verdade, nossas crenças que selecionam os nossos genes, que selecionam o nosso comportamento”.

Para explicar como isso funciona, ele começou no nível das 50 a 75 trilhões de células que compõem o corpo humano. Mostrando como uma celula funciona independente do ADN e como suas percepções dos estímulos ambientais afetam o ADA. Aplicando então os mesmos princípios no corpo humano como um todo, mostra o poder que as nossas percepções, nossas crenças, tem sobre o ADN.

Artigo relacionado: Além da Ciência – Como Falar Com o Seu ADN

O que se segue é um resumo simplista da explicação de Lipton. Para mais detalhes, você pode assistir seu documentário abaixo.

Explicação em Cinco Passos.

1. A célula é como um corpo humano e funciona sem o ADN.

A célula é como um corpo humano. Ela tem capacidade de respiração, digestão, reprodução, e outras funções vitais. O núcleo que contém os genes, tem sido tradicionalmente considerado como o centro de controle, o cérebro da célula.

No entanto, quando o núcleo é removido, a célula continua com as suas funções vitais por um mês ou mais e pode ainda reconhecer toxinas e nutrientes, morrendo apenas porque as partes desgastadas não são reconstruídas. Comprovando que o núcleo e o ADN que o contém, não controlam a célula.

Artigo Relacionado: Como as Toxinas Prejudicam o Seu Campo de Energia

Os cientistas assumiram a 50 anos que os genes controlam a biologia. “Isto só parecia estar correto naquele tempo, nós compramos a história errada”, disse Lipton. “Nós aceitamos as premissas erradas”.

2. O ADN é Controlado Pelo Ambiente.

As proteínas desempenham funções nas células e são os blocos de construção da vida. Acredita-se que o ADN controla ou determina as ações das proteínas.

Lipton propõe um modelo diferente. Os estímulos ambientais que entram em contato com a membrana das células são percebidos pelas proteínas receptoras na membrana. Isso desencadeia uma reação em sequência das proteínas que passam sobre o que poderia ser descrito como mensagens para outras proteínas, motivando alguma ação na célula.

O ADN é revestido por uma capa de proteção de proteína. Os sinais ambientais agem com base nessa proteína, fazendo-a abrir e selecionar determinados genes que são especificamente necessáros para reagir ao ambiente atual.

Basicamente, o ADN não está no início da reação em cadeia. Em vez disso, a percepção do ambiente pela membrana da célula é o primeiro passo.

Se não existem percepções, o ADN está inativo.

“Os genes não podem eles mesmos se ativar ou desativar. Eles não conseguem se controlar”. Se uma célula é bloqueada de quaisquer estímulos ambientais, ela não faz nada. “A vida é devido à forma como a célula responde ao ambiente”.

3. A Percepção do Ambiente Não é Necessariamente a Realidade do Ambiente.

Lipton citou um estudo de 1988, de John Cairns publicado na revista Nature intitulado “A Origem dos Mutantes“. Cairns mostrou que as mutações no ADN não eram aleatórias, mas aconteciam de uma maneira predeterminada em resposta a estresses ambientais.

“Em cada uma de suas células, você tem genes cuja função é reescrever e adaptar os genes conforme for necessário”, explica Lipton. Em um gráfico que ilustra as conclusões de Cairns no jornal, os sinais ambientais demonstraram estar separados da percepção do organismo de sinais do ambiente.

A percepção do ambiente de um ser atua como um filtro entre a realidade do ambiente e a reação biológica para ele.

“Nossa percepção/crença reescreve nossos genes”.

4. Crenças humanas, escolhendo perceber um ambiente como positivo ou negativo.

Assim como uma célula tem proteínas receptoras para perceber o ambiente do lado de fora da membrana celular, os seres humanos têm os cinco sentidos.

São eles que ajudam uma pessoa a determinar quais os genes precisam ser ativados em uma determinada situação.

Os genes são como programas em um disco de computador. Estes programas podem ser divididos em duas classes: a primeira diz respeito ao crescimento ou reprodução, a segunda se refere à proteção.

