Acesso ao Vácuo Quântico e Energia de Ponto Zero: A “Energia Livre” é Realmente Possível ?

“Energia livre” é um termo que está sendo bastante comentado ultimamente, mas não é um termo que muitos dos pesquisadores de energia gostem de usar. Isto acontece porque não é realmente “livre”, ou como nós entendemos o termo “livre”. Não é como uma fonte que fornece energia para ligar as máquinas originada de lugar nenhum.

Ela vem do vácuo quântico, que está disponível para o nosso uso de forma ilimitada, pois é de fato a “matéria” invisível que compõe o nosso Universo conhecido, podendo ainda existir em universos e dimensões desconhecidas. Existe infinitamente ao nosso redor.

Claro, energia solar, eólica e outras iniciativas de energia limpa são importantes, quanto mais, melhor, mas o mundo tem estado completamente cego para o fato de que existem muitas maneiras avançadas para gerar energia limpa que poderiam revolucionar o planeta mudando vários paradigmas.

“Para minha surpresa, estes conceitos foram comprovados em centenas de laboratórios ao redor do mundo, mas realmente não viram a luz do dia”. ~Dr. Brian O’leary

Vácuo Quântico: O Que é ?

Há muito tempo os físicos descobriram que o que chamamos de “espaço” não está vazio, que existe energia no espaço e que ele está cheio de “coisas” que são invisíveis ao olho humano. Isso é exatamente do que um átomo é composto, pedaços de energia girando e vibrando, no que antes era percebido como vácuo completamente vazio. Acontece que é o “invisível” que governa o “visível”.

“Nenhum ponto é mais central do que este, o espaço não estar vazio é a base mais sólida da física”. ~John Wheeler

Isto foi ilustrado no que é conhecido como “o efeito Casemir”, que demonstra a energia de ponto zero. As implicações disto são de grande alcance e foram descritas extensivamente dentro da física teórica por pesquisadores em todo o mundo. Atualmente estamos começando a perceber que estes conceitos não são apenas teóricos, mas sim, muito práticos. (Fonte) (Fonte)

A próxima pergunta depois desta descoberta tornou-se: quanto dessa energia pode ser “aproveitada” e quanta geração de energia pode nos fornecer ?

Abaixo está um vídeo de Nassim Haramein, que atualmente lidera uma equipe de físicos, engenheiros elétricos, matemáticos e outros cientistas para explorar a fronteira dos princípios de unificação e suas implicações, numa palestra. Onde ele fornece mais detalhes.

“O espaço não é realmente vazio e está cheio de energia… Esta energia no espaço não é comum e existe em grande quantidade, nós podemos calcular quanta energia existe no espaço e realmente podemos utilizar ela. Tudo o que vemos está realmente emergindo deste espaço. “(Nassim em sua palestra). Continuar lendo

Anúncios

A Morte é Uma Ilusão ? Novo Estudo Sugere Que SIM !

post-02-20-1Após a morte de seu velho amigo, Albert Einstein disse: “Besso partiu deste mundo estranho um pouco antes de mim. Mas isto não significa nada. Pessoas como nós… sabe que a distinção entre passado, presente e futuro é apenas uma ilusão obstinadamente persistente”.

Novas evidências continuam sugerindo que Einstein estava certo – a morte é uma ilusão.

Nosso modo de pensar clássico baseia-se na crença de que o mundo tem uma existência objetiva independente do observador. Mas uma longa lista de experimentos mostra exatamente o oposto. Pensamos que a vida é apenas a atividade do carbono e uma mistura de moléculas em que nós vivemos por algum tempo e depois apodrecemos no chão.

Acreditamos na morte porque nos ensinaram que morremos. Além disso, é claro que associamos com o nosso corpo e sabemos que os corpos morrem. Fim da história. Mas o biocentrismo, uma nova teoria de tudo, nos diz que a morte não é o evento final que pensamos. Surpreendentemente, adicionando vida e consciência à equação, você pode explicar alguns dos maiores enigmas da ciência. Por exemplo, fica claro por que o espaço e o tempo e até mesmo as propriedades da própria matéria dependem do observador. Também se torna claro porque as leis, forças e constantes do Universo parecem ser requintadamente ajustadas para a existência da vida.

