ARQUIVOS EXTRATERRESTRES-A verdade sobre os alienígenas já é uma realidade entre nós-Pesquisas e depoimentos


anterior posterior

Divulgadas imagens secretas de Vênus que mostram possível existência de vida no planeta

O Instituto de Pesquisa Espacial da Academia de Ciências publicou uma série de fotografias, tiradas pela sonda Venera, que mostram supostos organismos vivos em Vênus. Pelo menos foi isso o que explicou o doutor em ciências físicas e matemáticas Leonid Ksanfomaliti, do Instituto de Pesquisa Espacial. Segundo Ksanfomaliti, as imagens captadas há 30 anos revelam a movimentação de objetos estranhos sobre a superfície de Vênus. Para defender sua hipótese, Ksanfomaliti publicou as fotografias, as quais, supostamente, retratariam vários objetos que aparecem e desaparecem, por meio de uma sequência de fotogramas. Após a recente descoberta de vários exoplanetas com condições similares às de Vênus, o pesquisador decidiu voltar a estudar a possível existência de vida nesse planeta.

A Força Aérea dos EUA informa sobre Roswell-24/06/1997Em 24 de junho de 1997, oficiais da Força Aérea dos EUA publicaram um relatório de 231 páginas negando relatos de longa data sobre um acidente com uma nave espacial em Roswell, no Novo México, quase 50 anos antes.

O interesse público em objetos voadores não identificados, ou óvnis, começou a surgir nos anos 40, quando avanços em viagens espaciais e o início da era atômica fizeram com que muitos americanos voltassem suas atenções para os céus. A cidade de Roswell, localizada perto do rio Pecos, no sudeste do Novo México, virou um ímã para os que acreditavam em óvnis devido a estranhos eventos no início de julho de 1947, quando o fazendeiro W.W. Brazel encontrou um estranho e brilhante objeto espalhado em um trecho de sua terra. Ele, então, mostrou-o ao xerife, que, por sua vez, entregou-o às autoridades de uma base da Força Aérea nas proximidades. Em 8 de julho, oficiais da Força Aérea anunciaram que haviam recuperado restos de um “disco voador”. Um jornal local noticiou a história em suas manchetes e lançou Roswell ao centro das atenções do fascínio público por óvnis.

Mas logo a Força Aérea voltou atrás na sua história, dizendo que os destroços eram apenas de um balão meteorológico. À exceção dos fanáticos por óvnis ou ufologistas, o interesse público no chamado “Caso Roswell” foi desaparecendo até o final dos anos 70, quando surgiram alegações que os militares tinham inventado a história do balão meteorológico como um acobertamento. Apoiadores dessa teoria argumentavam que os oficiais, na verdade, haviam recuperado vários corpos alienígenas da nave acidentada, os quais estavam alojados na misteriosa Área 51, em Nevada. Para afastar essas suspeitas, a Força Aérea lançou um relatório de mil páginas em 1994, afirmando que o objeto acidentado era, na realidade, um balão meteorológico de grande altitude lançado de um local de teste de mísseis nas proximidades, como parte de um experimento confidencial que pretendia monitorar a atmosfera para detectar possíveis testes nucleares soviéticos.

Em 24 de julho de 1997, quase uma semana antes da comemoração exótica do 50º aniversário do incidente, a Força Aérea publicou outro relatório sobre o controverso assunto. Intitulado como “The Roswell Report, Case Closed” (O Relatório de Roswell, Caso Encerrado), o documento afirmava, em tom definitivo, que não havia nenhuma evidência no Pentágono(?) de que qualquer forma de vida havia sido encontrada na área de Roswell com relação a supostos avistamentos de óvnis, e que os “corpos” encontrados não eram alienígenas, porém manequins utilizados em testes de paraquedas realizados naquela região(???!!!);isso supostamente colocaria um fim à discussão sobre o acobertamento,que foram em vão, já que ufologistas furiosos correram para apontar as inconsistências do relatório. Com teorias de conspiração ainda vivas e sólidas na internet, Roswell continua sendo um assunto obrigatório quando flamos em Òvnis.

Esta é a pedra encontrada perto de Roswell com inscrições parecidas com a de um círculo inglês ou alguma mensagem intergaláctica-Pedra encontrada em Roswell pode ser de origem extraplanetária

