Existe Mais na Vida do Que só Isto ?

Como podemos pensar que é só isto ?

Se você olhar ao seu redor e ver o incrível mundo em que vivemos, o Sol, a Lua, as estrelas, os oceanos. Tudo é tão magnífico. Estamos rodeados de beleza.

Um Universo infinito, como podemos acreditar que estamos sozinhos?

Com bilhões e bilhões de planetas lá fora, como a Terra pode ser a única habitada ?

Todos estes planetas estão em estágios diferentes em sua evolução. Portanto, deve haver uma infinidade de formas de vida lá fora, que são mais avançados do que nós neste momento atual e também formas de vida que são menos avançados do que nós.

Por que é tão difícil para algumas pessoas acreditar que existem formas de vida em outros planetas no Universo ?

Por que é tão difícil para algumas pessoas acreditar que formas de vida de outros planetas já poderiam ter nos encontrado ?

Eu acredito que eles estão aqui, que eles reescreveram a história e nós somos escravizados por eles há milhares de anos.

Artigo Relacionado: Extraterrestres Malévolos Estão Controlando o Planeta.

Quando você vê o mundo desta perspectiva, tudo faz mais sentido.
Continuar lendo

CHAVES PARA O AUTOCONHECIMENTO E A CURA-O QUE É CORPO DE LUZ? Parte 2


anterior posterior

Todas as técnicas e processos descritos nestes posts da serie visam à integração da Luz Espiritual. Mas isso não se trata de uma prescrição médica. Se vocês estiverem com qualquer um dos sintomas mencionados a seguir, consultem um médico. Como vocês provávelmente sabem, este planeta encontra-se em ascensão. A frequência dele está aumentando num ritmo muito rápido, e ele está perdendo sua densidade. A matéria, tal como vocês a conhecem na terceira dimensão, é densificação de Luz. Essa densificação está começando a diminuir e o ritmo vibratório de cada um de vocês, bem como de todo o planeta, está aumentando. Este é um processo extremamente interessante. Quando ocorre um processo de densificação, como o que está acontecendo neste planeta, alcança-se o ponto máximo de separação com relação às formas mais puras da Luz. Nesse ponto de separação máxima, ocorre uma mudança e o planeta começa a reverter o processo e a iniciar o que denominamos jornada para casa, ou seja, de volta ao Ponto Um. Existem atualmente de sete a oito milhões de Obreiros da Luz atuando neste planeta – o que alguns chamam de „‟equipes de transição planetária‟‟. Cada um de vocês é um Obreiro da Luz. Vocês vieram realizar uma missão especial, desenvolver talentos especiais e gozar de prazeres especiais. Muitos de vocês tornaram-se especialistas em colaborar com a ascensão de planetas, por terem feito isso milhares de vezes. A ascensão de cada planeta constitui um processo único – o processo de reunificação. E a alegria pela reunificação é expressada de forma diferente, dependendo de como se desenrolou o jogo. Esse jogo levou ao maior grau de separação do Espírito que se poderia alcançar. E foi muito bem sucedido. Mas o jogo, como vocês sabem, está mudando agora. E esse processo de mudança teve início oficialmente em março de 1988. Nesse momento, o que denominamos „‟ativação do primeiro nível do Corpo de Luz‟‟ ocorreu com a maioria dos Obreiros da Luz. Foi como se um sininho tivesse ressoado em sua estrutura de DNA dizendo, „‟É hora de voltar para casa!‟‟ E assim começou o processo de mudança. Apesar de ele ser extremamente prazeroso na maior parte do tempo, às vezes também pode ser difícil. Mas é um processo pelo qual todos vocês já passaram antes. O que torna o jogo interessante é a pergunta, „‟Como me sairei desta vez? Por quais energias, emoções e prazeres passarei nesta jornada de reunificação?‟‟ O que chamamos de „‟inspiração e expiração‟‟ da Fonte já ocorreu muitas e muitas vezes, e essa inspiração em particular terá sua própria expressão e satisfação como a volta deste planeta e de todos os outros ao Ponto Um. Continuar lendo

As 12 Maiores Mentiras Que a Ciência Tem Dito Através Das Corporações, Governo e os Meios de Comunicação Corruptos

POST-05-28-1
Encontrei isto quando eu estava me preparando para ler um novo posto do Natural News. Talvez você não concorde com alguns pontos, mas eu entendo que a grande maioria deles estão corretos. Especialmente os pontos sobre como a indústria farmacêutica tenta mostrar que a única solução para qualquer coisa é um novo medicamento (altamente rentável).

NOTA Kp: Eu entendo que há casos em que alguns tipos de medicamento ocidentais pode ser útil, até mesmo essencial (em situações de emergência), mas no geral para quem está consciente da sua saúde eu vejo a maioria das drogas como completamente desnecessárias.

Publicado em 13 de maio de 2016

A MENTIRA DA CIÊNCIA # 1: É seguro comer alimentos pulverizados com herbicidas.

A VERDADE: O herbicida glifosato causa câncer, infertilidade, danos nos rins e malformações de nascimento. E sua contaminação se estende até os alimentos instantâneos ! Artigo Relacionado

A MENTIRA DA CIÊNCIA # 2: As estatinas são boas para você.

A VERDADE: As estatinas destroem as funções cerebrais, causam demência e perda de memória. Elas também causam fadiga e fraqueza muscular paralisante. Artigo Relacionado

A MENTIRA DA CIÊNCIA # 3: Alimentos e nutrientes não podem tratar, curar ou prevenir qualquer doença.

A VERDADE: Muitos alimentos contêm poderosos medicamentos, inclusive anticancerígenos que podem destruir tumores de uma maneira eficiente e sem efeitos colaterais ao contrário da quimioterapia. Um deles é o açafrão ! Artigo Relacionado

A MENTIRA DA CIÊNCIA # 4: Os biossólidos são “fertilizantes orgânicos” seguros para uso em hortas domésticas.

A VERDADE: Os biossólidos são reciclados do esgoto humano e resíduos industriais das cidades. Eles são extremamente tóxicos e carregado com metais pesados, produtos químicos industriais e resíduos de medicamentos. Artigo Relacionado Continuar lendo

3 Estados da Mente Para Abraçar a Energia Chegando

post-04-23-1
Uma barreira de sabedoria está sendo quebrada por aqueles que estão escolhendo a luz sobre as trevas e o amor sobre o ódio. Agora existe um potencial para este planeta que nunca foi sentido ou testemunhado em qualquer momento de sua história, é em grande parte devido aos que estão navegando na nova onda de consciência e mostrando aos outros como fazer o mesmo. A coisa mais difícil para as pessoas aceitarem será a nova energia da mudança. Então, como vamos nos adaptar a uma nova consciência quando nada funciona da maneira que costumava acontecer ?

Você pode ter encontrado a si mesmo lutando nos últimos anos com mudanças graduais e abruptas em sua vida. Talvez uma mudança de emprego, dificuldades financeiras, relocalização, fim de um relacionamentos, ou até mesmo a morte de entes queridos. Olhe para estas coisas com amor, não com decepção, raiva ou ressentimento. Todas elas aconteceram por um motivo e vão continuar acontecendo, tanto para você quanto para aqueles ao seu redor. Você vai notar isso e em breve será tão óbvio que as coisas nunca mais serão as mesmas. São tempos de grandes mudanças. Se acostume com isto, porque é uma coisa bela.