Até que reconheçamos o Universo em nossas cabeças, as tentativas de entender a realidade permanecerá um caminho para lugar nenhum.

Considere o tempo “no lado de fora”: Você vê um céu azul, mas as células em seu cérebro poderiam ser mudadas para identificar o céu como verde ou vermelho. De fato, com um pouco de engenharia genética, poderíamos fazer com que tudo o que é vermelho vibre ou faça barulho, ou até mesmo que você queira fazer sexo com alguns pássaros. Você pensa que a luz está brilhando, mas seus circuitos cerebrais podem ser alterados para que pareça escuro. Você sente que está quente e úmido, mas um sapo tropical vai sentir que está frio e seco. Essa lógica se aplica a praticamente tudo. Ponto principal: O que você vê não existe sem a sua consciência. Continuar lendo

Experiência Fantástica: A Realidade Não Existe se Você NÃO Olhar Para Ela

post-02-16-1De acordo com uma teoria bem conhecida na física quântica, o comportamento de uma partícula depende de existir ou não um observador.

Ela basicamente sugere que a realidade é uma espécie de ilusão e só existe quando estamos olhando para ela. Numerosas experiências quânticas foram conduzidas no passado e mostraram que isso realmente é um fato.

Artigo Relacionado: A Realidade é Um Holograma

Agora, os físicos da Universidade Nacional Australiana encontraram mais evidências da natureza ilusória da realidade.

Eles recriaram o experimento de escolha tardia de John Wheeler e confirmaram que a realidade não existe até que seja medida, pelo menos na escala atômica.

Descobertas que instigam o pensamento

Algumas partículas, quanto fótons ou elétrons, podem se comportar tanto como partículas quanto como ondas. Isto levanta uma questão sobre o que exatamente faz um fóton ou um elétron agir como uma partícula ou uma onda.

Isto é o que a experiência de Wheeler questiona: em que ponto um objeto “decide” ?

Os resultados da experiência dos cientistas australianos, publicados na revista Nature Physics, mostram que esta escolha é determinada pela maneira como o objeto é medido, o que está de acordo com o que a teoria quântica prevê.

“Isso prova que a medição é tudo. No nível quântico, a realidade não existe se você não está olhando para ela”, como afirmou o pesquisador principal Dr. Andrew Truscott em um comunicado à imprensa.

O Experimento

A versão original do experimento de John Wheeler proposto em 1978 envolveu feixes de luz sendo refletidos por espelhos.

No entanto, foi difícil implementá-lo e obter resultados conclusivos devido ao nível do progresso tecnológico na época. Agora, tornou-se possível recriar com sucesso a experiência usando átomos de hélio espalhados por luz de laser.

A equipe do Dr. Truscott forçou uma centena de átomos de hélio para um estado de matéria chamado condensado de Bose-Einstein. Depois disso, eles ejetaram todos os átomos até que só restou um.

Em seguida, os pesquisadores usaram um par de feixes de laser para criar um padrão de grade, que espalhava um átomo passando por ele, da mesma maneira que uma grade sólida espalha a luz.

Assim, o átomo poderia agir como uma partícula e passar por um braço ou agir como uma onda e passar por ambos os braços.

Utilizando um gerador de números aleatórios, uma segunda grade foi então adicionada aleatoriamente para recombinar os caminhos. Isto acontecia somente depois que o átomo já tinha passado pela primeira grade.

Como resultado, a adição da segunda grade causou interferência na medição, mostrando que o átomo tinha percorrido ambos os percursos, comportando-se também como uma onda. Continuar lendo

O DNA Começa Como Uma Onda Quântica e Não Como Uma Molécula

post-02-13-1Uma cadeia de ADN de uma única célula contêm informações suficientes para clonar um organismo inteiro. Obviamente, a compreensão do ADN nos permite entender muito sobre a vida e o Universo ao nosso redor.