Uma pedra com propriedades magnéticas incomuns, com marcas profundas que parecem ser as fases da Lua, um eclipse solar e a representação de uma supernova, foi descoberta nos arredores de Roswell, Novo México, assustando os investigadores, cientistas e todos que a examinaram. Se for provado que esta pedra é de origem extraterrestre, será a segunda vez em menos de um século que a área de Roswell se envolve com contatos do espaço. Sam D. LaGrone, prefeito de Roswell, e que de fato viu e tocou a pedra declarou: “É uma pedra muito estranha. Toquei nela, a senti e não identifiquei como poderia ter sido produzida”, completando que ela é mais um elemento que evidência o mistério que envolve a cidade, o Caso Roswell, mesmo 61 anos depois e que supostamente foi acobertado pelas autoridades militares. O objeto é colorido e tem uma cor avermelha bem intensa, mede menos de cinco centímetros e pesa aproximadamente 40 gramas. Ela foi encontrada em setembro de 2004, por Robert Ridge, enquanto caçava cervos na Cedar Hill, que fica 17 milhas do incidente ocorrido em 1947. “Vi algumas pegadas recentes no solo e as segui. Foi quando notei a pedra parcialmente exposta ao lado de um buraco na areia. Mas não a peguei porque pensava que havia cervos um pouco mais para cima da colina”, declarou Ridge alegando que depois voltou ao local só pegar a pedra. Depois de mostrar a pedra para a família e seus amigos, ele a guardou em uma caixa num depósito seguro até o ano passado, quando teve a curiosidade para descobrir sua verdadeira história.

 

Em julho do ano passado que Robert Ridge foi apresentado aos ufólogos Chuck Zukowski e Debbie Ziegelmeyer e mostrou o material. Ridge informou que os ufólogos ficaram bastante impressionados chegando até a mostrar a pedra a vários especialistas, incluindo os melhores antropólogos do Novo México e todos eles afirmaram que jamais viram algo parecido com isto. Segundo Zukowski não havia nenhum jeito desta pedra ter sido marcada ou perfurada sem equipamentos modernos e sofisticados e sem o uso de laser ou jatos d’água de alta velocidade para alimentarem as brocas. A imagem do artefato parece literalmente ter sido arrancada da superfície da pedra de minério ferroso e vermelho. Este objeto retém polaridades magnéticas capazes de fazer o ponteiro de uma bússola girar e registrar seu campo magnético há metros de distância. “A pedra oval também irá girar quando um imã for colocado em cima da superfície da imagem dependendo de sua posição” acrescentou Zukowski. Arqueólogos que viram a pedra querem submetê‐la a uma análise de laboratório, o que eles chamam de fase dois de suas investigações. Um antropólogo descreveu a pedra como sendo semelhante a um magneto. Os magnetos foram mencionados na literatura durante séculos como pedras possuindo propriedades mágicas e místicas. Existem lendas antigas onde as pessoas informam que quando seguravam os magnetos em suas mãos o seu corpo tremia e que este tipo de pedra já curou uma porção de doenças, inclusive picadas de cobra e dores de cabeça.

Enquanto isso, os ufólogos afirmam que o desenho contido na pedra é parecido com os círculos ingleses que apareceram em várias cidades da Inglaterra, indicando a possibilidade da pedra conter uma mensagem do espaço. Priscilla Woolf, de Tijeras, uma norte‐americana conhecida por ter poderes sobrenaturais, visitou o local onde a pedra foi encontrada e afirmou que sentiu uma vibração em suas mãos quando segurou a pedra e que percebeu que uma luz veio do céu quando a colocou no local onde foi encontrada. “Embora a pedra tenha sido encontrada parcialmente exposta na superfície, a área arenosa na qual esta foi achada é conhecida por sua erosão constante, o que possivelmente escondeu a pedra durante vários anos”, explicou Zukowski. “Depois que tive contato com esta pedra por alguns meses, comecei a pensar que ela poderia ser algum tipo de código, ou até mesmo uma mensagem”, finalizou Ridge.