Nunca houve um momento de maior consciência no planeta Terra como existe hoje. NUNCA. No ciclo, até mesmo de 30 ou 60 mil anos atrás nunca nos aproximamos do nível de consciência que temos atualmente na Terra. Mas ele chegou com alguns solavancos na estrada.

Estes choques não se limitam àqueles que ainda estão dormindo, despertando, ou que já despertaram. É todo mundo. É o jovem, o velho, o rico, o pobre, o humano, o animal, Gaia, o secular e o não secular. São todos.

Não existe um ser humano na Terra hoje que realmente pode entender o que está vindo se continuar a interpretar conceitos através de uma realidade linear da 3ª dimensão, uma realidade que (virtualmente) terminou há muito tempo e já não dita as regras dentro da nova consciência. Que agora é sobre a multidimensionalidade. Como podemos existir dentro de uma nova energia pensando ainda conforme os velhos padrões ? Nós não podemos. Nós não devemos. Não devemos pensar nem sentir fora dos novos estados de consciência. Um entendimento de que tudo está acontecendo ao mesmo tempo. Que estamos selecionando os potenciais que melhor se alinham com o nosso estado atual de ser, escolhendo aqueles potenciais que entendemos que vão funcionar e, em seguida, manifestando essas experiências.

Até entendermos que a nova consciência gira em torno de uma realidade quântica entrelaçada em múltiplas dimensões, vamos continuar a repetir os mesmos velhos padrões. Repito, todas as coisas que estão acontecendo com você agora vão continuar acontecendo mais e mais até que você transforme a nova realidade dentro de você. É uma realidade que funciona para você, em vez de contra você. Uma realidade que flui livremente em vez de criar resistência.

Então aqui estão os 3 estados de espírito que vão ajudar com a mudança: Continuar lendo

3 Sinais de Que o Trabalho Corporativo é Tóxico Para o Espírito Humano

post-03-05-1Sentindo-se preso na escada corporativa ? Você não está sozinho… Nossa cultura de trabalho tornou-se indiferente, tóxica e bastante perigosa para o nosso bem-estar físico e espiritual.

Todo mundo parece estar trabalhando cada vez mais insatisfeito nos dias atuais, pessoas realmente felizes são difíceis de encontrar, mesmo entre aqueles que têm empregos decentes. A verdade é que muito poucas pessoas são aptas e capazes de obter sucesso no âmbito atual do status quo onde vivemos para trabalhar. Mais do que nunca estamos voltando para trás em uma cultura corporativa que está se tornando cada vez mais tóxica e impossível de suportar.

Vegetando em “modo de sobrevivência”, o indivíduo não está na verdade se sentindo bem neste ambiente. Mas as empresas estão prosperando, seguem crescendo e tem um enorme impacto sobre nossas vidas, afetam até mesmo a forma como educamos nossos filhos, programando-os com a ambição de crescerem e se tornarem os futuros recursos humanos das corporações juntamente com os outros.

post-03-05-2Nossa sociedade nem sempre foi tão dominada pelo modelo corporativo como é hoje. Nos últimos 150 anos a empresa tornou-se mais difundida e influente do que a religião e a maioria dos partidos políticos. Atualmente as relações humanas, comércio e atividade humana organizada são monopolizados e controlados pelo modelo corporativo, priorizando o lucro financeiro em vez das verdadeiras virtudes, tornando-se o condutor principal da maior parte da atividade humana diária.

A dedicação ao modelo de trabalho corporativo está servindo ao nosso bem ?

Muitas pessoas não gostam do seu emprego, trabalham esperando apenas o fim de semana… Então ficam loucos em orgias de 48 horas de conveniência e excesso, a fim de ferozmente tentar recuperar sua vida e alegria de viver. Os seres humanos foram criados para viver desta maneira ? É este o nosso objetivo de vida ?

Quem sente isto sabe, mas para que o mundo mude, os indivíduos devem primeiro ter uma boa razão para amar suas próprias vidas. O trabalho corporativo é uma armadilha que mantêm as pessoas em cativeiro, mantendo-as afastadas das mudanças que este mundo necessita.

Aqui estão 3 sinais de que a cultura do trabalho corporativo tornou-se tóxica ao espírito humano e deve ser abandonada. Continuar lendo

10 Passos Simples Para Cultivar o Dom da Intuição

post-11-12-1A intuição é um presente maravilhoso, mas apesar do que alguns acreditam todos nós temos e podemos acessá-la ao máximo se quisermos. Algumas pessoas são naturalmente dotadas com intuição e aproveitam o seu poder, por vezes, mesmo sem estar cientes disto. Muitas vezes isso é porque ela se torna sua segunda natureza ou por terem permitido que ela fosse uma aliada desde que eram crianças, por isso a sentem tão natural como o pensamento ou como buscar uma lembrança. Para a maioria das pessoas, no entanto, a intuição é algo com a qual não conseguem se relacionar porque não sabem ou se esqueceram de como senti-la ou porque suas crenças têm reprimido esta parte de si mesmo.

Isto não é a nenhuma surpresa, uma vez que a nossa cultura contemporânea frenética instalou em nós um tipo diferente de modo de viver, um que é curvado em direção a lógica, a escolha racional da forma de pensar em geral com o lado esquerdo do cérebro. A sociedade não desenvolve a capacidade intuitiva, a imaginação e o lado direito do cérebro do pensamento criativo. Não é algo que ensinam nas escolas massificadoras dos governos ? Não há uma orientação formal sobre como aproveitar suas habilidades do lado direito do cérebro quando você é uma criança ou está crescendo. Isso seria bastante gratificante, você não acha ? Continuar lendo

CHAVES PARA O AUTOCONHECIMENTO E A CURA-O Estudo do Eu Superior-parte 2


anterior posterior

Ao longo dos muitos anos de provas, testes e desafios, estamos dizendo que o processo de ascensão implica em reconhecimento, liberação e transformação de todos os padrões vibracionais negativos e impactados que nós carregamos em nossas formas complexas física, mental, emocional e etérica. Como novatos, que começavam a jornada de transformação, nós não poderíamos abranger ou compreender plenamente que um inescrutável dom nos aguardava, enquanto alcançávamos certo nível de equilíbrio e harmonia internos: o dom de nos conectarmos com nosso Eu Superior; Um estado de Graça aguarda cada alma na Terra logo que ela obtenha a capacidade de funcionar nos padrões de frequência da quarta sub-dimensão média e acima. À medida que nos reconectamos ao nível do nosso Eu Superior dentro do espectro de Luz e sombra da 3D, nós progressivamente aprendemos a manter uma maior centralização, que é um elemento vital para se permanecer centrado no coração e concentrado na alma.A ascensão significa alcançar uma conscientização mais clara do Eu (Self), e aceitar o fato de que nós somos uma extensão de nosso Deus Pai/Mãe. Conforme mergulhamos cada vez mais profundamente em nosso Eu (Self),  chegamos a perceber nossa ligação íntima com o Plenum Cósmico/Deus/ Criador. Logo que consigamos sentir a felicidade requintada de uma conexão franca com o nosso Deus Pai/Mãe, e nós sejamos capazes de atrair plenamente as Partículas Adamantinas de Amor/Luz, o nosso anseio por amor é preenchido gradativamente;nossa” fome por sustento” sempre será satisfeita, e receberemos a força, a vontade e a determinação que é exigida para completarmos nossa missão terrena. Por meio desse processo, o nosso verdadeiro Eu (Self) ,nos está sendo revelado aos poucos.Explicamos já em outros posts, como o espectro de Luz e sombra foi criado neste universo de modo que a humanidade pudesse vivenciar a dualidade e a polaridade. Nas dimensões superiores, para aqueles mais próximos de nosso Deus Pai/Mãe e do Grande Sol Central, o espectro da dualidade é muito estreito. Todavia, tornou-se mais largo e mais pronunciado à medida que cada dimensão era estabelecida, até que alcançou o que viria a ser a dualidade máxima que está sendo experimentada. Nós estamos cientes de que não foi decretado ou pretendido que a humanidade devesse afundar tão profundamente na dualidade e na polaridade, provocando, assim, tanta dor e sofrimento. O tempo chegou para que as distorções e excessos do passado sejam trazidos de volta à harmonia, e é nosso maior desejo   atravessar esse processo com facilidade e graça.