Uma compreensão mais profunda da nova ciência nos diz que o ADN não é como uma molécula, mas como uma forma de onda. Ainda mais interessante, esta forma de onda existe como um padrão dentro do tempo e do espaço e está codificada em todo o Universo.

Estamos rodeados por ondas pulsantes de informação genética invisível, criando forças gravitacionais microscópicas que atraem átomos e moléculas do seu ambiente para construir ADN.

Um cientista que identificou estas forças micro gravitacionais em ação é o Dr. Sergey Leikin.

Em 2008, Leikin colocou diferentes tipos de ADN em água salgada comum e marcou cada tipo com uma cor fluorescente diferente, então as moléculas de ADN foram espalhadas por toda a água.

A grande surpresa do experimento foi que as moléculas de ADN correspondentes foram encontradas emparelhadas juntas. Após um curto período de tempo, grandes agrupamentos das mesmas moléculas de ADN coloridas se formaram. Leikin acredita que algum tipo de carga eletromagnética permitiu que as moléculas coloridas se agrupassem.

No entanto, outras experiências mostraram que este não é o caso. Indicando que a causa mais provável seja a gravidade. Vamos explicar.

Em 2011, o Prêmio Nobel Dr. Luc Montagnier demonstrou que o ADN pode ser formado espontaneamente apenas de hidrogênio e oxigênio. Ele começou com um tubo hermeticamente fechado de água pura esterilizada e, em seguida, colocou outro tubo selado ao lado dele, que tinha pequenas quantidades de ADN flutuando na água.

Montagnier então eletrificou ambos os tubos com um campo eletromagnético fraco de 7 hertz e aguardou. 18 horas mais tarde, pequenos pedaços de ADN tinham crescido no primeiro tubo que continha apenas água pura esterilizada.

Esta nova ciência nos diz que o Universo está constantemente conspirando para criar vida biológica, sempre e onde quer que possa.

Em qualquer local no Universo, estas ondas micro gravitacionais ocultas estão reunindo átomos e moléculas para criar ADN e, portanto, vida. Continuar lendo

A arte de Saltar Linhas de Tempo

post-11-20-1Embora possa parecer paradoxal para alguns, sua linha do tempo, sua vida, é apenas uma das muitas possibilidades simultâneas. E é de fato o seu direito de primogenitura alterar sua linha do tempo e os potenciais de sua vida.

Sua cultura por várias razões, hipnotizou você para acreditar que está limitado a uma única linha de tempo. Nesta mensagem nos esforçaremos para explicar a nossa compreensão das linhas de tempo e como você pode mudá-las.

Sempre que existe um aumento de eventos caóticos, existe uma convergência de múltiplas linhas de tempo. Devido ao fato de que seu planeta entrou em um Nó Caótico e está experimentando cada vez mais incremento nos níveis de caos, existe também um aumento do que chamamos de nós do tempo.

Os nós do tempo ocorrem quando duas ou mais linhas de tempo convergem. Como resultado de sua proximidade os efeitos de oscilação às vezes acontecem quando as realidades de uma linha de tempo atingem a outra, ou são psiquicamente percebidas por aqueles em uma linha de tempo próxima. Linhas de tempo fortes também podem literalmente afetar as possibilidades e/ou realidades de outras linhas de tempo dentro de um nó do tempo. Em outras palavras, efeitos criativos e novos ocorrem frequentemente dentro de linhas de tempo quando elas entram em um nó do tempo (proximidade com outras linhas de tempo).

Eles são saltos evolucionários que possuem tremenda possibilidade de acelerar a evolução se você entender como utilizá-los. Como resultado da natureza volátil dos eventos em seu planeta, existem vários nós do tempo emergindo. Trata-se de um assunto complexo, então vamos dividi-lo em segmentos menores, pois acreditamos que essa informação tem um significado vital para aqueles de vocês envolvidos no processo de ascensão e também pelo seu valor de sobrevivência. Voltemos primeiro para o quadro maior e depois para as estratégias individuais que vamos sugerir.