FORMATO IMPRESSIONOU OS PESQUISADORES

Novas imagens apontam para autenticidade do agroglifo de Prudentópolis

A Ufologia Brasileira tem acompanhado com interesse crescente o fenômeno dos agroglifos nos últimos anos, desde seu surpreendente surgimento em Ipuaçu, Santa Catarina, a partir de 2008. Agora, pela primeira vez, esses enigmáticos desenhos surgem no Paraná. O agroglifo surgiu da noite de segunda‐feira (05) para terça‐ feira (06) na Chácara Santini, bem à beira da estrada que liga a BR‐277 a Prudentópolis, e a não mais do que 1 km da cidade, de onde pode ser visto com clareza. Pode‐se então chegar à primeira conclusão, seria impossível alguém ou um grupo de pessoas fazer a figura sem ser visto. Mas esta não é a única razão para a imagem ser dada como autêntica, como se verá. O agroglifo estava em uma plantação de trigo ainda verde e muito viçosa, nesta fase impropria para colheita. A figura foi descoberta na tarde de terça‐feira (06) e filmada naquela mesma noite, mas sem clareza. Na manhã seguinte, quarta‐feira (07), foi filmada novamente por Tito Santini, um dos proprietários da localidade, que enviou fotos e vídeos à Rede RPC, levando ao conhecimento do fato à Revista UFO. Ele próprio ficou impressionado em ter visto aquilo na chácara, que está com sua há décadas. Disse que ali nunca ocorreu nada de anormal. A Revista UFO recebeu as imagens às 13h00 de quarta‐feira (07) e às 14h00 seu editor, A. J. Gevaerd, já se dirigia para o local, onde chegou às 16h00. Lá foi constado que a figura tem exatamente os mesmos padrões de várias outras anteriormente analisadas, tanto no Brasil, em Santa Catarina, de 2008 a 2014, quanto na Inglaterra. Chamava a atenção o fato de seu formato não poder ser visto a partir do solo, por ser muito grande. Para as imagens aéreas contou‐se com a ajuda do drone pilotado por Cauê Quadros, contratado pela Novelo Filmes para um documentário sobre agroglifos para o History Channel para o qual a Revista UFO é parceira, e que sobrevoou detidamente a imensa figura. A partir de 150 metros de altura ficaram nítidos o impressionante formato e suas enormes medidas, que foram uma grande surpresa. O drone esteve ativo por mais de uma hora e registrou as imagens de vários ângulos. Enquanto o trabalho de filmagens e fotos do alto era realizado, deixando cada vez mais clara a autenticidade da figura, Gevaerd e o grupo de estudiosos Rama, de Guarapuava, faziam as medidas dos elementos da gigantesca figura. João Gabriel de Oliveira, um dos membros da equipe, providenciou um croqui inicial, que será usado como base para a elaboração do croqui oficial pelo perito criminal e conselheiro especial da Revista UFO, Inajar Antonio Kurowski. FORMATO IMPRESSIONOU OS PESQUISADORES A figura contém dois anéis de diferentes tamanhos, mas com cerca de 50 metros cada, que se interseccionam em cerca de 35% de sua área, dentro de qual há um círculo central de 20 metros de diâmetro. Tanto os anéis quanto o círculo têm as plantas dobradas, mas não quebradas, em sentido anti‐horário, o que se verifica também em 4 círculos menores, mas de tamanhos diferentes, encontrados a leste, na extremidade do além à direita. Seus tamanhos aumentam gradativamente. É importante destacar que havia chovido um pouco em dias anteriores, o que fez com que parte do trigo dobrado, pelo solo molhado, tendesse a voltar à posição normal, mas isso se verificou com a minoria das plantas. Não foi notado danos extensivos à lavoura e ao agroglifo por pisoteio de curiosos até o final da tarde de quarta‐feira (07). Entretanto é provável que isso ocorra, pois os interessados e curiosos já formavam uma pequena multidão no final da tarde de quarta‐feira.

Quaisquer vestígios de ação humana ou mesmo ferramentas esquecidas, já foram verificadas em tentativas de fraudes, e cuja ausência, assim verificada, igualmente contribui para a autenticidade da figura. Também deve ser notado que a plantação é entrecortada por rastros de pneus de trator usado para fumigação da lavoura. Isso é absolutamente comum em cenários de agroglifos. É muito importante o detalhe de que várias testemunhas relataram ter visto luzes sobre a propriedade tanto da noite de segunda-feira (05) para terça-feira (06), quanto por volta de 22h30 de terça-feira. Seus depoimentos estão nos arquivos da Revista UFO. Pessoas também relataram que faltou energia elétrica em toda a cidade no meio da madrugada que precedeu terça-feira. Não se sabe se estes fatos estão interligados ao agroglifo. A Revista UFO seguirá acompanhando o caso, e em breve, em sua edição impressa, apresentará a completa cobertura de mais uma ocorrência de agroglifos no sul do país, como vem se repetindo incessantemente desde 2008.

Links para consulta

Confira o vídeo gravado no local
Os círculos chegaram
Eles chegaram ao Brasil: Misteriosos agroglífos surgem em Ipuaçu, Santa Catarina
As inusitadas caracteristicas do agroglifo
Agroglifo surge em East Sussex próximo a sítio arqueológico
Agroglífo em forma de flecha surge em Ipuaçu, Santa Catarina
Agroglifos de Ipuaçu impressionam a Ufologia Brasileira
Sai o laudo dos agroglifos de Santa Catarina
Agroglifos em Santa Catarina foram registrados antes de sua destruição
Saem as imagens aéreas do agroglifo de Santa CatarinaSinais surgem em plantação de trigo no Paraná

Em 1998, o engenheiro elétrico John J. Williams encontrou o que parecia um conector elétrico projetando-se do solo. Ele começou a cavar e descobriu que o conector de três pinos estava embebido numa pequena rocha.Segundo Williams, o artefato foi descoberto durante uma excursão realizada numa área rural na América do Norte, distante de assentamentos humanos, complexos industriais, aeroportos, fábricas ou instalações nucleares. Embora isso possa ferir a credibilidade de sua descoberta, Williams se recusa a revelar a localização exata do achado, por medo de que a revelação possa provocar a pilhagem de outras relíquias misteriosas no local.Conhecido como “Enigmalito” (uma combinação de das palavras ‘enigma’ e ‘monólito’) ou “Petradox”, o artefato apresenta a aparência indiscutível de um componente eletrônico embutido numa pequena pedra de granito natural sólido composta de quartzo e feldspato (incluindo uma pequeníssima porcentagem de mica).