Quando uma célula encontra nutrientes, os genes do crescimento são ativados e utilizados. Quando uma célula encontra toxinas, os genes de proteção são ativados e utilizados.

Quando um ser humano encontra amor, os genes do crescimento são ativados. Quando um ser humano encontra medo, os genes de proteção são ativados.

Uma pessoa pode perceber um ambiente negativo, onde há realmente um ambiente de apoio ou positivo. Quando esta percepção negativa ativa os genes de proteção, a resposta do corpo é entrar em modo de luta ou de fuga.

5. Luta ou Fuga.

O fluxo sanguíneo é dirigido acima dos órgãos vitais para os membros, que são usados para combater ou executar. O sistema imunológico torna-se de menor importância. Se você imaginar as respostas necessárias para fugir de um leão, por exemplo, as pernas são infinitamente mais importantes nessa situação imediata do que o sistema imunológico. Assim, o corpo favorece as pernas e negligencia o sistema imunológico.

Quando uma pessoa identifica um ambiente negativo, o corpo tende a negligenciar o sistema imunológico e órgãos vitais. O estresse também nos faz menos inteligentes, com a mente menos clara. A parte do cérebro relacionada aos reflexos recebe mais destaque no modo de luta ou de fuga do que a parte relacionada com a memória e outras funções mentais.

Quando uma pessoa identifica um ambiente de amor, o corpo ativa os genes do crescimento e nutre o corpo.

Lipton citou o exemplo de orfanatos do Leste Europeu, onde as crianças recebem muitos nutrientes, mas pouco amor. Crianças em tais instituições foram identificadas com atrofias de desenvolvimento em termos de altura, aprendizagem e outras áreas. Existe também uma incidência elevada de autismo. O autismo neste caso, é um sintoma dos genes de proteção que foram ativados, como paredes sendo erguidas.

“As crenças atuam como um filtro entre o ambiente real e sua biologia”. Então as pessoas têm o poder de mudar a sua biologia. É importante manter uma percepção clara, porque senão você não vai ativar os genes biologicamente corretos para o ambiente real em torno de você.

“Vocês não são vítimas dos genes”, disse ele, pedindo à audiência para considerar: “Quais são as crenças que você está selecionando para os seus genes ?”

©Tara MacIsaac

Origem: Na 5ª dimensão

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível

A “Luz é Invencível” tem por norma não publicar comentários com links que não estejam ligados ao artigo publicado.
Pedimos a compreensão de todos, para qualquer dúvida temos nossa caixa de sugestões onde todos podem livremente fazer suas colocações que serão arquivadas para consultas posteriores.Agradecemos a compreensão de todos.
Equipe da “Luz é Invencível”.
Anúncios

25 comentários em “Como Nossos Pensamentos Controlam o Nosso ADN

  1. Pingback: Como Nossos Pensamentos Controlam o Nosso ADN – O Blog da Bê – Silêncio e Gratidão

  2. Pingback: O CAMPO HUMANO DE ENERGIA E O ADN: COMO VOCÊ ESCOLHE SEUS GENES | CARMEN ARABELA

  3. Pingback: O Campo Humano de Energia e o ADN: Como Você Escolhe Seus Genes

  4. Pingback: Como nossos pensamentos controlam o DNA

  5. Olá, estou estudando para o ENEM, estou estudando a parte de ácidos nucleicos, então estava lendo tudo sobre, e dizia que os genes carregam nossas informações genéticas, e que também são passadas de geração em geração, e nisso ela vai se duplicando em nosso corpo. Eu senti falta de algo, pensei.. Ano passado eu era um procrastinador nos estudos, atualmente estou adorando aprender mais e mais, dai pensei.. Fiz estímulos mentais para que isso pudesse acontecer, mas se meus estímulos, jeito de pensar e ações são fatores do DNA, o livro não falava nada disso, então pensei, sempre falam em evolução humana e tudo mais, então será meus genes sofreram mutações através dos meus estímulos mentais? .Mas fiquei com medo em estar pensando de forma errônea, fui no Google e pesquisei sobre, encontrei esse site com essa matéria maravilhosa, nunca me interessei tanto por algo científico quanto o de agora, coisas relacionadas ao funcionamento da mente me interessa demais, e essa matéria me ajudou muito.

