Astrologia Rara: De 7 de Janeiro a 6 de Fevereiro de 2017 Todos os Planetas Estão se Movendo Diretamente

post-01-07-1A partir de 7 de janeiro até 6 de fevereiro de 2017, todos os principais planetas estarão se movendo direto (para frente). Os antigos interpretavam isto como um momento de grande fortuna e um tempo muito positivo.

Stephanie “Wave” Forest é a primeira astróloga conhecida a publicar artigos, ensinar em cursos on-line e expor apresentações de slides sobre a ocorrência e o potencial do Todos os Planetas em Movimento Direto (TPMD).

Wave diz: “Agora, aqui neste momento, de nossa visão geocêntrica, todo o nosso Sistema Solar está se movendo junto na mesma direção, fluindo como UM no rio cósmico, todos viajando na mesma direção. Da posição do Sol ou da perspectiva da Terra, Todos os Planetas em Movimento Direto representam uma passagem agrupada orgânica, holística, síncrona e harmoniosa através do Universo”.

Um ciclo TPMD é definitivamente uma esperança para o futuro. É um momento único em que a perspectiva da Terra é a mesma do Sol. Onde a vibração do Sistema Solar pode fornecer um tipo extraordinário de assistência cósmica a qualquer empreendimento criado para beneficiar a vida humana na Terra. Onde todo o planeta pode ser energizado por combustível cósmico em vez de combustível fóssil.

O momento auspicioso do TPMD de 2017 é recomendado pelos astrólogos para fusões bem sucedidas, casamentos, grandes aquisições, eventos de caridade, operações físicas, inaugurações, lançamento de um novo negócio, surgimento de um novo lider e qualquer outra coisa que se deseja um resultado positivo.

O TPMD é considerado um tempo em que o Universo está no estado de ordem natural com todos os planetas viajando para frente.

Este período de tempo é iniciado pelo posicionamento de Mercúrio direto e termina com o posicionamento de Júpiter retrógrado em 6 de fevereiro de 2017. Então, qual é o significado de Mercúrio a partir do TPMD em janeiro ? Wave escreve: Continuar lendo

11:11 O Portal Estelar está Aberto !

post-11-10-1A energia está aumentando de intensidade no coletivo planetário, enquanto forças polarizadas lutam pelo controle. Vemos exemplos desta batalha na eleição dos EUA e o voto do Brexit no Reino Unido. Os partidos contrários e seus seguidores estão rigidamente enraizados na indignação. Nenhum dos lados tem o melhor interesse da humanidade em mente. À medida que a batalha se intensifica, os novos terráqueos estão recebendo intervenção divina através do apoio galáctico.

Segundo o The Times of India, “os cientistas do maior e mais sensível monitor de raios cósmicos do planeta localizado na Índia, registrou uma explosão de raios cósmicos galácticos o que indica ter ocorrido uma rachadura no escudo magnético da Terra. A explosão aconteceu quando uma gigantesca nuvem de plasma ejetada da coroa solar atingiu a Terra a uma velocidade muito alta, causando a compressão maciça da magnetosfera da Terra e provocando uma severa tempestade geomagnética”.

O 11:11 abriu um portal estelar no plano astral da Terra (4ª dimensão), transmitindo poderosos raios gama fotônicos para o campo do coletivo. Durante os raros portões de entrada da ascensão, o véu dimensional fica mais fino e os rituais espirituais tornam-se mais eficazes. Na próxima semana, aproveite o Portal 11:11 para aprimorar suas visões, intenções, invocações e manifestações enquanto o véu continua a se desvanecer rapidamente.

Como um ser luminoso consciente, você tem a capacidade de criar a realidade futura que deseja manifestar. Você está gerando informações que influenciam suas manifestações projetadas. Alguns destes possíveis futuros têm mais magnetismo do que outros. Exigindo foco contínuo em seu resultado final, caso contrário se deixado ao acaso, energias inferiores podem perturbar seus planos. Este não é o momento de ficar a margem esperando o mundo melhorar. Todos os portadores de luz estão sendo chamados a se envolver e ativamente ajudar a criar a Nova Terra. Vocês são os Guardiões da Nova Terra ! Continuar lendo

Nasa prevê descoberta de vida alienígena até 2025-Segundo a cientista-chefe da Nasa, Ellen Stofan, teremos registros de alienígenas que vivem em outros planetas até 2025.