O relativo sigilo sobre o local da descoberta e teorias de caráter ufológico sobre o objeto têm levado muitas pessoas da comunidade científica a categorizarem o achado como uma farsa produzida para trazer fama e fortuna a seu proprietário. Não obstante, Williams diz que o Petradox está à disposição de qualquer investigador que queira analisá-lo científicamente, mas cientistas têm ignorado a oferta.Segundo Williams, que consultou engenheiros e geólogos para verificar o espécime, o componente eletrônico embutido no granito não apresenta sinais de ter sido colocado ou soldado na pedra e, se isto ocorreu, certamente foi feito por algo ainda desconhecido pela ciência atual; na verdade, chegou-se à dedução de que o objeto já existia no momento em que a pedra se formou em torno dele. Análises geológicas posteriores da pedra, estimaram que a mesma tem cerca de 100 mil anos de existência, o que torna o objeto técnicamente impossível de existir se levarmos em conta a cronologia aceita atualmente.

MAS O QUE SERIA ESSE OBJETO?

O objeto embutido no Petradox tem sido comparado por alguns cientistas a um conector eletrônico tipo XLR ou algo similar. Ele apresenta um leve campo magnético e leituras de ohmímetro para verificar condução elétrica demonstram a presença de resistência próxima a que conhecemos hoje em circuitos abertos.Seus três “pinos” parecem ser compostos por algum tipo de metal e a matriz inserida na pedra foi identificada como cerâmica ou outro material parecido. Foi totalmente descartada a possibilidade desta peça de 8 mm de diâmetro ter sido feita de madeira, plástico, borracha, metal ou algum material semelhante.Embora Williams não permita que se quebre a rocha, análises com potentes raios-x (porque raios-x comuns não conseguiram penetrar a pedra) indicam que o componente matriz se prolonga numa estrutura interna opaca que inclui uma cavidade.

Apesar do ceticismo extremo, Williams está convencido de que a relíquia é genuína de uma tecnologia humana antiga ou alienígena e espera que cientistas possam autenticá-la, mas insiste que ele esteja presente durante as análises, que a rocha na seja danificada e que ele não tenha de pagar pela pesquisa.Alguns acreditam que cientistas se distanciem do artefato porque estão temerosos do que podem encontrar(?). Embora análises científicas possam vir a confirmar que esta seja uma elaborada farsa, isso também poderia mudar radicalmente nosso entendimento da história humana.Se o espécime for genuíno, pesquisadores teriam também de considerar seu design. Por que tal componente estaria embutido numa rocha? Que propósito teria esse objeto?Williams acredita que a localização do artefato oferece mais evidências de uma civilização perdida ou uma presença extraterrestre. Ele tem buscado uma equipe de cientistas de mente aberta para investigar o local.

Vistas do Petradox (Internet)

Oopart (Out Of Place ARTifact), ou “Artefatos Fora do Lugar”, é o termo aplicado a dezenas de objetos pré-históricos encontrados em vários lugares ao redor do mundo os quais possuem um nível tecnológico que está em completo desacordo com a idade do objeto determinada com base em características físicas, químicas e/ou geológicas. Ooparts frequentemente são frustrantes para os cientistas convencionais e atiçam os investigadores aventureiros e indivíduos interessados em teorias científicas alternativas.

PROGRAMA ESPACIAL MERCURY

O Programa Espacial Mercury tinha como objetivo colocar um único homem a bordo de uma cápsula espacial, dando poucas voltas ao redor da Terra. O primeiro astronauta norte-americano foi ao espaço através do Programa Mercury. Já na primeira missão tripulada houve registro de objetos luminosos no espaço

Em quase todas as missões espaciais houveram registros de naves alienígenas. Tais objetos foram fartamente registrados, documentados, filmados e fotografados. Foram criados termos específicos para serem utilizados pelos astronautas em suas missões, em caso de presença alienígena. Bogey (duende), Papai Noel, fogo, entre outras denominações. Desde as primeira missões tripuladas houveram avistamentos de OVNIs. O Projeto Mercury foi pioneiro, pois foi o programa que colocou o primeiro norte americano no espaço. Em cada missão da Mercury eram enviados ao espaço um astronauta, que dava poucas voltas ao redor da Terra.