Posts relacionados;deus-soberano-eu-superior-nosso-regresso-a-casa-cosmicaquem-e-este-eu-superiornovas-energias-desintegracao-do-eu-inferior-da-almachaves-para-o-autoconhecimento-e-a-cura-o-estudo-do-eu-superior-parte-1

A BUSCA DO SELF

Em Psicologia Junguiana, o termo Self (si-mesmo) refere-se ao arquétipo da totalidade, ao centro regulador da psique, a um poder transpessoal que transcende o ego. Trata-se de conceito importantíssimo nesta fantástica e revolucionária teoria elaborada pelo psiquiatra suíço Carl Gustav Jung. Murray Stein, psicólogo analítico, apresentando o conjunto de idéias centrais que compõem a referida abordagem psicológica, comenta de forma bastante didática e interessante: “O sistema psíquico como um todo consiste em muitas partes. Pensamentos e imagens arquetípicas situam-se num pólo do espectro, as representações de pulsões e instintos, no outro extremo, e entre os dois encontra-se uma vasta quantidade de material pessoal, como memórias esquecidas e relembradas, e todos os complexos. O fator que ordena todo esse sistema e o mantém unido e coeso é um agente invisível chamado” si-mesmo.” Este é o que cria os equilíbrios entre os vários outros fatores e os ata numa unidade funcional. Em suma, o si-mesmo é o centro e cabe-lhe a tarefa de unificar as peças. Mas faz isso a uma distância considerável, como o sol influenciando as órbitas dos planetas. A sua essência situa-se além das fronteiras da psique.” 

Temos, então, o desafio de buscar manter contato com esta fonte de inspiração e orientação… E como é difícil nos voltarmos ao transcendente… Quanta complexidade em fortalecermos o ego e, ao mesmo tempo, nos desapegarmos dele… Não por acaso, o processo definido por Jung como individuação mostrou-se práticamente inviável; Completa integração dos componentes psíquicos, num funcionamento harmônico, equilibrado, comandado pelo Self. Especialmente se avaliarmos tal proposição em uma única vida. Impossível, sem dúvida;Mas quando usamos a lógica, o bom senso e consideramos que em cada existência, como encarnados e também enquanto desencarnados, exercitamos o contato com novas estruturas psíquicas, transformando-as, melhorando-as, assimilando seus conteúdos de aprendizado e avançando neste processo infinito de evolução, aí sim podemos pensar em iluminação, em profundo e genuíno contato com o que somos: o vir-a-ser.

Podemos ensaiar este contato, abrindo os corações aos nossos mestres, encarnados e desencarnados; à vivência de um ideal, dentro de nossas atuais possibilidades; Em pequenas e contínuas medidas, procurarmos esforçar-nos (e não nos forçar, o que é bastante diferente) por manter nossas mentes e corações alinhados com a Centelha Divina, através da oração, da meditação, da doação sincera, bem como do amor que já podemos nutrir por nós mesmos e pelos outros, sejam próximos ou não. Ampliando nossas expressões de generosidade e afeto, partilhando com o maior número de pessoas o que nos faz mais felizes, exercitando a transparência e o atendimento criterioso ao que nos dita a consciência, aproximamo-nos do nosso Mestre Interior. Conforme nos ensina a Grande Sabedoria, sem pressa (mas com sentido de urgência), sem castrações (mas reconhecendo a necessidade de educarmos nosso lado primitivo), sem expectativas exageradas (mas voltando os olhos da alma ao que está para muito além do que possamos conceber, como fonte inesgotável de inspiração), é possível estreitar o contato com a Luz. Vale a pena nos desarmarmos para a Vida e nos colocarmos sob Sua Influência Divina.

LEIA MAIS;CONCEITO DE SELF-CARL JUNG

PSICOTERAPIA-CARL JUNG

  1. A ILUSÃO NO PLANO MENTAL
  2.  A palavra “ilusão” quando se refere ao plano mental tem um significado bem particular;  A ilusão mental se apresenta sómente quando o aspirante tem certo grau de contato com o Eu, é sensível ao afluxo de idéias que provêm do plano anímico e tem sólida polaridade no corpo mental.
  3.  A ilusão mental pode significar a reação da mente não disciplinada ao mundo das idéias, do Eu, com o qual começa a tomar contato. A mente capta a idéia superior, mas ainda não purificada, a colore e altera, dando-lhe uma interpretação distorcida e “ilusória”.
  4.  A alteração da idéia ocorre devido: 1-) ao grau de desenvolvimento da mente; 2-) à indeterminação da forma- pensamento; 3-) ao tipo do Raio do Ego; 4-) à instabilidade do contato da mente com a idéia percebida.
  5. Tais causas podem ser eliminadas, pouco a pouco com o gradual treinamento da mente para se tornar mais sensível e receptiva, com a prática da meditação e com a purificação mental; Mas a técnica mais eficaz, quase “única” para dissolver a ilusão é o desenvolvimento da intuição.
  6.  A intuição não pode ser desenvolvida de uma só vez. Sua conquista requer longo treinamento na prática da meditação, certas ampliações da consciência, desenvolvimento interior e maturidade que não se pode ter antes de determinado desenvolvimento evolutivo;  Eis porque a verdadeira superação da ilusão não é possível antes que se tenha conseguido a Iniciação.
  7. GUARDIÃO DO LIMIAR, A ILUSÃO DA PERSONALIDADE INTEGRADA
  8.  Em certo ponto do caminho evolutivo do discípulo apresenta-se á ele o Guardião do Limiar, o conjunto de forças da natureza inferior, tal como acontece com a personalidade antes da iluminação, da inspiração e da iniciação; A personalidade, nessa fase, é muito forte e o Guardião encarna todas as forças psíquicas e mentais desenvolvidas pelo homem ao longo das idades.
  9.  É a potência da tríplice forma material, antes de sua consciente cooperação e consagração à vida do Eu e ao serviço da Hierarquia Espiritual;  Esse “conjunto de forças da natureza inferior” constitui uma potente forma- pensamento diante do qual o discípulo, simbólicamente falando, se encontra quando deve passar pelo Portal da Iniciação.
  10.  É o Guardião do Limiar porque o discípulo não pode ir adiante se antes não vencer e destruir a potente forma- pensamento;  Na realidade, essa experiência significa que, ao estar o discípulo pronto para a Iniciação, a Luz que flui de seu Eu fará com que ele veja todos os lados de sua personalidade, todo o conjunto de suas forças psíquicas inferiores, que ele deve, de uma vez por todas, superar.Ele se vê como realmente é, sem véus ou ilusões e tal visão é uma experiência terrificante; O discípulo se horroriza ao ver quanta baixeza, quanta obscuridade, quanta negatividade estão ainda escondidas e enraizadas na sua personalidade;Mas o Eu lhe dá força e coragem para lutar e vencer a batalha contra sua natureza inferior que se lhe ergue como um inimigo.
  11. Devemos descobrir à qual tipo de ilusão estamos mais sujeitos;Maya predomina sobre as pessoas que estão sob o influxo do 5º e 7º Raios;  O ofuscamento emocional predomina nas pessoas que estão sob o influxo do 2º e 6º Raios; A ilusão mental predomina nas pessoas que estão sob o influxo do 1º e 3º Raios.
  12.  Enquanto vivermos identificados com o eu pessoal, estaremos imersos na ilusão e continuaremos a caminhar cegamente; Se nos desidentificarmos desse eu, abrir-nos-emos à intuição e a nossa mente tornar-se-á um dúplice instrumento: um receptor da Luz do alto e uma força de comando e controle para baixo.
  13.  Para alcançarmos tal estágio devermos trabalhar , aprender muitas coisas, ter a devida perspicácia, habituar-nos a comportamentos adequados para conosco e para com os demais e nos prepararmos para práticas de concentração, meditação e auto-afirmação que produzam o despertar da consciência superior.