O QUE DIZEM OS CIENTISTAS

Existe vida fora da Terra? Aparentemente sim, e poderíamos descobrir sua existência na próxima década.

Segundo a cientista-chefe da Nasa, Ellen Stofan, teremos registros de alienígenas que vivem em outros planetas até 2025.

Stofan acredita que serão encontrados sinais de vida fora da Terra em até 10 anos, e provas definitivas disso em até 20 anos. “Nós sabemos onde procurar. Então sabemos como procurar”, disse, em um debate transmitido na Nasa TV sobre a possibilidade de encontrar outros “mundos habitáveis”.

“Na maiorida dos casos, nós temos a tecnologia e estamos no processo de implementá-la. Então acreditamos que estamos definitivamente no caminho certo para isso.”

Leia mais: Europa e EUA preparam missões espaciais ‘para o Inferno’

O que estamos procurando? E onde?

As primeiras descobertas de vida fora da Terra provavelmente estão mais perto do que imaginamos, mas não serão homenzinhos verdes em naves espaciais e, sim, alguma espécie de plâncton ou de alga. Continuar lendo

Raios Gama Estão se Acelerando em Uma Energia Sem Precedentes

post-05-02-1

Nuvens moleculares gigantes em torno do centro galáctico, bombardeadas por energias extremamente elevadas de prótons, acelerando na vizinhança do buraco negro central e posteriormente brilhando como raios gama. Crédito: ©Dr. Mark A. Garlick/H.E.S.S.

Durante mais de 10 anos o observatório H.E.S.S. na Namíbia, dirigido por uma colaboração internacional entre 42 instituições de 12 países, vem mapeando os raios gama de energia muito elevada no centro da galáxia Via Láctea. Estes raios gama são produzidos pelos raios cósmicos da região mais interna da galáxia. Uma última análise detalhada dos dados do H.E.S.S. publicado em 16 de Março de 2016 na revista Nature, revela pela primeira vez uma fonte de radiação cósmica de energias nunca antes observada na Via Láctea: o buraco negro supermassivo no centro da galáxia está acelerando os raios cósmicos de energias 100 vezes mais do que o maior acelerador de partículas terrestre, o LHC no CERN.

A Terra é constantemente bombardeada por partículas de alta energia (prótons, elétrons e núcleos atômicos) de origem cósmica, partículas que compõem a chamada “radiação cósmica”. Estes “raios cósmicos” são eletricamente carregados e são portanto, fortemente desviados pelos campos magnéticos interestelares que permeiam a galáxia Via Láctea. Seu caminho através do cosmos segue ao acaso em função destes desvios, o que torna impossível identificar diretamente as fontes astrofísicas responsáveis pela sua produção. Assim, por mais de um século a origem dos raios cósmicos continua sendo um dos mistérios mais duradouros da ciência.

Artigo Relacionado: Atualização de DNA Acontecendo

Felizmente os raios cósmicos interagem com a luz e o gás na vizinhança de suas fontes produzindo raios gama. Estes raios gama viajam em linha reta, não sendo defletidos por campos magnéticos e, portanto, podem ser rastreados até a sua origem. Quando um raio gama de energia muito alta atinge a Terra, ele interage com uma molécula na atmosfera superior produzindo uma chuva de partículas secundárias, que emitem um pequeno pulso de “luz Cherenkov“. Ao detectar esses flashes de luz usando telescópios equipados com grandes espelhos fotodetectores sensíveis e eletrônicos extremamente rápidos, mais de 100 fontes de raios gama de energia muito alta foram identificadas ao longo das últimas três décadas. O observatório H.E.S.S. (Sistema Estereoscópico de Alta Energia) na Namíbia representa a última geração de tais matrizes de telescópio. Continuar lendo

CHAVES PARA O AUTOCONHECIMENTO E A CURA-A Iniciação na Era Aquariana



anterior posterior

O QUE SIGNIFICA A ERA DE AQUÁRIO?