Missão Mercury Atlas ­ 6

Um dos primeiros registros de avistamento de OVNI`s foi o do astronauta John Gleen Jr. John foi enviado ao espaço na missão Mercury Atlas ­ 6, no dia 20 de fevereiro de 1962. Ele foi o primeiro norte americano a ir ao espaço. Em órbita da Terra, o astronauta observou pequenas luzes voando no espaço próximo à sua capsula espacial. Não havia vazamentos ou pedaços da nave ou do foguete impulsor que pudessem ser confundido naquele momento. Ao reentrar na atmosfera terrestre, ele viu um globo luminoso. Ao retornar à Terra, o Dr. Roberto Boas, que foi responsável pelo treinamento psicológico do astronauta, afirmou que ele estava visivelmente surpreso com a experiência. Missão Mercury Atlas ­ 8 Nas missões posteriores, os avistamentos de OVNIs continuaram. Scott Carpenter foi ao espaço na missão Mercury Atlas 8, em 24 de maio de 1962. Sua missão era dar três voltas ao redor da Terra. Este astronauta observou durante o vôo orbital um OVNI, o qual fotografou. Este objeto era cilíndrico, e houve confirmação de um outro menor, de formato discoidal que saiu deste primeiro. Ao regressar para a Terra aconteceu algo estranho: A nave estava orientada perfeitamente, seguindo para o ponto previsto para aterrissagem. No entanto, a cápsula se desviou 400 quilômetros, o que é muito, visto que a missão foi extremamente planejada. O mistério que ainda não foi explicado pela NASA é como a cápsula se desviou de sua trajetória.

Missão Mercury Atlas ­ 9

Na missão seguinte foi a vez do astronauta major Gordon Cooper, que foi ao espaço 16 de maio de 1963, a bordo da cápsula espacial Mercury. No espaço, a cápsula passava sobre a estação Muchea, na Austrália, quando Cooper avistou um objeto luminoso, de coloração esverdeada vindo em sua direção. Na estação de Muchea, os radares captaram o objeto, o que confirma o acontecimento. Houveram aproximadamente 200 pessoas em Terra, que puderam observar a cápsula do astronauta e o outro objeto. Durante a quarta passagem do astronauta sobre o Havaí, no dia 15 de maio de 1963, as comunicações entre os controladores em Terra e a cápsula foram interrompidas por uma misteriosa linguagem. Esta interrupção causou espanto e irritação nos oficiais da NASA. As investigações posteriores não puderam identificar a natureza da linguagem. Gordon Cooper já tinha avistado OVNIs anos antes, quando voava a bordo de F­86 Sabrejet, sobre a Alemanha Ocidental. Os objetos observados na ocasião, eram metálicos e de formato discoidal. Em uma outra ocasião, Gordon Cooper discursou nas Nações Unidas, afirmando que: “Eu acredito que veículos extraterrestres e seus tripulantes estejam visitando nosso planeta … a maioria dos astronautas eram relutantes em discutir os UFO`s”.


O FENÔMENO ÓVNI NO MUNDO-COMO OS PAÍSES ENCARAM ESTA QUESTÃO

O Fenômeno OVNI manifesta-­se em todos os lugares do planeta Terra. Todos os países, desde aqueles localizados em regiões polares até os países localizados ao longo da linha do Equador são palco de ocorrências envolvendo estranhos objetos voadores cujas principais características são a alta tecnologia empregada na construção destes veículos e a presença de uma inteligência controlando suas evoluções. Por essa natureza insólita os mais diversos países ao redor do globo criaram comissões específicas com o objetivo de pesquisar as ocorrências ufológicas em seus territórios. Os Estados Unidos foram os mais envolvidos com a questão, não só registrando as ocorrências mas também criando unidades específicas com o objetivo de abater estes objetos para estudo. Em algumas oportunidades o Governo Estad­unidense teve êxito em resgatar estes objetos acidentados em território americano bem como barganhar estes objetos com governos de outras nações. Através da captura e posterior análise destes objetos foi possível desenvolver novas tecnologias empregadas em diversas áreas. Os norte-­americanos foram também pioneiros no acobertamento de fatos envolvendo o Fenômeno OVNI. Os outros países apenas seguiram as determinações ou adotaram o padrão americano. Entretanto, nos Estados Unidos este acobertamento foi muito mais intenso e atuante que em outros países. O Governo Americano utilizou diversos meios lícitos e alguns ilícitos com o objetivo de acobertar os casos e denegrir a imagem de pesquisadores. Existem indícios muito fortes de vários ufólogos foram silenciados por esta máquina governamental. Em outros países, felizmente, a situação foi menos delicada. Desde 1947, quando o Fenômeno OVNI passou a preocupar, vários países admitiram, em alguma ocasião, a realidade do Fenômeno ou ainda estiveram seriamente envolvidos com o estudo do tema.