  1.  MÉTODOS, PERCEPÇÕES E TÉCNICAS PARA FAVORECER A UNIÃO COM O EU SUPERIOR
  2.  A IMAGINAÇÃO COMO TÉCNICA ESPIRITUAL
  3. Para obtermos resultados sensíveis devemos, antes de tudo, mudar nosso comportamento interior diante dos acontecimentos da vida; Tudo que nos acontece não é por acaso, mas o efeito de leis justas e perfeitas e tudo tem um objetivo preciso e claro: servir de estímulo para o despertar de nossa consciência superior.
  4. A espiritualidade deve tornar-se parte integrante da vida, de todos os dias, o pano de fundo de todos os nossos pensamentos e sentimentos; Devemos também ter presente que o Eu é nossa verdadeira identidade e que devemos nos transformar naquilo que já somos em potencial.
  5.  Aspiramos à União com o EU, não porque somos dele separados mas porque somos dele inconscientes; A Centelha Divina, mergulhando na matéria dos vários planos, esquece- se de sua origem e se identifica com os vários invólucros.
  6. Aos poucos o homem vai se lembrando de sua origem até que tem início o período mais significativo do caminho de volta, aquele em que o homem consciente e voluntariamente colabora com a sua evolução, trabalha para o seu despertar, abre-se às energias espirituais.
  7. Mas ainda que convencidos de que somos o EU, sabemos muito pouco ou quase nada sobre ele e o pouco que sabemos parece vago, nebuloso, confuso;Ai é que podemos recorrer, além dos livros e à nossa intuição, também à IMAGINAÇÃO.
  8.  Ainda que a imaginação possa criar absurdos no que se refere a objetos físicos, mergulhando no fantástico e no absurdo, ela não pode imaginar sentimentos, ideias e estados de consciência que nunca existiram; Nesse sentido, com a imaginação, o homem usa material de sua consciência, usa substância psicológica, que está em contínua mutação e transformação e que tem em si infinitas potencialidades e possibilidades.
  9. No que se refere as coisas interiores, a estados de consciência, a imaginação é criativa, evocativa e dotada de grande força;  A imaginação é um ato de pensamento. E a energia segue o pensamento. O homem se torna aquilo que ele pensa.
  10. Quando imaginamos um sentimento, uma qualidade superior, evocamos do fundo de nós mesmos poderosas forças latentes e, ao mesmo tempo, atraímos do alto energias afins com aquele sentimento, aquela qualidade.
  11. Quando imaginamos uma qualidade criamos uma forma-pensamento que tenderá continuamente a realizar-se no plano físico;  Não existe pensamento sem expressão; o pensamento é um ato nascente, um princípio de atividade.
  12. Nos esforcemos continuamente para imaginar as qualidades do Eu, pensando nelas com clareza e precisão e criando uma forma pensamento nítida e clara; Em cada momento do dia deveríamos ter sempre em mente o pensamento: “Eu sou o Eu Superior e devo provar suas qualidades e não as da personalidade”.
  13. Deveríamos imaginar sempre como nosso Eu Superior se comportaria nas circunstâncias de nosso dia-a-dia;
  14. Sempre agimos como personalidade e, por isso, não sabemos enfrentar a vida, não temos força para superar os obstáculos, sentimo-nos infelizes, frágeis e cansados; Vivemos para tornar a mesquinha vida da personalidade cômoda e feliz como se essa fosse a verdadeira vida.
  15. Para agir como o Eu Superior temos que usar a discriminação para discernir as qualidades da personalidade daquelas do Eu; Se não sabemos reconhecer as qualidades anímicas (do Eu), devemos, ao menos, distinguir as notas e qualidades pessoais.
  16.  Devemos saber ver com clareza e objetividade as coisas que pertencem à personalidade sem nos iludirmos com a possibilidade de que venham a pertencer ao Eu, ainda que aparentemente boas e positivas;  Eis uma relação de reações pessoais que pode servir como exemplo:
  17.  A- Sentir-se ofendido B- Sentir-se humilhado C-. Desejar ser amado D- Desejar ser compreendido E- Sentir-se satisfeito F-. Sentir-se superior aos outros G- Sentir-se orgulhoso H- Crer que as próprias ideias são as melhores I- Sentir-se juiz e crítico dos outros J- Sentir-se diferente dos outros K- Amar alguém com apego e desejar retribuição L-Fazer uma gentileza e sentir-se bom
  18. M-Fazer um ato de bondade e desejar gratidão N-Ser gentil e dócil por interesse O- Sentir-se irritado porque os outros não o apreciam P- Desejar elogio Q- Ser indeciso e incerto R-Sentir-se deprimido S- Sentir-se triste T-Sentir-se infeliz U-Sentir-se eufórico V- Sentir ser algo excepcional X- Estar muito contente consigo mesmo a ponto de preferir-se aos outros (“não me trocaria por ninguém”) W-. Desejar que todos saibam que fez uma coisa boa;
  19. Y- Ter medo do futuro Z- Ter medo de ser enganado
  20. Rebelar-se contra a dor – Sentir-se injustamente tratado -. Irritar-se e indignar-se com as maldades alheias – Pretender a ajuda dos outros -Desprezar aqueles que são menos inteligentes -Fazer o bem somente àqueles que lhes são simpáticos -Procurar somente a companhia dos afins -Trabalhar apenas visando o interesse
  21.  Crer que os outros têm mais sorte – Ser otimista demais – Ser pessimista demais – Desejar a felicidade – Se preocupar com o que pensam de você -Ser vaidoso
  22.  Essas são algumas das reações pessoais que devem ser distinguidas das anímicas;  Tudo que vem da personalidade tem algo de egoístico, de interessado e de limitado; Tudo que vem do Eu é altruístico, puro, desinteressado, amplo, universal.
  23.  Todos os impulsos e tendências superiores que somos capazes, como a sede de verdade, o amor pelo conhecimento, o senso de fraternidade, a atividade altruística, o amor desinteressado, a abnegação provêm do Eu; São reflexos na personalidade das capacidades anímicas.
  24. Qualidades anímicas refletidas através do corpo físico: Atividade , laboriosidade (com altruísmo) -Ordem -Harmonia -Ritmo -Senso de bem estar -Senso de vitalidade – Adaptabilidade física
  25.  Qualidades anímicas refletidas através do corpo emocional: Serenidade -Calma -Amor desinteressado e impessoal -Alegria -Simpatia (por todos) – Sensibilidade pelo belo – compaixão
  26.  Qualidades anímicas refletidas através do corpo mental:  Compreensão -Sabedoria -Sede de conhecimento -Clareza mental  Imparcialidade de julgamento -Raciocínio livre de fanatismo -Lógica serena -Criatividade mental -Discriminação – Elasticidade mental Adaptabilidade mental.
  27. CONTINUA NO PRÓXIMO POST DA SÉRIE