Há algum tempo, todos estamos ouvindo falar a respeito da Era de Aquário. Provavelmente, escutamos opiniões que, a partir desta Era, seremos mais evoluídos, que a humanidade entrará em uma nova fase, que acabarão todos os problemas que nos assolam. Seria isto verdade? Além disso, quando, afinal, começaria a tão falada Era de Aquário? Vamos tentar responder a estas duas perguntas através deste post.Antes, é necessário entender o que é uma ‘era’. O pólo celeste (extensão imaginária do pólo terrestre) executa um movimento circular, de leste para oeste, que leva 25.794 anos (este número ainda não é um consenso entre os estudiosos) para voltar ao ponto de onde saiu. À medida que vai descrevendo este movimento, há um deslocamento em relação à constelação que marca o equinócio de primavera no Hemisfério Norte. Continuar lendo

PROJETO TRANSIÇÃO DA TERRA-A grande hora da mudança-O futuro do homem em busca de novos planetas-As colônias espaciais-Exopolítica-Parte 7



anterior

Como vamos colonizar outros planetas?

Nos livros de ficção científica e filmes, colonizar outros planetas parece fácil. Tudo o que você precisa fazer é dar um salto até o espaço em sua nave e você chega ao seu destino instantâneamente. Na realidade, nós não iremos colonizar o espaço em grandes saltos, mas em uma série de pequenos passos.É difícil imaginar isso agora, mas nos áureos tempos após Sputnik, os cientistas não sabiam se os seres humanos poderiam sobreviver por longos períodos no espaço. Os primeiros voos em órbita levaram animais e não astronautas – e isso foi assim até que Yuri Gagarin, em 1961, montou em um foguete rumo ao espaço. O voo histórico de Gagarin durou meros 108 minutos, mas marcou o início de outras extraordinárias e mais longas missões.Em meados da década de 1970, os astronautas já inclusive viviam em órbita em estações espaciais. Primeiro veio Skylab e Salyut, e depois, Mir. Na Mir, os cosmonautas continuaram a quebrar recordes de resistência no espaço. Musa Manarov e Vladimir Titov passaram um ano a bordo da estação espacial soviética no final dos anos 1980, mas a realização deles foi batida em 1995 por Valeri Polyakov que completou uma “turnê” de 438 dias no espaço.Hoje, a Estação Espacial Internacional (ISS) afirma com certeza de que há claras evidências de que os seres humanos podem viver indefinidamente em órbitas longe da nossa. Desde que a primeira tripulação chegou, no ano 2000, a ISS tem sido tripulada continuamente e tem, através de uma variedade de experimentos, produzido um vasto corpo de conhecimento sobre como alcançar autossuficiência no espaço. Nas próximas décadas, a NASA e outros programas espaciais internacionais esperam usar esse conhecimento como um trampolim para um destino além da atmosfera terrestre.

Atualmente a Estação Espacial Internacional é o que temos de mais parecido com um lar no céu

OS PROGRAMAS ESPACIAIS

Desde que o programa Apollo colocou a Lua ao nosso alcance, estabelecer um posto lunar avançado pareceu ser o passo lógico seguinte. O satélite natural da Terra oferece inúmeras vantagens em relação à luas mais exóticas, como o Titan de Saturno. Primeiro, é relativamente perto, o que significa que as tripulações poderiam ir e vir em poucos dias. Também significa que a comunicação entre os colonizadores e os comandantes da missão na Terra não sofreriam atrasos significativos. A Lua também funcionaria como um aeroporto espacial ideal porque os foguetes seriam capazes de escapar de sua baixa gravidade sem gastar muita energia. Por fim, um observatório baseado na Lua tornaria mais fácil estudar o universo e aprender mais sobre para onde nossas futuras viagens devem nos levar. Continuar lendo

PROJETO TRANSIÇÃO DA TERRA-A grande hora da mudança-A Era de Aquário e as 7 cidades sagradas no Brasil e no mundo-A sociedade humana da Nova Era-Parte 3



anterior
posterior

Considerada um momento espiritual decisivo para a sociedade, mas principalmente para cada indivíduo, muito se especula sobre o início da Era de Aquário. Ainda está por chegar? Está apenas no início? Ou se encontra em pleno andamento?Nada mais é como era. Atualmente, as pessoas, a sociedade e a consciência da humanidade mudam rápidamente. Normas e valores se dissolvem, hierarquias e estruturas autoritárias entram em colapso, a ilusão é desmascarada, e as realidades mais sutis são percebidas cada vez mais conscientemente. Desde o início do século XX, sobretudo a partir do final da década de 60, esse processo aumentou. O esoterismo atribui essas grandes mudanças ao signo de Aquário, que envia impulsos espirituais à humanidade.