O EXEMPLO FRANCÊS

A França, históricamente, foi o primeiro pais a criar uma lei específica destinada ao acesso à documentos do governo no ano de 1974. Na área ufológica também foi pioneira. O GEPAN, entidade criada com a finalidade de investigar fenômenos aeroespaciais anômalos, gerou uma grande quantidade de informações e documentação. Um dos documentos, o Relatório Cometa, repercutiu no mundo inteiro. Outros países seguiram o exemplo francês. Em fins de novembro de 2002, a Inglaterra liberou, por meio da Lei de Liberdade de Informação, mais de 200 páginas de documentação sobre OVNI`s. Atualmente são mais de 790 páginas de documentos oficiais sobre OVNIs, disponíveis no site do Ministério da Defesa da Inglaterra. O Brasil, também já realizou investigações sobre o fenômeno OVNI. Sempre de caráter confidencial, estas investigações foram confirmadas através de documentos ufológicos do governo brasileiro que “vazaram” e chegaram às mãos de ufólogos. Nos links abaixo, poderemos conhecer um pouco da relação entre governos mundiais e o Fenômeno OVNI. Procuraremos disponibilizar todos os documentos governamentais que já conseguimos acesso (mais de 10 mil páginas estarão à disposição em breve). Estes documentos são bem conhecidos da maioria dos ufólogos e provém de diversas instituições nacionais e internacionais.

Documentos Oficiais
Austrália
Brasil
Canadá
Chile
Dinamarca
Espanha
Estados Unidos
França
Reino Unido

 

ATUALIZAÇÕES

1-Os participantes do Instituto SETI fizeram uma declaração de “princípios” sobre como devemos nos comportar durante o contato com seres de outros planetas. Nela, constam os seguintes conselhos: certifique-se de que o sinal que você recebeu é realmente de origem alienígena antes de anunciar a descoberta; a confirmação deve ser espalhada imediatamente a toda a imprensa e canais científicos; antes de levar a notícia ao público, porém, recomenda-se avisar outros estudiosos do assunto; e, por último, deve-se fazer um estudo minucioso da mensagem antes de enviar qualquer resposta.

2-Circulou recentemente na internet um falso boato de que a ONU teria criado um órgão e até um embaixador para “assuntos extraterrestres”. O organismo seria a UNOOSA (Agência das Nações Unidas para Assuntos do Espaço Exterior) e o embaixador (ou embaixatriz), a astrofísica malaia Mazlan Othman. Ela seria a responsável pela diplomacia no caso de um provável primeiro contato. Ocorre que a UNOOSA realmente existe e Othman é, de fato, sua responsável, mas a função do órgão é promover a cooperação internacional no uso pacífico do espaço e fortalecer o uso da ciência e tecnologias espaciais. Nada de embaixador para assuntos extraterrestres, portanto.

3-Os lugares do Sistema Solar mais propícios à vida extraterrestre são o planeta Marte,(já houve a divulgação oficial da existência de água pela NASA) além das luas Europa (do planeta Júpiter), Titã (do sistema da Saturno) e Tritão (de Netuno).Até agora foram descobertos em torno de mil planetas fora do Sistema Solar, mas os astrônomos suspeitam que esse número seja infinitamente maior. Alguns acreditam que a maior parte das estrelas possui planetas girando ao seu redor. Levando em conta que as galáxias menores possuem cerca de 100 bilhões de estrelas e as maiores, como a M87, trilhões de astros… quantos planetas você acha que existem no Universo? Um lembrete: existem outras 100 bilhões de galáxias no Universo visível.

Posts relacionados;

a-aparicao-de-fatima-contato-imediato-de-terceiro-grau/”a-nova-super-terra-exoplanetas/”as-5-principais-racas-extraterrestres-em-contato-com-a-terra-atualmente-o-que-voce-precisa-saber/”os-conceitos-modernos-de-deus-a-descoberta-de-vida-alienigena-mudaria-as-filosofias-religiosas/”conhecendo-as-constelacoes-orion-primeira-parte/”o-lado-escuro-da-lua-primeira-parte/”marte-o-enigma-do-planeta-vermelho-primeira-parte/”
*******************************************************************************************************************

CONCLUSÃO E NOTA DO BLOG

Nesta série do blog, estamos abordando periódicamente casos famosos ,depoimentos, artefatos,abduções, avistamentos e todo tipo de informação á respeito de vida e presença ET de que se tem notícia.Ainda temos muitas coisas para informar aqui,inclusive o maior caso brasileiro, que é o ET de Varginha,que está em pesquisa.Mas, cabe aqui na altura das informações já disponibilizadas,fazer uma pequena  recapitulaçao de algumas terminologias, que consideramos necessárias para que os leitores e interessados possam melhor se situarem no contexto extraterrestre.

1-OVNI é a sigla para Objeto Voador Não Identificado, também chamado de UFO (sigla de Unidentified Flying Object) em inglês.

2-A expressão disco voador (flying saucer) é usada para definir o OVNI como um objeto com características semelhantes a pires ou pratos voadores.

3-Além do formato disco voador, foram classificados outros dois tipos de OVNIs: o cigarrete (naves longas, normalmente em forma de charuto) e as esferas (naves no formato de esferas).

4-Ufologia é o estudo dos registros visuais, evidências físicas e relatos relacionados aos objetos voadores não identificados.

