Unidade Versus Separação

post-12-12
O eterno tema da história humana na Terra tem sido o do bem contra o mal. Nós geralmente definimos o bom comportamento como o que é altruísta e solidário. O mau como seu oposto é então definido como um comportamento que é de auto serviço em detrimento dos outros.

Por trás destas definições opostas está um princípio comum, o da separação. Muito antes do tempo da consciência original assumir a forma humana, todas as formas de consciência sabiam que elas eram UM, que elas eram parte de um todo interligado. Isso é chamado de consciência da UNIDADE.

Originalmente os seres humanos estavam conscientemente conectados a natureza e também uns aos outros, assim como os animais estão hoje. Por exemplo, após o enorme tsunami que atingiu a Indonésia em dezembro de 2004, um grande número de seres humanos mortos foram encontrados, mas nenhum animal selvagem morreu. Todos os animais tinham conhecimento do desastre iminente e dirigiram-se para terrenos mais elevados.

A mídia informou que um grupo de elefantes normalmente dóceis arrancou as suas estacas de fixação do chão e correu morro acima em direção à segurança, alardeando avisos para outros os seguirem. Assim que o tsunami começou a recuar, os elefantes voltaram e usaram sua altura e força para resgatar crianças da inundação das águas e as levaram para locais mais altos.

Em algum momento na história humana, decidimos explorar o conceito da separação. Nós queríamos não apenas corpos fisicamente separados, mas um verdadeiro sentimento de separação consciente de outras pessoas, do Universo e do Divino.

Já tínhamos almas individuais separadas, corpo espiritual e corpo físico. Decidimos ir até o fim e nascer sem conexão consciente com os outros. Desta maneira nós seriamos entidades verdadeiramente separadas e independentes, enquanto em corpos físicos.

Mesmo que ainda estávamos conectados ao todo, como todas os seres estão, não estaríamos conscientes dessa ligação. Agora podemos pensar, isto foi uma grande experiência !

A razão fundamental para a individualidade é que o Criador primordial pode se experimentar de um número infinito de pontos de vista. Quanto mais realista nós pedimos para ser, mais os pontos de vista seriam verdadeiramente independentes e criativos, com seus próprios sentidos de inteligência e livre arbítrio.

Desde aqueles dias, há muito esquecidos nas brumas do tempo, as pessoas foram nascendo em um mundo onde a separação é a sua realidade. É também um mundo onde o medo da falta pode se desenvolver facilmente. Em condições adversas, a vontade de sobreviver torna-se o medo pela sobrevivência. A ideia de que não existem muitos recursos disponíveis para a própria sobrevivência cria a vontade de lutar por esses recursos. O medo de ser dominado em um ambiente potencialmente perigoso pode levar ao desejo de ganhar poder sobre os outros, a fim de se sentir mais seguro.

E assim, o baixo-ventre negativo da separação da Fonte começou a se desenvolver. À medida que as pessoas se tornavam mais e mais separadas umas das outras pela dura experiência das individualidades egoístas das pessoas, a escuridão se aprofundou. Em um mundo de solidão, onde a pessoa mais próxima pode não ser confiável, onde não existe ninguém a quem recorrer.

Prevendo estas profundezas da escuridão, o Criador tem repetidamente enviado indivíduos de grande luz a este mundo para guiar a humanidade, os indivíduos têm mostrado às pessoas como sair do caminho das trevas. A cultura ocidental está mais familiarizada com os ensinamentos emocionalmente transformadores de Cristo. Outras culturas também receberam professores que trouxeram luz de forma que são mais adequadas para eles. Exemplos destes seres incluem Buda, Krishna, Confúcio e Lao Tse.

Hoje, o capítulo atual desta experiência humana na Terra está chegando ao fim. Estes são tempos de mudança. A frequência de toda a vida no planeta está sendo elevada para que um novo capítulo da vida possa começar. A velha maneira de ser está terminando. As novas crianças que nascem hoje já ressoam com a frequência da nova consciência. O mundo está mudando e, hoje, estamos testemunhando o nascimento de uma nova realidade.

©Owen Waters

Origem: spiritualdynamics

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível

A “Luz é Invencível” tem por norma não publicar comentários com links.
Pedimos a compreensão de todos, para qualquer dúvida temos nossa caixa de sugestões onde todos podem livremente fazer suas colocações que serão arquivadas para consultas posteriores. Agradecemos a compreensão de todos.
Equipe da “Luz é Invencível”.

3 comentários em “Unidade Versus Separação

  1. Dario bom dia

    Esse texto de hoje,me lembrou uma analogia com o vôo dos pássaros em bandos, e de como eles só conseguem chegar aonde querem, quando todos colaboram juntos para o mesmo propósito.Isso nos lembra a nossa própria vida aqui na Terra, e como é importante perceber o quanto somos Unidade enquanto Complexidade ,mesmo na Incrível Simplicidade,que é a nossa verdadeira Multidimensionalidade;Vejamos;

    Quando um ganso bate as asas, cria um vácuo para o pássaro seguinte. Voando em uma formação em V, o bando inteiro tem o seu desempenho 71% melhor de que se a ave voasse sózinha.

    Lição n° 1

    Pessoas que compartilham uma direção comum no sentido verdadeiro de valores reais e senso de comunidade,juntas podem atingir o seu objetivo mais rápido e fácilmente.Sempre que um ganso sai da formação, sente súbitamente a resistência por tentar voar sózinho. Rápidamente, volta para a formação, aproveitando a aspiração da ave imediatamente à sua frente;(forte senso de pertencer a álgo maior que ele)

    Lição n° 2

    Se tivermos tanta sensibilidade quanto um ganso, permaneceremos em formação com aqueles que se dirigem para onde pretendemos ir e nos dispomos a aceitar a sua ajuda, assim como prestar a nossa ajuda aos outros.Quando o ganso líder se cansa, muda para trás na formação e, imediatamente, um outro ganso assume o lugar, voando para posição de ponta;(forte senso de colaboração mútua)

    Lição n° 3

    É preciso acontecer um revezamento das tarefas pesadas e dividir a liderança. As pessoas, assim como os gansos, precisam umas das outras.Os gansos de trás, na formação, grasnam para incentivar os da frente a aumentar a velocidade;(forte instinto de solidariedade)

    Lição n° 4

    Precisamos nos assegurar de que o nosso “grasno” seja encorajador para que todos e cada um, aumentem o seu desempenho.Quando um ganso fica doente, fraco ou é abatido, dois gansos saem da formação e seguem-no para ajudá-lo e protegê-lo. Ficam com ele, até que ele esteja apto para voar . Só depois, eles voltam ao procedimento normal;(forte instinto de união que prova o quanto todos são importantes na formação,sem exceção)

    ******************************************************************************************
    O verdadeiro sentido do UM…

    “Pertencer não vem apenas de ser fraca e precisar unir-se a algo ou a alguém mais forte. Muitas vezes a vontade intensa de pertencer vem em mim de minha própria força – eu quero pertencer para que minha força não seja inútil e fortifique uma pessoa ou uma coisa.”
    Clarice Lispector

    Curtido por 2 pessoas

  2. Pingback: Unidade Versus Separação | dilsondosanjosdaluzinvencivel

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s