Plano de fundo

Seu planeta está à beira de uma transformação total. A forma desta transformação tem múltiplas possibilidades e é você, o coletivo, que afetará estes resultados em maior ou menor grau.

Alguns destes resultados, destas possibilidades, cumprem as profecias de destruição e purificação planetária. Outras linhas de tempo, outras expressões, levam a um resultado diferente. Uma mudança súbita, inesperada, na consciência humana poderia colocar de joelhos os controladores que tão negativamente tem afetado o seu destino por milênios. E existem centenas de outras possíveis linhas de tempo entre estas duas polaridades. Mas determinados interesses em sua sociedade desejam que você permaneça hipnotizado, ou desejam que você continue na ilusão de que está limitado a somente uma linha de tempo, uma experiência de vida, como eles definem.

Mas você tem dentro do seu interior, a capacidade de mudar as linhas de tempo e as realidades no último momento de qualquer evento, seja ele pessoal ou coletivo. Nós não estamos dizendo isto para sermos “positivos”. Dizemos isto como um fato em relação ao seu potencial evolutivo. Se você vai coletivamente alcançar este potencial ou não, ainda está para ser visto, mas o caminho de um iniciado é seguir acima do maior potencial, independente do que pode ou não estar acontecendo em torno dele ou dela. Assim, nesta mensagem vamos discutir o que você pode fazer e como fazer.

Da nossa perspectiva, o seu destino coletivo é o somatório das escolhas individuais que você como pessoa faz. Isto é combinado com as forças evolutivas e terrestres que estão muito além de suas habilidades e de seus companheiros humanos poderem controlar. Esta coleção de forças também envolve padrões cósmicos de energia e intencionalidade de áreas do Cosmos além de seu Sistema Solar local, pois você é parte de uma complexa matriz cósmica que é o seu Universo.

Usando uma metáfora, diríamos que vocês como humanidade, estão em um grande navio oceânico. Mas muitos de vocês estão dormindo, existe alguém no comando desta embarcação que não deveria estar lá. Por muitas razões históricas e trans-históricas que não vamos entrar em detalhes aqui, vários seres têm comandado o seu navio.

Mas, ah, como as marés estão girando. Mais e mais de vocês estão acordando, embora alguns ainda estejam meio adormecidos, cambaleiam pelo convés enquanto observam a tempestade no seu mundo acontecer diante deles. Os Controladores sabem que muitos de vocês estão acordando, mais do que eles gostariam, para seu desconforto.

É de fato, um tempo muito interessante para estar vivo ! Continuar lendo

Luz Coerente (Biofótom) Pode Curar Câncer e Outras Doenças

post-11-07-1

Estamos ainda no limiar para compreender plenamente a complexa relação entre a luz e a vida, mas já podemos afirmar enfaticamente que a função de todo o nosso metabolismo é dependente da luz”. ~Dr. Fritz Albert Popp

Tem sido dito que tratamentos não convencionais para o câncer como homeopatia, Tai ji, Yoga ou acupuntura não podem “curar” a doença, mas esta afirmação é porque a ciência médica simplesmente não entende como estas modalidades de cura funcionam. Pesquisadores alemães provaram com equipamentos especiais criados para estudar os fótons armazenados em nosso ADN, que não existe necessidade de quimioterapia ou outros tratamentos invasivos para curar o câncer no corpo. Como postulou o neurofisiologista Karl Pribram, o físico experimental alemão Fritz Alfred Popp demonstrou e muitas culturas antigas também provaram que o câncer (juntamente com muitas outras doenças) morrem na presença da luz.

Artigo Relacionado: Biofótons Mostram Que Somos Feitos de Luz

Ciência Biofotônica – A História

Está cientificamente documentado que cada célula do corpo emite mais de 100.000 impulsos de luz ou fótons por segundo. Estas emissões de luz, que não são emanadas apenas pelos seres humanos, mas por todos os seres vivos, são chamadas de biofótons e foram identificadas como sendo o mecanismo por trás de todas as reações bioquímicas.