5-Contatos imediatos é uma expressão normalmente usada para se referir a contatos de seres humanos com supostas naves e seres alienígenas. Os contatos imediatos de zero grau são avistamentos de naves à longa distância. Contatos de primeiro grau é quando as testemunhas avistam detalhes da espaçonave. Contatos de segundo grau, é quando o possível OVNI pousa e deixa vestígios de sua passagem. De terceiro grau são as observações de tripulantes/ETs na nave. Os de quarto grau ocorrem quando há contato direto e comunicação com os tripulantes. Com os de quinto grau ocorrem viagens na nave e contatos normalmente chamados de abduções.

6-A abdução acontece quando a pessoa é levada por entidades não-humanas contra a vontade para o interior do OVNI, onde é submetida a experiências e exames clínicos.

7-SETI é um projeto que visa analisar sinais enviados por possíveis civilizações alienígenas. A sigla em inglês significa Search for Extra-Terrestrial Intelligence, que quer dizer Busca por Inteligência Extraterrestre. Os sinais são recebidos por radiotelescópios como o de Arecibo, em Porto Rico.

Com estes postulados bem explicados, alguns /fatos/testemunhos e estatísticas deixaremos registrados;

1-São José dos Campos, no interior de São Paulo, é a cidade com maior número de relatos de abduções do mundo.

2-Os países com o maior número de fenômenos OVNIs (contatos de zero a quinto grau) são os Estados Unidos, México, Peru, Brasil, Rússia e Chile.

3-Os ufólogos estimam que o número de ocorrências/contatos em todo o mundo esteja na casa dos 8 milhões desde 1 947.

4-Ninguém sabe o porquê(?!), mas mais de 60% dos casos de avistamento de OVNIs ocorrem nos Estados Unidos.

5-Pesquisas feitas no final da década de 1 990 revelaram que 12% dos norte-americanos acreditam que já viram UFOs e outros 48% acreditam nos relatos de quem afirma ter visto.

6-Segundo o Centro para Estudos Ufológicos de Chicago, a maior parte das aparições de OVNIs ocorrem por volta de 9h da noite ou 3h da madrugada.

7- Várias personalidades/autoridades que afirmaram categóricamente já terem avistado OVNIs:Uma delas,foi Jimmy Carter (ex-presidente dos Estados Unidos).

8–O fenômeno UFO mais conhecido do mundo (e o preferido dos ufólogos) é o caso Roswell, supostamente ocorrido na cidade de mesmo nome, no oeste dos Estados Unidos.

9-No Brasil, o caso que mais deu o que falar foi o do ET de Varginha, no interior de Minas Gerais. A história ganhou inúmeras versões, até se transformar em uma das principais e mais difundidas lendas(?) urbanas no país(abordaremos em breve,aqui no blog)

10-Outros casos de grande repercussão no Brasil foram a Noite Oficial dos UFOs e a Operação Prato. A Noite Oficial dos UFOs ocorreu em 1 986, quando radares detectaram cerca de 20 OVNIs nos céus de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná. O incidente durou cerca de 3 horas e, segundo os ufólogos, a Força Aérea chegou a acionar diversos aviões de combate para seguir os objetos. No dia seguinte, ele foi confirmado pelo próprio ministro da Aeronáutica. Mais tarde, o governo justificou que pode ter havido uma falha nos radares. A Noite Oficial dos UFOs ainda intriga estudiosos do assunto no Brasil e no exterior(já abordamos em nossa série)

11-Operação Prato foi o nome dado à investigação de uma série de aparições de supostos OVNIs nos Estados do Pará e do Maranhão em 1 977. Brasília enviou diversos estudiosos para o local, que acabaram confirmando as aparições.

12- Área 51 é uma base secreta do estado norte-americano de Nevada onde, acredita-se, são realizadas pesquisas e feitos testes com tecnologia alienígena. Muitas pessoas já declararam ter visto objetos estranhos sobrevoando o local. O governo nega, mas o fato é que o local realmente serve de base para operações secretas das forças armadas dos Estados Unidos(Já abordada aqui no blog).

13-Outras cidades e locais que ganharam fama por supostas aparições de naves e OVNIs: Peruíbe (SP), Serra do Roncador (MT), Guarabira (PB) e Itaara (RS).

14-O Triângulo das Bermudas é uma área do Oceano Atlântico entre o estado norte-americano da Flórida, a ilha de Porto Rico e o arquipélago das Bermudas que ficou famosa pelos súbitos desaparecimentos de aviões, barcos e navios. Ocorreram mais de 50 eventos dessa natureza, a maioria entre 1 945 e 1 950. Muitas teorias foram criadas para explicar o fenômeno e um deles é justamente a ação de extraterrestres.(na pauta do blog para realizarmos a matéria)

Com tantas evidências e fatos comprovados,além de políticas oficiais e extra-oficiais sobre o assunto “vida extraterrestre”,pesquisas ouvindo a população e evidências materiais(Crop Circles e artefatos que “vazaram”,sem contar os ocultados em áreas militares),não estamos discutindo mais se há ou não vida extraterrestre,mesmo considerando sómente a existência de água e microorganismos;estamos ampliando o conceito de vida no Universo inteiro já que, até o incidente de Roswell, só tínhamos evidências arqueológicas,alegorias bíblicas,aparições consideradas milagrosas ,fotos de avistamentos ridicularizadas e consideradas forjadas e depoimentos considerados fantasiosos.Vamos prosseguindo com esse tema,pois temos inúmeros fatos e evidências ainda por esclarecer e informar,para que cada um de nós possa tirar suas próprias conclusões e ampliar seus conceitos deste tema tão apaixonante e necessário nesta Transição Planetária.