    Curtir

    • Olá Gustavo

      Uma série de cientistas estão pensando “fora da caixa” da ciência tradicional e estão abrindo novas portas com informações fantásticas que possibilitarão um salto gigantesco em conhecimento para a humanidade, você como muitos outros não sentiam interesse pelo conhecimento vigentes porque no fundo sabiam que existia algo mais do que a ciência arcaica insiste em nos empurrar, mas agora com estas novas ideias abre-se um novo horizonte de aprendizados e pesquisas, reacendendo a chama da curiosidade, nós da Luz é Invencível ficamos felizes por podermos proporcionar informações que possam ajudar e um retorno como o seu indica que estamos no caminho certo ajudando a semear novas ideias e caminhos.

      Muita paz, luz, amor e expansão de consciência
      Equipe da Luz é Invencível

      Curtir

  6. Pingback: CHAVES PARA O AUTOCONHECIMENTO E A CURA-Orientação e Equilíbrio Emocional -A Criação Deliberada-Décima primeira parte | A Luz é Invencível

  7. Isso vale para todo e qualquer comportamento ou é apenas na questão de saúde física? Eu não consegui entender 100%.

    Eu sempre acreditei que a nossa mente controla tudo na nossa vida, desde a saúde até o nosso comportamento, e quanto mais eu leio a respeito, mais eu acredito nisso. A Neurociência diz (pelo menos foi o que eu li) que 90% do nosso comportamento não vem da mente consciente, mas sim do subconsciente, ou seja, daquilo que a gente foi aceitando como verdade, a nossa crença. E agora lendo esse artigo, parece que é mesmo por aí. O nosso pensamento em relação a algo define como reagimos a esse algo. Eu, por exemplo, mudei muito o meu jeito de pensar, até numa questão de valores morais mesmo, e hoje eu olho para coisas que antes eu achava lindas e sinto exatamente o contrário, porque mudei o meu jeito de pensar, a minha crença em relação à essas coisas. Acho que é mais ou menos isso, não é?

    Curtir

    • Olá Darey

      Vale para todo comportamento, nossas crenças controlam a nossa experiência física na Terra.

      Lembrando sempre que a “ciência e os cientistas” em sua maioria são materialistas, o que os leva a rever seus dogmas, apesar de estar surgindo uma nova geração de cientistas que estão vendo realmente o todo, Bruce Lipton, Nassim Haramein, Greg Braden etc, e todos eles colocam o fator espírito na fórmula, então o subconsciente definido pela “ciência” materialista nada mais é do que o nosso espírito, a centelha divina que gerencia o corpo através do qual está tendo suas experiências e aprendizados necessários para sua evolução.

      Muita Paz, luz, amor e expansão de consciência
      Equipe da Luz é Invencível

      Curtir

      • Muito obrigado pela resposta. Esclareceu a minha dúvida.

        Penso que o grande engano da ciência – pelo menos da maior parte da comunidade científica – é justamente focar apenas na parte material e ignorar o principal, o espírito, que de fato é quem nós somos. Mas é muito bom ver que a ciência também caminha forte focando no todo, como você disse.

        Mais uma vez, grato pela resposta. Fique na paz.

        Curtir

  8. Bom dia Dario,
    Os ensinamentos recolhidos pelos posts que vocês veiculam, são incríveis.
    São ensinamentos que realmente nos fazem chegar a conclusões nunca antes sonhadas.

    Muita Luz e muita Paz. Namastê.

    Curtir

    • Olá Osmar

      Obrigado pelo comentário.