O cientista e professor russo, Alexander G. Gurwitsch descobriu pela primeira vez os biofótons e o campo Morfogenético em 1923, mas chamou estas luzes por um nome diferente. Uma pesquisa adicional na década de 1970 por cientistas experimentais e teóricos confirmou que os biofótons eram realmente reais. Então, em 1974, o biofísico alemão Fritz Albert Popp, provou a sua existência, bem como a sua origem dentro do nosso ADN e mais tarde a sua coerência, semelhante à luz de um laser. Após esta extensa pesquisa, a teoria do biofótom evoluiu na ciência atual.

Como um artigo que recentemente apareceu em “Revisão de Tecnologia”, apresentado por uma equipe do MIT.

“Um dos remansos mais curiosos da biologia é o estudo de biofótons: fótons óticos ou ultravioletas emitidos por células vivas de uma forma que é distinta da bioluminescência convencional. Ninguém tem certeza de como as células produzem os biofótons, mas a teoria mais recente é que vários processos moleculares podem emitir fótons e que quando são transportados para a superfície celular geram uma excitação ao carregar a energia. Um processo similar carrega a energia dos fótons através das matrizes gigantes de proteína durante a fotossíntese. Seja qual for o mecanismo, um número crescente de biólogos estão convencidos de que quando você desliga as luzes, as células são banhadas pelos fogos de artifício de uma tela de biofótons”.

O trabalho que está sendo conduzido atualmente no Laboratório de Bioenergia de Reno está expandindo o conhecimento biofotônico de forma a reconhecer esta fonte de energia e informação previamente não identificada em seres humanos, animais, plantas e outros organismos vivos.

Biofótons Como Chi

O laboratório em Reno registrou que os fluxos de “energia”, “prana” ou “chi” podem ser manipulados, com provas físicas estabelecidas de que essa energia ou chi existe na forma de biofótons.

Sifu Cicero, um instrutor da geração de qui, teve a sua energia bioeletromagnética (bioenergia) medida pelos cientistas no centro de pesquisa de Rhine usando um detector multifásico de luz ultravioleta que foi projetado para medir fótons individuais produzidos em meio segundo.

Pesquisadores em Reno foram capazes de medir aumentos dramáticos no número de fótons em uma sala à prova de luz quando certas pessoas estavam meditando, realizando curas, ou afirmando manipular Chi.

O fóton produzido pelo elétron energizado ao retornar à sua órbita regular coincide com um comprimento de onda específica. A cor do fóton é uma correlação direta à sua energia. Este é o comprimento de onda do fóton no espectro eletromagnético e, portanto, a cor da luz visível.

Quando a energia biofotônica de Sifu Cicero foi medida, os pesquisadores descobriram que seus níveis de biofótons eram muito altos, no espectro ultravioleta. Continuar lendo

ESTUDANDO A MENTE HUMANA-Os mecanismos do Universo-Modelo e forma-O predomínio da Mente-Parte 3

urantia
anterior

A MENTE SOB O PONTO DE VISTA DO LIVRO DE URÂNTIA

O Livro de Urântia, que teve sua primeira edição publicada pela Fundação Urântia em 1955, afirma ter sido apresentado por seres celestiais como uma revelação para o nosso planeta, Urântia.O Livro de Urântia oferece uma integração clara e concisa da ciência, filosofia e religião. Aqueles que o lêem e o estudam acreditam que O Livro de Urântia tem a capacidade de dar uma significativa contribuição aos pensamentos religiosos e filosóficos dos povos de todo o mundo.O Livro de Urantia não é uma “religião” por si. Ele se edifica nas tradições religiosas do passado e do presente, fomentando uma fé religiosa viva e pessoal.Leitores ao redor do mundo dizem que a leitura do Livro de Urântia os afetou profundamente e em muitos casos mudou suas vidas. Ele os inspirou a alcançar novos níveis de crescimento espiritual e intensificou seu senso sobre o valor da vida humana; encorajamos a lê-lo também para descobrir por si mesmo sua mensagem.