EQUIPE DA LUZ É INVENCÍVEL

***********************************************************************************************************

Bibliografia para consulta

Exopolitica
Paola Harris
 Biblioteca Documento UFO- A pedra de Roswell-O caso dos Agroglifos no Brasil
UFO Magazine
A Ameaça
David Jacobs-PhD
Human Encounters with alies-Abduction
 John Macks-PhD
 Acidente alienígena-
Jesse Marcel
 Segredo de Estado
Javier Serra
 X- Files
Revista UFO

Nota:Biblioteca Virtual

Divulgação: A Luz é Invencível

A “Luz é Invencível” tem por norma não publicar links que não estejam ligados ao texto postado.Pedimos a compreensão de todos, e para qualquer dúvida, temos nossa caixa de sugestões onde todos podem livremente fazer suas colocações que serão arquivadas para consultas posteriores.
Nós agradecemos a compreensão de voces.
Equipe da “Luz é Invencível”
Anúncios

4 comentários em “ARQUIVOS EXTRATERRESTRES-A verdade sobre os alienígenas já é uma realidade entre nós-Pesquisas e depoimentos

  1. Pingback: Arquivos Extraterrestres – A verdade sobre os alienígenas já é uma realidade entre nós – Pesquisas e depoimentos – 21.10.2015 | Senhora de Sírius

  2. Caríssima,
    Glosando o título, diria que não é realidade JÁ, pois sempre o foi.
    Mais uma postagem excelente de uma série que está precisamente confirmando essa verdade. Apesar de já estar um pouco ‘pelos cabelos’, como aqui se costuma dizer quando o assunto já satura, continuarei, obviamente acompanhando tudo quanto por vós for ‘dissecado’, tanto neste particular tema, como todos os demais, pois sempre acabam por expor evidências inéditas, como no relativo à chamada ‘pedra petradox’. Desconhecia esse achado, que de facto é deveras interessante e curioso. E apesar de toda a especulação que ainda provoca, quanto a mim não me custa admitir que tenha sido, mesmo, algum tipo de ferramenta de nossos ancestrais ‘humaliens’.
    Saudações deste ET lusitano (ahahah)

    Curtir

    • Olá Sr Àlvaro

      Obrigada pelo comentário e pela presença sempre constante nos prestigiando

      Com certeza, nem discutimos mais se existem aliens ou não, seria “chover no molhado”;Já sabemos que é uma verdade inquestionável, mas existem os detalhes, os achados, os avistamentos, as abduções e o compartilhamento de tecnologias que estão aí, á olhos vistos para todos e ainda enfáticamente negados pela mídia de massa, afim de tentar manter este “segredo”, que vai fazer desmoronar todo o “castelo de cartas” das Elites e Governos ocultos ,bem como das religiões e seus dogmas;

      Para nós que estamos sempre falando do assunto aqui no blog por diferentes abordagens, sabemos que já é certa uma divulgação,pela total incapacidade dos governos de continuarem a ocultar estas informações e essa pesquisa que está exposta aqui hoje, prova o quanto a humanidade já está consciente do assunto.Precisamos sim, resolver os problemas mais urgentes do mundo atual, para podermos entrar em contato definitivo com nossos irmãos galácticos;Acreditamos que sem as tranformações necessárias no planeta,não poderemos assimilar com toda a propriedade essa revelação;Podemos imaginar o que descobriremos, assim que os pólos derreterem o suficiente para revelar seus segredos?estaremos perto de descobrir exatamente o que X-Files nos mostra no seu excelente filme?Uma frase interessante de um personagem polêmico;
      “Eles estão entre nós há muito tempo, mas não viram motivo algum para nos convidar para sair… [Deep Throat]”

      Nós agradecemos muito as palavras de incentivo, os comentários espirituosos e as suas considerações que sempre nos enriquecem e á todos os nossos leitores.

      A verdade está lá fora…nós não queremos acreditar, nós já acreditamos.
      Muitas vibrações positivas da Equipe da Luz é Invencivel

      Curtir

  3. Pingback: ARQUIVOS EXTRATERRESTRES-A verdade sobre os alienígenas já é uma realidade entre nós-Pesquisas e depoimentos | dilsondosanjosdaluzinvencivel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s