      Nós da Luz é invencível buscamos sempre disponibilizar informações que já eram do conhecimento da humanidade, mas que estavam escondidas no nosso subconsciente, aguardando o momento certo de despertar, permitindo que nos libertemos das mentiras e manipulações que nos foram impostas, a luz está brilhando, é tempo da humanidade despertar para a realidade, para a vida maravilhosa que está chegando, são novos tempos, novos sentimentos, um novo amanhecer e estaremos juntos nesta nova Terra, pois todos SOMOS UM.

      Muita Paz, luz, amor e expansão de consciência
      Equipe da Luz é Invencível

      Curtido por 1 pessoa

  9. Pingback: Como nossos Pensamentos controlam o nosso DNA – 17.08.2015 | Senhora de Sírius

  10. Excelente texto. Ainda não vi o vídeo, só li o texto… Estou ansioso para visualizá-lo.
    Bom, eu sempre discordei da aleatoriedade das mutações, como gatilho da evolução biológica…
    Eu sempre acreditei numa espécie de “evolução guiada”. Porém, reconheço que a base da evolução biológica são as mutações.
    As premissas de Bruce Lipton vêm sedimentar ainda mais esse meu entendimento. Que legal!
    Ansioso pelos próximos textos!

    Curtir

    • Olá Rafael

      Obrigado pelo comentário, nós da Luz é Invencível ficamos felizes quando recebemos um retorno sobre a utilidade do texto, isto reafirma nosso compromisso de disponibilizar informações que permita a todos nós tomarmos consciência do quanto somos seres poderosos.

      Muita Paz, luz, amor e expansão de consciência
      Equipe da Luz é Invencível

      Curtir

  11. Muito bom! é totalmente possivel mudarmos nosso DNA.Inclusive , um dos fatores basicos é a alimentação! é a chave para isso!

    Curtir

    • Olá Fernanda

      Obrigado pelo comentário

      Nossos pensamentos, nossa alimentação, enfim nosso estilo de vida afeta e muda o DNA, só precisamos estar conscientes e usar este conhecimento.

      Muita Paz, luz, amor e expansão de consciência
      Equipe da Luz é Invencível

      Curtir

      • Perfeito, Dario! Este texto mostra como é importante cuidarmos dos nossos pensamentos. Seguindo este raciocínio, somos responsáveis pelos nossos corpos, criando saúde com pensamentos e atos saudáveis, ou doença, com pensamentos negativos e má alimentação. Na verdade, vejo que há mais influência e complexidade ainda em relação ao nosso DNA, mas tendo consciência disto já é um bom caminho! Obrigado!!

        Curtir

        • Olá Vilson

          Obrigado pelo comentário.

          Tomarmos consciência destes fatores que citou já é um passo gigantesco rumo ao controle de nossa vida, mantendo uma saúde fisíca e mental ideal.

          Muita Paz, luz, amor e expansão de consciência
          Equipe da Luz é Invencível

          Curtir

  12. Dario Bom dia

    As sincronicidades realmente acontecem e ainda mais nesta época, e para quem não acredita, eu aconselharia a prestar mais atenção em tudo á sua volta.E por falar em volta,estamos ás voltas aqui no blog,justamente elaborando nosso próximo autor,que fará parte de nossa série de cientistas da Nova Era, e esse ilustre é nada mais, nada menos ,que Bruce Lipton e sua Epigenética.Não vamos adiantar muitas coisas, que serão expostas no texto em formatação,mas podemos adiantar o seguinte;
    Sua vasta pesquisa comprova que o DNA é controlado pela energia que emana dos pensamentos, o que simplesmente significa que nossas projeções mentais influenciam diretamente em nossa saúde.Minhas conclusões como bióloga e bioquímica(diría que sou a prima pobre dele),passa por uma hipótese desenvolvida depois de muito analisar este tema, tanto do ponto científico como observador;Imaginemos ….se voce pudesse ser qualquer pessoa neste mundo… quem você seria?”A maioria que não está satisfeita com sua vida, ainda mais nesta época de transformações gigantescas da raça, mediante esta evolução programada á milênios para acontecer;Muitas pessoas estão tentando encontrar a felicidade e satisfação, mas fazem isto sem uma didática científica,pois desconhecem a “biologia da crença”, cujo tema é exatamente este post e o “astro” é Bruce Lipton.