***************************************************************************************************************************************************

CONCLUSÃO E NOTA DO BLOG

Fala-se muito hoje em dia em “Consciência Expandida”;Mas o que poderíamos falar sobre isso?..A transformação na consciência começa quando nos concentramos no momento,ou seja, concentrar-se no momento, neste momento. O tempo, ou o que vocês percebem como o tempo, está passando muito rápidamente. Esse conceito aparente do tempo se acelerando está trazendo-nos para mais perto do conceito da multidimensionalidade, onde tudo está acontecendo simultâneamente em todas as dimensões.A parte que está mudando é a nossa conscientização e compreensão do que está ocorrendo; estamos passando de uma compreensão linear dos eventos para um conceito multidimensional, em que os acontecimentos surgem em uma matriz, que é multidimensional. Cada evento ocorre nessa matriz em certo ponto. Existem muitos outros eventos que estão acontecendo ao mesmo tempo, no mesmo nível e em outros níveis.É como se os níveis sobre níveis fossem empilhados e expandidos em direção a uma grade de multicamadas, multifacetada, muito parecida com a grade cristalina 144. Essa grade tem a capacidade de expandir-se e contrair-se conforme a consciência da humanidade se expande e se contrai.Por exemplo, alguém pode fazer uma descoberta de um novo, ou aparentemente novo, avanço científico. Na realidade, pode ser uma redescoberta de algo que ocorreu há éons. Sempre esteve na grade ou matriz, mas a humanidade não tinha uma consciência que fosse expandida o suficiente para ver isso. Foi sómente quando a consciência se expandiu, que essa percepção incrementada revelou o que estava lá o tempo todo. Outras culturas antigas tiveram essa percepção avançada e puseram em prática essas descobertas aparentemente novas.Então, o que isso significa para nós?  Significa manter uma mente aberta e estar no momento. Uma consciência no momento presente pode alterar completamente nossa percepção do momento anterior. O que nós acreditávamos que fosse verdade há um momento, agora é uma outra perspectiva sem verdade, porque nós passamos a ter uma nova percepção e uma nova compreensão. Manter a mente aberta e viver no momento presente pode nos  ajudar a ver o cenário maior.Outra coisa é quando estamos aprisionados na crença de que as coisas são de certa maneira e que não existe outra possibilidade;então a nossa consciência está limitada. O nosso potencial para o avanço é limitado porque nós excluímos outras possibilidades que já podem existir. Todavia, quando nós não nos mantemos conscientes de que pode haver uma verdade expandida, além da que nós vemos,  ficamos abertos a novas possibilidades e á uma nova percepção.

EQUIPE DA LUZ É INVENCÍVEL

******************************************************************************************************************************************************

 

A ESSÊNCIA DO ZEN

A essência do Zen é a consciência do momento presente, a infinitude do aqui-agora e a iluminação na vida diária. Valorizando a simplicidade, a espontaneidade e a harmonia, O Zen busca a integração ao fluxo natural do universo. Ao longo da história da prática, e inclusive na atualidade, são incontáveis os mestres, monges e leigos que se dedicaram a expressar de maneira poética o pensamento Zen.

Ele ensina que o universo revela-se totalmente novo a cada instante. Para o Zen-budismo, não há distinção entre prática e iluminação — o Caminho de Buda apresenta-se no cotidiano, na realidade como ela é. Nesse sentido, a vida diária é, ao mesmo tempo, Samsara (o ciclo do sofrimento) e Nirvana (a libertação do sofrimento).  Para o zen-budista, tudo está inserido nessa identidade entre ilusão e iluminação, em que o homem deixa de ser centro do universo ou algo separado da natureza. Ele é resultado da incessante prática do Zazen, o “apenas-sentar”, em que se abandonam naturalmente o pensamento e as ações intencionais e permite-se que a natureza se expresse livre de idéias pré-concebidas e longe de categorias intelectuais. 

“Se o seu coração é absoluto e sincero, você naturalmente se sente satisfeito e confiante, não tem nenhuma razão para sentir medo dos outros nem de nada”

Dalai Lama

*****************************************************************************************************************************************************

Bibliografia para consulta

Meditação e Autoconhecimento
De Rose
Autoconhecimento-A Chave para a Mudança
Carlos Roberto da Silva Junior
Caminho do Autoconhecimento
Radha Burnier
A Fascinante Construção do Eu
Augusto Cury
Livros e boletins da Ponte para a Liberdade-Fraternidade Branca
 A Busca do Eu Superior
Paul Brunton
 Meditation
Paul Brunton
 Ramana Maharishi
Harry Krishna

Nota:Biblioteca Virtual

Divulgação: A Luz é Invencível

A “Luz é Invencível” tem por norma não publicar links que não estejam ligados ao texto postado.Pedimos a compreensão de todos, e para qualquer dúvida, temos nossa caixa de sugestões onde todos podem livremente fazer suas colocações que serão arquivadas para consultas posteriores.
Nós agradecemos a compreensão de voces.
Equipe da “Luz é Invencível”

 

UNIVERSOS;FENOMÊNICO,IMAGINAL E EXPERENCIAL

A LEI DO TEMPO E A REFORMULAÇÃO DA MENTE HUMANA-OITAVA PARTE

anterior posterior

Do ponto de vista da História Cósmica, o propósito de introduzir este Tríplice Modelo do Universo é demonstrar que a real experiência vivencial de cada dia é multicolorizada e multidimensional,quer se saiba ou não. Chegando a ser consciente dos universos fenomênico, imaginal e moral, que sempre estão em operação simultaneamente, é que se pode começar uma ampla avaliação de Quem se é realmente e o Quê se está fazendo aqui.

REINO FENOMÊNICO

È o reino dos dados primários percebidos por nossos sentidos.Inclui o reino biológico,o reino da microfísica, a macrofísica e a psicofísica. O corpo é a faculdade de sentir o mundo fenomênico, e é o portal para o reino denso.As pessoas só vêem aquilo para o que foram programadas para ver ou programadas para achá-lo útil, de acordo com a sua intenção de vida.Em um nível muito fundamental, organizamos o reino fenomênico por intermédio de nossas percepções, porém, a maioria das pessoas se esquece disto.

Para a maioria das pessoas, o reino fenomênico é absolutamente aceito como concedido, tanto que se pensa muito pouco nisso. O efeito de viver na Tecnosfera também diminui muito a interação potencial entre o humano e o assim chamado mundo fenomênico externo. Para muitas pessoas ,o mundo fenomênico entendido como o que é exterior ao corpo, é primariamente caracterizado por mudanças no clima, embora para a  maioria dos humanos o porque destas mudanças acontecerem, seja de pouca importância.