Continuar lendo

ESTUDANDO A MENTE HUMANA-Até que ponto, a mente humana é resultado das nossas vivências ou da influência do nosso cérebro?Parte 1

a mente humana
posterior

Prólogo

Os filósofos gregos e pensadores ocuparam papéis importantíssimos no estudo da psicologia, tentando entender a mente humana. Sócrates com sua teoria do questionamento lógico, Platão discípulo de Sócrates procurava uma explicação racional do mundo. Aristóteles aluno de Platão acreditava que as idéias e a alma eram imortais.A percepção definida no estruturalismo e desenvolvida pela mente humana é de grande relevância, pois explica a capacidade de selecionar, organizar, e interpretar todas as sensações sentidas e levadas ao cérebro. A mesma é o que faz o ser humano na condição de animal ser mais medroso que os outros, por sua capacidade de prever quais serão as conseqüências no futuro daquilo que eles temem, e pelo fato da parte emocional falar mais rápidamente do que a parte racional. Enquanto os outros animais só adquirem medo naquele dado instante, pois eles não possuem a capacidade de antecipação.Nos últimos mil anos, a humanidade apresentou mais evoluções do que se comparada a outros períodos históricos maiores. A cada dia que passa, novas descobertas fazem com que o ser humano explore ainda mais os limites da memória, da inteligência e da atenção.Entretanto, o que talvez não tenhamos percebido, é que os limites impostos pela mente humana podem ser uma espécie de mecanismo de defesa para o nosso organismo. Assim, estimular contínuamente o cérebro até um ponto acima do esperado pode fazer com que, em algum momento, a humanidade encontre um limite fatal.

Essa é a tese defendida por um novo trabalho publicado no Current Directions in Psychological Science, jornal da Association for Psychological Science. Os autores são Thomas Hills, da Universidade de Warwick, e Ralph Hertwig, da Universidade de Basel.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores analisaram o desenvolvimento do ser humano ao longo dos anos. Se seguíssemos uma escala progressiva contínua, em tese já deveríamos estar mais avançados em muitos outros campos do conhecimento e no desenvolvimento de nossas habilidades.Contudo, é possível que talvez nunca cheguemos a atingir a capacidade plena do cérebro justamente porque isso seria prejudicial ao nosso sistema nervoso. A dupla toma como exemplo o funcionamento do cérebro de algumas pessoas superdotadas. Índices elevadíssimos de QI podem estar ligados a doenças no sistema nervoso.“Além disso, o uso de drogas estimulantes, como cafeína e Ritalina, pode trazer consequências nocivas para organismo”, explica Hills. Como resultado desse processo, problemas como insônia, stress e hiperatividade passam a ser muito mais prováveis. Continuar lendo

PADRÕES QUÂNTICOS-Mensagem de Kryon, por Lee Carroll

NOTA IMPORTANTE-Para ajudar o leitor, esta mensagem foi re-canalizada [por Lee e Kryon] e complementada, para permitir um entendimento mais claro. Inclusive algumas informações foram incluídas. Geralmente as canalizações ao vivo têm uma energia implícita que carrega um tipo de comunicação que o texto escrito não traz. Então, aproveite esta mensagem aprimorada, transmitida em San Antonio, Texas.
—-…..—==II==—-…..—-
Saudações, queridos, Eu sou Kryon do Serviço Magnético.

Este é o momento em que meu parceiro se afasta. Dizemos isto mais uma vez, para que vocês saibam que ele não faz parte da consciência desta mensagem. Canalizar pode parecer algo misterioso e estranho para vocês, pois utiliza o intelecto, a educação, a voz, a maturidade e a sabedoria do Ser Humano, mas a mensagem vem de outro lugar. Meu parceiro chama isto de um fluxo constante de grupos de pensamentos intuitivos. Meu parceiro está aqui, mas não está aqui. Quando digo que ele “se afasta”, é porque ele literalmente abre este recipiente [corpo] e, através da sua pineal e do seu Eu Superior, vem a mensagem que vocês ouvem. Estou lhes contando isto para que saibam não é ele que está falando.