    Sem o conhecimento, com o tempo, acabam desistindo,pensam que é seu destino viver assim mesmo, e se tiver de ser assim então, que seja.Todos se tornam as “vítimas de si mesmos” e vem a máxima, propagada pelos outros e voce acaba aceitando;” Oque será, será”.Bruce Lipton conta que também passou por essa cartarse de tentar se desbloquear deste estigma, coisa imposta por um Sistema, cujas razões não nos cabe aqui no momento discorrer, mas ,quando ele, como biólogo estava pesquisando os mecanismos que controlam a fisiologia e o comportamento das células, de repente, percebeu que a vida de uma célula é controlada pelo ambiente físico e energético em que ela se encontra e não pelos genes.. Os genes são meros” modelos moleculares utilizados na construção das células, dos tecidos e órgãos”. O ambiente funciona como uma espécie de’ ‘empreiteiro”, que interpreta e monta as estruturas e é responsável pelas características da vida das células. Mas é a “consciência” celular que controla os mecanismos da vida, e não os genes.(os genes são responsáveis por muitas coisas, como já vimos no genoma e nos influenciam grandemente;mas, segundo Bruce, existe algo muito superior á eles que os podem comandar, que é o nivel conscencial de cada um). Cada um de nós é composto de aproximadamente 50 trilhões de células,e se uma célula pode ser controlada pelo ambiente que a cerca, nós, os seres vivos, que temos trilhões delas também, podemos ser controlados. Assim como cada célula, o destino de nossa vida é determinado não por nossos genes, mas por nossas respostas aos sinais do meio ambiente que impulsionam e controlam todos os tipos de vida.(isso é a Epigenética).Essa é uma descoberta de grande impacto, em muitas áreas da ciência e do conhecimento humano, mas ela só atua se o indivíduo estiver consciente dela! Os cientistas colocam a coisa da seguinte forma; o determinismo genético.Mas, somos uma “máquina ainda desconhecida”, sem manual de instrução e sujeita á inúmeros, eu diria milhares de fatores, que interagem o tempo todo.Quando consideramos a importância da energia do ambiente ao nosso redor, compreendemos de maneira mais profunda e abrangente as bases da ciência e da filosofia, da medicina complementar e também a sabedoria espiritual das crenças mais antigas.Não há a menor dúvida de que nós, seres humanos, temos a capacidade de nos apegar a falsas crenças e a defendê-las com unhas e dentes, e os cientistas não estão imunes a isso. Nosso desenvolvido sistema nervoso, aliado a um potente cérebro, é uma prova de que nossa consciência é muito mais complexa do que o simples universo celular. Quando nossa mente se concentra em determinado assunto ou objeto, captamos e sentimos o ambiente de maneira muito mais abrangente do que as células, pois elas possuem consciência mais restrita e reflexiva do que a nossa genética sómente;e com a idéia de poder alterar nosso destino modificando nossas crenças, a coisa toda muda de figura. O simples fato de perceber que este novo ramo da ciência pode nos fazer passar de mera “vítima” a “co-criador” traz um grande alívio.
    Vivemos hoje uma era fantástica. A ciência está se libertando de velhos mitos e estabelecendo uma nova base de crenças com relação à civilização. A crença de que somos meras e frágeis máquinas controladas por genes está sendo gradualmente substituída pela consciência de que somos os próprios geradores e administradores de nossa vida e do mundo que nos cerca.. As mudanças que essas pessoas que estão começando a praticar as técnicas são fantásticas e estão conseguindo fazer grandes mudanças de vida.Conhecimento significa poder. Consequentemente, o conhecimento sobre o ser nos dá poder sobre nós mesmos e sobre nossa vida.Estudando a biologia da crença, compreendemos que muitas das crenças que impulsionam e controlam nossa vida então, não são reais, e sim conceitos limitadores, e que podemos querer modificá-los. Ao fazer isso, nós reassumiremos o controle de nossa vida, permitindo a nós mesmos ter mais saúde e felicidade. Sabemos que se trata de conceitos revolucionários, de grande impacto e também de muito poder.