Também provavelmente não ocorre o entendimento de que o mundo fenomênico, em sua maioria, é organizado primeiro por sensibilidade visual e segundo por sensibilidade auditiva. A ideia de que o mundo fenomênico é tudo o que existe, é grandemente realçada pelo impacto e influência desmedida da ciência materialista contínua, investigando os mais minuciosos e sutis aspectos deste mundo fenomênico, investindo em surpreendentes microcomponentes. Um propósito desta micro ou nanotecnologia aceleradora é encontrar componentes genéticos que possam ser usados para propósitos comerciais, e um exemplo disto é a modificação genética.

Na área da física, similarmente, a busca é de microcomponentes de ordem fenomênica comercialmente produzíveis e que possam ser usados em algo, desde a tecnologia do computador, ás formas de ficção científica de armamento.Enquanto o reino fenomênico é a maior parte do que a atual construção mundial percebe como realidade, para a História Cósmica não é senão um subconjunto da ordem sensorial.Como tal, o reino fenomênico será explorado mais extensivamente na Ciência Cósmica, o estudo que abrange o que geralmente pensamos como reino fenomênico.

REINO IMAGINAL

È acomodado no reino físico,por nosso sistema nervoso e cérebro e tem contato com o físico, através do sistema sensorial.Este contato sensorial nos traz informação á qual respondemos. O que determina nossa resposta?Onde existe esta resposta?de onde vem estas imagens?

A imaginação é a faculdade sensitiva da mente e é o portal do reino sutil. Geralmente se assume que a informação sensorial encadeia disparadores neurais que atingem o cérebro, e logo liberam informação armazenada em forma de imagens. Seja verdadeiro ou falso, não necessáriamente dá conta de um exercício de vontade, com a intenção de produzir imagens dentro da mente.Como pode a produção de um pensamento ter um efeito na produção de uma imagem?O fato de poder fabricar um pensamento, e com esse pensamento criar uma imagem que pode ser completamente elaborada, é importante de ser considerado. Especialmente quando se sabe que a produção de uma imagem interna pode exercer um intenso efeito sobre o corpo mental/emocional, como uma imagem fenomênica percebida.

O reino imaginário contém pensamentos, ideias, visões, sonhos, intuições, estados alterados, arquétipos,percepções e fantasias.È importante reforçar que o reino imaginário não depende em nada do reino fenomênico para sua ativação, nem a palavra “imaginal” poderia ser confundida com o imaginário. Ao contrário, imaginal é o nome dado ao íntegro reino interno da experiência, assim como” “fenomênico”, se refere ao reino externo.

O reino imaginal constitui a integridade de todas as funções e capacidades da mente e do corpo emocional. O campo da inteligência se refere á capacidade para organizar o reino imaginal em diferentes estruturas, que enfocam particulares intenções para métodos propositivos, afirmações e visões.

Em outras palavras, o reino imaginal é o lugar dos pensamentos e sonhos, enquanto que, o campo da inteligência é a capacidade para enfocar a intenção no reino imaginal, para criar um padrão inteligível, uma estrutura ou visão coerente, que comunique algum sentido de propósito.

REINO EXPERENCIAL

Entre os dois reinos, refletindo a natureza externa e interna do homem, há um terceiro reino, o experencial .Este reino tem a ver com assuntos referentes ao bem/mal,certo/errado,etc. Não somente a existência de sonhos, imagens e reflexos de experiências no mundo, mas também a ocorrência de sentimentos de juízo, de fazer o bem, de errar, do belo, do feio, etc.Isto parece ter a ver com o cultivo da alma. Num sentido de propósito humano, tem tudo a ver com valores e experiências com esses valores.

Vivemos em um universo fenomênico de Causa e Efeito, e estamos dotados de capacidade para entrar no reino imaginal, no entanto, antes, há o reino experencial/espiritual, que é um fator interpenetrante entre os demais reinos. O reino experencial tem a ver com a redenção, o aperfeiçoamento do ser e o aumento da consciência.A alma está sempre transcendendo entre o mundo e a mente. Pensamentos são constantemente emitidos a partir da mente, na forma de retroalimentação oriunda do mundo.Deste modo, vemos que a alma está constantemente negociando entre a retroalimentação do mundo e a interpretação da mente. O mundo sugere certas coisas ou idéias e a mente responde. Ou, a partir do ponto de vista do reino experencial, o mundo se apresenta á mente com algo, logo, a inteligência experencial tem que determinar que resposta será benéfica para a alma.

A ALMA É A FACULDADE SENSORIAL DA DIVINA VONTADE, E É O PORTAL PARA O REINO PURO, O ABSOLUTO,ONDE SÓ HÁ ESPÍRITO.

Quais são os fatores que determinam se a evolução prossegue ou se paralisa?O fator final é o experencial, porque se pode ser muito engenhoso,porém,falta ainda a experiência.O progresso evolutivo tem significado somente em relação á inteligência evolutiva da Alma. A Alma tem que experimentar o todo neste processo, senão como poderemos dizer que algo é finalmente mau?cada etapa tem sua forma particular de experiência ou código de comportamento.

Os seres humanos são dotados de uma natureza tal que não deveriam apenas possuir bens materiais, mas deveriam antes possuir sustento espiritual. Sem o sustento espiritual, torna-se difícil adquirir e manter a paz de espírito.Dalai Lama

*************************************************************************************************************

Bibliografia para consulta

Time, Synchronicity and Calendar Change
Stephanie South
A Chave do Universo
Alexandre Timmers
O Tempo do Buda
Lama Surya Dass
Sobre o Tempo
Norbert Elias

Divulgação: A Luz é Invencível

A TEORIA E A PRÁTICA; UM ENSAIO DE COMO APRENDER

O aprendizado não pode prescindir da teoria e da prática. Aprender significa estar apto a fazer. Para isso é necessário que se conheça os fundamentos (teoria), mas que se desenvolva as habilidades necessárias à transformação desses fundamentos em ações do dia-a-dia, através da prática, desenvolvendo aptidões.Isso é verdade para qualquer campo do conhecimento ou da prática humana, inclusive no campo da ética, da moral e da religiosidade.
Retome a sua rotina a cada dia: Você acorda escova o seus dentes, toma seu café, veste sua roupa, toma sua condução, chega ao seu trabalho ou a sua escola. Cada uma dessas atividades foi executada de forma diferente a cada ciclo do sol sobre a terra (uma translação). Podemos retomar novamente a lembrança das mesmas atividades da seguinte maneira: Você acorda, abre os olhos, levanta da cama, se encaminha até o banheiro, pega sua escova, põe pasta de dente, escova seus dentes, retorna ao seu quarto veste sua roupa. Calça seus sapatos, se encaminha até a estação, toma sua condução, paga a sua passagem, senta-se em seu lugar, chega ao seu destino, encaminha-se para o seu trabalho, entra no escritório ou a na escola.

Se repetirmos por mais uma vez esta narrativa e enriquecermos de mais detalhes, podemos chegar a uma que tem esta forma: O Todo intui através do despertar da alma,que aciona o mecanismo da glândula pituitária, que lança na corrente sanguínea endorfina, que liga a ignição cerebral, esta por sua vez retoma da memória o arquivo de sua vida, que por sua vez é carregado no córtex principal e você entra em despertar no mundo tempo-espaço. No principio parecia que estávamos falando apenas da sua vida cotidiana, porém enriquecendo a narrativa, chegamos ao ponto em que identificamos um texto teológico científico. Se déssemos continuidade infinitamente, inserindo detalhes na narrativa, descobriríamos que o texto perderia seu significado para as mentes sem conhecimento.