Quando se inicia o momento da mudança espiritual?

Algumas pessoas sensíveis a impressões atmosféricas sentem que o momento da mudança espiritual já chegou. Contudo, ao investigar quando a Era de Aquário realmente inicia ou iniciou, vemos grandes diferenças. A International Astronomical Union (IAU) data o início dessa era em 2601. A Astrologia coloca o início da Era da Aquário no ano de 2375. O antroposofista Rudolf Steiner e Jan van Rijckenborgh chegam a diferentes conclusões. Enquanto Steiner indica o ano de 3574 como o ano de Aquário, Jan van Rijckenborgh indica o ano de 1908. Uma diferença de 1666 anos. Qual seria a data correta?

Respostas astronômicas e astrológicas

As várias datas resultam dos diferentes pontos de vista em relação ao início da era aquariana. O IAU tem fundamento astronômico. Seus cálculos se baseiam na projeção das constelações físicas sobre a eclíptica, o plano da órbita da terra em redor do sol, a qual traça um círculo imaginário, o equador celestial. O equador terrestre está posicionado num ângulo de 23° 27′ em relação à eclíptica. Assim, a projeção dos doze signos do zodíaco cobre diversos segmentos da eclíptica. Por outro lado, os astrólogos baseiam-se na teoria de que o equador celestial precisa ser dividido em doze segmentos iguais de 30° cada um: o zodíaco astrológico.Tanto uma como outra abordagem discordam sobre a extensão dos signos do zodíaco. Por isso, seus cálculos chegam a diferentes resultados quanto ao início da Era de Aquário. Continuar lendo

O CAMPO- Em busca da força secreta do Universo-A Era do Ponto Zero-Final


anterior

Tenho uma pequena gota de sabedoria em minha alma. Deixe que ela se dissolva no seu oceano. — Rumi

“A ciência não pode resolver o derradeiro mistério da natureza. E isso porque, em última análise, ! nós mesmos somos […] parte do ; mistério que tentamos resolver.” — Max Planck (1858-1947), físico

 “Quando nos compreendemos, quando compreendemos  a nossa consciência,  compreendemos também o universo  e a separação desaparece.” — Amit Goswami, físico

Existe um lugar onde todas as coisas começam, um lugar de pura energia, que simplesmente “é”. Nessa incubadora quântica da realidade, todas as coisas são possíveis. Nosso sucesso pessoal, nossa abundância, a cura de nossas falhas, nossas carências e doenças, nossos maiores medos e desejos mais profundos, absolutamente tudo tem início nesse “caldo” potencial. Por meio dos construtores da realidade: fantasias, expectativas, ponderações, paixões e preces, galvanizamos cada possibilidade na existência. Ao professar as crenças sobre quem somos, o que temos e o que não temos, o que deveríamos ser e o que não deveríamos ser, insuflamos vida nas nossas maiores alegrias, mas também em nossos mais negros momentos. O princípio para dominar esse lugar de pura energia é ter o conhecimento de que ele existe, compreender seu funcionamento e usar uma linguagem que seja reconhecível. Como arquitetos da realidade, tudo fica à nossa disposição nesse local onde o mundo começa: o espaço puro do Campo. Continuar lendo