    Termino com uma frase do próprio Bruce Lipton;

    “A partir do momento em que me conscientizei deles, minha própria vida tornou-se bem mais completa. Deixei de passar o tempo todo perguntando a mim mesmo: “Se eu pudesse escolher alguém para ser neste mundo… quem escolheria?” Hoje a resposta é uma só: quero ser eu mesmo! ”
    Aguardem a postagem sobre Bruce Lipton para a próxima semana

    Curtido por 2 pessoas

    • Olá Monica

      Obrigado pelo comentário e presença sempre amiga e luminosa.

      Muita Paz, luz, amor e expansão de consciência
      Dario

      Curtir

      • Olá Mônica,
        É tão maravilhosa essa descoberta do Lipton, que minhas próprias células reagem instantaneamente conforme avanço no texto Acho demais! E fico muito empolgada ao ponto de pasar algumas dessas informações para profissionais da saúde, de modo que possamos avançar mais rápido nessa direção e na quebra de paradigmas, pois profissionais com conhecimento é muito bom para nós. Aguardo ansiosamente pelo próximo post.
        Parabéns;

        Curtir

        • Olá Erika

          Obrigada pelo comentário e pela sua presença .Seja bem vinda
          Sim, essa nova compreensão da biologia humana não considera o corpo como um mero dispositivo mecânico, mas inclui o papel da mente e do espírito. Essa nova perspectiva é essencial em qualquer processo de cura, porque reconhece que, quando mudamos a nossa percepção ou crença, enviamos mensagens totalmente diferentes para as nossas células, causando sua reprogramação. Essa nova ciência é chamada Epigenética.A ciência de hoje já ignora as teorias baseadas nas noções darwinianas de luta e competição, embora essas teorias novas como as de Bruce Lipton ainda possam levar anos antes que cheguem aos livros didáticos. Cooperação e comunidade são realmente os princípios básicos da evolução, bem como em biologia celular. O corpo humano representa o esforço cooperativo de uma comunidade de cinqüenta bilhões de células. A comunidade, por definição, é uma organização de indivíduos empenhados em apoiar uma visão comum.Já é sabido que quando a mente percebe o ambiente como seguro e amigável, as células se concentram em crescimento já que as células devem ser desenvolvidas para que o corpo continue a funcionar de uma forma saudável. Em contraste, sob condições de estresse, as células assumem uma postura de proteção e defesa. Quando isso acontece, os recursos energéticos do corpo,que normalmente são usados para sustentar o crescimento, são desviados para esses sistemas que oferecem proteção.Quanto ao nosso DNA, ele interage com tudo á nossa volta,com o que comemos, pensamos,acreditamos e sem contar o que trazemos como memória celular,pois o nosso DNA é híbrido, dada ás inúmeras recombinações que temos sofrido ao longo de milênios com raças extraterrestres.Não o conhecemos ainda,portanto, não nos conhecemos de fato.Muito temos de pesquisar e conhecer nossas potencialidades e aliarmos á história deste planeta para traçarmos uma linha de raciocínio.Mas, é fato que o Genoma já começou á decodificar os genes e isso é um grande avanço.Cientistas como Bruce Lipton nos trazem uma nova perspectiva de conhecimento da nossa biologia e a metodologia para colocar isso em prática,poderá ser acompanhada na nossa postagem sobre os cientistas da Nova Era que será desta vez sobre ele e está em processo de formatação; irá ao ar na próxima semana.

          Obrigada pelas palavras sempre incentivadoras do trabalho da equipe aqui.Continue conosco.

          Muitas vibrações positivas da Equipe da Luz é Invencível

          Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s