A capacidade de avaliar o conteúdo e o significado de um acontecimento da vida, está intimamente ligado á expansão ou a libertação dos conceitos pré-determinados em nossa mente. Pela qualidade da nossa intuição, conseguimos identificar o nível dessa ligação. Quando não desprezamos nada a nossa volta, quando nos esforçamos mentalmente para entender os mecanismos da matéria, a nossa intuição é aguçada. Uma conexão ainda não experimentada é acionada. Essa conexão é a ligação além,  porque o Todo da criação possui na origem, uma retomada, uma viagem de retorno ao Ponto onde somos originais.

Esses processos estão baseados na compreensão de leis que servem de base para um desdobramento de todos os conceitos, seja cientifico, espiritual, material. O Hermetismo é o estudo e prática dessas leis. O que fizemos ao narrar em mais detalhes o cotidiano, foi uma pratica do Hermetismo. Porque na “lei do ritmo” todas as coisas vão e voltam contínuamente, em um verdadeiro repetir de sua jornada. É através desta lei que reconhecemos padrões, que abrangem detalhes da física até as coisas mais subjetivas . Toda a natureza real e abstrata, tangível e intangível, objetiva ou subjetiva existe sob a forma determinada por esta lei.

Como aplicar hermetismo a nossa vida cotidiana? A vida tem ciclos, em cada um deles existem detalhes, é a observação, avaliação e atuação nesses detalhes, que farão a diferença; para começar um processo prático faça o seguinte: Pense no porque que você está lendo este texto e retome seus motivos enquanto você o lê. Pare! Leia a próxima pergunta e não leia mais, feche os olhos e deixe a mente vagar: Será que ao parar seu destino mudou? Continuando… Pode uma existência inteira ser influenciada por uma decisão de ler ou não ler uma frase de um texto?Os mecanismos da existência obedecem a um detalhe tão pequeno de nossas ações? E se você parar agora e não ler mais? E se continuar lendo?

A cada questionamento, cuja resposta está para ser formulada, sua mente busca uma conexão. Vá em frente, pergunte a você e sómente a você, entre em contato com você e veja você e somente você respondendo. Torne isso uma prática, seja “uma interrogação ambulante”, não do tipo que questiona a existência, mas do tipo que procura saber a razão e o motivo de existirmos. Uma pergunta, uma resposta: “Existirmos a que será que se destina?” Tente esta.
Desde muito jovem, eu escuto as pessoas dizerem:” na teoria é uma coisa na prática é outra”. De fato.Há duas maneiras básicas de se aprender: uma é com a prática, a outra é com a teoria. Nesse contexto podemos aprender errando e acertando, isso ocorre com a prática. A outra forma de aprender é também com os erros e acertos, no entanto, considerarmos os erros e acertos de outrem, isso ocorre através da teoria. Em outras palavras, aprendemos com nossos erros (prática) e/ou com os erros dos outros (teoria).O esperto aprende com seus próprios erros. O sábio aprende com os erros dos outros. O virtuoso aprende com os acertos dos sábios e inova para a sua realidade. Podemos aprender no dia a dia, praticando, observando os outros fazendo, pedindo ajuda aos que já fazem tal tarefa há anos etc.

A teoria é a soma de experiências vividas por várias pessoas que desenvolveram e acrescentaram conhecimento a uma tarefa, a uma rotina, a uma função, a uma atividade. Lembremos da famosa frase de Isaac Newton: “se alcancei patamares tão elevados, foi porque me apoiei sobre os ombros de gigantes”. Isaac Newton queria dizer com isso, que foi através de suas leituras e seus exaustivos estudos que ele pode chegar aonde chegou. Em outras palavras, a soma de teorias lhe proporcionou uma prática que até então nunca fora imaginada na história da humanidade.

Um meio de se aprimorar num aprendizado constante, que alia a teoria á prática, são algumas regrinhas de Ouro, a saber;

1-Controle seu destino antes que alguém o faça;

2-Encare a realidade como ela é AGORA, não como ela era ONTEM e como você gostaria que ela fosse, usando a IMAGINAÇÃO CRIATIVA.

3-Gerencie as teorias, aliadas ás práticas obtidas.

4-Mude, antes de ser obrigado a mudar.

Bem, estes pensamentos podem ser experimentados por nós, através de nossas práticas diárias ou através de nossa meditação e reflexão. A teoria é uma prática que já foi experimentada. Então, qual aprendizado você prefere? Acho interessante alinhar teoria à prática e não pensar só em uma. A prática sem a Teoria é egocentrismo, achar que somos todo- poderosos e não precisamos aprender com os outros. E a Teoria sem a prática é em vão, aprender e não praticar, é o mesmo que ler um bom livro de culinária, aprender excelentes pratos, mas nunca ir á cozinha prepará-los.

O aprendizado só se completa vivenciando. A vida é o nosso campo de prova. De estudos também, mas aí qualquer situação é, depende mais da disposição e do interesse em aprender. As provas e as conseqüências dos nossos atos, desejos, sonhos e objetivos de vida, isso é a escolha, que vai gerar a prática e a experiência. “O plantio é livre, mas a colheita é obrigatória.”

De pensadores o mundo está cheio. Esses, se não vivenciam suas teorias, carregam dentro de si distância da realidade, mentiras convenientes e a angústia da incoerência, da falta da vivência que se manifesta de muitas formas diferentes. Percebe-se no olhar, no comportamento, nas opiniões, na freqüência pessoal – a capacidade de percepção se desenvolve com a prática. Sem isto, somos cabeças rolantes, sem corpo, coração , egos exaltados em “simulações revolucionárias” sem conseqüências, além de desacreditar a idéia de revolução, diante da população feita rebanho.

A reflexão é fundamental, mas sozinha é frágil e inútil. Percepções pedem decisões e mudanças na realidade. É o tripé evolutivo – refletir, decidir e praticar. Essa é a base. Fora disso, somos apenas teóricos, alheios, indiferentes, medrosos e vaidosos, levantando hipóteses, sem comprová-las além da teoria, sem experimentar para perceber e corrigir falhas, construindo valores sociais – e pessoais – ilusórios e egocêntricos, sem a menor condição – nem intenção – de mudar o comportamento e a mentalidade. Forma sem conteúdo.

É preciso correr os riscos. É preciso errar para acertar. Não se pode pretender a perfeição, mas é fundamental se aperfeiçoar, sempre. Às vezes, é a escuridão que nos faz perceber e dar valor à luz.Não obstante ao exposto acima, é bom lembrarmos que há funções que, na grande maioria das vezes,se aprende mesmo é na prática e no dia a dia. Mas quando se fala em funções de maior nível intelectual, é claro que a teoria é fundamental.

Aprendi o silêncio com os faladores, a tolerância com os intolerantes, a bondade com os maldosos; e, por estranho que pareça, sou grato a esses professores.

Khalil Gibran

 

Bibliografia para consulta

A Teoria vivida-E outros ensaios de antropologia
Mariza Peirano
O Cérebro de Alta Performance-Como orientar seu cérebro para resultados
Luiz Fernando Garcia
O poder da Inteligência espiritual
Tony Busan

***************************************************************************************************************

Divulgação; A Luz é Invencível

Posts relacionados; Vendo através do véu de nossas limitações E
Atenção Plena

O TRÍPLICE MODELO DO UNIVERSO

A LEI DO TEMPO E A REFORMULAÇÃO DA MENTE HUMANA- SÉTIMA PARTE

anterior posterior

O Tríplice Modelo do Universo, refere-se ás áreas de perfeição e juízo, que nos motivam quando nos movemos através do mundo. Este modelo demonstra não sómente como sempre estamos nos movendo através de um reino externo e outro interno, mas também que um terceiro reino ou Universo, está contínuamente informando nossas decisões e nossas percepções.