PROJETO TRANSIÇÃO DA TERRA-A grande hora da mudança- Parte 1


posterior

PRÓLOGO

A separação do joio e do trigo, o final desta Era materialista, a volta da Consciência Crística no coração do homem, o processo de reintegração cósmica, o primeiro contato oficial com os extraterrestres, a reciclagem planetária, a ascensão da Terra na escala de progressão dos mundos — quando deixará de ser um planeta de expiação passando a ser um mundo regenerado —, todos esses conceitos representam uma espécie de final de ciclo existencial, que teve início em um momento situado além das fronteiras do que pode ser observado, pelo conhecimento moderno. Somos, portanto, uma família planetária, que desconhece a própria origem, já que o elo com esse passado, há muito se encontra perdido nas noites do tempo. A pista mais plausível, quanto aos fatos localizados no tempo longínquo registrada na literatura antiga, refere-se à doutrina do Anjos Decaídos, que pode ser exatamente o elo perdido, em relação a uma possível origem extraterrena dos que, na atualidade, vivem na Terra. Segundo o que orientam os mentores /mestres espirituais, o início de todo um ciclo existencial, que ora se encerra, converge para um tempo em que seres de outras realidades existenciais — na antiguidade chamados de anjos, por falta de nomenclatura mais adequada —, por contingências de uma constituição celeste desconhecida para nós, tiveram que deixar os mundos nos quais viviam e se deslocarem para a Terra, cumprindo o processo de exílio, necessário á reciclagem moral e intelectual de suas consciências. Seria, assim, a doutrina dos Anjos Decaídos, o simples começo de uma série de etapas históricas — algumas das quais tidas como lendas, pois que ocorridas em uma antiguidade muito remota —, cujos momentos finais estariam sendo exatamente estes que estão sendo vividos pela geração de espíritos atualmente encarnada. Por ser uma etapa histórica de difícil resgate, através dos instrumentos hoje disponíveis no chamado método científico, a Espiritualidade Maior houve por bem retomar este assunto, pois que os tempos finalmente estavam propícios; a consciência humana começava a dar sinais de evolução suficiente para uma Transição de Eras Evolutivas.  A questão extraterrena encontra-se intrínsecamente contida neste contexto, o que perturba o aparente domínio da exclusividade que o desavisado orgulho espiritual humano pretende ter sobre o que sequer consegue perceber como sendo verdade. Continuar lendo

O CAMPO-Em busca da força secreta do Universo-O Universo ressonante-Parte 1


posterior

PRÓLOGO

A revolução iminente

Estamos na iminência de uma revolução, de uma revolução tão ousada quanto a descoberta da relatividade por Einstein. Estão emergindo na fronteira da ciência novas idéias que desafiam tudo o que acreditamos a respeito da maneira como o nosso mundo funciona e de como definimos a nós mesmos. Estão sendo feitas descobertas que comprovam o que a religião sempre sustentou, ou seja, que os seres humanos são bem mais extraordinários do que um agrupamento de carne e ossos. Em sua base essencial, essa nova ciência responde a perguntas que deixaram os cientistas perplexos durante centenas de anos. Em sua parte mais profunda, trata-se de uma ciência do miraculoso. Há várias décadas, cientistas respeitados de diversas disciplinas ao redor do mundo vêm conduzindo experiências bem planejadas cujos resultados contrariam a biologia e a física atuais. Em conjunto, essas pesquisas nos oferecem informações copiosas acerca da força organizadora central que governa o nosso corpo e o resto do cosmo. O que eles descobriram é nada menos do que impressionante. Em nossa essência mais elementar, somos uma carga de energia. Os seres humanos e todas as coisas vivas são uma coalescência em um campo de energia conectado a todas as outras coisas que existem no mundo. Esse campo de energia pulsante é o mecanismo central do nosso ser e da nossa consciência, o alfa e o ômega de nossa existência. Não existe uma dualidade “eu” e “não-eu” do nosso corpo em relação ao Universo, mas apenas um único campo fundamental de energia. Esse campo é responsável pelas funções superiores de nossa mente, a fonte de informações que orienta o crescimento do nosso corpo. Ele é o nosso cérebro, o nosso coração, a nossa memória – na verdade, ele é um projeto do mundo para toda a eternidade. O campo é a força, e não micróbios ou genes, que determina se estamos saudáveis ou doentes, a força que precisa ser utilizada para que possamos ficar curados. Estamos conectados e envolvidos com o nosso mundo, somos inseparáveis dele, e a nossa única verdade fundamental é o nosso relacionamento com ele. “O campo”, como Einstein certa vez o chamou sucintamente, “é a única realidade.” Continuar lendo