China: Misteriosas e Enigmáticas Cavernas e Grutas de Longyou

As cavernas de Longyou foram descobertas em 1992, são uma série de grandes cavernas artificiais localizadas na província de Zhejiang, na China. Até agora foram encontradas 24 cavernas, todas esculpidas artificialmente. Ninguém sabe quem as construiu. Embora a escavação global tenha envolvido quase um milhão de metros cúbicos de pedra, não existe registro histórico nem evidência deste trabalho. Sua origem é um mistério completo !

Atualmente não existe explicação para a sua existência. Elas representam uma das maiores escavações subterrâneas dos tempos antigos.

Elas são consideradas pelos chineses como a “Nona Maravilha do Mundo Antigo”.

Em junho de 1992, um aldeão chamado Wu Anai, decidiu bombear a água de uma das cavernas conhecidas localmente, revelando a primeira de muitas cavernas artificiais na região. Após 17 dias de bombeamento, foi removida uma quantidade suficiente de água para revelar a caverna, incluindo várias estelas esculpidas, confirmando assim a ideia de que não eram reservatórios naturais, mas sim artificiais. O piso da gruta ocupa mais de 2.000 metros quadrados, com o ponto mais alto da caverna sendo superior a 30 metros. As quatro estelas da caverna 1 são distribuídas simetricamente. Após essa descoberta, ele continuou a bombear a água das outras quatro cavernas e descobriu que todas elas apresentavam as mesmas marcas nas paredes e no teto.

Cada uma das cavernas está coberta do chão ao teto, por linhas paralelas que foram cinzeladas praticamente em todas as superfícies. O efeito é um padrão uniforme em todas as cavernas, o que exigiria mão de obra imensa e horas sem fim para executar este trabalho.

De acordo com Yang Hongxun, especialista do Instituto Arqueológico da Academia Chinesa de Ciências Sociais, “no fundo de cada caverna, os antigos [construtores] não podiam ver o que os outros estavam fazendo na gruta próxima. Mas o interior de cada caverna tinha que ser paralela com a outra, senão a parede de uma gruta invadiria a outra. Assim, o aparelho de medição usado era extremamente avançado. Um pŕojeto deve ter sido criado previamente sobre os tamanhos, locais e distâncias entre as cavernas”.

A estimativa aproximada da carga de trabalho envolvida na construção destas cinco cavernas é impressionante. Quatro cavernas cobrem uma superfície média de piso de 1.200 metros quadrados, de modo que cada uma das cavernas deve ter envolvido escavações de 36.000 metros cúbicos de pedra. Como atualmente é conhecido um total de pelo menos 24 destas cavernas encontradas em Shiyanbei Village, a escavação total seria de 900 mil metros cúbicos.

Dizem que entre elas estão sete cavernas cujo padrão de distribuição se assemelha ao das sete estrelas da Ursa Maior.

Na caverna 1, que foi aberta para o turismo, podem ser vistas esculturas de pedra produzidas em artesanato simples antigo, de cavalo, peixe e pássaro (Terra, Água e Ar). A cabeça do pássaro tem uma aparência semelhante a uma descoberta no site Hemudu.

Como na maioria das aldeias no sul da China, existem muitas lagoas em Shiyanbei, mas estas são principalmente retangulares e muito profundas, sendo conhecidas como “lagoas sem fundo” por gerações de aldeões. Nestas lagoas os peixes são facilmente capturados. Quando a primeira caverna foi seca por bombeamento, nenhum peixe foi encontrado.

Esta descoberta chamou a atenção de muitos especialistas da China, Japão, Polônia, Cingapura e EUA. Uma das questões mais interessantes e desafiadoras é como as cavernas conseguiram manter sua integridade por mais de 2000 anos.

Créditos: ancient-wisdom.co.uk utaot.com

Origem: crystalwind

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível ☼

A “Luz é Invencível” tem por norma não publicar comentários com links.
Pedimos a compreensão de todos, para qualquer dúvida temos nossa caixa de sugestões onde todos podem livremente fazer suas colocações. Agradecemos a compreensão de todos.
Equipe da “Luz é Invencível”.
Anúncios

4 comentários em “China: Misteriosas e Enigmáticas Cavernas e Grutas de Longyou

  1. Muita coisa neste planeta é de um mistério sem fim; mas o oriente muito nos encanta e nos fascina e, não por acaso, convencionamos que o sol nasce no leste, ou nascente, ou oriente. Considero os povos da região como as pessoas mais espiritualidade do planeta, com uma cultura sempre pronta a nos encher de lições. Quem não se fascina ao ler os escritos de Kong Fu Tse, Li mi An e outros? Não por acaso, a China é considerada um dos sete centros de conhecimento do planeta.

    Curtir

    • Olá Antônio

      Também faço parte deste grupo de apaixonados pela cultura oriental, em especial da China, ainda temos muito a aprender com este povos, sua história e sua cultura, quem sabe quando tivermos acesso total a nossas lembranças de outras vidas acabamos descobrindo que caminhamos naquelas terras em outras épocas. Neste caso das cavernas deixa um ponto de interrogação, quem as construiu foi uma civilização anterior ao inicio da civilização que o “sistema educacional” afirma ser a Suméria, ou foi uma civilização do interior da Terra.

      Muita paz, luz, amor e expansão de consciência
      A Luz é Invencível ☼

      Curtir

  2. Não há dúvidas que é preciso uma reavaliação da História, por conta dos muitos inconvenientes que contradizem o esquema oficial criado e mantido pelos teóricos de plantão. Tanto e quanto, por exemplo, da influência chinesa que teria dado início, de acordo com Gavin Menzies, ao Renascimento Europeu. Ou, o conturbado e mal contado descobrimento da América e, de igual modo, o do Brasil – pelos portugueses. Conta-se que Magalhães, que navegava para a Espanha de então, jamais se sentiu perdido no estreito que hoje leva seu nome, apesar do surto de insubordinação de seus comandados … Ou, então, o significado das rezas e ladainhas dos monges do Tibete, que seriam fórmulas de crescimento espiritual, o que parece ser uma inverdade, pois que a realidade é outra e bastante dramática … Segundo o que se fala é que tudo não passaria de uma forma de reforçar a ilusão na qual vivemos. Verdade ou não, há de se estudar a fundo tal afirmação, pois o que parece ser quase sempre não é. São estes os tempos nos quais, por certo, nenhuma pedra ficaria sobre a outra. Que a paz esteja com todos.

    Curtido por 1 pessoa

    • Olá Nei

      Realmente, são tempos em que precisamos estar com a mente aberta, prontos para rever conceitos e conhecimentos que carregamos, quando novos fatos contradizem o que o sistema “educacional” ensina.

      Muita paz, luz, amor e expansão de consciência
      A Luz é Invencível ☼

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s