A História Cósmica contém numerosos modelos de realidade,cada uma com um diferente aspecto que se refere a diferentes níveis e ordens  de Dimensionalidade,Hierarquia e Totalidade ou “Holarquia”–governo do inteiro. Toda a História Cósmica participa em ordens holárquicas e/ou hierárquicas.Já que a natureza da realidade muda com a percepção, necessidade e modo de operação, o homem noosférico planetário deve mover-se simultâneamente através de diferentes mundos para alcançar seus fins. Isto significa que o homem planetário opera com múltiplos modelos de realidade.Podemos pôr nossa atenção nesses 3 princípios;

1-Para discriminar os modos de realidade há o Tríplice modelo do Universo.

2-Para discriminar os modos de conhecimento há o Modo de Quatro pilares.

3-Para discriminar níveis e ordens do ser há o Modelo Simultâneo do Universo.

Hoje, discutiremos o TRÍPLICE MODELO DE UNIVERSO 

Quando falamos de um modelo de realidade, estamos falando sobre uma estrutura subjacente, que constitui um sistema de crenças. O que é um sistema de crenças?Às vezes as pessoas usam esta frase sem considerar realmente o seu significado. A maioria das pessoas não é consciente do que crê, embora a maioria delas creia em algo ou não, que poderia existir no dia á dia.

Um sistema de crenças é um padrão fixo de comportamento, pensamento habitual e padrões de pensamento. O que se tende a repetir em uma base diária, para criar uma semelhança de continuidade de um padrão de vida, constitui um sistema de crenças.Pensemos sobre isso. Quais são algumas partes constitutivas de nossa agenda diária?A maioria das pessoas se levanta pela manhã, faz a sua rotina diária de cuidar-se e ir ao trabalho.

Quando temos milhões de pessoas participando de uma forma particular ou modo de vida, estão todos operando por um sistema de crenças comum. Este sistema inteiro de crenças, então,realmente constitui uma estrutura ou um modelo de realidade. De modo que temos  o sistema de uma espécie singular de preparação ou educação, para alcançar as habilidades necessárias a adquirir algum tipo de trabalho. Tem-se em conta que a maioria dos empregos estão realmente programados de acordo com os conceitos gregorianos, de semana, de trabalho, de fim de semana e, consequentemente, mantém e suporta a tecnosfera. Isto é, no presente, a soma coletiva de vida.

Podemos reduzir o sistema de crenças, em sua duração em tempo, ao conceito da semana, porque a semana é repetida uma e outra vez, e tem os diferentes dias de trabalho e tempo livre, e ainda os tais “festivos”.Esta estrutura de crenças sustenta que o propósito de vida é trabalhar duro para conseguir certa quantidade de dinheiro, de modo que se possa desfrutar algum tipo de ócio ou lazer, no que se denomina “fim de semana”, ou “horas livres”.

Tudo isso forma um modelo de realidade que é mantido junto pelo micro-programa do calendário gregoriano, e é reforçado em todo nível singular por todas as diferentes formas de comunicação,meios e educação pública.Este macro-programa coletivo atual acredita em seu crescimento, na formação de uma família(obrigatóriamente, não por opção, para aumentar o consumo), no trabalho, aquisição de bens de consumo e que, talvez, voce seja feliz quando se aposentar.Quando vislumbramos esse modelo de realidade, não há nada nele que signifique que é para ser transcendido.

È apresentado como um tipo de meio para promover a afluência material da ordem social mais elevada.O ser humano é justamente uma espécie de peça da engrenagem de serviço industrial, há engrenagens de indústria pesada, há engrenagems de indústria financeira, farmacêutica, alimentícia,da vaidade,da mídia,da guerra,da manipulação mental e assim sucessivamente.

Este modelo de realidade é absorvido por mais crenças, como democracia, civilização ocidental e globalização, que é a grande concha que abrange todas as outras crenças. Todas essas crenças e subníveis de crenças constituem aquilo a que nos referimos como um sistema de crenças dominante, que pode ser resumido como o materialismo histórico. O materialismo histórico tem dado como resultado a criação do híbrido homo sapiens, do humano planetário.E este híbrido humano não será mais tradicional por mais tempo.Ele é o adjunto da Tecnosfera alimentada pelo sistema nervoso eletrônico, e como resultado é consequentemente “destribalizado” e sem tradição, até chegar ao ponto de um híbrido humano planetário desarraigado. È este Humano Planetário o que vem a ser a base para a Noosfera. O passo seguinte é dissolver o anual modelo mundial.

A violência nunca é a resposta.Agora temos que dissolver o sistema de pensamento e substituí-lo com um novo modelo positivo que é a História Cósmica.Estamos aqui para descobrir como tudo é intrinsicamente sagrado. O que é a Ordem Sagrada?

A HOLONÔMICA-O ESTUDO DO SISTEMA INTEIRO

A razão pela qual tudo é sagrado é porque tudo é forma parte desta ampla totalidade, e ela é o que descreve a História Cósmica.Definindo este ordenamento, estamos realmente aproximando-nos de uma nova definição da realidade, na qual a totalidade do Universo retorna á totalidade e entendimento do Sagrado,governado pelo Omnicoordenador princípio do Plenum Cósmico.Deste modo, tudo é visto como UM TODO INTERCONECTADO, INTER- RELACIONADO, que é a verdadeira fábrica da Ordem Sagrada. O profano sómente existe na secularizada, não teológica e consequentemente fragmentada, mente do homem moderno.

Novamente, quando falamos sobre a História Cósmica, estamos descrevendo um novo modelo de realidade. Para começar a construir, a partir da base, falamos em capítulos anteriores, sobre inserir uma nova Matriz de Tempo, ou substituir a antiga Matriz por uma Harmônica. Assumindo-se que a matriz harmônica está em seu lugar,pode-se estabelecer novos modelos de realidade que ilustrem as sempre crescentes ordens de perfeição harmônica, que atuem sintrópicamente para promover os outros.

De modo que, ao invés de haver uma degradação entrópica de energia, haverá um incremento sintrópico dela, porém será energia psíquica.A energia psíquica cresce contínuamente, em oposição á energia física que tende a degradar-se em variados espaços de tempo.Assim veremos que os modelos de realidade da História Cósmica são opostos aos modelos de realidade do materialismo histórico.

Ao contemplar os diferentes modelos de realidade, podemos pensar neste processo de 3 passos;

1-Primeiro ali existe um campo omninvasor de inteligência

2-Este campo de inteligência é logo popularizado por meio de simples princípios de desenho de forma.

3-Desses simples princípios de desenho-forma ,emergem formas de códigos luminosos.

O Tríplice Modelo de Universo é uma dessas formas.

“O erro não se torna verdade por multiplicar-se na crença de muitos, nem a verdade se torna erro por ninguém a ver…”

Mahatma Gandhi

**********************************************************************************************

Bibliografia para consulta

O Tempo e a Tecnosfera
Jose Arguelles
Los Mayas Y La Entrada na Quinta Dimension
Dilzik Moysen
O Tempo do Buda
Lama Surya Dass
Sobre o Tempo
Norbert Elias

Divulgação: A Luz é Invencível