Existe energia ao redor de vocês, assim como há coisas invisíveis à sua volta. Hoje de manhã nós falamos sobre a “Comitiva de Kryon”, e ela ainda está aqui. Ela não é calculável, pois é pura energia. Muito do que vocês vêm, percebem e sentem em torno de si é energia. A energia vem de muitas e muitas formas, e algumas, inclusive, nem são consideradas energia. Para acreditar nesta mensagem sobre energia, geralmente os Seres Humanos precisam quantificá-la e qualificá-la. Vocês querem medir seus atributos vibratórios e algumas vezes não conseguem. A razão disto é que sua Ciência ainda não chegou lá. Isto não é uma crítica à Ciência, mas o simples fato de que há mais a aprender. O som acontece independentemente de haver ouvidos para escutá-lo, e a luz está aí independentemente de haver olhos para vê-la. Continuar lendo

O Crescimento Surpreendente do Efeito Mandela !

post-08-18-1

O Efeito Mandela: Quando História não vai ficar como está.

A frase “Efeito Mandela” está crescendo em um ritmo exponencial desde julho de 2015 de acordo com o Google Tendências. Parte do que está alimentando o rápido aumento na discussão sobre o efeito Mandela é que alguns dos jornalistas que escrevem artigos sobre o aumento do interesse nestes fenômenos estão experimentando ele também. Um repórter notou que uma sequência de amor brega frequentemente lembrado entre dois personagens no filme de James Bond, Moonraker, não existe mais, apesar de sua lembrança (e minha também) de que “Dolly tinha aparelho nos dentes !”

Enquanto muitos são surpreendidos pela recente onda de interesse no “Efeito Mandela”, alguns de nós que pesquisam e escrevem sobre este fenômeno de mudanças de realidade e histórias alternativas estão percebendo um aumento de interesse.

O que é o efeito Mandela ?

O “Efeito Mandela” recebeu este nome depois que o revolucionário Sul Africano anti-apartheid Nelson Mandela se tornou um tópico de interesse no ano de 2010 com muitas pessoas notando com surpresa que ele estava vivo naquela época, já que elas se lembravam dele ter morrido na prisão. Eu tinha publicado relatos semelhantes de mortos sendo observados vivos novamente no meu livro de 1999, “Mudanças de Realidade” e relatado em primeira mão no site RealityShifters com relatos de pessoas em todo o mundo percebendo muitas pessoas que lembravam estar mortas aparecendo vivas novamente. Estas observações são apenas um dos muitos tipos de Efeito Mandela, com outros exemplos notáveis incluindo alterações de letras de músicas, diálogos de filmes, cenas de filmes, geografia física, anatomia fisiológica e nome de produtos.

O Efeito Mandela é uma daquelas coisas que a maioria das pessoas não acredita até que aconteça com ela. Como se apaixonar ou passar por um desgosto, o Efeito Mandela é algo que você tem que experimentar a fim de abraçar plenamente. E mesmo assim, muitas vezes leva mais do que uma ou duas experiências para romper a resistência, a maioria de nós tem que aceitar a existência de algo que desafia fundamentalmente a nossa suposição fundamental tácita, de que fatos e eventos históricos não mudam. Este viés perceptivo foi poeticamente expresso no Rubaiyat.

“O dedo em movimento escreve e sendo mandado, se move:
nem toda a tua piedade e sagacidade consegue atraí-lo de volta para cancelar meia linha
nem todas as tuas lágrimas lavam uma palavra dele”. ~Omar Khayyam

Ao nos depararmos com evidências indicando que na verdade a história mudou, é chocante descobrir quando algumas linhas de tempo foram canceladas e limpas ! Estamos nos aproximando do “ponto de viragem”, onde está ficando mais difícil para os escarnecedores dizerem que não existe tal coisa como o Efeito Mandela/mudanças de realidade/histórias alternativas. O termo “Efeito Mandela” originou-se no blogger de Fiona Broome em 2010 depois que ela participou de uma conferência onde muitas pessoas conversaram com ela sobre lembranças de como Nelson Mandela havia morrido muitos anos antes, embora a história oficial registrada na época não indicava que alguma coisa assim tinha realmente ocorrido. Continuar lendo